1. Spirit Fanfics >
  2. How Long? >
  3. Ligação ou falta dela.

História How Long? - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 12 - Ligação ou falta dela.


Música recomendada: FINNEAS – Break My Heart Again.

Pov. Annie

Agora a noite recebi uma ligação, mas ninguém falou nada, medo, quem será que era? Henry?

Não, não deve ser, ele não ia me ligar, ele não é louco pra isso... tá, ele é, louco até demais, mas se não falou nada não tem por que ficar pensando nisso, talvez seja engano.

Cheguei do teatro e fui estudar para aproveitar enquanto estou sem sono, mas não conseguia focar, aquele garoto não saia da minha cabeça, penso em quando poderei vê-lo de novo... espero que me ligue logo.

Resolvi tomar um banho para espairecer e tentar dormir um pouco, o que, diga-se de passagem, demorei bastante para conseguir, mas depois só acordei no susto com o despertador. Hoje tenho aula de manhã e à tarde e saindo da faculdade vou direto ao teatro para começar os ensaios.

Eu amo a faculdade que faço, penso em tentar uma bolsa em história da arte quando terminar essa, é um sonho também, mas não tenho dinheiro para outra faculdade, não sei nem se tenho condição financeira para terminar essa, mas enquanto isso não acontece, eu continuo.

Apesar de amar o curso, tenho algumas aulas extremamente estressantes, não é nem pelo conteúdo, mais pelos professores mesmo. Sr. Ludwig Muller, por exemplo, ele sente um prazer absurdo em fazer das nossas vidas um inferno. As aulas são maçantes e ele passa o dobro de trabalhos e tarefas do que os outros professores, estou com alguns trabalhos para entregar, pretendo fazer tudo essa semana. Deus me ajude, ou me mate, o que achar melhor.

A manhã passou devagar, a tarde passou mais devagar ainda, mas finalmente tudo acabou e eu pude ir para o teatro, e quando cheguei os ensaios já tinham começado.

Era pra ser tudo calmo, quer dizer, não calmo, mas normal, provavelmente nós ficaríamos estressados com as pessoas que não decoram texto, com os que não fazem nem o mínimo e etecetera, mas nada de diferente, o problema foi outro dessa vez, Rose.

Ela nunca gostou de mim e eu nunca entendi bem o porquê, mas como nós temos muitos amigos em comum ela até me suporta, tanto é que saí com ela nesse final de semana, mas só por que o Oliver estava junto. Enfim, estava tudo ok nos ensaios, até que Rosaly chegou, sentou-se ao lado do Mark, sem sequer nos cumprimentar direito e começou a falar:

- Então, Mark, não que eu não tenha gostado do texto, mas não sei, não é bem o que eu queria, sabe?

- Como assim?

- Não sei, eu queria algo mais dramático.

- Você leu o texto, Rose?

- Quase inteiro, mas achei chato.

Eu senti o ódio emanando do Mark, normalmente ele é muito calmo, muito mesmo, tanto é que nos ensaios eu sou a pessoa que tem mais pulso firme, mas tem coisas muito específicas que deixam ele possesso, e uma delas são pessoas que não levam suas obrigações a sério.

- Então, Rosaly, deixa eu ver se eu entendi. – ele dizia tentando manter a calma, mas eu admito que eu estava me segurando para não rir – você não leu o texto todo porque achou “chato”?

- Exatamente.

- E você quer que a gente arrume outro texto pra você?

- Sim.

- Sabe, logo que eu e a Annie começamos a separar os textos nós te chamamos pra ajudar por que a gente sabia que ia dar algum problema, e você não veio nenhuma das vezes. Aí eu te dei um texto e você me pediu pra trocar, eu troquei e agora você me diz que sequer leu o texto? Olha, eu cansei, você decora esse texto ou o primeiro ou não precisa fazer nenhum.

Eu senti que eu não ia conseguir segurar o riso, mas fui guerreira e forte e segurei o quanto pude.

Ela ficou quieta por um tempo, provavelmente pensando na resposta.

- Vou ficar com o primeiro texto. – Falou com um tom de voz raivoso e saiu.

- Ótimo, seu ensaio começa semana que vem.

Quando escutei o barulho da porta eu não consegui me conter e ri.

- Que bom que você está rindo Anna Carter, agora se dê ao trabalho de arrumar alguém pra fazer esse texto já que está tão feliz.

- Pra você é Annie Carter, Anna é só pra assuntos sérios, e tem uma pessoa que tá querendo fazer texto com a gente esse ano.

- Quem?

- Duas pessoas na verdade, Marie e Layla.

- Mas a Layla mal tem tempo pra respirar, será que ela topa?

- Não sei, mas a gente pode tentar.

- Se as duas toparem nós podemos dividir esse texto entre elas pra não ficar pesado.

- Vou falar com elas hoje ainda aí eu já separo, pode ser?

- Pode.

Discutimos mais um pouco sobre o que faríamos, criamos mais um pouco da coreografia do grupo que estava ensaiando, mas algo começou a me incomodar, eu estava fora de casa desde de manhã, será que o Petter me ligou? Se não me engano ele trabalha até as 17 ou 18, então provavelmente não, mas não sei, talvez ele nem me ligue hoje, mas e se ele ligar e eu não estiver em casa? Não tenho como retornar.

Meus pensamentos foram interrompidos por Mark.

- An?

- ...

- Anna?

- Oi.

- Escutou o que eu disse?

- Não, desculpa, tô distraída. O que você disse?

- Você tá muito ocupada essa semana?

- Sim, tenho vários trabalhos atrasados, por que?

- Precisava de você aqui, eu não tenho muita noção de como montar a coreografia das meninas do grupo 7, mas a gente deixa pra depois.

- Não, não precisa. eu venho amanhã as 16:00 e tento sair até as 19 ou 20, pelo menos o início a gente consegue.

- Tem certeza?

- Absoluta, mas agora eu preciso ir, você consegue terminar sem mim?

- Claro, pode ir, consigo terminar essa parte sozinho. Qualquer coisa com o texto das meninas você me liga, ok?

- Ok, tchau.

- Tchau.

Nos despedimos e eu fui embora o mais rápido que consegui, a verdade é que eu queria saber se ele tinha me ligado ou algo do tipo, a ansiedade estava tomando conta de mim. Passei na casa da Marie e ela topou, chegando em casa eu ligaria para a Layla.

Cheguei e fui direto na secretária eletrônica.

- Annie, é a Daisy, vem aqui em casa depois.

Próximo.

- Oi, Annie, é o Leonard, seu irmão, caso não se lembre. Tenho uma reunião aí em são Francisco semana que vem e quero te ver antes de voltar pra casa. Me ligue.

Fim das mensagens.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...