História Hoy que te vas - Dul y Any - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Anahí, Dulce María, Rebelde (RBD)
Personagens Anahí, Dulce Maria
Tags Anahi, Any, Dul, Dulce, Dulce Maria, Lésbica, Portinon, Rbd, Rebelde, Yuri
Visualizações 188
Palavras 828
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou de volta com mais um capítulo


Boa leitura!

Capítulo 7 - Fuego


Fanfic / Fanfiction Hoy que te vas - Dul y Any - Capítulo 7 - Fuego

-Any vai dormir aqui?

-Posso Chris?

-Lógico que pode.. essa noite promete hem

-Só se for pra você amigo

-Toma, usa isso como pijama desculpa por não ter nenhuma camisola 

A festa já tinha acabado, fui tomar banho e coloquei uma camiseta do Chris que serviu como um vestido em mim. Ele e o namorado estavam aos beijos no sofá, passei sem fazer barulho para não atrapalhar e fui para a varanda pra não ficar de vela. Fazia muito frio do lado de fora, pensei em pegar uma taça de vinho, quando me virei Maria estava encostada na porta atrás de mim rindo do meu "pijama" 

-Você ficou linda nesse vestido

-Você não ficou muito diferente de mim - Ela também usava uma camiseta do Chris, o detalhe era que a dela tinha botões como uma camisa social

- Vem pra dentro, está muito frio aí

-Não quero ficar segurando vela na sala

-Não precisa ficar na sala - Ela estendeu a mão para que eu a seguisse 

Assim que entramos no quarto do Chris percebi que ela tinha lido algumas partes da minha letra, tentei esconder a folha mas era tarde

-Gostei, é sua?

-Ainda não está pronta.. 

-"sueño que te intento besar y me vuelvo a quemar.." está inspirada hoje

-Chris me contou que você vai embora - Não queria falar sobre isso, mas foi o primeiro assunto que me veio a cabeça

-É, estou voltando para o meu lugar - ela me devolveu a folha e sentou no chão

-Quando você vai? - Repeti seu movimento e me sentei, deixando o papel de lado na cama

- Nessa semana, já despachei a maioria das minhas coisas, só esta faltando resolver alguns detalhes 

Nós estávamos sentadas no tapete conversando frente a frente como sempre fazíamos, me senti estranha quando disse que ia embora, talvez aquele seria nosso fim. Houve um silêncio terno, eu fiquei desenhando cada traço do seu rosto e parei em sua boca, era um ímã que me atraía. Sem controlar meus instintos me aproximei sem tirar os olhos de sua boca, ela percebeu e me olhou surpresa quando encostei meus lábios nos dela, em um selinho delicado e sútil. Abri os olhos lentamente e percebi que ela me olhava intensa, me senti envergonhada e tentei levantar mas ela me agarrou pelo braço e cai em seu colo, colocou meu cabelo atrás da orelha olhou no fundo dos meus olhos e me beijou com sede.

Nossos lábios desesperados se encontravam entre mordidas e chupões, entrelacei meus dedos em seu cabelo acariciando sua nuca e senti sua pele arrepiar na hora, ela apertou minha cintura e encaixou meu corpo no dela. Não precisávamos de palavras ali já não havia ressentimento,culpa nem adeus, eu precisava dela, meu corpo ardia com a abstinência do seu toque. Ela tirou minha camiseta sutilmente e distribuiu beijos pelos meus seios e pescoço, soltei um gemido quando sua mão correu até minhas coxas e apertou firme, entre sussurros e beijos nos deitamos ali mesmo naquele chão e aínda que eu me arrependesse depois estava disposta a pagar o preço e me entregar a ela mesmo que por uma noite ou pela última vez.

Nossa troca de olhares era intensa a conexão era real, naquele quarto com nossos corpos nus entregues e dispostos um ao outro num paraíso sexual que nos envolvia. Sentia sua língua passear por minhas coxas, beijava minha virilha e com a ponta dos dedos encostou no meu sexo,sentiu minha calcinha encharcada de tesão não consegui segurar e gemi alto, agarrei seus cabelos direcionando sua boca para aquela região extremamente excitada. Foi arrancando minha calcinha no dente e acariciando meus seios, abri mais as pernas para ela deitar sobre mim, me beijou e passou a língua nos meus lábios simulando um sexo oral, eu estava enlouquecendo de tanto tesão. Encaixei meu sexo na sua coxa e fiz movimentos pressionando, castiguei suas costas com minhas unhas enquanto ela chupava e mordia meus mamilos, peguei sua mão direita quase suplicando e levei até meu clitóris totalmente enrijecido. Ela passou a estimula-lo com os dedos me fazendo revirar os olhos, susurrei algumas frases bem safadas no seu ouvido e passei a rebolar lentamente nos seus dedos até que eles me penetrassem. Fiquei por cima dela sentando e rebolando em seus dois dedos, ela me olhava com cara de safada e eu sentia o quanto ficava excitada quando eu gemia pedindo por mais, quanto mais alto meus gemidos mais intensa ficava sua penetração que agora era com três dedos em movimentos de vai e vem.

Ela continuou até que eu ficasse a ponto de ter um orgasmo, então parou e me deitou ,foi beijando minha barriga e rapidamente estava introduzindo sua língua na minha vagina, sugando todo meu tesão e terminando com aquela tortura sexual, minhas pernas estavam bambas. Ela me chupava com tanta vontade, sua língua era veloz e quente, quando tocou meu clitóris outra vez eu fui ao ápice do prazer e gozei. Continuamos, ofegantes, excitadas e dispostas a seguir pelo resto da noite com aquele sexo intenso.



Notas Finais


Demorou mas consegui postar.
Capítulos novos sairão todo domingo

Até a próxima 8)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...