História Hunters on the Road - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Gabriel, Garth Fitzgerald IV, Jody Mills, Lúcifer, Personagens Originais, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Caça, Romance, Supernatural, Winchesters
Visualizações 89
Palavras 1.455
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pra quem disse que o ódio ia virar amor:EU JÁ TÔ PROCURANDO AS CÂMERAS AQUI EM CASA
Cês tão de putaria comigo,vai ser vidente assim em Paranapiacaba,quero essa videncia pra acertar resposta das provas :v
Pode parecer que tá acontecendo umas coisas aleatórias nesse capítulo mas é porque eu quis focar no relacionamento de amor e ódio desses dois que eu tô adorando pra cacete.
Espero que gostem!! 💕

Capítulo 11 - Osíris...


Fanfic / Fanfiction Hunters on the Road - Capítulo 11 - Osíris...

Osíris P.O.V On

Eu estava ajudando Meg e os Winchesters numa caçada a um ninho de vampiros que haviam nos arredores da rota 66,e que poderia ser um perigo até mesmo para mim,que estava tão próxima. Tudo poderia ter corrido muito melhor,se não fosse pelo desgraçado do Dean Winchester!! Ele era tão...bonito,tão sexy e tão estúpido e irritante ao mesmo tempo,eu não sabia se queria enfiar uma faca no pescoço dele ou transar selvagem com ele no banco de trás daquele impala. Ele me encarava com o sangue fervendo de ódio sem parar,e eu estava na mesma situação:

-Uh,vocês podem nos dar um momentinho?? Eu preciso ter uma conversa com o Dean!!-Disse,puxando o mesmo pelo braço

Eu o puxei até um closet vazio debaixo da escada que dava para o segundo andar,e acendi uma luz um pouco fraca mas que dava para enxergarmos um ao outro suficientemente:

-Olha,eu prefiro que pague pelo menos uma cerveja pra mim antes de abusar do meu corpinho.-Ele disse irônico

-Já saquei. Olha,eu entendi aonde quer chegar,você não gosta de mim e eu não gosto de você,mas não vamos interromper essa caçada com brigas idiotas,okay?? Se continuar me encarando,eu juro que te dou uma surra até sua pele ficar vermelha.

-...Cacete.

-O que é?

-N-Nada é que,você falou de um modo que me deixou excitado,desculpa.

-Ah vai se foder,agora entendi porque não gosto de você.

-Argh,você é irreverente pra caralho. Calminha ai,eu só quero ajudar meu irmão e a Meg nessa caçada.

Enquanto eu o olhava com meu sangue fervendo,eu percebi que seu olhar percorreu por todo o meu corpo,já que o closet era meio pequeno,e nossos corpos estavam bem colados:

-NEM OUSE!!

-Olha,você está usando uma fodendo regata preta de alça fina,uma calça jeans bem justa e seu corpo está colado no meu,se sentir uma ereção,me perdoe mas não tive como.

-Argh,você pode pelo menos me poupar dos detalhes?? Vadia.

-Idiota.

Saímos daquele closet básicamente se xingando,e isso duraria pelo menos 2 dias inteiros. Deus que me ajude a não matar aquele loiro desgraçado.

De noite...

A minha casa podia até parecer grande,mas não era nem um pouco grande. Na falta de quartos a mais,tive de oferecer o meu para Sam e Meg,que me contou que eles estavam no famoso caso da "amizade colorida",e eu como tenho uma boa alma,resolvi deixar os dois dormindo juntos. Mas isso significava ter que dormir ou no sofá ou no impala,e como o sofá estava abarrotado de livros e mais livros,eu tive de dividir o impala com o maldito motivo de eu estar querendo morrer:

-Olha,uma regra básica,estrague esse carro e você terá feito sua última prece.

-Por que eu estragaria seu carro?? Eu te odeio mas não sou idiota.

-As vezes você é.

-Olha,vamos ter que dividir espaço e ar por UMA FODENDO NOITE ou mais,então,é mais fácil que a gente se entenda ou que a gente se mate??

-...eu durmo no banco da frente.

-ÓTIMO.

Eu me ajeitei no banco de trás e resolvi que pelo menos iria dormir como sempre durmo em casa,mesmo que Dean tivesse que me ver de um modo mais explícito:

-WOWOWOWOW GAROTA,QUE PORRA É ESSA??-Ele gritou

-Eu durmo de lingerie,então se acostume.-Retruquei,terminando de tirar minha regata e calça-Se tentar alguma coisa,te mato com esse jeans.

Eu não pude deixar de reparar que por mais que eu o ameaçasse,ele estaria me encarando de uma forma ou outra,eu conheço bem a reputação de Dean entre as mulheres,e eu não vou ser mais uma que vou me deixar levar pela maré:

-O que houve??-Perguntei-Por acaso,gostou do que está vendo??

-U-Uh,n-não é nada. Eu vou dormir,boa noite idiota.

-Hum,boa noite vadia.

Eu confesso que quando pensei que teria pesadelos,eu tive um sonho um tanto quanto "errado",e acho que vocês entenderam bem o que era e com quem era,e estava torcendo pra não estar gemendo enquanto dormia,mas essa calma e prazer iriam passar depressa. No meio da madrugada eu acordei sendo arrastada pra fora do impala por alguém que não era o Dean,eu tentava gritar,mas era inútil,eu não conseguia chamar por ninguém.

Quando parecia que eu iria básicamente ser sequestrada,eu vi o sangue cair no chão arenoso e a cabeça decepada de um vampiro caida ao meu lado:

-Acho que sabem que estamos ameaçando o ninho.-Dean disse-Quer ajuda??

Eu concordei com a cabeça,assustada,e Dean me ajudou a me levantar,e foi comigo até o impala.

7 minutos depois...

-...quer uma cerveja??-Ele disse,se apoiando no capô do carro

Eu apenas concordei e peguei a cerveja,o silêncio se formou e ficamos observando as estrelas. Eu odiava Dean,apesar de odiar ser uma palavra forte,mas algo parecia mudar,como um pouco de amor no ódio surgisse aos poucos:

-Acho...melhor irmos dormir. Amanhã vai ser uma longa noite.

-N-NÃO!! Dean...eu estou com medo,posso ser "veterana" nisso mas eu tenho medo como qualquer pessoa.

-...tu tem quantos anos??

-...21.

-CACETE.

-Ah vai tomar no cu,nem sou tão nova,se foder também.

-Não,tu entendeu errado,é que eu não pensei que tivesse essa idade.

-Dean. Cala a porra da boca.

-...Tá.

-Posso dormir com você??

-Uh...pode.

Quando entramos novamente no impala,eu me deitei sobre Dean e era uma sensação tão estranha,ele na intenção de me deixar mais confortável,abraçou minha cintura,mas eu sabia exatamente o que ele queria fazer.

Enquanto comecei a pegar no sono,eu senti o mesmo acariciando levemente minhas coxas,mas eu fingi que nem havia sentido:

-Ah garota...eu te odeio tanto,mas porque gosto de você pra caralho e eu não quero assumir isso.-Ele sussurrou baixo,me abraçando

No dia seguinte...

Estavamos lá conversando com Sam e Meg,explicando que os vampiros estão em alerta sobre nós estarmos de volta sobre seu ninho:

-Ontem um deles tentou me sequestrar,talvez achem que fazendo um de nós de refém terão mais vantagem.

-Precisamos fazer hoje,ou mais alguém vai ser sequestrado ou pior. Eu vou arrumar as armas,Meg,pode me ajudar??-Sam disse

-Okay,conte comigo.

Quando eles saíram,o clima ficou bem constrangedor,principalmente com Dean me encarando:

-Dean,vai se foder e vai pro lado,eu quero sentar.

-Não,porque você tem um lugar especial pra sentar.

-Que lugar??

-Meu colo.-Ele disse malicioso,me puxando para frente dele

-Sai!! O que acha que está fazendo,eu disse que tinhamos algo bem claro,eu não gosto de você,você não gosta de mim,fim de papo,Osíris e Dean não tem nada.

-Eu te vi de lingerie,você dormiu comigo,já estamos numa relação de ódio e amor.

-Se continuar com isso,vamos ficar apenas no ódio,eu não gosto de você,entendeu Dean Winchester??

-Então,eu vou fazer você começar a gostar de mim.

Ele me puxou para mais perto ainda,me fazendo me sentar sobre seu colo,eu confesso que foi uma sensação deliciosa,mas logo Sam e Meg nos interromperam:

-Galera,precisamos ir hoje tipo,AGORA!!-Sam berrou.

-É,claro,está certo Samuel.-Disse,me arrumando-Eu vou seguindo vocês com meu carro.

Osíris P.O.V Off

Meg P.O.V On

No ninho...

-PUTA QUE PARIU!! SAAAAMMYYYYY!!-Gritei,tentando cortar a cabeça de um dos vampiros

-NÃO TEM COMO AJUDAR!!-Ele disse,cortando a cabeça de uns 2 mas logo sendo encurralado por mais 1

-CORRE PELA PUTA QUE TE PARIU!!-Osíris gritou,cortando a cabeça do vampiro que me encurralava e injetando sangue de homem morto num outro

-TE DEVO UMA VIU,OSI.

-DEVE MESMO!! MORRE FILHA DA PUTA DE BOCA DE GRAMPO!!-Ela berrou,cortando a cabeça de um vampiro que estava atordoado

Osíris foi a que mais conseguiu matar vampiros,tendo matado metade do ninho. Foi uma caçada de sucesso,digamos assim,graças a ajuda de Osíris. Como sem-noção que Osíris sempre foi,ela resolveu comprar cervejas e meio que beber pra caralho ao som de alguma playlist de rock que ela teria na casa dela:

-Não vai beber não Meg??-Ela perguntou,virando uma

-N-Não,eu estou cansada.

-Eu também passo.

-Covardes,eu tô aceitando duas.

-Vocês adoram uma ressaca não é??

-Ressaca pra mim significa que a noite foi bem aproveitada.-Osíris retrucou-Boa noite,vadias!!-Ela brincou,sorrindo

Ambos reviramos os olhos e apenas ela e Dean ficaram no andar debaixo:

-Eles se amam,né??

-Dean só finge que odeia ela,típico de um arregão nesse quesito.

-Sam,tenha mais fé no seu irmão.

-Fé eu tenho,mas né,é a questão de ele ter pego mais mulher do que eu já peguei na minha vida inteira.

-Idiota.

Meg P.O.V Off

Osíris P.O.V On

Eu confesso que me levei pelo ritmo da música que Dean deixava tocar,estavamos bebendo como se fosse sexta-feira,e não queriamos parar tão cedo.

"She's my cherry pie

Cool drink of water such a sweet surprise

Tastes so good makes a grown man cry

Sweet cherry pie"

-CARAAAAMBA,eu adoro essa música.-Disse,sorrindo e dançando um pouco ao ritmo da mesma

-Então,por que não dança só pra mim??-Dean disse,mordendo o lábio inferior

-Por acaso está querendo que eu faça uma dança sensual pra você Dean??

-Eu acho que não preciso repetir,preciso??

Eu sorri maliciosa e fiquei na frente de Dean,no meio de suas pernas,e comecei a dançar (tava mais para rebolar) para Dean,enquanto o mesmo sorria sacana,me deixando perto dele cada vez mais e mais,até o ponto de que eu estava sentada em seu colo,e ainda assim rebolando nele

"She's my cherry pie

Put a smile on your face

Ten miles wide

Looks so good

Bring a tear to your eye

Sweet cherry pie"

-Que tal um sexo selvagem no banco de trás do impala??-Ele sugeriu,começando a beijar e mordiscar meu pescoço

-Você que manda,Dean Winchester.-Disse,ainda sorrindo maliciosa.

Sim,nós nos odiavamos,mas agora tenho a impressão de que a velha relação de amor e ódio vai virar talvez,mas só TALVEZ,uma relação de amor,por mais que eu não queira me apegar em alguém para ficar longe da pessoa.

Continua... (again)


Notas Finais


SE FICOU UMA MERDA,ME PERDOEM
Sim senhor,vai ter hot,peguem no meu prisma e chorem
Apesar de eu achar legal o jeito que eu deixei o relacionamento deles,vocês podem achar que eu fugi do enredo,mas se eu fugi,foi aquela fugidinha básica do Michel Teló :v
Obrigado por lerem!! 💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...