História How far can a motorcycle take you? - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Os Barbixas
Personagens Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento, Elidio Sanna
Tags Anderson, Andico, Barbixas, Dandy, Danidio
Visualizações 18
Palavras 497
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - "Anderson, você está chorando por causa disso?"


Daniel

Durmo pouco, praticamente nada. Da oito horas e eu já estou acordado.

Finalmente sexta feira havia chegado, de fim de semana a gente não precisa acompanhar ele pra nenhum lugar, o que é ótimo.

Vou para a cozinha e a Cris já tinha deixado tudo pronto. Me sento pra tomar café e ela se junta.

-Aconteceu alguma coisa? - Ela pergunta enquanto termina de enxugar o copo em sua mão - Você é sempre tão animado

-Eu to um pouco confuso - Solto uma risada baixa

-Com o que?

-Um cara me beijou- Falo e ela me olha surpresa mas assente para mim continuar - Só que, eu não sei, faz tempo que eu não fico com alguém

-Esse cara é o Elidio? - Quase me engasgo

-Mas como é que você sabe?

-Eu sei que ele gosta de você, ele te trata diferente - Ela disse rindo baixo -  Mas não esperava que ele fosse te beijar

-É, eu também não - Rio com ela

-E por que você não da uma chance a ele?

-Diversos motivos - Digo pensativo - Não é a primeira vez que eu fico com um cara, eu curto os dois lados sabe? - Digo fugindo da palavra bi, ela ri e eu rio junto - Mas ele é muito infantil e além do mais, meu amigo gosta dele.

Quando termino de dizer, ouço passos apressados subindo a escada e vejo o Anderson na porta.

Ele faz sinal para que eu acompanhasse ele e eu o sigo me despedindo da Cris.

-Desculpa cara - Falo assim que entro no quartinho

-Ele te beijou? - Anderson parecia magoado

-Sim, mas como eu disse, eu não senti nada, eu juro

-E você já ficou com caras antes e nunca me contou - Ele continua com a mesma expressão de mágoa no rosto

-Você é gay e não se assume para mim -Retruco e ele me olha tenso

-Eu não... - Ele começa mas para - Da onde você tirou isso?

-Eu nunca te vi com nenhuma garota e o jeito que você olha pro Elidio... - Falo e ele desvia o olhar - Quando ele desmaiou só faltou você desmaiar junto

-Eu nunca fiquei com caras antes - Ele diz e se senta na cama - Eu não sei se esse sentimento é real ou tudo coisa da minha cabeça

Me abaixo na frente dele e percebo lágrimas em seu rosto

-Anderson, você está chorando por causa disso? - Pergunto incrédulo abraçando ele

-Eu ando tão confuso e agora um pouco puto por que ele te beijou- Ele diz rindo ainda chorando, o que me fez rir - Você sabe que ele estava na escada escutando tudo né? - Anderson me pergunta e eu me afasto dele - Acho que você deveria falar com ele

-Tem razão, mas não sei o que dizer

-Só diz a verdade - Ele diz se levantando - Independente de qualquer pessoa - Entendo que ele estava falando de si mesmo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...