História House On a Hill - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Connie Springer, Dot Pixis, Eren Jaeger, Erwin Smith, Farlan Church, Grisha Yeager, Gustav, Hange Zoë, Historia Reiss, Isabel Magnolia, Jean Kirschtein, Kalura Yeager, Kenny Ackerman, Kuchel Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Mikasa Ackerman, Pastor Nick, Personagens Originais, Petra Ral, Ymir
Tags Eren, Ereri, Esporte, Levi, Riren, Romance, Yaoi
Visualizações 78
Palavras 1.554
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Lemon, LGBT, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Opa, eu ia postar só amanhã... mas a ansiedade falo "Posta hoje... 3:)

- Boa Leitura!

Capítulo 8 - Levanta


Fanfic / Fanfiction House On a Hill - Capítulo 8 - Levanta

Levi nunca costumava quebrar uma promessa, mas ele estava quebrando aquela com tudo o que estava a seu alcance, havia acabado de terminar seu chocolate quente e naquele momento ele estava debruçado sobre o balcão enquanto observava Eren tentar se livrar do cliente que não parava de dar em cima dele. Era uma situação engraçada de certa forma, não era comum que ele visse alguém tentando tão descaradamente se livrar de alguém daquela forma.

- Por que não vamos jantar hoje Eren? - O homem perguntou com uma voz rouca e Levi teve vontade de rir.

- Não, eu prometi pro meu pai que iria para casa cedo - O castanho respondeu cruzando os braços.

- Mais uma vez? Seu pai não deve te dar sossego! - O loiro argumentou e Eren deu de ombros, pelo menos ele havia caído em sua mentira.

- Sabe como é... O inverno deixa as ruas mais perigosas - Olhou para Levi - Quer mais um?

- Por favor - Pegou a caneca e a entregou para o garoto, que a pegou e começou a preparar mais um chocolate quente.

- Marshmallows extras? - Perguntou Eren.

- Seria uma honra - Deu mais uma olhada em seu celular, mas sem notícias de Hanji.

- Que maldade Eren, você nunca me ofereceu coisas a mais - O loiro se emburrou e olhou para Levi - Sou Adam.

- Levi - Cumprimentou o homem com apenas um aceno com a cabeça e voltar a olhar para Eren, que caminhava até ele com mais um chocolate quente - Nunca pensei que iria gostar de chocolate quente.

- Você não gosta? - Deu de ombros com certo remerso.

- Agora eu gosto, Eren você faz o melhor chocolate quente que já provei na vida - Piscou para o castanho, que automaticamente corou, o que deixou Adam incomodado.

- Ah que isso... - Disse com um sorriso sem graça em seu belo rosto - Obrigado Levi.

- Vocês têm algum rolo? - Adam perguntou terminando rápido sua bebida.

- Não - Levi disse tomando um gole do chocolate quente - Somos apenas conhecidos até agora, Eren é amigo da minha prima.

- Oh entendo... Não se importa se eu ficar com ele não é? - O homem esnobou e aquilo deixou o moreno com sangue nos olhos, como este ser estranho que se quer poderia ser chamado de humano tinha a coragem de tratar Eren como um objeto?

- ... - Levi bateu a caneca com força na madeira do balcão e olhou para o homem com um olhar frio - Adam, eu realmente não gosto do jeito que está falando sobre o garoto.

- Eu falo com ele como eu quero, ele gosta - Mais uma vez, o homem disse esnobado.

- Ele é educado, não sabe dizer para você cair fora por que ele não gosta de você - Riu seco e bebeu mais um pouco de sua bebida.

- O que disse!? - Adam se levantou e andou até o moreno de forma ameaçadora, mas Levi nem ao menos se moveu, e continuou com o corpo relaxado e tranquilo.

- Que ele não gosta de você e é apenas educado - Repetiu de forma mais clara que pode e deixou a caneca sobre o balcão, também se levantando com as mãos nos bolsos da calça.

- Seu...! - O homem lança um soco contra Levi, mas o moreno desvia com facilidade.

- Acho melhor sair, tem câmeras de segurança e isso foi uma clara tentativa de agressão, eu poderia denuncia-lo por isso - Olhou para o homem de forma cínica enquanto um sorriso esnobe se formava em seu rosto.

- Que se foda! - Tentou acertar mais um soco no moreno, que mais uma vêz desviou, mas desta vez acertou um chute no estômago em Adam. Levi poderia não ser alto como o loiro, mas com certeza conseguia ser mais forte e mais rápido do que ele.

O moreno observou o homem cair de joelhos e voltou a se sentar, pegou a caneca e bebeu mais um pouco do chocolate quente.

- Ah meu deus! - Eren disse e saiu de trás do balcão para observar Adam melhor - Levi!

- Não vem com essa, ele tentou me agredir - Se defendeu sem olhar para o garoto, mas um sorriso orgulhoso estava clara em seu rosto.

Pelo resto do dia, Levi acabou ficando com Eren, Adam acabou indo em bora - Para a sorte de ambos - E como a polícia não apareceu, ambos ficaram aliviados. Estava próxima a hora do fechamento e Eren colocou I.L.Y da banda The Rose ao fundo para que ambos ouvissem pelo auto falante da cafeteria - Este que geralmente ficava apenas desligado - E apenas isso foi o suficiente para criar certo clima. O sol havia se posto e apenas alguns de seus raios se mostravam ao horizonte, deixando o céu laranjado já que a neve havia parado de cair.

Levi se virou para encarar Eren que estava sentado a seu lado, o jovem já estava sem o uniforme já que em alguns minutos, fecharia a cafeteria e levaria as chaves para o dono.

- Dia longo... - Eren disse com um sorriso tímido em seu rosto. O castanho simplesmente não conseguia controlar os sorrisos perto de Levi, era algo inevitável para si.

- Com certeza - O moreno resmungou enquanto brincava com o celular com uma das mãos - Muito longo - Respirou fundo e se debruçou no balcão. Ficando assim, cara a cara com Eren.

- Pensou sobre o que vai fazer quando chegar a sua casa? - Perguntou o castanho curioso.

- Ainda não... - Levi naquele segundo queria muito possuir Eren em seus braços, ele não sabia se era por conta da iluminação baixa, os olhos que o encaravam com um brilho incomum, ou até mesmo a música - Levanta.

- O que? Por que? - Receoso Eren se levantou devagar, seus olhos não deixaram os do moreno nem mesmo por um segundo.

- ... - Levi segurou o castanho pelo rosto e seus olhos navegaram dos esmeraldas a sua frente para a boca do garoto. E com o coração saltitante, pele eletrizada e corpo em chamas. Levi puxou Eren para um beijo.


Mikasa estava na sala, observando a tia assistir algum desenho infantil dos anos oitenta quando a porta foi subitamente aberta pelo primo, que parecia perdido dentro de seu próprio universo. Levi retirou o casaco e o pendurou atrás da porta, andou a passos largos até a escada.

- O que aconteceu? - A jovem se levantou e começou a ir atrás do primo que já havia começado a subir - Disse que estaria aqui até o almoço! Agora são quase sete da noite!

- Calma, estou vivo e estou bem - Fez uma breve pausa - E como prometido eu voltei, já disse, não vou te abandonar.

- Espera... O que aconteceu com você? - Ela arqueou uma sobrancelha - O que fez com o grosseiro do meu primo?

- Não enche porra - Levi disse em um tom de brincadeira e Mikasa teve certeza que algo havia acontecido.

- Ah sim, aí está ele - Ela deu de ombros achando graça - Mas o que aconteceu?

- Segredo... - Piscou para ela e terminou de subir as escadas e logo, ela pode ouvir a porta se fechando. Algo estava muito errado, e ela iria descobrir o que era.


Levi não conseguia acreditar que realmente o havia feito, realmente havia beijado Eren, com direito a carícias e tudo, caso não fosse por aquele loiro maldito, as coisas teriam ficado muito mais além daquilo. Seu coração disparou novamente e ele levou uma das mãos até o coração e tentou - Falhamente - Segurar um sorriso.

Rolou na cama, mas o espaço não foi o suficiente e ele caiu direto no chão. Seus olhos encararam o teto e logo uma risada foi solta por ele.

Aquilo era quase nostálgico, a sensação de estar gostando de alguém tão derrepente quanto ele estava fazendo naquele momento, era um sentimento bom, era gostoso, era animador, sim era algo animador por conta do momento em que estava vivendo em sua vida... Ah sua vida... A lembrança da mãe o fez fechar o sorriso de imediato. Se sentou no chão e observou a porta, precisava descer e encarar a situação de frente naqueleme momento.

Se levantou do chão e desceu para o andar de baixo correndo, quase caindo em um ou outro degrau.

- Kenny? - A voz de Kuchel ao chamar pelo irmão desaparecido deixou Levi um pouco perdido. Claro, ela o havia chamado assim outras vezes mas, particularmente, ele não se achava nada parecido com o tio.

- Onde está a... Nossa irmã? - Entrou na ilusão da mãe, pelo menos saberia que assim iria saber onde Mikasa estava.

- Na cozinha, ela disse que mamãe não vem para casa hoje - A morena deu de ombros de forma triste.

- Entendo... - Deixou a sala e seguiu para a cozinha. Sua prima estava sentada em uma das cadeiras a mesa perdida em pensamentos, era uma cena incomum de se ver, Mikasa sempre era atenta as coisas a sua volta.

Levi se sentou a frente dela e mesmo assim, ela continuou perdida em seus pensamentos, o moreno então deu duas batidas na mesa e então, a jovem o olhou.

- O que... Aconteceu? - Ela perguntou de forma preocupada e olhou em volta para ter certeza que não havia colocado fogo em nada sem querer.

- Nada, você só parecia... Perdida.


Notas Finais


Opaaaan ficamos por aqui por hoje amores!
Comentem! Amo os comentários de vocês e eu fiquei louquinha pra postar esse capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...