História How Could I Forget About You? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias One Piece
Personagens Koala, Makino, Monkey D. Dragon, Monkey D. Luffy, Portgas D. Ace, Portgas D. Rouge, Sabo, Shanks
Tags Ace X Sabo, One Piece, Portgas D Ace, Sabace, Sabo, Sabo X Ace, Saboace, Yaoi
Visualizações 12
Palavras 2.176
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, LGBT, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aaaaaah, eu tava com essa One-Shot no meu bloco de notas a um tempão quis postar aqui e modifiquei algumas coisas não sei se ficou bom só lendo pra saber né! Então boa leitura pessoas!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction How Could I Forget About You? - Capítulo 1 - Capítulo Único

Pensamentos de Sabo e narração do mesmo:

Esse amor foi cultivado a exatamente 8 anos atrás antes de uma tristeza enorme nascer em meu coração, acabei por me lembrar de tudo até do belo sorriso de meu amado.

8 Anos atrás, antes de um sério ocorrido...

(...)

Ace - Sabooooo!!!! Cadê você!? -perguntava se Ace que estava a procurar Sabo no campo de flores onde o mesmo lá estava.

Sabo - Ah, Ace! Você está aí... me desculpe fui colher flores para a senhora makino....ela havia me pedido. - Disse olhando para as flores organizando as mesmas delicadamente.

Ace - P-Pra...M-Makino-San?...se quiser eu as entrego para você. -Fica um tanto envergonhado ao falar da Esverdeada-

Sabo - Bem...por que não entregamos juntos? -Fala Calmo, mas nem tanto

Ace - Claro irmão! Vamos , Makino está te esperando né? Vamos antes que aquele ruivo chegue lá. -Fala um tanto nervoso quanto ao Shanks, Pois makino e Shanks eram namorados-

Sabo - Ace.... - Fala seu nome baixinho, apenas por gostar de falar dele as vezes.

Ace - Huh? - Um ar de confusão aparece na mente de Ace.

Sabo - N-Nada......Pensei alto!! -Fala Muito Corado-

Pensa:

- Só queria ver mais um de seus sorrisos, as vezes não consigo segurar em não falar seu nome.

Ace - Estranho. -Sorri-

Chegam lá...

Sabo - Makino-San!... - Grita pela mulher que logo vem.

Ace - T-Trouxemos....as Flores que Você pediu ao Sabo para trazer! - Ace direciona as flores para Makino em um lindo boque, feito por Sabo obviamente.

Makino - Oh! Obrigado meninos! -Faz cafuné nos dois-

Ace fica Avermelhado como um pimentão, com o gesto de Makino e logo fica todo bobo, Sabo apenas olha ele com uma gota na cabeça.

Sabo - Ace? Você está bem? Está avermelhado - Pergunta mesmo sabendo á resposta ele sabia que era a Makino, mas achava tão fofo o mesmo tão corado.

Ace - S-s-sim!! Melhor do que nunca Sabo!! A-agora vamos! -Fala nervoso e sai correndo puxando a minha mão -

Makino - Ah esses dois...são tão unidos...e umas gracinhas! Rouge teria orgulho de seu filho... - olha para os dois meninos sumindo no bosque.

(...)

Sabo - Ace? - Pergunta meio preocupado

Ace - Se eu ficasse lá mais dois minutos eu ia passar mal.... - Ace estava ofegante por ter corrido bastante.

Sabo - exagerado. - Novamente sua apaixonite atacada.

Ace - .....Ei , Você sabe que eu gosto muito da Makino-San....ela é capaz de me matar com qualquer ataque carinhoso dela! - Ele fala como se isso realmente fosse morte para ele, dramático? Nem pensar.

Sabo - Cara, Foi só um cafuné! - Disse revirando os olhos e dando de ombros.

Ace - E-eu....sei. ah chega disso vamos encontrar aquele pirralho. - Logo ele muda de assunto e começa a falar de luffy, novamente me puxando para caçar o mais novo.

Ace , sempre foi muito engraçado sempre indo atrás da makino-San....e eu atrás dele...eu o admirava escondido afinal...ele não sabe o que eu sinto por ele....e não sentiria por mim...por isso nunca tive coragem de contar, apesar disso me incomodar, e essa paixonite do mesmo pela esverdeada me dava nos nervos, mesmo assim eu tinha que aturar.


(...)


1 Ano depois...


No quarto que havia hospedado Ace, Luffy e Sabo na casa de Curly Dadan.


Ace - ( que obsessão...ridicula...infelizmente não consigo tirar-la da minha mente ...) -Estava cabisbaixo.-

Sabo - O que foi Ace? Você está Depressivo desde ontem... - Pergunta chegando no quarto meio preocupado com o Sardento.

Ace - Não é óbvio? - Fala meio corado e triste.

Sabo - E-Eu não sei....Voce não conta!....se é a makino-San... - Fala desconfiado.

Ace - É sim. Mas você não deve nem ao menos sentir a dor que eu sinto....é praticamente impossível eu ter la! -Começa a Chorar, apertando um travesseiro, estava escuro o quarto inteiro.

Sabo - (Não sinto....eu entendo perfeitamente como se sente...se sente como eu...Não entende o quão impossível é eu te ter....)

Sabo - Precisa de um abraço? ...Um abraço de seu irmão? -olha pro lado vermelho-

Ace olha para trás com a cara de choro e bem vermelho parecia que ele estava precisando mesmo de carinho então eu fui e o abracei..

Ace - Sabo...Voce É um ótimo.. .irmão sabia? - Diz apertando mais profundamente o irmão como se nunca mais fosse soltar-lo, Sabo confortava Ace nos momentos mais difíceis.

Sabo - que bom que acha...isso - Sorri, retribuindo o aperto do abraço levemente corado e com desejo em Ace, mas que não podia saciar-lo.

Ace - Você já sentiu isso por alguém. Sabo? - Ace pergunta com a Cabeça posicionada no ombro esquerdo de Sabo, uma pergunta meio boba.

Sabo - B-Bem...eu...err... - Sabo Fica nervoso e sai daquele abraço que parecia o matar por dentro.

Ace - Tudo bem se não quiser comentar não precisa! Não vou te pressionar! - ele deu um sorriso, um belo sorriso, como os de sempre

Sabo - hehe.... - Eu ri e fiquei sem graça, passando a mão em minha cabeça

Seu sorriso, ilumina meu caminho Ace.

Ace - Por que está me olhando desse jeito? Está tão nervoso...acho melhor você descansar...eu já estou melhor. - Afirma o Sardento acalmado, ou quase.

Sabo - o-ok....mas....por favor eu lhe peço ...Não faça isso de novo comigo...err....eu como irmão me preocupo! -Fica mais nervoso Ainda, e se passa alguns momentos de silêncio constrangedor após está fala, até que Ace quebra o gelo e fala.

Ace - Tudo bem...afinal É só uma paixão boba não é? Eu sei que algum dia eu vou encontrar alguém que me ame e que eu a ame muito também. Você parece meio acabado, por que não dorme um pouco? Não se preocupe comigo. - Ace parecia estar ficando preocupado com as reações nervosas e colorações vermelhas a sua face contra o mesmo.

Sabo - A-Ace....

É tão bom falar o nome dele, mesmo estando desconfortável com isso, pensando que...

Essa pessoa nunca seria eu, né Ace?

Ace - Falou alguma coisa? - Pergunta confuso, pois ouviu o mesmo resmungando alguma coisa 

Sabo - N-não! Preciso, é.....Refletir um pouco lá fora, já volto! - Sabo sai rapidamente do quarto saindo logo depois da casa, Ace ficou mais confuso ainda com isso tudo.

Eu começo a Chorar quando saio da casa da Dadan...saio correndo me lamentando....

Sabo - Eu não aguento mais!!!! Se eu não posso ter lo.....é melhor eu ir embora...ele não vai nem perceber, droga por que eu não consigo sentir isso por uma mulher? Justo pelo Ace??? - Disse chorando litros, e desesperado, prontamente indo para um barco que serviria como Barco de jornada de ASL, seu grupo.

Foi o pior erro que cometi, naquela noite o barco aonde estava pegou fogo...mas felizmente fui salvo por um homem misterioso...mas fui dado como morto naquela noite...Além de sofrer uma amnesia intensa

Dia seguinte.....

(...)


Luffy - Aceee.....acee..... - Luffy estava chorando muito -

Ace - Sabo...O que deu em você?

Ele se perguntava olhando para o mar, com um ar sério e cheio de ódio, ele se segurava para não chorar, em pensar que tudo aconteceu tão rápido....E Ele apenas estava confuso..

Luffy - Ace....Você promete...promete nunca morrer?

Ace - Eu não vou morrer nunca! Não quero que você sofra mais do que estamos sofrendo aqui agora....e não morra você também! - Diz em confiança mas ao mesmo tempo cheio de raiva, mesmo sendo sem delicadeza isso de alguma forma acalma luffy.

Luffy Balança a cabeça...

Sabo...O que aconteceu?

(...)



7 anos depois....

Desde então estou aqui....Eu não me lembrava de nada dos dois, até receber uma grave notícia, eu tinha sentimentos plenos quando falavam de Ace para mim, o quanto ele ficava mais famoso mesmo com aquela amnésia eu sentia algo até que....uma grave notícia aparece...

Algum soldado - Punhos de fogo....Está...? Meu deus!

Algum soldado 2 - Os dois estão mortos, ele e o barba Branca, foi uma guerra e tanto!

Algum soldado 3 - Fiquei sabendo que o filho do Dragon-sama estava lá e viu o irmão morrer a sua frente, que desastre!

Dragon estava tomando uma xícara de chá lendo as noticias.

Quando algum dos soldados ouve minha voz.

Sabo - Oe, me empresta esse jornal aí. - O jornal é lhe entregue. Foi uma escolha ruim, péssima. Ele havia descoberto que seu amado morrera, e lembrou-se de tudo, começou a suar frio e freneticamente e lágrimas repentinas caiam de seus olhos, aquela notícia nunca foi tão perturbadora para Sabo que sofreu por mals bocados.

Sabo - como eu fui idiota........Como Eu fui....imbecil.... -Chora mais alto ainda...Koala olha seu sofrimento-

Koala - Sabo.... -Ela o Abraça sem entender por que diabos estava tão afetado

Sabo - Koala.....O-Obrigado..... - Eu me levanto- Eu tenho que fazer uma coisa hoje..

Koala - Vai ao lugar onde o mesmo foi enterrado?! - Ela fica surpresa, com essa repentina situação e minhas ações.

Sabo - Sim....Nao suporto essa notícia.. ...quero falar com ele nem que ele não me escute ou não fale.....essa realmente seria minha última vez!


Koala - Não vou te impedir amigo.....mas, por que quer fazer isso?

Sabo - Koala, Eu o amo.

Koala fica surpresa, isso foi tão repentino, ela sabia que suas memórias voltariam mas não que voltariam tão intensas, e logo entendeu.

2 dias depois Sabo estava no lugar onde Ace foi enterrado, o mesmo olhou fixamente para o túmulo.

Sabo - Droga, Ace!!... -Começa a chorar- Não pude nem ao menos te dizer a verdade, nem ao menos ter o prazer de te ver novamente, eu....Como pude me esquecer de você! Eu sou um idiota......eu queria muito te dizer o que eu sinto desde pequenos.......eu queria muito estar do seu lado.....Ace.....Eu te amo..... - Olha para baixo chorando avermelhado, Quando de repente...-

...-Sabo.

Sabo olha assustado, parecia reconhecer aquela voz....mas ele estava a sos.....quando um vulto passa pelo seu ouvido, ele fica paralisado.

Ace - Sabo, Por que? Nunca....me disse.....por que preferiu sumir? Por que preferiu a morte do que a mim e o luffy.....nos esqueceu? O que você fez? Você não estava morto.....nao estava - Bota a mão na sua face, acariciando o.

Sabo - A-ACE?!...... - Ele se assusta e cai para trás -

Ace - Não sou. -Afirma

Sabo - E-entao.....o que?.....é você? - ele estava confuso demais.

Ace - O fantasma. -afirma

Sabo - Você.. ..me ouviu então.. .?  -pergunta

Ace - Sim. - Afirma

Sabo - Mas você tá morto! - Fala ciente disso.

Ace - quis ver você antes de morrer por completo. E aqui estou eu. - ele afirma botando as mãos no rosto de Sabo novamente

Sabo - Não é possivel....nao quero acreditar.... - Diz inacreditado, e bem desconfortável com a aproximação 

Ace - Sabo... - Diz olhando diretamente nos olhos dele, em negação, aquilo era totalmente estranho.

Sabo - Como assim!? Isso não pode ser real! - Diz não querendo acreditar

Ace - Sabo, me diga, O que você deseja? - Fala como se fosse algo muito importanye

Sabo - A-ace... o que eu desejo? Do que você está falando? - Falo confuso novamente e bem nervoso

Ace - Não faça perguntas....Qual é a última coisa que você quer de mim Sabo? - Ele chega mais perto de mim, estávamos quase em contato de lábios, e eu conseguia sentir sua respiração, e a minha própria estava quente.

Sabo Fica mudo e envergonhado, não sabia direito o que diabos era aquilo tudo, talvez só fosse fruto de sua paranóia

Ace chega mais perto do loiro, chega mais perto de sua boca junta seus lábios, e o amassa em um Beijo caloroso de língua, os dois ficam assim por alguns momentos.

Sabo - A-ace..... Por que fez isso? - Questiona Sabo confuso com a ação do irmão.

Ace - não questione isso, apenas vai ficar solto no ar.....Eu te amo irmão, siga em frente sem nunca ter arrependimentos. - Disse novamente sorrindo e bem diretamente.

Sabo - Ace....antes de você ir....Saiba que eu cuidarei do luffy e que serei mais forte que voce! - Diz de alguma forma se despedindo do mesmo

Ace Apenas sorri para Sabo, o deixando triste por querer ficar mais com "ace"

Sabo sorri....nunca imaginou que Ace aparecesse para despedir se dele. E daquela forma.....quando tudo se passou koala encontrou Sabo desmaiado durante dois dias no túmulo de Ace, era tudo apenas um sonho....um sonho que confortou Sabo. Mas que nada daquilo era real.

"Um dia vamos cultivar novamente este amor impossivel, Sabo."


Notas Finais


Pode ter ficado um lixo por que essa fanfic que eu tinha escrito é bem velha, é de uma época aí que eu nem tinha chegado na saga de marineford ainda, sabia nem o que tinha acontecido com o sabo direito, então eu modifiquei essas partes, e essa é a primeira fanfic Sabace, que eu escrevi na minha vida então, tá aí a merda, mesmo assim espero que tenham gostado! E é isso, Bye bye People!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...