1. Spirit Fanfics >
  2. How I Was Before You - Lee Know Stray Kids (Shortfic) >
  3. Junkyu

História How I Was Before You - Lee Know Stray Kids (Shortfic) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


-Espero que gostem
‐Esse é o penúltimo capítulo por isso está pequeno e eu estou sem criatividade.
Música de hoje:
Don't leave me BTS

Capítulo 4 - Junkyu


Fanfic / Fanfiction How I Was Before You - Lee Know Stray Kids (Shortfic) - Capítulo 4 - Junkyu

Eu e Minho estávamos trabalhando. Eu sinto saudades de beija-lo e queria dormir abraçada com ele. Só que estava tudo muito corrido, ele vivia para lá e para cá e eu só o acompanhava.

– Por que está tão distraída? – ele me fitou.

– Ham? Eu estou só pensando.

– Pensando em que? – Virou seu corpo para mim.

– Coisas? – Falo irônica, fazendo com que ele me encara confuso. – ok, Minho, eu não sei porque, mas eu sinto saudades do seu beijo... e agora está tudo tão corrido que nem nos falamos direito.

– Soyoung.. – Ele sorriu – Sabia que eu sinto a mesma coisa. Mesmo a gente sempre se vendo todos os dias, eu sinto saudades de você.

Ele colocou sua prancheta em cima da mesa e se aproximou, sorriu abraçando minha cintura.

– Eu gosto tanto de você.. – sussurro.

– hum? Oque disse? – ele saiu do abraço.

– Nada, vamos continuar – me viro rápido indo em direção a porta de madeira.

Ele riu e pegou sua prancheta novamente.

[QTP]

Eu deitei no meu sofá e suspirei fundo cansada. Liguei a TV, mas um barulho fora da minha casa fez com que eu me assustasse. Desliguei a TV e as luzes indo pegar uma faca na cozinha, nunca se sabe... Era 2 horas da manhã, eu tinha acabado de voltar de um jantar com Lee Know. Não é possível que algum conhecido queira faoar comigo.

A porta da sala foi aberta, então me escorei na parede da cozinha.

– Soyoung ? – Era Junkyu.

Não respondi, apenas prendi minha respiração para que ele fosse embora.

– Eu sei que você está aqui. – Ele riu – Cadê minha princesinha???

Escutei seus passos até a porta da cozinha.

– achei você – acendeu a luz e segurou meu braço.

– Me solta, se não eu vou gritar...

Ele tirou uma arma de sua cintura e apontou para minha cabeça.


Lee Know On.

Eu estava com um pressentimento ruim, meu coração estava doendo e com medo de acontecer algo com Soyoung. Fui até a casa da mesma e vi a porta entre aberta.

Entrei na casa, estava cheia de marcas de sapatos com terra no chão. Não é o pé de Soyoung... Caminhei até a cozinha, vendo Junkyu com uma arma na cabeça da Soyoung. Meu coração disparou.

– SOLTE ELA – Grito fazendo os dois me olharem.

Soyoung sorriu, ela parecia aliviada.

– Então, o príncipe veio salvar a princesa? – riu e apontou sua arma para mim.

– Deixa ela em paz, Junkyu – Dei 2 passos.

– Não se aproxime ou eu atiro nela.

Olhei Soyoung que parecia nervosa e pisquei para a mesma. Dei mais 4 passos e ele apontou a arma para Soyoung. Ela correu até mim, mas antes de...

Soyoung On.

Junkyu tinha atirado em Minho, comecei a chorar de desespero. Até alguns vizinhos aparecerem, eles chamaram a policia e levaram Junkyu. Agora que eu vou fazer sem Lee Know? Oque será de mim?

[QTP]

Eu ainda não parei de chorar. Minho havia ido para sala de emergência. Se eu soubesse que ele levaria um tiro, não teria me mexido, Minho agora fazia parte de mim. Já fazia umas 2 horas que estava ali chorando e o médico veio até mim.

– Soyoung, certo? – afirmei com a cabeça.

– Oque aconteceu com ele, doutor?

– Tenho uma notícia ruim e uma boa.

– Me fale a ruim primeiro. – Falo nervosa.

– O tiro pegou no peito de Minho bem próximo do coração e isso pode fazer com que ele morra.

Comecei a chorar, eu não tinha ninguém para me ajudar, só estava eu e o mundo ali.

– A notícia boa é que, ele tem grandes chances de sobreviver, porque não perdeu tanto sangue.

Sorrio, mas ainda estava um pouco preocupada.

[QTP]

Eu não iria sair do hospital, até receber a notícia que Lee Know estava acordado e eu poderia vê-lo. Jisung, Chan, Changbin, Félix e Hyunjin apareceram ali. Eles se aproximaram e perguntaram se eu estava bem.

– Vá para casa descansar, Soyoung. – disse Bang Chan o mais velho.

– Eu estou bem, gente... – Falo com sono.

– Você precisa descansar, assim que Lee Know acorda nós ligaremos para você – Changbin se pronunciou.

– Ok ok, eu vou para casa – suspiro e levanto.

– Descanse bastante – Félix me abraçou acolhedor.

Agradeci e sai de lá, indo a caminho de casa.

Eu quero respirar, eu odeio essa noite

Eu quero acordar, eu odeio esse sonho

Eu estou preso dentro de mim e estou morto

Não quero ficar só

Só quero ser seu

Por que é tão escuro aqui sem você?

É perigoso o quão destruído eu estou

Me salve porque eu não consigo me controlar

Não consigo

Escute as batidas do meu coração

Ele está te chamando por vontade própria

Nessa escuridão

Você está brilhando tanto

Me dê a sua mão me salve, me salve

Eu preciso do seu amor antes que eu caia, caia

Me dê sua mão me salve, me salve

Eu preciso do seu amor antes que eu caia, caia

Me dê sua mão me salve, me salve

Me salve, me, me

Me dê sua mão me salve, me salve

Me salve, me, me



Notas Finais


➯Junkyu usava uma pistola.
➯Felix, Chan, Hyunjin, Jisung e Changbin são grandes amigos de Minho
➯ Você estava com os olhos inchados e cansada.

Beijão 🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...