1. Spirit Fanfics >
  2. House of Cards >
  3. Isn't it lovely, all alone

História House of Cards - Capítulo 4


Escrita por: e Millyjon1522


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 4 - Isn't it lovely, all alone


Fanfic / Fanfiction House of Cards - Capítulo 4 - Isn't it lovely, all alone


Jimin estava no seu quarto mais precisamente no banheiro na banheira, ele escutava tudo o que acontecia no quarto ao lado mais ele nem ligava estava afundado nos pensamentos e lembranças antiga.


Jimin tinha mais ou menos dez anos quando foi diagnósticado com bulimia, o minino sofria bullying na escola pelos simples fato de ser acima do peso, em um período de sua infância ele não queria mais ir a escola não dizia o por que, por que ele tinha medo que os pais briga-se com ele.


Então sua mãe muito preocupada com a saúde do menino resolveu colocá-lo no psicólogo, então ele foi diagnósticado com bulimia, seus pais ficaram muito preocupados queiram até processar a escola por causa disso.


Jimin era filho único por isso sempre teve tudo o que queria e na hora que queria mais ele nunca deixou isso subir a cabeça, quando ele se assumiu gay não teve problema seus pais o apoiarem acima de tudo, ele ainda era o filho deles.


Aos dezoito anos jimin teve seu primeiro namoro com Lee Tae-min o cara mais gato do bairro, quando taehyung descobriu que ele era gay logo tratou de contar para o amigo, Jimin sempre fora apaixonado por taemin desda época do colégio taehyung seu melhor amigo na época vivia tentado juntar os dois.


O namoro era o mais falado do momento entre as pessoas do bairro, taemin era filho é de um banqueiro, é Jimin é um famoso ator de doramas, a mídia também não falava de outra coisa a não ser do novo casal gay jimin e taemin, estava tudo indo as mil maravilhas o casal perfeito, dava pra sentir o amor do casal, mais tudo mudou quando jimin teve uma recaída.


O menino comia muito por que estava nervoso por saber que logo iria entrar pra uma das melhores Universidades de Seul, taemin não gostou nada de ver o namorado "gordo", eles sempre brigavam taemin o insultava o chamado de gordo é falando que ele não iria namorar uma pessoa acima do peso.


O namoro logo ficou tóxico, taemin controlava a comida de Jimin não o deixava comer nada além de salada e água, os pais de Jimin perceberam isso é forçaram Jimin a terminar o namoro, taemin não aceitou muito bem a separação, ficava seguindo jimin, mandando mensagem é parecem na porta de casa.


Jimin foi tirado do transe quando escuta alguém na porta do seu banheiro chamando por ele.


— mochi?- era jungkook, só jungkook é joo que o chamava assim, por dizer que ele quando ficava corado era idêntico.


— oi kokie, eu tô tomando banho- Jimin levanta da banheira é pega uma toalha.


— eu só queria saber se você tava bem, eu tenho que ir ver meus pais agora, mais tarde eu volto tá bom?- jungkook sabia que quando Jimin se isolava do resto da casa ele não tava bem.


— eu tô bem kokie, não precisa se preocupar, pode ir ver seus pais- Jimin sai do banheiro e da de cara com jungkook com uma cara de desconfiado.- que foi? Eu disse que tô bem.


— eu sei que você tava lembrando daquele babaca do seu ex não adianta mentir.


— ele já é passado kokie, eu não ligo mais- Jimin fala e passa por jungkook indo pro quarto de taehyung.


No quarto taehyung estava pensando em como poderia falar pra JooHwan que eles não poderiam ficar mais, era sempre assim taehyung ficava com joo e quando achava uma pessoa mais bonita ou incessante a trocava como se fosse um objeto, joo era a mais nova da casa com isso todos a mimavam, também era a que mais tinha problemas psicológicos.


Quando taehyung a dispensava aí que ela bebia mais, é sempre sobrava pra Jennie sua colega de quarto, da banho e coloca ela pra dormi é sem falar das choradeiras, jungkook não se dava bem com taehyung por causa desse jeito dele, os dois sempre brigavam por causa disso, jungkook desde quando entrou na fraternidade logo se apegou com joo.


Ele foi o último a entra na casa, ele não tinha amigos ou conhecia alguém, joo que o apresentou pra todos ela tinha ficado encarregada de ser à tutora dele, eles ficaram bem próximos até rolou uma coisa aqui outra, lá mais nunca passou de uma transa pra descarregar o corpo do estresse do dia-a-dia, taehyung não gostou nada dessa aproximação então ele não disgrudava de joo por nada.


— taehyung?- Jimin sacudia a mão na frente do rosto de taehyung.


— ah... que?... Jimin que foi?- taehyung se assustar é senta na cama estava viajando no baseado que tava fumando.


— tá no mundo da lua- Jimin fala pegando o baseado da mão de tae é colocando na boca em seguida.- tava pensando em que?


— JooHwan- taehyung fala encarando o chão, jimin já tinha sacado tudo.


— não vai me dizer que quer dispensar ela de novo- o mais velho entrega o baseado pra taehyung.


— não dá mais- taehyung da um trago forte sem se engasgar já era acostumado.


— não dá mais ou você acho uma menina ou menino que senta melhor- Jimin era bem sincero com as coisas nunca foi de rodeios.


— cala a boca- taehyung rir mais era exatamente isso.


— você tem que parar de fazer essa merda com a garota, ela gosta de você é você dela mais por pura teimosia sua não ficam sério- taehyung passa o cigarro pra ele é o encara.


— dessa vez e sério, não quero mais nada com ela, vou falar hoje que ela já tá melhor- Jimin suspirou é emtregou o cigarro é depois levantou da cama do mais novo.


— a vida é sua, você faz a merda que quiser mais coidado quando a pessoa que você tá interessado não te da um pé na bunda e você for correndo pros braços da joo por que aí quem não vai querer nada vai ser ela- Jimin sai do quarto, hoje ele tinha tirado o dia pra descansar, iria pra um salão fazer tudo que tinha direito.


Taehyung levanta da cama, ele usava apenas uma calça moletom preta é estava descalço, ele vai para o quarto que conhecia como a palma da mão, abriu a porta mais só quem estava era Jennie pintando as unhas do pé, ela o encarou mais não disse nada é voltou a pintar a unha.


— cadê a JooHwan?- ele vai até a mais nova é fica de frete pra ela.


— o jungkook deu uma carona pra ela, acho que ela ia ver o Jae-beom.- Jennie nem olha pra taehyung com medo de borrar a unha.


— ela foi ver aquele babaca do Lim?- taehyung estava indignado, jae-beom ou melhor JB Como gostava de ser chamado era um dos comerciantes de drogas da cidade o mais popular.


— eu não sei por que ela foi, ela tava super bem aqui estávamos conversando, mais aí ela falou que iria pegar o esmalte preto que você tinha pegado emprestado, mais ela voltou parecendo um furacão é aproveitou que o JK ia sair é foi com ele.- Jennie por fim olha pra taehyung, coloca o esmalte no criado mudo e levanta, fica frente a frente com taehyung.- se minha amiga fica daquele estado de novo não vai ser o jungkook que vai te bater vai ser eu.


— eu não sou obrigado a ficar com ela, é não foi culpa minha ela tentar corta os pulsos na banheira- taehyung sai do quarto batendo com força na porta, ninguém conseguia distingui taehyung sua feição era vazia sem humor não tava pra saber quando falava sério ou não, ele também não sabia demostrar suas emoções, ele amava joo claro mais não sabia como dizer isso.










Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...