1. Spirit Fanfics >
  2. How to Love the Darkness >
  3. O que me Transformou no que sou Hoje

História How to Love the Darkness - Capítulo 29


Escrita por: RokatoTeaPark

Notas do Autor


Eu tava muito ansiosa p postar esse cap, aí quando enfim chega a hr eu esqueço de postar kakakaka.
Espero q gostem.

Capítulo 29 - O que me Transformou no que sou Hoje


Fanfic / Fanfiction How to Love the Darkness - Capítulo 29 - O que me Transformou no que sou Hoje

[Autora] 

Não existe amor à primeira vista. O amor é um sentimento delicado que leva muito tempo para ser plantado, cultivado e colhido.

Amar é desejar a felicidade do outro, é querer vê-lo sempre sorrir, é o apoiar em meio às lágrimas e não fugir. Amor é perdão, paciência, aceitação. É cuidar. 

Amar é genuíno, é importante e acima de tudo, é algo que te deixa mais forte. Não há fraqueza em amar, mas com o amor, vem o ódio, e contra o ódio é preciso lutar. 

Ele não amou. Por bastante tempo se viu preso na solidão fria e odiosa. Até conhecer ela, alguém que conhecia o amor, mas que o havia perdido. Dois seres incompletos sofrendo por serem diferentes, sem sequer sentir falta do quentinho de um abraço, sem olhares gentis ou paciência para esperar. 

Mas o universo queria aqueles dois juntos, então, deu um jeito de fazê-los se encontrarem com frequência e com o tempo, regando os sentimentos, o amor floresceu. Em meio ao caos, escuridão e desentendimento, ele se fortaleceu. 

Duas crianças que não sabiam o que era amar e ser amado... apaixonados. 

Ele amava os seus olhos perolados.

Ela amava seu cabelo amarelado.

Ele amava sua curiosidade e perseverança.

Ela amava sua misteriosidade. 

Eles se amavam e desse amor veio alegria. Até que eles mudaram. Amadureceram, se transformaram. 

E o amor foi aumentando, se transformando em desejo, em paixão, em fogo. 

Até que não viram outra alternativa a não ser aceitar esse amor e nunca desistir dele. Palavras foram ditas, promessas foram trocadas e jeitos ninja iniciados. 

São cúmplices nessa relação. Amam. 

Não existe amor à primeira vista, mas talvez exista amor à primeira promessa. 

[Hyuga Hinata] 

Eu me lembro de tudo que aconteceu depois que eu quase morri. 

A vila levou muito tempo para se reconstruir e antes que pudesse estar 100%, uma guerra começou. Uma aliança shinobi jamais vista surgiu para lutar contra um inimigo em comum: Uchiha Madara.

Para proteger seus irmãos e principalmente o meu amado - ele nunca foi muito amigável, mas depois de ter se tornado o herói de Konoha, vem dando o seu melhor para merecer o título. 

Me lembro do quanto me surpreendi com suas palavras enquanto chorávamos no túmulo do meu primo. Enquanto ele me abraçava e acariciava meu cabelo. 

"Nar– Eu quero proteger meus amigos, quero proteger você, Hina" 

"— Você nos protegeu! O Neji se sacrificou para que vencessemos" 

"Nar– Eu me senti tão feliz quando conheci a minha mãe e quando lutei ao lado do meu pai. Ver o quanto eles se sacrificaram para proteger esse povo, me faz querer fazer o mesmo" 

"— Você pode fazer isso" 

"Nar– Sim, mas eu quero algo mais. Quero dar-lhes orgulho, quero realizar o sonho deles. Quero ser amado, respeitado e reconhecido, quero merecer" 

"— Você pode não ver, mas já é tudo isso" 

"Nar– Quero seguir o seu jeito ninja, quero cuidar da nossa vila e garantir que Konoha seja um bom lugar para a próxima geração..." 

"— Naruto-kun..." 

"Nar– Quero me tornar Hokage, Hina. É o meu objetivo" 

Me lembro de chorar ainda mais por vê-lo tão empenhado. 

Estudando, treinando e sorrindo. Ele estava feliz e se ele sorria, eu sorria também. 

Passamos por muita coisa desde a guerra, não tivemos muito tempo de paz, até uma nova ameaça chegar, vinda da lua. 

Nossa experiência por lá abriu meus olhos para uma nova fase da minha vida.

Eu tinha tomado uma decisão, queria o Naruto ao meu lado para sempre. 

E assim foi feito. 

[Uzumaki Naruto] 

Foi novidade para mim me sentir daquela forma. Sempre soube que a amava, mas ao vê-la com outro homem, meu sangue ferveu e prometi a mim mesmo que faria dela minha, definitivamente. 

Assim que vencemos mais aquela batalha e voltamos para casa, fiz questão de pedi-la em casamento. Queria eternizar nosso amor. 

Flashback: 

A encaro enquanto deixo as palavras fluírem. Ela não limpa as lágrimas que escorrerem lentemente enquanto declaro o meu amor. 

— Você, Hyuga Hinata, aceita se casar comigo? — Ela pula em meus braços e me dá um beijo — Isso é um sim? 

Hina– Sim! Sim! Definitivamente sim! 

Flashback. 

E no grande dia... Ah, como ela tava linda. Me vi amando ainda mais aquela mulher e quando a amei no fim do dia, me senti uma pessoa completa. 

Eu sofri muito na vida e teve uma época em que eu acreditava que não a merecia, mas eu sou grato por ela ter lutado por mim. Devo minha vida à ela. 

Sorrio abertamente enquanto escrevo meu discurso de posse. Amanhã me tornarei o nanadaime Hokage e preciso fazer bonito. 

A ouço rir e desvio meu olhar da folha de papel. A cada dia que passa ela se torna mais bela, como é possível amar alguém tanto assim?

Ela me vê a olhando e me chama até ela, caminho lentamente e lhe mando um beijo me aproximando lentamente das crianças. 

— BUUU! — Eles gritam e me delicio com suas risadas animadas. Me sento ao lado dela enquanto os observo brincar. 

Hina– Como anda o discurso? 

— Bem. Tô quase acabando. 

Hina– Se precisar de ajuda, pode me pedir — Afirmo e encaro seus olhos — O que foi? Porque tá me olhando assim? 

— Obrigado, Hina. Por me fazer o homem mais feliz do mundo — Ela ri. 

Hina– Eu que deveria agradecer — Ela me dá um beijo e me abraça. 

Bolt– ABRAÇO COLETIVO! — Ele pula em cima da gente e rio. 

Hima– Também quelo, também quelo! — A pego no colo e os aperto em um abraço de urso. 

— Amo vocês! 

"Olá, eu sou Uzumaki Naruto, mas acho que vocês já sabem disso. Eu venho aqui hoje agradecer a todos vocês, por permitirem que eu realizasse meu sonho de me tornar Hokage.

Há muitos anos, eu era uma criança solitária, cheia de defeitos e ignorância, temido e negligenciado. Eu me ressentia muito pela minha vida, mas alguém chegou e mudou isso. Minha querida esposa e mãe dos meus filhos.

Ela veio e tudo que era sombrio em mim, se tornou luz. Ela iluminou meu caminho e implantou a vontade do fogo no meu peito. Ela me amou e me deu dois filhos lindos. Me deu alegria.

Obrigado, Konoha. Por permitir que eu esteja aqui hoje.

Obrigado Kakashi-sensei. Por me treinar e me impedir de desistir.

Obrigado eu do passado. Por me ensinar a viver.

Mas principalmente, obrigado, Hina. Por me amar, por lutar por mim e por me apoiar.

Obrigado!" 

Emocionado? Eu sei. A história do que me transformou no que sou hoje é cheia de tragédias, dor e escuridão, mas sempre há uma luz no fim do túnel, a minha luz foi a minha esposa. E a sua? 

A sua luz, o seu motivo para levantar da cama? Você não tem um? Sem pressa, eu também levei bastante tempo para achar o meu. Tenha paciência, fé em si mesmo e força para permanecer lutando, a sua história ainda não acabou. 

Mas a minha infelizmente sim. "Como é Amar um Monstro?" — Me disseram uma vez que é maravilhoso. 


Notas Finais


Não, ainda não é o último capítulo, teremos um extra. Lá eu escrevo minha despedida.
Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...