1. Spirit Fanfics >
  2. How not to fall in love with your worst enemy? - jikook >
  3. Ultrapasse, o seu orgulho.

História How not to fall in love with your worst enemy? - jikook - Capítulo 28


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tardeeee✨
Ja atualizei uma das fic's ontem, então caso não viram ainda, vai lá que eu deixei umas coisas explicadas lá nas notas.
Boa leitura, sei que estavam esperando por isso ksksks❤️

Capítulo 28 - Ultrapasse, o seu orgulho.


Jimin

"Hoje, é um novo dia, de um novo tempo, que começou" ksksks tá, é sério agora. 

Alguns dias depois, eu ainda passei tentando todas as vezes ter jeon novamente em meus braços, mas nada é como queremos, e infelizmente jeon é teimoso demais. Única coisa que não me esconde, é que ele ainda me ama, e independente de tudo que aconteceu, ele ainda sente coisas por mim, isso eu podia ver em sua cara. Tudo seria mais fácil se ele se doasse, se ele se entregasse, mas droga, jeon é teimoso, e quer enganar seus sentimentos. De todas as formas que vocês imaginarem, eu já tentei, mas nada fazia aquele bendito voltar a ser meu. Eu já estava quase desistindo, quase deixando ele ir, ele precisava entender que ele era quem eu amava, e que tudo oque aconteceu, eu me arrependo. Ah droga, porque tão teimoso Mr. Sedutor??

Minha barriga a cada dia crescia, estava ficando preocupado em como seria possível, mas dizem que quando os hormônios são elevados, tem possibilidade disso acontecer. Apesar de minha relação com jeikei não ser a das boas, ele estava sendo um ótimo pai, cuidando sempre de mim como podia, fazia seu melhor, e isso eu admirava demais. Bom, os estudos vocês já devem imaginar que deixamos de mão, certo? Estamos focados nessa criança, agora somente isso importa. 

Hoje era mais um dia normal, estava deitado sobre o sofá cheio de almofadas em minhas costas, droga, uma criança pesa. Jeon estava olhando algumas coisas em seu notebook fazia dias, eu até cheguei a perguntar, e ele disse que estava a procura de um trabalho. A forma como eu me tornei literalmente um adulto, é bom e ruim. Não que essa criança seja um problema, eu já a amo ou o amo com toda minha alma, mas por um lado, eu perdi algumas coisas importantes na minha vida, como os estudos. Gosto muito de estudos, sou até bom em algumas matérias, mas é essencial estudar né? E do nada, eu pisquei e agora estou carregando uma criança. Ao lado do homem que mais amava, poderia estar mais feliz?? Sim, mas por enquanto que não tenho jeon em meus braços, já sou o homem mais feliz desse mundo. 

- jeon? 

- Sim? Precisa de algo?

- poderia buscar um copo de água pra mim?

- claro.  - se levantou, indo buscar oque tinha pedido.

Conseguem entender o nível de carinho que eu recebo de jeon?

Não demorou muito para que ele voltasse, se aproximou e deixou o copo em minha mão.

- quer mais alguma coisa?

- não... obrigada.

E droga...quando ele me estava caminhando para ir sentar-se de volta, senti um forte impacto na barriga. 

- Ah!

- que foi?? - correu até mim - 

- chutou. 

Jeon por um momento, sorriu bobo, seus olhos brilhavam, e como assim com tão pouco tempo esse bebê já chutou? Será que é possível? 

- eu... Eu posso...

Eu já tinha entendido, jeon.

- sim, pode.

E aquele foi o momento mais lindo pra mim, o momento em que jeon levantou levemente minha blusa, colocando sobre minha barriga, sua cabeça, devagar. Ele queria poder ouvir algo, porém ainda era muito cedo. Intrigado, colocou a mão sobre minha barriga, massageando até sentir um breve volume, sorriu feito criança. Droga, Mr Sedutor, porque eu te amo tanto? 

- mexeu...ah. - sorriu

Seus olhos tinham lágrimas lindas, em gotinhas fofas caiu sobre minha barriga, e eu as sequei de seu rosto.

- eu te amo tanto jeon, queria que me perdoasse por tudo. 

- eu te amo também jimin.

- espera...confessou?

- confessei oque? - riu

- que ainda me ama. 

- olha, que eu te amo todo mundo já sabe, jimin... É impossível não te amar.

Droga, vocês imaginam a felicidade que estive??? 

- ah, jeon... 

Jeon me olhava, sem dizer mais nada, deitou sua cabeça novamente em minha barriga. E eu, acaricei seu cabelo, aquele momento, com toda certeza, não queria que acabasse. 

Eu só tenho que agradecer a esse bebê.

Você está melhorando tudo, querido(a).

- promete não me decepcionar novamente, jimin?

- hum? 

Jeon me olhou.

- promete não me decepcionar novamente?

Levei minhas mãos em seu rosto, acariciando ali, e olhando em seus olhos.

- nem que te odiasse com toda minha alma, te decepcionaria novamente, querido. 

E droga... 

Fogos pro céu, pelo amor.

Jeon se aproximou, pegou minha nuca, e deixou um beijo em meus lábios, o beijo que tanto esperava, parecia que era o primeiro que ele me dera, tão doce, necessitante, não de prazer físico, mas de prazer por amor, saudades de sentir nossas bocas próximas. 

Droga, jeon, eu te amo demais.

Um colar de testas foi feito ao final daquele beijo, aí, sentia que meu coração pularia pra fora a qualquer momento.

- vem. 

- pera, aonde?

- vamos deitar um pouco, quero passar meu tempo ao lado de você, e dessa coisa linda que você carrega.

AHHHHH, JEONNN.

EU TE AMO, AAAA.

Não reclamei, jeon me ajudou a levantar, pegou seu notebook, e subimos ao quarto. Ao chegar, guardou o objeto, ligou o ar, a tv, e se deitou ao meu lado. Eu sem dúvidas, queria que aquilo acabasse. 

- quer ver algo? 

- quero ficar ao seu lado somente.

Jeon sorriu, eu me deitei, e ele fez o mesmo. 

- porque decidiu voltar comigo do nada?

Jeon riu.

- porque pra te amar, eu ultrapasso qualquer obstáculo, mesmo que seja o meu orgulho.

.

.

 ~ continua



Notas Finais


AEEEEEEEEE, PODEM COMEMORAR, JIKOOK DE VOLTAAA❤️
me falem oque acharam desse capítulo, certo?
Tentei algo legal pra compensar os dias❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...