História Hunter x Hunter Little Loves Storys. - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Alluka Zoldyck, Biscuit Krueger, Gon Freecss, Hisoka, Illumi Zoldyck, Kalluto Zoldyck, Killua Zoldyck, Kurapika, Leorio Paradinight
Tags Coisinhas Kawaii, Hisoillu, Killugon, Leopika
Visualizações 104
Palavras 480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 39 - Ninguém nunca vai te amar


Fanfic / Fanfiction Hunter x Hunter Little Loves Storys. - Capítulo 39 - Ninguém nunca vai te amar

*** O garoto corria pelo parquinho, sorrindo e alegre. Até ouvir sua mãe lhe chamar:

 

– Mamãe! O que foi?

 

 Sua mãe lhe agarra pelo braço com uma tremenda força e friamente lhe diz:

 

– PARE DE TENTAR FAZER AMIZADES!!! VOCÊ NÃO ENTENDE?! NUNCA SERÁ AMADO!!! 

 

 O sorriso do garoto desaparece. E seus olhos se arregalam, então uma garota de mais ou menos 6 anos aparece:

 

– Maninho... já te disse lembra? Ninguém nunca te amou. Ninguém nunca vai te amar. Você é uma aberração! Se algum dia alguém te amar será por pena.

 

 Os olhos do garoto ficam marejados:

 

– Não... mas...!!!

 

– O QUE VOCÊ NÃO CONSEGUE ENTENDER?!?! VOCÊ NUNCA SERÁ AMADO!!! VOCÊ SÓ É UMA ABERRAÇÃO QUALQUER!!!! UMA PEÇA UTILIZADA POR ESSA FAMÍLIA, QUE PODE MUITO BEM SER SUBSTITUÍDO!!!

 

 A mãe do garoto grita para ele, e o mesmo começa a chorar:

 

– Mas... MAS MAMÃE EU QUERO SER AMADO!!!

 

 A irmã do garoto chega e lhe dá um soco:

 

– Shhh, ninguém liga para o que você quer maninho. Você é apenas mais uma aberração... ninguém nunca vai te amar... não importa o quanto você implore.

 

 Ela coloca as mãos no rosto do garoto, e o rosto do mesmo começa a queimar:

 

–... Ninguém nunca vai te amar Akise.***

 

– Ah...!

 

Eu acordo em um pulo, e sinto que uma lágrima descia em meu rosto...:

 

–... Um... Pesadelo.... de novo?

 

Eu limpo meu rosto e sorrio:

 

– Que merda.

 

– Pare de se fingir de durão.

 

 Uma voz masculinas vem do escuro da sala:

 

–... Não estou fingindo nada... Shiro.

 

 Eu fito o garoto de olhos azuis e cabelos ciano:

 

– Põem pra fora se tá doendo tanto. Você tem tido muitos pesadelos ultimamente... Akise.

 

 Shiro Shouta, era um garoto sereno com um ar calmo e muito gentil. Eu e o mesmo nos conhecemos em um “trabalho” que os Okumura tiveram a algum tempo. Acabei me interessando nas técnicas de Shouta, e ainda mantenho contato com o mesmo por algum motivo:

 

– Já disse que estou bem.

 

 Digo me levantando e indo na direção do garoto, que fitava meus olhos dourados:

 

– Não minta... me preocupo com você.

 

 Eu coloco minha mão em seu queixo, e seguro sua cabeça, fazendo com que ele não desviasse de meus olhos:

 

– Não estou mentindo... 

 

– Está sim.

 

 Shiro era um dos únicos que resistia...:

 

– ... Shiro... você me ama...?

 

– Que?

 

 Ele se afasta:

 

– Como assim?

 

–... Esqueça.

 

 Digo me virando:

 

– Foi apenas uma pergunta idiota.

.

.

.

POV Killua

 

 Eu e Alluka, ainda nos encontrávamos no carro. Ela avia dormido, já eu não consegui silenciar meus pensamentos “... O que será que Akise vai fazer comigo....?”’ Eu... não diria que estava com medo... talvez Só estivesse despreparado. “... O que quer que ele faça... não acho que seria pior do que minha família já fez.” Aquele pensamento era o mais esperançoso que tinha atualmente. E por incrível que pareça... aquilo me mantinha.

 


Notas Finais


POV Killua

“... Será que pelo menos vou poder comer coxinha uma última vez...?” Aquele pensamento era o mais esperançoso que tinha atualmente. E por incrível que pareça... aquilo me mantinha.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...