História House of the Sun - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7
Visualizações 2
Palavras 1.268
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Esporte, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente. Voltei com mais um capítulo, espero que gostem
Boa leitura e desculpem os erros de ortografia.
<3

Capítulo 2 - Novo ano


Fanfic / Fanfiction House of the Sun - Capítulo 2 - Novo ano

CAP. 2

 

_Quebra de tempo_

 

Já estamos no dia 30 de dezembro. Veronica já esta quase fluente em coreano, pois agora só nos comunicamos nessa língua para que ela se acostume. Nós estamos a caminho de uma praia aqui na Espanha para podermos virar o ano. Chegando lá eu e Veronica decidimos ir nadar, e meus pais ficaram em casa.

Na praia eu e Veronica avistamos um grupo de meninos que estavam jogando vôlei perto da gente, eles eram muito bonitos e pelo que parecia que eram coreanos. 

H: V olha aqueles meninos que estão jogando vôlei perto da gente, não são ma-ra-vi-lho-sos? Olha discretamente. – a mesma assim que eu termino de falar olha bem indiscretamente na direção dos meninos. Um deles nota e vem falar conosco.

??: Oi tudo bem?- ele fala em coreano, acho que pela minha aparência.

Hae: Oi, tudo sim. Como sabia que eu falava coreano? – falo olhando para cima para olha-lo e cobrindo os olhos com a mão por causa do sol.

Park Jin-young: Sei lá, intuição eu acho. A proposito meu nome é Park Jin-young. Mas pode me chamar de júnior – ele fala estendendo a mão.

Hae: Kim Hae, prazer. Mas pode me chamar só de Hae

V: Oi, prazer, eu sou Veronica – diz V, que estava calada até o momento e estende a mão.

Júnior: Prazer Veronica. Bom eu e meus amigos estamos jogando vôlei ali – diz apontando para os amigos –vocês querem jogar também?

Hae: Eu não sou muito boa no vôlei então... – eu ia continuar a falar mas sou interrompida pela Veronica.

V: Nós vamos adorar, obrigada pelo convite. Pode ir indo nos já alcançamos você. – quando ela fala isso o mesmo saí e nos deixa sozinhas para arrumarmos nossas coisas e leva-las para perto de onde eles estavam. Quando ele já esta longe o bastante eu falo.

Hae: Criança de Jesus, eu vou terminar engolindo areia de tão ruim que eu sou no vôlei. – falo isso e dou um leve tapa no ombro dela. A mesma faz um bico dramático e diz.

V: Aishhh – ela diz acariciando o ombro (como é dramática) – mentirosa – ela diz agora me dando um tapa – você sempre foi a melhor no vôlei lá na escola. Tirando eu é claro. – ela iz isso e joga o cabelo para traz.

Hae: É bom saber como você é humilde – digo rindo – ok, ok você venceu. – digo isso e me levanto já que já tinha arrumado minhas coisas. – vamos ?

V: Vamos.

 Chegando perto dos meninos o júnior nos apresentou os outros três que estavam junto deles.

Júnior: acompanha comigo, da direita para a esquerda, estes são Kai, Sehun e Jooheon. – o mesmo vai apontando para cada um a medida que ele vai apresentando. – meninos essas são Veronica – ele aponta para ela – e Kim Hae – ele ponta para mim.

Hae: Podem so me chamar de Hae mesmo.

Kai: Iai beleza? Então vocês sabem jogar volei ?

V: Sim

Hae: mais ou menos

Sehun: Ok da pra o gasto.

Jooheon: Iai vamos redefineir os times?

Todos nos juntamos e tiramos o time com kai, bai, bo (pedra, papel ou tesoura ). Os times ficaram: em um time ficaram eu, júnior e Jooheon e no outro ficaram Veronica, Kai e Sehun.

Após ficarmos a terde inteira jogando todos nos paramos e ficamos jogados na areia da praia vendo o por do sol, já que a casa que nos estavamos era na frente da praia e a dos meninos também. Todos nós fizemos uma pequena amizade. Estavamos todos em silêncio, apenas observando o horizonte até que Kai quebra o silêncio.

Kai: Iai meninas onde vocês vão virar o ano? – ele nós olha.

Hae: Acho que aqui na praia, por quê a pergunta?

Suho: Nós também vamos virar o ano aqui. Qua tal se todos ficassemos juntos?

V: É uma boa ideia – quando ela diz isso olho pra ela fulminante, pois não faço a minima ideia do que os meus pais vão achar disso.

Júnior: É uma boa ideia. O que você acha Hae – ele fala e olha para mim.

Hae: Errrrr... – e meio que travo, pois eu queria muito dizer que sim, mas e se dissesse que sim e meus pai não deixassem?

V: A gente vem sim, que tal umas 10 horas aqui nesse mesmo local? – por sorte, ou não, a Veronica responde e nos marcamos de nós encontrarmos. Agora o que resta fazer é convencer os meus pais.

Quando o por do sol acabou nós nos despedimos dos meninos e fomos para casa. No caminho eu falo.

Hae: Agora pequena criança, quem vai ter que convencer os meus pais é você. – falo dando um pequeno empurrão nela.

V: Só isso. – fala e joga o cabelo para traz – pequena criança – ela fala isso e coloca seu braço acima da minha cabeça, pois ela era mais alta do eu – hoje você vai ver os meus incríveis dotes de convencer adultos em ação. – quando ela termina de falar isso eu tiro o braço dela de cima da minha cabeça e digo.

Hae: Iaaaaaa, eu não sou tão baixa assim, você quer parar!

V: Meu Deus que bonitinho, parece até uma criança fazendo birra.

Hae: A mais você já tá morta. – digo isso e ela percebe o que eu ia fazer e saí correndo. Eu vou correndo atrás e logo chegamos a casa, ofegantes e suadas.

Entramos em casa e vimos os meus pais sentados na sala.

Sr. Kim: Olá meninas! – ele fala animado – como foi o dia de vocês na praia?

Hae: Oi pai! – digo no mesmo tom que ele e vou lhe dar um abraço – foi muito legal, jogamos vôlei quase que a tarde toda e vimos o por do sol, que por sinal aqui é maravilhoso!

Sra. Kim: Que bom que foi legal o dia filha – ela fala enquanto lhe abraçava – e você Veronica, gostou do dia?

V: Sim tia, foi muito legal. Conhecemos uns garotos muito simpáticos que nos convidaram para jogar vôlei com eles. Eles são coreanos e vieram passar o ano novo aqui. – ela vai falando tudo isso enquanto cumprimenta eles – falando nisso, tia você estava planejando virar o ano na praia né ?

Sra. Kim: Estava sim querida, porque a pergunta?

V: Há, é por que nos ficamos bem amigas desses meninos aí nos estávamos pensando em virar o ano com eles, mas é claro, só se vocês permitirem – ela fala isso de uma forma tão respeitosa e responsável que se ela fosse minha filha eu mesma a deixava ir.

Sr. Kim: Mas é claro querida, por que não permitiríamos. Mas lhes peço uma coisa, logo depois que virar o ano venham até nós, para podermos abrir o champanhe e comemorar depois juntos.

V: Mais é claro, vai ser muito legal – ela fala empolgada e me puxa para o andar de cima para que possamos nos arrumar.

Hae: Caramba você boa mesmo. – digo boquiaberta – não ouse ensinar isso para os meus filhos – falo brincando.

V: Pode deixar.  Agora amos logo que eu estou com fome

 

 

_Quebra de tempo_

Após toda a arrumação e o jantar eu e Veronica fomos dormir. Nós tivemos que dividir a cama, pois na casa só tinha dois quartos de casal. Mas em compensação o resto da casa era muito bonito. Até sala de vídeo game tinha.

Eu tentei dormir, mas fiquei até tarde pensando naqueles meninos. No final eu acabei dormindo.

No outro dia eu acordo com um demônio denominado Veronica gritando no meu ouvido.

V: HAE DESGRAÇA!!! ACORDA LOGO JÁ SÃO DUAS DA TARDE! – quando eu consigo raciocinar o que ela disse, eu literalmente caio da cama.

 

 

 

 

 

 

 

Continua ...?

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capitulo
Bye <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...