História House of Cards ( Fanfic Hot and Cute ) - Capítulo 45


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Namjoon (RM), Personagens Originais
Tags Bts, Cute, Hentai, Hot, Jin, Jungkook, Namjoon
Visualizações 91
Palavras 1.640
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


B
O
A

Leitura 💚

Capítulo 45 - Vocês me traíram


Fanfic / Fanfiction House of Cards ( Fanfic Hot and Cute ) - Capítulo 45 - Vocês me traíram

[ China, 22 de Dezembro ]

[ Hotel ]


- Eu não acredito que pegaram meu pijama pela milésima vez - Bufo ao entrar na sala, os meninos me olham prendendo um riso - Quem de vocês foi ? Começo a apontar o dedo para cada um deles com os olhos quase fechados e uma cara de brava 

- Não to sabendo de pijama nenhum amor - Namjoon se levanta do sofá e vai até a cozinha 

- Já sei - Olho feio para Jimin e Taeghyung - Foram vocês dois não foram! Eles põem a mão na boca tentando prender um sorriso 

- Jungkook - Yoongi se levanta do sofá e vai até seu quarto 

- Jeon Jungkook  - Digo me virando para o mais novo 

- Oque foi Jagy ? - Ele diz entre risos 

- É sério Jungkook, não estou brincando - Fecho a cara para o moreno que parece perceber minha irritação pois põe a mão atrás de si no sofá e tira meu pijama

- Caramba vocês sabem que só tenho esse pijama, agora está todo sujo - Digo em tom elevado para os três a minha frente 

- Calma S/N, nós só estávamos brincando - V diz sem graça 

- Desculpa meninos, e que com tudo isso da Min Sa e a Hannah e os shows, eu só... estou sobrecarregada - Passo a mão no meu cabelo respirando fundo. Os policias ainda não tinham encontrado o pai dela 

- Eu disse que vamos achar ela não disse - Namjoon chega por trás de mim envolvendo minha cintura com seus braços - E ela vai ser a daminha do nosso casamento lembra - Ele enlaça sua mão na minha e a levanta, deixando a linda aliança de noiva em minha mão a nossa frente 

- Vocês v-vão se casar ? Jimin guagueja  

- Sim, Namjoon me pediu em casamento - Finalmente dou um sorriso 

- Parabéns - Jungkook se levanta para abraçar nós dois sorridente. Jimin continua sentado 

- E já marcaram data ? Jimin pergunta, o sorriso em seus lábios se desfazendo lentamente 

- Ainda não mas provavelmente depois que a turnê acabar - Me ajeito em meio ao abraço de Namjoon encostando minha cabeça em seu peito 

- O mais rápido possível - Namjoon diz de um modo carinhoso e da um selinho em minha testa

- Mas e a empresa e as Armys? Aposto que algumas não gostarão da idéia e se vcs tiverem filhos ? Será o fim pro Bangtan e ...

- Ei Jimin, qual foi ? Namjoon pergunta com uma sobrancelha arqueada e uma expressão confusa - Você sabe bem que a maioria das nossas armys apoiaram nosso namoro, apenas passaremos nossa união pro papel

- Eu sei mas e... e se a S/N engravidar ? Vocês não podem ser pais e idols ao mesmo tempo - Jimin se levanta do sofá, seu tom de voz está se elevando - Vocês tem certeza que querem ficar juntos em matrimônio?

- Jimin... - Minha voz sai baixa, oque houve com ele ? 

- Nós passamos por tanta coisa, como pode duvidar do nosso amor e porque está tão incomodado com isso Jimin ? Namjoon eleva seu tom de voz. Oque está acontecendo aqui ? 

- Namjoon eu acho que o Jimin está só preocupado - Dou um sorriso para ele - Nós precisamos fazer nossas malas não é mesmo ? Pergunto tentando mudar o clima - Nosso vôo é daqui a 2 horas 

- Você está certa - Namjoon olha sério para Jimin - Vou ir fazer minha mala, vá também - Ele vira e segue pelo corredor até seu quarto e só quando ele fecha a porta eu me pronuncio 

- Oque foi isso Jimin? 

- Eu só fiquei impressionado com a notícia - Ele cruza os braços com a cara fechada 

- Não, acho que não foi só isso 

- Você quer saber oque houve S/N ? Ele se levanta elevando a voz - Eu sou apaixonado por você desde muito tempo e aí eu te beijei e depois nós transamos, eu gosto de você S/N e você vai se casar com o Namjoon, esse é o problema 

- Vocês oque ? A voz que eu reconheceria em qualquer lugar soa em tom de furia atrás de mim. Não...

- Namjoon - Me viro, ele está parado na porta do seu quarto nos olhando com desgosto - N-não é oque você está pensando 

- Você transou com a minha mulher - Ele vem apressado até Jimin e lhe golpeia um soco no rosto, o baixinho cai no chão e Namjoon vai para cima dele

- Namjoon para com isso - Corro até os dois tentando tirar Namjoon de cima dele 

- Como pode fazer isso Jimin ? Namjoon está prestes a dar outro soco no Jimin mas o mesmo empurra o moreno para trás e se levanta prestes a lhe acertar um golpe 

- Caralho - Hoseok e Suga aparecem no corredor e correm até os dois, antes que eles pudessem se machucar de verdade os separam 

- Oque está havendo aqui ? Suga pergunta para os dois que suavam ofegantes 

- Ele transou com a S/N - Namjoon grita, os outros meninos aparecem na sala curiosos 

- Você tinha terminado com ela, ela estava triste não fizemos nada de errado - Jimin revira limpando o sangue no canto da sua boca

- Namjoon você é o líder, se comporte como um - Jin diz para ele - Nosso vôo é daqui a algumas horas, precisamos ensaiar e fazer as malas, não temos tempo para brigas - Jin grita olhando para os dois - Depois vocês se resolvam - Ele termina. Namjoon revira os olhos e antes de dar meia volta ela me encara com raiva, sinto meu coração doer. Ele vai até seu quarto e bate a porta forte. Jimin resmunga algo e faz o mesmo, batendo a porta do seu quarto. Me jogo no sofá envergonhada 

- É s/n você é incrível - Suga ri debochado. A campainha toca e Taehyung vai até a porta 

- Acho melhor eu ir falar com o Namjoon - Me levanto do sofá e ajeito minha roupa 

- É s/n... - Tae diz, me viro e vejo o delegado parado na porta - Acho que você tem assuntos mais importantes agora - Ele fecha a porta e o delegado entra 

- Policial - Me curvo para ele - Alguma novidade ? 

- Achamos a casa do pai dela - Ele diz passando os dedos na barba a fazer 

- E aonde fica ? Pergunto preocupada 

- Em Osaka 

- É pra aonde vamos agora - Hope diz 

- Eu alertei a polícia japonesa e eles irão até o local em algumas horas

- Eles não podem ir agora? Pergunto 

- Estão em uma missão agora, mas não se preocupe, agora que sabemos onde ele está iremos resgatar a sua irmã 

- Eu posso ir também? Ela vai estar com medo quando for resgatada precisa de mim lá 

- Está bem 


Voamos até o Japão, não estava me aguentando de ansiedade, finalmente iria ver a Min San. Nossos shows serão amanhã, enquanto isso a empresa nos deixou explorar o Japão, mas quando chegamos em solo japonês fui correndo até o endereço que o policial havia me passado 

Quando chego no local a muitos policias em volta escoltando a área, há uma mulher perguntando do marido com três crianças ao seu lado. Será a mãe da Min Sa ? Corro para dentro da casa, cheia de policias procurando digitais ou sei lá oque. Meu coração está batendo rápido quando abro a porta de um dos quartos e entro. Há algumas pessoas em círculo, empurro algumas até chegar no centro do quarto onde vejo o pai da Min Sa amarrado em uma cadeira e o delegado o interrogando. Paro ao lado de algumas pessoas com minha respiração ofegante 

- Sua bota estava na cena do crime, pare de mentir ou será preso - O delegado diz

- Eu já disse que não sequestrei ela, eu posso explicar - Ele está suando e com as mãos trêmulas, só consigo sentir nojo 

- Explique-se então 

O homen passa o olhar sobre o quarto e para quando me vê, ele me encara por alguns segundos e então começa a falar -  Eu ia sim sequestrar ela, eu localizei a S/N e minha filha, fui até o local e esperei até uma garota loira vacilar e sair do quarto, eu abri a janela e entrei, a Min Sa estava brincando com suas bonecas e nem me viu entrar, quando eu ia pegar ela senti uma coisa gelada na minha cabeça, me virei e vi um homen, ele estava com a arma na minha cabeça e me mandou ficar quieto, eu fiquei com medo, não por mim mas de ele atingir a Min Sa e obedeci, ele pegou a minha filha e saiu pela janela ainda me apontando a arma. Eu fui até a janela mas eles já tinham sumido, eu ouvi a chave abrindo a porta e sai pela janela correndo, minha bota se prendeu no prego da janela e vocês a encontraram - Ele finalmente termina com os olhos cheios de lágrimas 

- Você deixou um desconhecido levar ela - Não me contenho e vou para a frente do homem - Você me dá nojo - Grito

Dois policias aparecem no quarto e vem até o mim e o delegado - Ele está falando a verdade - O primeiro se pronuncia 

- Não achamos nenhuma digital da menina e a bota está com um rasgo, supostamente feito pelo prego na hora de fugir - O segundo termina 

- Você quer dizer que... - Minha cabeça começa a doer e meus olhos a encher de lágrimas - Não foi ele que pegou a Min Sa ? 

- ...Não 


CONTINUA...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...