História How a Clown Ruined my Life - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~iS2music

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Alluka Zoldyck, Chrollo Lucilfer, Gon Freecss, Hisoka, Illumi Zoldyck, Kalluto Zoldyck, Killua Zoldyck, Kurapika, Leorio Paradinight, Machi, Personagens Originais
Tags Gay, Hisoillu, Hisoka, Hxh, Illumi Zoldyck, Kikyoisabitch, Sad Illumi, Sex Tape, Silvakuro, Yaoi
Visualizações 115
Palavras 1.056
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Fluffy, Hentai, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


GENTE EU VOLTEI!!
Meu Deus! Quanto tempo desde a última vez que eu publiquei um capítulo para essa história.
Espero que gostem!
PS: Esse é maior.

Capítulo 3 - Eu te amo


Illumi acordou com o sol batendo em seu rosto pela janela do quarto de hotel. O chuveiro estava ligado, Hisoka deveria estar tomando banho. O palhaço apareceu com uma toalha em volta de sua cintura e outra para secar o cabelo. Illumi sempre achou o mágico mais bonito com o cabelo para baixo e sem maquiagem, mas seu orgulho o impedia de confessar isso em voz alta.

-Bom dia, Illu.-ele cumprimentou, um pouco cansado também.

-Bom dia.

Illumi se levantou e o beijou.

-Se a filmagem cair nas mãos de qualquer pessoa além de você e eu, considere você mesmo morto.-ele ameaçou.

-Que cruel e excitante.~-Hisoka disse, fazendo biquinho.-Como se eu fosse deixar qualquer outro ver as caras lindas que você faz quando eu estou enfiando bem fundo dentro de você. E ouvir você implorando para gozar é uma regalia que só eu posso me deliciar.

-Ah! Por isso que você estava filmando meu rosto.

Eles se beijaram novamente, as mãos de Illumi se entrelaçando no cabelo do outro.

-Não me faça arrepender de minhas escolhas.-Illumi disse.

Hisoka sorriu.

-Nunca.

Se as circunstâncias fossem outras, talvez ele dissesse o quanto o palhaço o fazia feliz. Talvez ele confessasse seu amor com todas as palavras que ele queria dizer, mas não podia. Talvez ele ficasse mais tempo com o de olhos dourados, simplesmente apreciando sua presença.

Mas as circunstâncias não eram outras. Ele era um assassino profissional que havia ganhado uma determinada “missão” de sua mãe e não havia contado ao outro o que era.

Deitou sua cabeça no peito do mais alto e eles ficaram ali, abraçados.

-Aconteceu alguma coisa?

-Se eu te dissesse que meus pais estão me arranjando uma pretendente, o que você faria?

Hisoka ficou petrificado. Illumi se separou do abraço.

-Bem, eu preciso ir. Meus pais vão ficar furiosos se eu não der notícias.

O assassino saiu do apartamento. Não queria ver a reação de Hisoka. Sabia que não seriam boas notícias, mas também não era bom mantê-lo na ignorância. Olhe para frente, não chore. Dizia a si mesmo, sempre se forçando a acreditar naquilo.

Ao chegar na mansão, sua mãe o chamou para conversar.

-Eu e seu pai arranjamos a perfeita esposa para você. Vai conhecê-la daqui a alguns dias. Uma garota muito simpática e forte. Tem quadris para sustentar um bebê.

-Obrigado, mas eu não preciso de uma esposa.

Kikyo desferiu-lhe um tapa.

-Ninguém quer saber a sua opinião sobre o assunto. Está na hora de ter filhos. E eu quero netos.-ela disse, séria, mas depois retornou para seu sorriso amigável.-Está bem, Illumi?

-Sim, mãe.

O assassino foi trabalhar com o pai. Eles fizeram uma missão onde o alvo estava em um ônibus. Sequestraram o ônibus e mataram o alvo, com sucesso, ganhando muito dinheiro por isso. Ao, finalmente, retornar para seu quarto no começo da noite, Illumi encontrou Hisoka, sentado no parapeito da janela. Deu-lhe um sorriso triste e o abraçou.

-Eu gosto de coisas difíceis, Illumi. Sua pretendente faz as coisas serem difíceis para nós. Será divertido.

Eles se beijaram.

-Eu te amo, Illumi. Saiba disso. Nenhuma vadia mudará meus sentimentos por você.

O assassino queria poder dizer aquelas palavras tão naturalmente como o palhaço. Porque o sentimento era mútuo e ele queria que o outro acreditasse.

Realmente, não importa quantas vezes ele negue, não havia ninguém naquele mundo que o completasse melhor que Hisoka.

-Não me deixe.-conseguiu dizer.-Não me deixe, Hisoka. Eu preciso de você.

Hisoka aceitou aquilo como uma confissão.

-Isso foi lindo, Lumi. Você está me deixando excitado.-Illumi mordeu-lhe a orelha.-Não faça isso, se não eu não vou poder me controlar.

-Você não precisa. Porque quem vai te deixar louco sou eu.

O assassino deitou o outro em sua cama, tirando sua camiseta e a dele. Beijou o tronco musculoso de Hisoka e deixou algumas marcas ali.

-Não sei se você pertence somente a mim.-disse, tristemente.-Mas eu pertenço somente a você.

Hisoka aproveitou a deixa para marcar-lhe no pescoço. Uma marca que demoraria dias para sair. Uma marca que gritava que ele tinha um dono e este não estava a fim de dividir.

-Tem certeza que quer fazer isso, afinal, fizemos ontem e você deve estar dolorido.

Illumi roçou seu membro ereto nas nádegas de Hisoka, ainda cobertas pela calça. Sorria maliciosamente como se perguntasse: “adivinha?”

Provocou os mamilos de seu parceiro com a língua, enquanto tirava sua calça e seus boxers. Pegou o lubrificante e molhou três de seus dedos com a substância viscosa. Ao se deparar com a ereção do outro, Illumi tomou o membro em sua boca e adentrou a entrada do palhaço com um de seus dedos, fazendo o outro gemer seu nome. Hisoka agarrou seus cabelos e o assassino gemeu em torno de sua ereção, mandando vibrações para sua extensão. O palhaço, inconscientemente, estocou para dentro da boca de Illumi e pediu desculpas.

-Tudo bem. Pode foder a minha boca.-respondeu, provocando a cabeça da ereção do outro com a língua e fazendo o palhaço estocar mais uma vez.

Quando Illumi passou a provocar suas bolas com a língua e acariciar sua próstata, Hisoka não aguentou mais.

-Ah! Illumi...eu...eu vou gozar.-disse, sôfrego.

-Então, goze.

Aquela foi a gota d’água. Após mais algumas provocações dos dedos e língua do outro e Hisoka gozou. Illumi engoliu.

-Você é louco, Illumi.-disse, com falta de ar.

-Você me deixa louco.

Hisoka abriu as pernas e pediu, manhoso:

-Eu quero você dentro de mim, Lumi.

Gostoso. Illumi pensou, mas nunca iria dizer aquilo em voz alta. Entrou brutalmente na entrada do outro e sorriu maliciosamente ao ver Hisoka jogar a cabeça para trás. Sabia que ele gostava daquilo que era bruto. As estocadas continuaram naquele ritmo, acertando sempre a próstata do outro e fazendo ele gemer mais alto naquela voz grave que enlouquecia o assassino. Ele dizia o nome de Illumi em um mantra incessante e, conforme o orgasmo dos dois se aproximava, o moreno levou sua mão ao membro negligenciado de Hisoka e começou a masturbá-lo no mesmo ritmo de suas estocadas, que aumentavam de velocidade.

Gritando o nome de Illumi, Hisoka gozou novamente na mão do assassino, que gozou dentro de Hisoka. Ofegantes, eles se beijaram mais uma vez. Já era tarde. O assassino se levantou e saiu e dentro do palhaço, lavando as mãos e pegando um papel para limpar seu sêmen, que saía da entrada do outro.

-Posso ficar aqui?-perguntou Hisoka, um tanto cansado.

-Você precisa perguntar?-O palhaço se levantou e começou a pegar suas roupas.-Eu quis dizer que você pode ficar aqui.

Eles se beijaram e dormiram abraçados. Illumi estava envolto com o cheiro de Hisoka e ele não queria sair dali, seu pequeno paraíso.


Notas Finais


O que acharam?
Honestamente, eu nunca escrevi uma fic de hisoillu com o Illumi sendo Seme/ativo. O contrário sempre fez mais sentido, mas é sempre bom variar.

Nosso chat:
https://chat.whatsapp.com/HU9n5IkSn8MDfwKMywZPxK

Muito obrigada por esperarem por esse capítulo. Eu sinto muito por não ter postado antes.
Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...