História Hug me - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias ASTRO
Personagens Jinjin, Sanha
Tags Hugme, Monofobia, Sanjin
Visualizações 12
Palavras 471
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hey... Sou eu
Então
Essa one shot é so uma coisinha q veio na minha cabeça aleatoriamente e eu decidi passar pro papel (no caso, celular) e postar
Espero q curtam
S2

Capítulo 1 - Capítulo unico; Hug me... Please


Sanha pov;

~//~

Todos sentimos coisas

Desde coisas boas, como afeto, alegria e compaixão

Até coisas ruins, como medo, raiva, e o que eu estava sentindo nesse momento

Solidão

Eu estava sozinho em casa, desde que vim morar sozinho, esse sentimento é bem recorrente

Eu tento disfarça-lo assistindo filmes e séries, ou passando algum tempo com meus amigos, mas ele sempre volta

Dessa vez estava pior, eu tinha chego do trabalho, ja eram praticamente 23:00

Eu estava olhando pela grande janela do meu quarto, vendo as luzes dos outros prédios acesas

Quando eu falo q me sinto solitário, as pessoas normalmente respondem "namore alguem ué" mas não é esse tipo de solidão que eu sinto

Sabe quando você simplesmente quer alguém por perto, só por ter mesmo?

Só pra estar ali com você?

Só pra ficar do seu lado?

Então

Era isso q eu sentia

Eu me joguei na cama atrás de mim, deitado olhando pro teto eu só conseguia pensar em como me sentia

Como era um sentimento tão estupido, mas ao mesmo tempo pesado e desanimador

Eu não queria mais aquele sentimento, eu só queria que ele passa-se

Queria que ele fosse embora

Eu comecei a chorar silencioso, encolhido na cama, ainda com a roupa social que eu usava para trabalhar

Ainda deitado, peguei meu celular e abri meu kakaotalk

Procurei seu contado e mandeu uma mensagem com as minhas mãos tremulas, enquanto as lágrimas escorriam do meu rosto, molhando meu lençol

"Venha pra cá... Rápido... Por favor"

Larguei o celular e sua tela clara caiu contra o lençol da cama, me deixando num quase completo escuro, q só era iluminado pela luz que a noite da cidade proporcionava

Alguns minutos mais chorando e gemendo baixinho no meu quarto, eu ouvi baterem na porta da frente

-Sanha? Você esta ai?

A voz de Jinwoo soava bastante preocupada, embora calma, ele sabia como eu me sentia nesses momentos, e sabia como agir

-entre! Esta aberta

Eu falei o mais alto que pude, que naquele momento parecia mais como um tom de voz normal, embora completamente abatido

Mas ainda assim, foi alto o suficiente para jinwoo ouvir, ja que logo em seguida, a porta da frente foi aberta, e depois fechada novamente.

Eu ouvi seus passos passando pela pequena sala de meu apartamento e vindo em direção ao meu quarto

-hey! Como está?

Eu ouvi sua voz da porta do quarto, e então seu passos se aproximando da minha cama

-como você acha?

Eu perguntei retórico, as lágrimas ainda saltando dos meus olhos e caindo sobre meu lençol, deixando-o ainda mais molhando

-como eu posso ajudar?

.

.

.

-me abraça... Por favor

Eu falei suplicante, quase implorando

Ele se deitou na minha cama e me puxou para si, me tirando de minha posição fetal para encostar minha cabeça em seu peito

Minhas lágrimas agora molhavam sua camisa branca, mas ele parecia não ligar, assim como não ligava para meus gemidos e grunhidos de angustia

Se sentir solitário pode parecer idiota

Mas acredite

É uma das piores sensações que existe


Notas Finais


Eu costumo ter sentimentos como esses durande a madrugada (que é quando estou escrevendo esse one shot)
Obrigado por ler
S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...