História How Can I Say? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias DAY6
Personagens Jae, Young K
Tags Desculpa, É Triste Mesmo, How Can I Say, I Tried Okay, Jaehyungparkian, Jaek
Visualizações 56
Palavras 379
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eae seus doidinho

6 tao bem?

Me sinto esquizofrênica falando sozinha aqui nas notas

eu nunca escrevi coisa triste (risos) então desculpa

enfim
ficou meio meh
nada novo sob o hoseok

Boa leitura seus polvo <3

Capítulo 1 - Capítulo Único


 

Eu nunca fui alguém do tipo corajoso, mas ultimamente essa coragem que me cobravam vem fazendo falta. Eu queria parar em sua frente e despejar meus sentimentos, ou a falta deles. Mas seus sorrisos ternos vem me tirando as palavras. E eu odeio isso.
 

 Eu odeio o jeito que me sinto. Já estou em um ponto, em que já não sinto mais nada. Eu tentei. Passei noites em claro tentando convencer a mim mesmo de que te amava, eu realmente tentei. Mas é difícil. Dizer que te amava foi tão fácil, então porque dizer que já não te amo mais soa tão aterrorizante para mim?
 

Passo horas de frente para meu reflexo no espelho e me perguntando “como posso dizer?”

Todas as linhas que pratico parecem desaparecer quando estou perto de você. Não importa quantas vezes eu escreva e apague quando estou na sua frente eu não consigo juntar as palavras.
  

Quando estamos juntos, você parece tão feliz, eu queria tão duramente sentir o mesmo. Seus braços que um dia já foram meu porto-seguro hoje me trazem desconforto. Ficar perto de você se tornou sufocante.

 Quando você diz que me ama eu queria tão desesperadamente poder dizer o mesmo. Mas não posso mentir para você. Não mais.
 

Eu só queria que você parasse de me olhar daquele jeito. Você tem amor demais para mim. Por favor, pare de complicar as coisas, pare de falar tão ternamente comigo, não vê que só está complicando tudo?
 

 Porra, Brian. Você sempre soube de tudo. Do que eu gostava, do que falar, do que sentir, quando sentir, então por que não consegue ler o que ando pensando? Você já sabe? Você já sente que meu coração já não te pertence mais?
 

Me odeie, agora. Eu odeio a mim mesmo por fazer isto, por que você não me odeia?

Não, merda, não, não sorria. Eu estou quebrando seu coração, não sorria.

Merda, Brian. Por que você está sorrindo e me olhando daquele jeito mesmo que lágrimas estejam transbordando de seus olhos?
 

Por favor, me odeie. Vai ser mais fácil. 

Se você me odiar, eu poderei me odiar.

Lidar com seu ódio me parece mais fácil de lidar do que seu amor.
 

Mesmo que eu queira te amar, Brian, eu não consigo mais.

 Me desculpe.
 


Notas Finais


Amem suas meias


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...