História Hot Heaven - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Chapter 7


chapter 7

ten's p.o.v

- voce ainda traz essas putas pra casa?

meu pai dizia quando tinha entrado no meu quarto, eu nao ligava, nao poderia fazer nada.

- voce quer que eu faça o que? te coma quando quiser? - rebato ele, revirando os olhos - diz logo que eu quero voltar pro meu compromisso...

- cubra suas intimidades e venha aqui logo

murmuro um "já volto" e visto uma cueca, indo até o encontro dele, me puxando pra fora do quarto e fechando a porta.

- a partir de agora você está namorando e nada de reclamar, porque você sabe que eu tenho poder sobre você, então apenas aceite - ele passa a sua mão nos cabelos, provavelmente estava estressado - e não se preocupe, é um garoto, um filho de um amigo meu, vamos fazer isso pra juntar-mos mais a parceria das nossas empresas... agora pode voltar lá, aproveite porque depois disso, a unica pessoq que eu aceitarei que você traga pra cá, será o seu namorado

me dou as costas e volto pro quarto, nao ligava se teria um namorado, iria dar um jeito de transar com ele, então pra mim está tudo bem.

- sim... aonde paramos mesmo?

digo já ficando pelado, aquela cueca estava me incomodando horrores.

BoA's p.o.v

- já voltou? achei que iria passara noite toda fora... - olho pro taeyong, ele parecia preocupado e nervoso - aconteceu algo?

- a gente pode conversar sobre isso em algum lugar mais reservado? acho que aqui nao é apropriado para tal coisa

- ok então, vamos pro meu escritório, lá será melhor para conversarmos

levo ele pro escritório, peço pra hyoyeon sair e sento no sofá que tinha ali.

- pode sentar - vejo ele sentar calmamente do meu lado e me olhar - conte só se voce quiser...

- meu amigo que no caso nao é meu amigo me pagou pra que eu fingisse ser o namorado dele, aí o pai sabia que eu era.... isso, e ele acabou apanhando e eu fui expulso da casa dele e eu to preocupado com o que possa ter acontecido com ele...

- ok, acalme-se, lhe garanto que nada de ruim aconteceu, ta? vou pegar uma água pra voce

me levanto, pego um copo, coloco um pouco da água e entrego pra ele.

- obrigado senhora...

- senhora? tá me chamando de velha?

- não não, me desculpa

vejo ele ficar assustado e envergonhado, começo a rir dele.

- não precisa se desculpar, eu sei que você não me chamou nessa intenção

ele ri um pouco e continua avermelhado, bom que pelo menos ele descontraiu e pareceu menos preocupado.

- hoje eu vou te deixar sem trabalhar, pode ir descansar, e me dê noticias do seu amigo, acabei ficando um pouco preocupada, mas te garanto que nada de grave aconteceu, tá bem?

- ok, obrigado!

jaehyung's p.o.v

- acorda, você vai conhecer o seu namorado hoje

era 6 horas da manhã ainda e meu pai estava abrindo todas as cortinas e fazendo de tudo pra me acordar e me infernizar.

- ok, vou tomar um banho e já vou tomar café, mas faça o favor de pelo menos me deixar sozinho por um minuto

- mais? ontem você passou a noite toda praticamente sozinho, só nao vou entrar nesse banheiro porque tenho até medo do que eu posso ver, vai que aquela puta lá lhe trouxe una doença, e depois a gente resolve isso, já marquei uma consulta com o seu médico, ele vai ver se você nao contraiu nenhuma DST

reviro os olhos e me levanto, indo no meu guarda-roupa pegando a toalha e uma roupa pra eu vestir, tava muito desanimado com isso, aquilo de ontem me quebrou muito, por fora nem tanto, mas por dentro eu estava estraçalhado.

entro no banheiro e nem me olho no espelho, só tiro minha roupa e entro logo no chuveiro, sentindo a água quente entrar em contato com a minha pele que estava fria, mas aquilo me trouxe uma paz, depois de muito tempo, consegui relaxar.

solto um suspiro junto com um sorriso, estava bom.

ouço meu pai gritando do lado de fora, a paz tinha acabado, me enxugo com a toalha e visto minha roupa.

me arrisco a me olhar no espelho, não estava me reconhecendo, eu parecia diferente... parecia morto...

tiro esses pensamentos da minha mente e saio logo do banheiro, vendo meu pai me chamar logo e o sigo ele, pelo menos hoje ele disse pra eu não ir trabalhar e passar o dia com o meu possível namorado, nem tinha começado mas eu já estava cheio daquilo.

quando sento no banco de carona, sinto o meu celular vibrar e pego ele, era uma mensagem do taeyong, ele me perguntando se eu estava bem, respondo um sim e deixo o celular de lado, tae que me desculpe mas eu nao estava com cabeça pra isso.

sinto o carro parar de se movimentar, mas já? a gente morava tão proximo assim? olho pro predio e saio do carro junto com meu pai.

- olha, saiu do carro, animado pra conhecer o namoradinho?

- só me mostra quem é logo pra eu poder me matar depois

- ok, você faz o que quiser depois que conhecer ele

ele segue em frente e eu fico atras, observando tudo que estava ao meu redor, o porteiro provavelmente já conhecia meu pai e autorizou a sua entrada, vendo duas pessoas nos esperando.

mentira...

olho pro cara e me dá vontade de rir, era ele? era ele mesmo que eu iria namorar? acho que ele teve uma reação como a minha, pois ele arregalou os olhos e se segurou pra não rir.

mal nossos pais sabem que a gente já se trombou e transou com a mesma pessoa.

- então jaehyun, esse é o seu namorado, o chittaphon, ou ten como ele gosta de ser chamado

- prazer "novo namorado" - digo em um tom de ironia - sou o jaehyun

- prazer apenas na cama - vejo o seu pai o repreendendo - desculpa, prazer novo namorado

ele tinha dito sério.

sério mesmo que ele tava achando que aquilo era verdade, logo ele que praticamente me bateu pra poder transar com o taeyong.

- vamos deixar vocês sozinhos, pra se conhecerem melhor, nós já voltamos, e nada de barulho, por favor

o pai dele dizia enquanto saia com o meu pai, nos deixando ali.

- sério que voce vai ser meu namorado? estava esperando alguém mais... passivo

reviro os olhos... iria ser um grande dia...


Notas Finais


tenho certeza de que o pai do jae dá o cu pro pai do ten...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...