História Hunter - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 19
Palavras 540
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Beatriz/autura : depois do pequeno almoço a familia do Will ja tinha ido para casa

Capítulo 11 - Capítulo 11


Priscila : Elisabete? Onde estas?

Elisabete : no banheiro já vou – digo pondo a toalha na roupa suja e tapando as marcas com o cabelo e vou ver o que a minha irmã queria

Priscila : e para ir tomar o pequeno-almoço

Elisabete : ta legal eu vou só vestir me – foi buscar um dos vestidos que tinha trazido mas não me apeteceu andanda de vestido hoje

Isabela : oi lobinha despachante – a isabela entra no meu quarto

Elisabete : hoje não vais de vestido?

Isabela : nope! E tu? – ela estava com uma t-sert perta com alguma coisa escrita nas costas uma calças pretas rasgadas e uns all star pertos que na minha opiam estava bons para o lixo

Elisabete : não – eu peguei numas calças pertas que eu tinha cortado para ficarem rasgadas uma camisola eu talvez tenha ou não roubado a um dos gémeos era preta com detalhes brancos e nas costas se te consentrares muito consegues ver a palavra pecadores e os meus all sart bordou que também estava bons era para o lixo

Isabela : vamos antes que o dante me mate – diz ela a se levantar

Elisabete : isso e uma piada certo?

Isabela : quem sabe? – Ela sorri com psicopata

Elisabete : você me assusta por vezes – digo a olhar para ela

Isabela : eu sei ´

Nos fomos para a sala de jantar e o meu irmão ficou a olhar para min mas eu não ligue eu fique a olhar em volta vendo a família a isabela estava brincar com uma faca a rebeca a babar se para cima do Dante os gémeos sendo estranhos e a Alice olhando para min

Rebeca : Hey piralha! Eras tu ontem a noite que andava a gritar!

Isabela : Rebeca cala te se não eu digo o que andas te a fazer ontem a noite?

Rebeca : AI de ti que fales! – ela grita

Dante : Rebeca estas a perder a razão a isabela não levantou o tom de voz e eu agora eu quero sabre o que andas te a fazer Isabela fala

Isabela : bem ela primeiro anda a mexer nas minhas facas e tentou tirar a última que o pai me deu mas depois foi ter com o namorado e traidor da nossa família o nome Sam soa familiar?  

Dante : rebeca! Isto e verdade

Rebeca : TCS! Qual e o problema eu amo ele me ama min

Isabela : se ele te ama se não te pedia as minhas coisas!

Dante : rebeca sai eu depois lido contigo

Os gémeos : bem feita

Alice : apanhada

Isabela : Bruxa loira bem feito

Dante : querem ir pelo mesmo caminho que a Rebeca!?

Todos : não!

Depois do pequeno almoço

Isabela :…- Olhando o teto

Dante : Posso entar?

Isabela : podes…?

Dante : tenho que te pedir uma coisa muito importante eu tenho sair por uns dias e preciso deixar alguém responsável

Isabela : e porque eu?

Dante : bem a Rebeca esta fora de questão os gémeos são eles só resta tu

Isabela : Ok não prometo que encontres todos vivos

Dante : Controla te – ele desapareceu

Isabela : minha vida! – digo a levantar e foi ate meu jardim subterrâneo 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...