1. Spirit Fanfics >
  2. House of Cards >
  3. Wrong but good

História House of Cards - Capítulo 10


Escrita por: e Millyjon1522


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 10 - Wrong but good


Fanfic / Fanfiction House of Cards - Capítulo 10 - Wrong but good

Boys, they're handsome and strong

But always the first to tell me I'm wrong

Boys try to tame me, I know

They tell me I'm weird and won't let it go


No, I'm fine, I'm lying on the floor again

Cracked door, I always wanna let you in

Even after all of this shit, I'm resilient


'Cause a princess doesn't cry (no-oh)


(Princesses Don't Cry)


Namjoon acorda primeiro que yuna e sai da cama com muita cautela pra não acorda yuna que dormia igual um bebê toda enrolada no edredom, Nam até achou fofo mas logo parou de pensar não queria se apaixonar 

Namjoon fez uma promessa que nunca mas iria se apaixonar não queria seus sentimento machucados, ele esquece que yuna também tem sentimentos mas ele colocou na cabeça não sendo ele já estava ótimo, sai dos seu pensamentos e entra no banho ligando o chuveiro quando sente alguém o abraçar por trás

— bom dia Nam, por que não me acordou?- fala yuna soltando o mas alto

— pensei que você nem ia conseguir andar depois de ontem- dou um selinho nela que fica mas vermelha.

— bobo, to cheia de fome- yuna fala pegando o sabonete.

—isso já não e novidades, vai pedir desculpas a joo hoje?

— olha não sei mas vou tentar, não gosto de ficar brigada com ela

— certo.

(...)

— não vou poder ficar hoje meu pai tá um saco - fala yuna subindo em moto e dando um selinho em nanjoon- valeu Nam até daqui a pouco.

—até baixinha 

Yuna não fala com ninguém e vai direto pro seu quarto estranhou que lisa não estivesse lá muito raro não encontrar ela sentada lendo um livro, yuna pega seu celular vê mensagem do seu ex querendo voltar ela nem liga e manda mensagem pra joo mas ela não responde então manda mensagem pra jimin que estava no outro quarto que não demorou pra entrar.

— fala o que você quer- fala jimin se jogando na cama

— nossa só queria conversar com você seu grosso.

—e grade. - jimin já tinha intimidade com yuna então ele nem ligava.

—olha grande eu nunca vi.

— fala logo que você quer.

— então- yuna resolve brincar um pouco com jimin- nossa jimin você tão gostoso- yuna fala se aproximando- queria tanto provar seu beijo.

— você tá louca yuna?! bebeu?- Jimin levanta rapidamente e se senta na cama.

— o que tem jimin só um beijinho

— para, vou embora.

— não aguentou? - yuna cai na gargalhada- nossa você tinha que ver sua cara tava muito engraçado.

— sem graça, vai falar ou não?

— bom eu quero saber uma coisa, como vai sua vida lá com seu namorado- yuna fala se deitando nas coxas de jimin

— vai bem, ele é super legal as pessoas acham que só por que ele é dono de um bar ele é um babaca mais ele não e, é como vai seu namoro com o Mike?

—não a gente terminou mas antes ele me humilhou como sempre me bateu é nos terminamos

—nossa não sabia que ele te batina- Jimin fica surpreso mike sempre demonstrou pelo menos na frente dos outros se um namorado legal.

—só a joohwo é o namjoon sabiam. 

— então você tá solteira? por isso tava dando em cima de mim.

— olha jimin eu só te vejo como amigo você e muito viado pro meu gosto e mas mulher do que eu- yuna fala soltando uma risada baixa.

— que? eu sou muito homem- Jimin tenta engrossar a voz.

— não me faz rir Jimin, tava com saudades de conversar com você.

— também pequena.

— falou o grande.

— para yuna, sabe joohwo tá namorando o jungkook.

—to sabendo sim, tomara que eles não façam merda eles ficam tão bonitinho juntos.

— verdade - jimin deita ao lado de yuna 

— tenho que falar com joohwo, fiz merda.

—e que dia você não faz merda yuna.

—vai tomar no cu jimin.

— se for o seu eu quero.

—então só bora.- yuna fala e jimin fica com vergonha- to brindo jimin calma.

— você tem umas brincadeiras sem graça em.

— dormi comigo?

— durmo sim 

(...)

Joo tinha chego junto com taehyung é jungkook ela não se lembrava de muita coisa que aconteceu na noite passada, mais tinhas alguns flash de memória, lembrava que taehyung tinha dado um beijo nela mais depois nada.

Yuna sai do quarto em direção ao quarto de joohwo que ela pensou várias vezes se batia na porta ou não, tomou coragem e bateu e escutou um "entre"

— posso falar com você em particular?.

— não, yuna tem como sair?

— olha taehyung não estou falando com você.

Taehyung sai do quarto acompanhado de jungkook é yuna senta ao lado da mais nova na cama.

— me desculpa, eu estava de cabeça quente não queria tocar no assunto do meu ex.

— tudo bem eu entendo.

— então amigas de novo- yuna se aproxima mais de joohwo que ainda tinha um biquinho nós lábios.

— você fica fofa fazendo essa carinha aí, não consegue assustar ninguém.

— para eu ainda tô puta, mais como vai seu namoro?

— ele me bateu é me humilhou e terminamos.

— nossa que vontade de matar ele.

—obrigado por ser minha amiga é sempre está do meu lado- elas se abraçam.

Depois de um tempo elas descem pra cozinha yuna iria preparar algo pra todos jantarem, mais quando chegaram no andar de baixo yuna vê seu pai na porta com taehyung.

- Pai? - yuna caminhou até ele sem entender - O que faz aqui?

- Yuna, você traiu seu namorado? - o senhor gritava na porta - Ele foi até minha casa falar sobre você e um tal de namjoon, não foi isso que nós ensinamos à você! - todos já tinham aparecido na sala e estavam vendo aquela cena - Você vai embora daqui agora!! Eu sabia que deixar você morar com um bando de.. - ele olhou para Taehyung para a porta e decidiu não falar o que estava pensando - Arrume suas coisas, e vamos embora agora!

- O que? - yuna não estava acreditando naquilo, ela estava sendo tratada como uma criança e o pior, ela é que era a vítima nas mãos daquele desgraçado.

Yuna começou a chorar, ela não queria ter que falar sobre tudo na frente de todos ali, mas ela não iria deixar o pai a tratar daquele jeito.

- E ele por acaso contou tudo para o senhor? - o homem não entendeu - Ele contou que me espancou? Contou que fez isso várias vezes? Ele contou que por várias vezes eu queria sair daquele relacionamento mas ele não deixava? Ele te contou como nunca foi bom para mim? Ele contou, pai? - o homem ficou em choque e correu para abraçar a filha.

- Querida, eu não sabia disso - a filha chorava nos braços dele - Eu vou acabar com aquele cara! - ele apertou a filha no abraço - Venha comigo hoje? Vou levar você para casa e nós vamos cuidar de você.

Yuna olhou para Joo que concordou com a cabeça. Ela então aceitou ir com ele. Seria bom ter um pouco de cuidado aquela noite.

Joohwan estava deitada em sua cama quando Jungkook entrou com um hambúrguer e refrigerante para a namorada. Joo sorriu, ela estava mesmo com fome.

- Obrigada - ela deu um beijo nos lábios do mesmo.

- Joo, você lembra de alguma coisa de ontem?

Jeon estava um pouco preocupado talvez Joohwan não tenha gostado ou, talvez tenha se arrependido do que tinha acontecido, ele precisava saber. Porque por ele, nada ali tinha sido ruim.

- Lembro pouco. Você se arrependeu de algo? Eu não queria te magoar ou..

Jungkook á interrompeu:

- Não! Não é isso, eu só queria saber como você estava em relação à esse assunto.

- Estão falando sobre a nossa noite? - Tae entrou no quarto e se jogou na cama. Joo riu.

- Exato. Olha, pra mim tá tudo bem se tiver tudo bem pra vocês? Porém, não podemos deixar acontecer de novo, não foi certo.

- Pra mim tá tranquilo. Estávamos bêbados, não é?

Taehyung falou olhando diretamente para jungkook, que sentiu todo o corpo arrepiar só com aquele olhar. Tae sorriu para ele.

- Vamos esquecer isso. Não vai se repetir, fim de papo.

Todos concordaram.

Quando jeon fechou a porta do quarto, Taehyung estava encostado na parede ao lado esperando por ele, e o puxou, pressionando contra a parede.

- Nós sabemos de tudo que rolou, e sabemos também que vai acontecer de novo, não é JK?

Taehyung fazia de propósito, o rosto bem colado em Jungkook, ele conseguia sentir o cheiro do hálito do outro. Jungkook não recuou.

- A Joo não vai achar uma boa ideia.

- Quem disse que ela precisa saber?

As mãos de Taehyung passaram pelos braços de jeon e foram até o rosto do outro.

- Até depois, baby. - Tae piscou para ele e saiu. Como se nada tivesse acontecido.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...