História House Of Madness - interativa - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Futuro, Mistério, Quequetaaconteceno
Visualizações 3
Palavras 627
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Heeeeyooo

Esse é o último até o fim do mês, por causa das provas :(((

No mais, boa leitura!

Capítulo 16 - Chapter 9


Já fazia três semanas que Noah estava na cidade. Três semanas que Alan montava seu plano, que consistia basicamente de violência.

Andava de um lado pro outro no quarto do hotel, o mesmo onde Noah estava hospedado. Estava esperando justamente pelo garoto, irritado com a demora.

Quando a porta se abriu, Jack se virou, o rosto transtornado. Noah chegou a se encolher.

- Desculpa, eu não consegui chegar antes.

- Não me diga.

Noah se jogou na cama do mais velho, sem se importar com o que ele iria pensar.

- Por que está demorando tanto?

- Não é fácil fazer alguém confiar em você, tá?

- Não venha com essa. Vocês já se conheciam.

- Fazem cinco anos que não nos vemos.

- Não é problema meu.

Jack pegou um copo com um líquido castanho, que Noah achou ser algo alcoólico. O mais velho virou o copo, e tossiu, engasgando.

Noah sentou, de frente para o chefe.

- O que quer que eu faça?

- Traga ela pra mim essa semana. Não temos tempo a perder.

Passando a mão pelo rosto, Jack abriu a porta.

- Agora vai. Você já demorou demais.

- Estamos atrás da mesma coisa.

Noah saiu, sem olhar nos olhos de Alan.

Horas depois, durante a madrugada, Jack resolveu sair do hotel. Caminhava pelas ruas praticamente desertas, à procura de sua próxima vítima. A encontrou andando pela rua, perto de um beco, com o celular na mão. Distraída o suficiente para não perceber a ameaça se aproximando.

O homem a puxou para o beco, tampando sua boca antes que qualquer som saísse dela. Tirou a pequena faca do bolso. Sempre andava com ela ali.

Os olhos da moça escorriam, chorava muito. Batia a mão livre na perna dele, mas isso não o afetava.

Com um movimento rápido, passou a lâmina pelo pescoço da garota, que engasgou. Alan a soltou, vendo enquanto o sangue enchia o corte e a vida saía dos olhos dela. Estava satisfeito. Cuidara para que nenhum resquício de sangue ficasse em suas vestes, e largou a garota ali, agonizando.

Quando voltou ao quarto de hotel, não esperava encontrar Morrigan em sua cama, o vestido preto curto deixando a mostra suas longas e lindas pernas.

- Como entrou?

- Eu consigo tudo o que quiser.

Ela sorriu, e era algo que Jackson não entendia. Jurou que seria capaz de matar toda e qualquer garota mas Morrigan... Morrigan lhe causava arrepios. Não era amor. Disso ele sabia. Mas não podia impedir sua mente e... bem, seu "amiguinho".

Morrigan tinha instinto pra essas coisas. Sorriu quando viu Alan ofegar. Subiu um pouco a barra do vestido, propositalmente.

- Vem logo, eu sei que você quer.

Jack subiu em cima da cama, já sem camisa. A mais velha mordeu o lábio, tirando o vestido preto. O homem passou as mãos pelas curvas da mulher.

E fizeram sexo aquela noite.

Minutos depois, Jack olhava para o teto, enquanto Morrigan dormia ao seu lado. Não entendia porque não sentia a menor vontade de matá-la. Não eram amigos. E mesmo assim...

Uma coruja em voo baixo bateu na janela, acordando a mulher. O SURTO afetou até mesmo os animais. Aquela coruja estava extremamente magra e sem penas. Caiu logo em seguida.

Morrigan se virou, olhando para Alan. Ambos ainda estavam nus, com exceção das roupas de baixo. Morrigan percebeu que ele estava pensativo.

- Ainda em dúvida sobre o plano, Al?

- Não, dúvida não. Só estou repassando.

- Não devia se preocupar. Noah é inteligente. Eu sou astuta. E Meredith é muito cooperativa. Vai dar tudo certo.

- Espero. Não posso perder mais tempo.

- Acha mesmo que algum de nós vai acabar com tudo? Estamos todos atrás de dinheiro e aquelas pesquisas...

- Elas podem melhorar tudo pra nós.

   Morrigan assentiu, sonhadora. Virou de lado e adormeceu, logo seguida por Alan.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...