História Hurricane - TaeYoonSeok - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Casamento Arranjado, Incesto, Jikook, Mpreg, Namjin, Rebeldia, Sope, Taegi, Vhope, Vkook, Yoonseok
Visualizações 298
Palavras 3.597
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Terror e Horror, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


¥ TaeYoonSeok casa

Capítulo 4 - Ele Fez Isso Por Mim ?


Fanfic / Fanfiction Hurricane - TaeYoonSeok - Capítulo 4 - Ele Fez Isso Por Mim ?

— Graças a Deus você chegou 


Hoseok foi recebido com beijos ao passar pela porta 


— Amor, deixa de ser exagerado, hm .... Aonde está o Taehyung ? — Hoseok selou a testa do mais velho 


— Tomando banho pra irmos para casa... Como foi a reunião ?! — Yoongi passou a mão no sobretudo preto que o mais novo usava


— Boa, a equipe de publicidade quer fazer divulgação com um grupo de K- pop 


— Bom, você decide ... Marketing é com você — Yoongi deu de ombros, marketing e designer é a responsabilidade do mais novo, enquanto finanças e administração suas 


— Eu não vejo nada contra, mas ficaríamos presos com uma parceria com a empresa deles ... Mas eu vou ver isso direito depois — Hoseok jogou a franja para trás, se sentando no sofá 


— Uhum ... Eu acho que você pode me dar um pouquinho de atenção agora — Yoongi se sentou no colo do marido, lhe abraçando pelo pescoço 


— Como foi seu dia com o Taehyung?! 


— Eu quis o esganar mais vezes do que pude contar — Hoseok gargalhou 


— Não seja tão duro com ele.... E até a mim você quer esganar então não é grande coisa assim 


— Hoseok... Ele bebeu todos os sucos do bar da piscina.... Deixou a mim e aos funcionários louco.... Nós fomos ao shopping e ele me fez entrar na mesma loja dez vezes 


— Até agora não vi nada atípico de ômegas, o Taehyung me parece bem normal, bebê... Você que é sem paciência 


— O que ?!


— Sabe qual é o problema?! 


— Hm ?! — Yoongi cruzou os braços, bicudo 


— Você não está acostumado a ter um ômega... A fazer coisas de ômega, sabe ?! 


— Isso não é verdade 


— Porque?! Você tem algum ômega escondido ?!


— Aff, que ideia — Yoongi se levantou do colo do mais novo — Obvio que não... Mas você parece um ômega e eu sou acostumado com você 


— Eu não pareço um ômega 


— Parece sim ! — Hoseok rolou os olhos 


— Hoseok hyung — Taehyung apareceu na sala, envolvido no roupão 


— Oi, Taehyung.... — o alfa sorriu, Taehyung se sentou ao lado do mais velho, o abraçando pelo pescoço de lado, queria ver se Yoongi iria esboçar alguma reação de ciúmes 


— Você demorou ... 


— Taehyung porque você não esta vestido?! Temos que ir pra casa, você vai pra faculdade amanhã — Yoongi cruzou os braços 


— Não vou não... Eu não quero — Taehyung odiava a faculdade de publicidade, queria ter feito veterinária, e agora que está casado não vê motivos para continuar fazendo um sacrifício que fazia pra agradar o pai


— Você vai sim, se você ficar faltando vai reprovar o semestre 


— Eu não vou ! — Taehyung bateu o pé no chão, fazendo rebeldia como fazia com os pais 


— Você vai e não me desobedece


— Você não manda em mim e eu ja disse que não vou — Taehyung se levantou, indo marchando para o quarto, batendo a porta 


— Está vendo o que eu disse ?! Uma criança, birrenta 


— Você não deveria falar assim com ele ! Que droga, Yoongi ele não é um dos seus funcionários 


— Você quer que eu passe a mão na cabeça dele ?! Que o deixe ser reprovado na faculdade?!


— Eu não disse isso, a questão é o jeito que você fala 


— Ah você sabe como eu sou, não tenho paciência para birra 


Hoseok rolou os olhos, se levantando do sofá e indo até o quarto aonde Taehyung estava


Abriu a porta, encontrando Taehyung sentado na cama, bicudo, de braços cruzados e batendo o pé no chão 


— Taehyung....


— Eu não vou pra faculdade 


— Você vai sim — Hoseok se sentou ao lado do mais novo — Porque não quer ir pra faculdade?


— Não gosto de estudos — Hoseok gargalhou 


— Eu também odeio estudo, ninguém gosta .... Mas eu não teria a fortuna que eu tenho se não tivesse estudado 


— Você tem porque herdou 


— Mas eu estudei pra saber administrar, pra saber multiplicar cada vez mais lucros, se eu não tivesse estudado provavelmente eu tinha falido a empresa — Hoseok fez bico 


— Eu não gosto de publicidade 


— Então porque está cursando isso ? 


— Porque meu pai me obrigou, eu queria ser veterinário — Taehyung encarou às próprias cutículas, desviando do olhar do mais velho


— Gosta de animais? — Taehyung assentiu 


— Entendi... Vamos casa, depois nos pensamos nisso, querido 


— Eu não quero ficar perto do Yoongi, ele é um ogro — Taehyung pôs um bico enorme nos lábios 


— Você passou o dia todo com ele, sabe que ele não é um ogro, ele só quer o melhor para você 


— Nossa, percebi — Taehyung rolou os olhos, debochado 


— O Yoongi tem o jeito durão dele mas é porque ele quer fazer o melhor a todo custo, mesmo que acabe sendo rude ... 


— Hm .


— Troca de roupa que eu estou te esperando na sala pra irmos para casa — Hoseok selou a bochecha do mais novo antes de se levantar


— Eu disse pra você não me beijar, nem na bochecha 


— Eu beijo sim 


( ♡)


Taehyung estava indo bicudo no banco de trás do carro do marido mais novo, estava irritado


Um era ogro e o outro ficava o beijando sem autorização 


E parecia que a casa dos alfas não chegava nunca, que lugar longe, aonde moravam?! Aonde Judas perdeu a bota?! 


Já estava na segunda playlist do Spotify e nada de chegarem nessa casa, até Taehyung ver .... Praia .... Ver o litoral, Hoseok ligou a seta, virando à direita 


Um portão metálico branco abriu automaticamente, era um tipo de vila, com casas mais chiques do que Taehyung já tinha visto 


Hoseok virou novamente, entrando em um outro portão metálico branco, e dessa vez era a casa em que viveria a partir de agora 


— Vamos morar aqui ?! — Taehyung tirou os fones do ouvido 


— Sim — Hoseok respondeu seguindo com o carro pra dentro da propriedade — Você gosta ?


Taehyung estava sem reação, iria morar tão perto da praia que dava pra ir andando sem problemas, dava até pra ouvir o som das outras quebrando na praia 


O ômega ficou ainda mais surpreso quando viu a casa, totalmente em vidro 


Hoseok estacionou e Taehyung saiu do carro, andando até a entrada da casa, olhando tudo em volta, era lindo demais


— Espera ! — Taehyung travou, virando para trás, encarando os maridos que viam atrás de si


— O que ?!


— Como eu vou pra faculdade?! É muito longe de lá 


— A gente vai te levar, mas vai ter sempre um motorista aqui caso você queira sair quando não estivermos 


— Hm. 


— Quem quer ser o primeiro a abrir a porta ? — Hoseok sacudiu a chave da casa, todo animadinho


— Hoseok, abre isso logo 


— É, Hoseok abre logo, eu quero ir pro meu quarto ficar longe de certas pessoas 


— Eu também quero ficar longe de pessoas mimadas 


Hoseok bufou, enfiando a chave no trinco


— Se ta falando de mim fala na cara


— Eu falo depois que você sair das fraldas 


Taehyung mal esperou Hoseok abrir a porta e entrou marchando, mesmo que nem soubesse o caminho para o quarto, iria achar uma hora ou outra 


— Quantos anos você tem, Yoongi ?! 


— Trinta e poucos 


— Exatamente e está brigando como um adolescente com um adolescente — Hoseok pousou a chave na mesinha de centro de vidro 


— Amor, me desculpe — Yoongi fez bico, enrolando o pescoço do mais novo com os braços — É que eu perco a cabeça, não sou acostumado com pessoas mimadas 


— Taehyung não é qualquer pessoa, é o seu marido, assim como eu sou, então trate de ser compreensivo com ele, sabe que precisamos dele e creio que ele precise o mesmo tanto de nós 


( ♡ )


Hoseok havia tomado banho, vestido um pijama confortável, enquanto andava pelos corredores da mansão, indo até onde Taehyung estava 


— Taehyung ?!


— O que você quer ?! — o ômega balançava os pezinhos dentro da água quentinha da piscina aquecida 


— Eu vou pedir jantar, os funcionária só chegam amanhã, o que você quer comer?! — Taehyung deu de ombros 


— Não sabia que alguém se importa com o que eu quero 


Taehyung estava triste, triste por estar longe de Jeongguk, dos amigos, triste por sua mãe preferir o novo marido do que ao próprio filho, por ter casado a força, triste por um de seus maridos ser autoritário como seu pai, triste porque mesmo depois de cansado ainda continuavam mandando em si se sentia sozinho, se sentia um boneco que todo mundo quer controlar e Hoseok sentia isso


— Eu me importo, neném 


— Mentira ! — o biquinho nos lábios do ômega era fofo demais, Hoseok gosta quando ele assumia uma personalidade fofa


— Não é mentira ... Não fica chateado com o Yoongi, ele é estourado, sem paciência mesmo e você não colabora, né 


— Eu ?! — Taehyung levou as mãos ao peito num drama 


— Você sim, não seja rebelde, ele é seu hyung, seu alfa, seu marido... sabe o que é melhor para você, ele só quer que você estude 


— Ele não é nada disso é um ogro 


— PESSOAS EU VOU PEDIR PIZZA, VOCÊS QUEREM QUE SABOR? — Yoongi gritou de longe, com o celular nas mãos 


— FRANGO — Hoseok gritou de volta 


— Eu quero Kebap, hyung — Taehyung fez manha 


— TAEHYUNG QUER KEBAP 


Yoongi girou pelos calcanhares, voltando para dentro da mansão 


— Viu, ele se importa,veio aqui fora ver o que queríamos comer 


— Não fez mais do que a obrigação dele — Taehyung desmereceu a atitude do mais velho, fazendo Hoseok rir alto, o ômega realmente não tinha jeito 


— Vem, vamos entrar a maresia esta batendo fria aqui


Hoseok se levantou, puxando o mais novo pra levantar 


— Hyung, amanhã eu vou na praia 


— Depois que você chegar da faculdade você pode ate acampar lá 


Taehyung rolou os olhos, era rico, tinha dois maridos mais ricos ainda, pra que estudar ?! 


( ♡)


Taehyung havia ido tomar banho, suas roupas estavam devidamente arrumadas no closet enorme, havia peças novas também, que acreditou ser coisa de sua mãe 


Vestiu uma camiseta branca e um moletom azul


— Seu Kebap chegou — Yoongi lhe deu um susto ao dizer da porta do closet


— Eu já vou... 


— Taehyung, olha.... Eu sei que tudo isso é novo para você é pra mim também.... Mas nós vamos ter que nos ajeitar, você é o meu marido e eu não quero que já comecemos assim


— Foi você que foi rude comigo — Taehyung cruzou os braços, parando de frente para o alfa 


— Eu peço desculpas, eu esqueço que você é jovem e que eu tenho que controlar o meu jeito — Yoongi alisou os braços do ômega, que se afastou 


— Tudo bem, eu aceito suas desculpas, mas eu não vou pedir — Taehyung saiu o deixando para trás 


Yoongi suspirou, aquilo ia ser muito mais difícil do que imaginou 


Deu meia volta saindo do closet e depois do quarto do ômega 


Hoseok estava terminando de por à mesa quando Taehyung se juntou a si na sala de estar 


— Eu não sabia que você sabe fazer essas coisas, hyung 


Taehyung observou como Hoseok colocava os utensílios direitinho na mesa, não imaginava que alguém do berço dele fazia algo assim 


— Eu sempre tive dezenas de funcionários em casa, mas eu não deixei de aprender com eles, todo mundo tem algo a ensinar 


— Um bandido não tem, hyung — Hoseok riu, Taehyung parecia aquelas criança de cinco anos que querem saber tudo 


— Tem sim, eles nós ensinam que a vida do crime jamais deve ser seguida, que não devemos agir como eles — o alfa se sentou de frente para o ômega à mesa


— Faz sentido 


— É claro que faz ... — Hoseok lhe deslizou a caixinha de fast food — Seu Kebap 


— Obrigado...


— Nem me esperaram, seus esfomeados — Yoongi se sentou na cadeira da ponta, ficando entre os maridos 


— Oh, você demorou, amor 


— Estava lavando as mãos... Do que vocês estão falando? 


— De coisas aleatórias, amor ... Taehyung você gostou do seu quarto? Da casa? 


— Sim, é muito bonito 


— Saiba que quando você parar de ser cabeça dura e quiser dormir conosco é só ir, não é?! — Taehyung não queria dormir com os alfas, depois de um ano iria embora 


— Eu estou ótimo num quarto separado, hyung 


— Por enquanto, raposinha


— Raposinha, Hoseok ?!


— Eu gosto tá, você parece uma raposinha — o alfa se defendeu — Enfim, os funcionários chegam amanhã e ai teremos comida de verdade e nós voltando a nossa rotina 


(♡♡♡)


— Bom dia, meu neném — Hoseok abriu a janela do quarto do ômega 


Taehyung estava arreganhado na cama, ressonando num sono pesado, estava até babando, um bebê mesmo o marido pensou, Taehyung ficava tão lindo quando não estava sendo arisco 


— Fecha — Taehyung choramingou cobrindo a cabeça com o edredom 


— São sete horas, eu tenho que ir pra empresa e vou te levar pra faculdade, vamos logo — Hoseok deu umas batidinhas no bumbum do ômega, oh era gostosinho 


— Eu já disse que não vou 


— Você vai sim, chega dessa vida sem responsabilidades que você tinha — Hoseok puxou o edredom 


— Você não é o meu pai 


— Exatamente eu não sou o seu pai e não vou passar pano para suas rebeldias — Hoseok puxou o mais novo pelo braços 


— Eu não quero, me solta — Taehyung tentou tirar a mão do mais velho de si, em vão, Hoseok era visível forte, era um alfa forte — VOCÊ NÃO PODE ME OBRIGAR


— Amor, são sete da manhã para de gritar — Hoseok literalmente arrastava o ômega até o banheiro, já que o menor havia se jogado no chão como uma criança de cinco anos fazendo pirraça — Você vai tomar banho, se vestir e descer e então eu vou levar pra faculdade 


— Não vou — Taehyung cruzou os braços quando o alfa o soltou ao entrarem no banheiro 


— Então você vai ficar trancado nesse quarto até eu voltar da empresa 


Hoseok saiu do banheiro, se o alfa não queria ir pra faculdade, ficaria de castigo 


O alfa realmente trancou a porta do quarto do ômega ao sair, descendo as escadas indo até a sala de jantar 


— Ele esta agindo como nosso de novo?! — Yoongi debochou enquanto tomava café da manhã 


— Sim, mas eu não vou deixar ele parar de estudar com ele quer fazer, estudo é fundamental 


— Você é formado em publicidade, essa faculdade não deve ser tão chata


— Não é, mas ele foi obrigado a fazer, não gosta e ter sido obrigado piorou tudo... O problema do Taehyung é que os pais dele fizeram tudo errado 


— Nisso eu concordo, criaram um ômega de 19 anos com jeitinho de 5 


— Mas ainda tem jeito de reverter isso e eu já sei por onde começar — o alfa ruivo deu um gole no líquido quentinho 


Não demorou muito para o celular do alfa tocar, o contato salvo como " marido neném " apareceu na tela 


— Tomou banho, se arrumou ?


— Abre a porta, agora — Hoseok pôde ouvir Taehyung estapeando a porta 


— Primeiro responde 


— Me arrumei, caralho 


— Não xinga, é grosseiro 


Hoseok desligou a ligação antes de ouvir o xingamento do ômega 


— Eu vou abrir a porta pra ele, você vai com a gente ou vai no seu carro? 


— Vou no meu, eu vou precisar sair durante o dia ... Inclusive eu já tô indo — Yoongi limpou os lábios com o guardanapo de pano, levantando em seguida 


— Aonde você vai? 


— Fechar um acordo com um time de futebol, eles vão pôr o logo da empresa no uniforme e essas coisas — o mais velho segurou o rostinho bonito do mais novo, lhe dando um beijinho nos lábios — Eu amo você 


— Eu também te amo, muito 


— Não se desgaste muito com o Taehyung, podemos achar outro ômega se você quiser — Yoongi alisou o rosto do ruivo com o polegar, Hoseok era tão frágil pra si, esquecia totalmente que ele também é alfa 


— Eu não quero outro, eu quero ele — Yoongi suspirou 


— HOSEOK ABRE ESSA PORTA !!!!! — Taehyung batia na mesma 


— Boa sorte então, que bom que você tem paciência — Yoongi lhe deu um último beijo antes de ir — Eu te amo 


Yoongi desapareceu das vistas do Jung, que se levantou para ir abrir a porta pro ômega 


Sem muita pressa, estava afim de prolongar o castigo do ômega


— Hmm vejo que está lindo 


— Vai te catar — Taehyung passou como um foguete saindo do quarto 


Estava usando uma casaco com a manga na atura do cotovelo e uma jeans apertada junto ao um all star branco e claro, a mochila nas costas 


— Não manda eu me catar... Bebê, não faz isso você sabe que é pro seu bem 


— O meu bem ? Ninguém sabe o que é o meu bem — Taehyung jogou a mochila no chão, se sentando à mesa para comer


— E você sabe ?! Jovem do jeitinho que você é? 


— Eu sei, porque a vida é minha 


— Tudo bem então, eu não vou mais discutir com você... Termina o café e vamos 


— Cadê o Yoongi? 


— Já foi 


( ♡ )


Hoseok estacionou o carro na porta da faculdade de Taehyung, que estranhou quando o alfa desligou o motor e tirou o cinto 


— Aonde você vai? 


— Entrar ue — Taehyung arregalou os olhos, seria uma vergonha, crianças são levadas para escola pelos pais 


— Não, não tem nada pra você fazer lá dentro é sério, não vai 


— Eu quero falar com a diretora... É assim chama ?! Faz tempo que eu terminei a minha última faculdade 


— Última? Quantas faculdades você fez ?


— Três, publicidade, administração e designer...


— Você não teve vida social?! Isso explica porque você casou com o seu primo — Hoseok gargalhou 


— Eu tive sim ... bem mais que o Yoongi inclusive, ele não teve muita vida social, mas porque ele é chato mesmo ... Vem, deixa de ser besta


Hoseok saiu do conversível, e Taehyung bufou, o xingando mentalmente, logo saindo e indo atrás do Jung antes que ele lhe fizesse mais vergonha 


— Sua faculdade é bonita, bebê — Hoseok observou o campus, aonde havia estudantes por todo canto 


Só tinha um que Taehyung particularmente não queria encontrar, Jeongguk, não saberia como lidaria ao ver o alfa por quem tinha sentimentos 


— Vamos trocar, você fica estudando no meu lugar 


— Hm, não sei se você saberia cuidar de uma empresa te garanto que é muito mais chato — Hoseok pegou a mão do mais novo 


E Taehyung logo sentiu os olhares, mas não era pra ele e sim para o homem elegante que lhe segurava a mão 


Hoseok usava um sobretudo preto por cima do terno e gravata, se tornando o centro das atenções no meio do um monte de jovens 


— Solta minha mão, Hoseok 


— Não... Eu quero que todo mundo saiba que você é meu, que é um homem casado 


— Eu já tô usando aliança 


— É pouco, e você pode tirar — Taehyung rolou os olhos — Qual é a sua sala? 


— A quinze, mas eu posso ir sozinho, a direção é pra lá — Taehyung apontou — Você tem que ir pra empresa ainda, vai logo 


— Hm, ta bom ... O motorista vem te buscar — Hoseok lhe roubou um selinho antes de seguir o corredor para a coordenação, deixando o mais novo estático 


Iria matar o Jung quando chegar em casa 


Continuou o caminho até a sala de aula 


Vendo quem menos queria, Jeongguk, o alfa estava ali, num diálogo com Jimin e Yugyeom 


O alfa captou seu cheiro, que conhecia muito bem, virando o rosto bonito pra si e sorrindo amarelo, logo voltando sua atenção para o Park novamente 


Taehyung bufou, se sentando num canto, aonde pudesse dormir sem ser notado 


O professor entrou, dando início a primeira aula do dia


Mas não demorou muito para aula ser interrompida pela diretora da faculdade 


— Senhor Kim Taehyung ?


— O que é?! 


— Não é assim que se fala, mocinho — Taehyung ja era bastante conhecido pela mulher — Venha cá 


Taehyung pensou em que ele tinha feito agora, Jeongguk pensou, o professor pensou, a turma inteira pensou qual merda nova o Kim tinha aprontado 


O ômega saiu, acompanhando pela mulher 


— Olha, já digo que não foi eu 


— Não foi você o que, mocinho?! 


— Que fez o que você vai dizer que eu fiz 


— Eu não vim te acusar de nada, só vim lhe dizer que a partir de agora o senhor faz parte da turma de veterinária 


— Como assim? 


— O seu marido te transferiu, você não vai mais cursar publicidade e sim veterinária ... E o senhor Jung já pagou todos os seus livros e materiais necessários para o curso 


— Ele... Fez isso? É sério mesmo?... — Taehyung estava em choque, Hoseok havia feito aquilo por si ?!


— É sério mesmo, mocinho... Não me disse que ia se casar, Senhor Kim, parabéns pelo casamento 











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...