História Hot love- my girl - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amor, Drama, Hentai, Hot, Lésbica, Romance, Sia, Yuri
Visualizações 216
Palavras 1.236
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabs, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


E AI PESSOINHAS? COMO ESTÃO? TRAGO MAIS UMA FIC HOT E YURI KKKKKKKKKKKKKK ACHO QUE É ALGO QUE NÃO CONSIGO MAIS CONTROLAR .
Espero de todo coração que gostem,
A música tema para escutarem e LSD- genius e Sia
Precisei dividir o capitulo pois ficou enorme , acabei me empolgando na hora de escrever kkkkk
Já adiantando tem hot pra perder de vista.
Boa leitura
BAY BAY

Capítulo 1 - Minha garota


Fanfic / Fanfiction Hot love- my girl - Capítulo 1 - Minha garota

Fecho os olhos enquanto sinto aquele aroma de cigarro com perfume invadindo minhas narinas- hunnnnnnnnnnnnnnn- resmungo enquanto viajo em meus pensamentos .

 

  Hanna povo on

 - não podemos continuar com essa farsa, eu não suporto mais- falo chorando enquanto me afasto do homem que achava que amava.

 Jonh- Hanna não .... eu sei quem você é, pode até ir mais sei que volta pra mim, você não gosta dela- ele diz em tom de choro enquanto entro no taxi deixando uma vida inteira para trás

Hanna pov off

.................................................................................

  -o que você tem Hanna? – Gin fala entre os beijos que deposita pelo meu corpo

 -não é nada – falo voltando minha concentração na mulher de cabelos curtos e boca avermelhada, que se encontra com os lábios em meu ventre me fazendo arrepiar com o contato.

 - você esta pensando nele?- ela fala parando os carinhos no meu corpo nu e me olhando com um misto de tristeza e ódio.

- não, eu não já falei que deixei aquela vida pra trás? Quantas vezes vou ter que repetir essa merda- falo mais alto do que o normal fazendo Gin se afastar sem dizer mais nada.

 Há vejo colocando o sutiã e seus fartos seios pulam por conta do movimento brusco - dá pra parar de show?- digo enquanto a olho admirada com aquele belo corpo que me dá prazer como ninguém- mordo o lábio inferior em pensar

- quer saber Hanna vai se fuder, eu cansei de tentar tirar ele da sua mente- ela diz me dando o dedo do meio se virando e saindo. – bummmmmm- escuto a porta do nosso pequeno apartamento batendo. Riu internamente de sua reação e vou até aporta tranca-la

 - mais uma noite de prazer perdida, jonnh seu filho da puta até longe consegue me tirar do sério- grito com raiva e decepcionada, pois sei que apesar de amar Gin não consigo tirar aquele infeliz da minha cabeça.  Me aconchego na enorme cama que Gin e eu compramos logo quando resolvemos nós assumir

............................................

 Isso hanna- ele geme alto enquanto eu vagarosamente dou lambidas em sua glande , tentando ao máximo tortura-lo

Ta gostando- rosno quando coloco todo aquele volume em minha pequena boca- arfffffffffffffffffffffffff- arfo sentindo algo quente tomando conta de toda minha boca, já sabendo que ele gozou me fazendo engolir todo seu líquido

 Vem cá minha cachorra- ele fala enquanto me posiciona em cima de seu órgão que novamente  está ereto, e pelo que vejo latejando de prazer

- é assim que você gosta? – falo lambendo as últimas gotas de seu líquido no canto da minha boca- quer que eu cavalgue em você?- digo com uma voz rouca

- isso minha cachorra, quero você em cima de mim- johnn puxa meu cabelo por trás me fazendo empinar a bunda e sinto ele me penetrando , começo com  ritmo normal,  cavalgando nela mas não aguento de tanto tesão , agora ele coloca suas mãos másculas em minha cintura me forçando a ir mais rápido- aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii- urro de tanto prazer

- continua – ele fala com a voz falha, meu suor com o dele dá ao quarto um aroma de sexo impressionante. Fecho os olhos tentando gravar aquele momento ao máximo, quando abro meus olhos novamente vejo Gin na porta com o olhar perdido, as lágrimas rolam naquele pele macia me fazendo sentir um aperto no peito insuportável

.......................................................................

- Gin nãooooo- grito pulando da cama e despertando daquele sonho – merdaaaa- sento colocando as mãos na cabeça enquanto tento recuperar o folego, 0lho ao redor e não encontro Gin em nosso quarto- cadê você? –digo saindo em direção a sala- aiii- grito quando sinto meu dedinho bater na porta, tateio as mãos na parede e encontro o acendedor- merda – coloco os braços na frente dos olhos tentando me acostumar com a claridade.

 Logo a frente avisto um corpo jogado no sofá- você ta ai né- falo baixo enquanto me aproximo de Gin que provavelmente bebeu demais – acorda amor-  dou um tapinha nela, fazendo-a me xingar, ela abre os olhos devagar e apenas me encara

- Me perdoa- digo enquanto me ajoelho e fico de frente para a mulher da minha vida- você sabe que nunca amarei ninguém além de você, jonnh foi alguém importante na minha vida, mas você é minha vida inteira- agora a abraço quase chorando e lembrando do sonho que acabará de ter com o infeliz, é como se tivesse traído ela

- tudo bem, sei que é difícil pra você- Gin me retribui o abraço enquanto se levanta me levando junto, seu cheiro é de conhaque e cigarro- vem cá- ela me vira pegando em minha cintura nos guiando até o quarto.

- sabia que te amo? - Digo quando já estamos em nosso quarto, ela se dirigi para o banheiro na intenção de tomar um banho.

- sei disso- ela ri de canto me fazendo corar e sentir algo acendendo em meu interior e logo depois escuto barulho de água. Ela demora no banheiro então bôlo um plano para me desculpar, sei que não vou conseguir dormir agora....

Hanna- merda sei que estava aqui em algum lugar- falo baixo enquanto procuro a caixa- isso achei- dou um gritinho mais logo abaixo a voz com medo de Gin descobrir o que estou tramando

...............................................................

GIN

Saio do banheiro e não encontro Hanna em nosso quarto, - Hanna ??- a chamo mais não obtenho resposta, ela deve estar na cozinha DEVORANDO alguma coisa- bem sua cara né minha pequena- falo rindo baixo enquanto sou levada em uma nostalgia

GIN POV ON

Pequena sai da frente da geladeira, olha á hora pra você estar comendo –  falo rindo quando vejo Hanna com seus cabelos negros amarrados em um coque bagunçado e carinha de quem foi pega no flagra.

- to com fome- ela fala com uma carinha de cachorro sem dono que me faz querer agarra-la e nunca mais soltar

-Sério? Não dá nem pra perceber- digo entre gargalhadas enquanto me aproximo colocando uma mecha caída de cabelo atrás de sua orelha. Ela fecha os olhos e parece relaxar, não sei ao certo sê pelo meu toque ou pelo chocolate que ela saboreia deliciosamente.

-Huun- ela solta um gemidinho enquanto passo minhas mãos pelo seu rosto , sei que ela gosta disso

Vem cá, ta sujo aqui- digo enquanto umedeço os lábios depositando um leve chupão próximo a seu queixo, ela abre os olhos e me fita com um olhar que faz meu corpo incendiar.

GIN POV OFF

....................................................

Saio da minha nostalgia quando ouço uma música vindo da sala,

 Labrinth – LSD

Do you think i’m stupid?

Do you think I’m bat shit crazy having you on my mind?

Do you think I’m helpless?

My algebra gon’ equal you every time

Do you think I’m calling?

Do you think I’m calling out your name every night?

Girl I have fallen for you

Whats, what you say?...............

 

Quando chego na sala não acredito no que vejo- o que é isso? – Pergunto com um misto de curiosidade e desejo

- garota eu sou apaixonada por você- ela sussurra 

Hanna se encontra com uma lingerie vermelha com detalhes pretos, o sutiã cai perfeitamente em seus seios medianos, e renda deixa seu mamilo amarronzado quase todo amostra fazendo minha respiração pesar. Com saltos agulhas e meias vermelhas demarcando suas coxas, logo acima avisto uma pequena calcinha vermelha rendada que mal dá para esconder sua intimidade.

...


Notas Finais


é a fic continua desculpa acabou ficando muito grande kkkkkk me empolguei,
deixem suas opiniões


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...