História House Of Cards - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Agata, Francielle, Suga, Taehyung
Visualizações 2
Palavras 739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - III


25/04/2017 – 11:30


o que você falou para ele? - encurralou o garoto na parede


— ele quem? - se fez de desentendido


— não se faça de idiota Jung Hoseok 


— não te interessa cadelinha do Min 


— o que está acontecendo aqui? - disse o recém chegado


— não é da sua conta Min - falou entre dentes


— melhor sair da nossa área Black, antes que as coisa fique ruins para você - alertou Jung 


— o que você falou para ele? - disse se afastando 


— já que está tão interessada pergunte a ele - sorriu desafiador, deixando a Black gelada dos pés a cabeça


— porque essa cara de que está com medo de alguma coisa Black, ou melhor dizendo alguém? - disse ao pé do ouvido da garota


— você é desprezível Jung, não é atoa que mesmo tendo o nosso sangue, você nunca seria um de nós - falou de forma áspera 


— que bom que eu não sou um de vocês - devolveu a afronta 


— você só não é um completo bastardo porque tem o sangue do líder - cuspiu as palavras na cara do garoto


— ora sua…. - sua mão é segurada no ar pelo Min antes de acertar a face da Black


— já chega…. Os dois - alternou seu olhar entre a Black e o Jung - vai embora daqui Black 


— melhor tomar cuidado com o que fala…. Maninha - pronunciou a palavra com ódio, vendo o destinatário das palavras sumir de sua vista 


Após a Black ter ido embora, Jung apenas ouve um suspiro atrás de si, virando se para trás viu seu irmão mais velho lhe olhando com cara de poucos amigos


— o que foi? - perguntou sem entender o olhar


— você não pensou em bater nela, pensou? - temeu a resposta


— claro que não meu irmão - sorriu, mas por dentro tremia de medo, da reação do irmão, pois quando se trata do Min, você não sabe o que esperar 


— que bom - foi em direção ao portão - pois eu não me importo se temos o mesmo sangue…. Relê um dedo nela, e eu acabo com você - o encarou nos olhos antes de ir embora 


Após ficar sozinho, Jung pode respirar mais aliviado, agora que não precisa se preocupar com seu irmão Min 


Por enquanto….


/\


— que cara é essa Frannie? - perguntou para sua irmã, ao vê-la se aproximar


— não é nada, eu apenas não quero falar - sentou-se ao lado da mais velha _ por um mês _ e respirou aliviada por não estar mais na presença aterrorizante do Min 


Enquanto isso ao seu lado, sua irmã Ágata olhava seu amado Taehyung se engraçando com outra garota, uma Red para ser mais específico. Seu coração era dilacerado, todas as vezes que via uma cena como aquela. Seu amado beijava a Red com tanto desejo, que ela se perguntava 


Eu sou só mais uma?” 


Seu olhos encheram se de lágrimas, ao ler dos lábios de Taehyung, as palavras que deveriam se direcionado somente a ela 


Eu te amo 


— não é verdade - tirou sua irmã, da bolha de tristeza que a própria criará


— o que quer dizer - limpou as lágrimas


— ele só faz isso para proteger você 


— eu só queria que ele não falasse isso para todas - riu sem humor 


— eu sei como é - olhou para o seu, o vendo forçar negro pelas nuvens de chuva 


— é melhor as duas donzelas entrarem, antes que comece a chover


No mesmo momento as duas olharam para o lugar de onde vinha a voz 


— Kai - falaram em uníssono


— Frannie…. Ágata - comprimentou uma de cada vez com um beijo e um abraço 


Perto dali, encontrava-se uma pessoa que sentia seu sangue ferver de raiva, ao ver sua garota ser tocada – no seu ver – de forma tão íntima, ele não admitia de forma alguma alguém tão próximo a ela. Mas o que ele podia fazer? Eles já não estavam mais juntos há tempos


— quem diria que ele realmente voltaria…. O que você pensa em fazer Yoon - encostou no pilar ao lado do mesmo


— eu tenho muitas coisas em mente - seu olhar era frio como o gelo 


— e para quem exatamente? 


— para os dois - virou-se para voltar às salas


— e o que você vai fazer? 


— não espere ela com equilíbrio perfeito, quando entrar na sala - sorriu malicioso



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...