1. Spirit Fanfics >
  2. Hurts Like Hell. >
  3. Capítulo VIII

História Hurts Like Hell. - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Capítulo VIII


Fanfic / Fanfiction Hurts Like Hell. - Capítulo 8 - Capítulo VIII


Entrei no apartamento e me joguei no sofá, o que Hailey disse sobre um jantar com nossos maridos me fez ficar incomodada.

Olhei o celular e tentei achar coragem para falar com pattie mas desisti e fui até a galeria vendo uma foto de Justin dormindo.

- O que será que você está fazendo nesse exato momento Justin Drew Bieber? 

~》~》~》~》~》~》

Acordei com um desconforto nas minhas costas, puxei o que me incomodava e era o carregador do celular. Foi ai que me dei conta que eu acabei dormindo no sofá. 

Me levantei e fechei a cortina da janela, o céu estava limpo mas o tempo estava frio. Sem coragem fui para o quarto e procurei alguma roupa limpa, mas não tinha. Eu não queria gastar o resto do dinheiro que eu tinha em roupa. 

Então eu tive que tomar uma decisão que eu estava evitando. Mas eu saberia que eu não conseguirá evitar por tanto tempo quanto imaginei. Peguei as únicas roupas limpas que me sobrou e fui tomar um banho não tão demorado. 

Me arrumei e tirei as coisas que estavam na minha mochila e deixei sem nada já com a intenção de repor. Peguei as chaves do carro e sai do prédio. 

Dei partida e sai em direção a mansão, não sei se estou fazendo a coisa certa em voltar até lá, assim como eu não sabia se ter saído de lá foi uma boa ideia. Mas eu morava lá e eu tenho que pegar as minhas coisas.

Eu estava morrendo de saudade do Justin e isso eu não posso negar. O que ele fez me magoou e tals, mas eu ainda amo aquele filha da puta demais. 

Cheguei na mansão e os portões foram abertos e até estranhei pensei que Justin não iria mais liberar minha entrada. Estacionei o carro de mal jeito e sai recebendo bom dia dos homens que ficam no portão. Parecia que nada tinha acontecido. 

Passei pela a porta da sala e tudo estava completamente silencioso, parecia que não havia ninguém na casa. Agradeci mentalmente. Fui até a cozinha e vi Rosa cortando alguma coisa no balcão, ela ainda não tinha percebido minha precensa ali,parecia estar triste. 

- Ei Rosa- Ela me olhou com um sorriso enorme. 

- Mi Amor. - Ela veio e me abraçou forte. - onde você estava? Voce está bem?  Esta com fome? Você está mais magra. - isso eu concordo, depois que eu sai de casa perdi a vontade de comer e emagreci um pouco. 

- É tão bom ver você Rosa, mas eu apenas vim pegar algumas coisas, eu não vou demorar. - Fui ate a sala de jantar sendo seguida por Rosa, um prato estava posto onde Justin costuma se sentar mais o prato e a xícara estavam vazia. - Justin tomou café? 

- Ainda não Madis, ele quase não sai do escritório e quase todas as refeições eu levo até ele, por parte dele, ele nem comia. Ele está muito diferente. 

- Me conta mais, o que aconteceu depois que eu sai? - voltamos para a cozinha, me sentei na bancada e Rosa continuou a fazer sua coisas. 

- Tanta coisa Mi Amor , assim que você saiu, Justin ele quase quebrou a casa inteira, não sei se voce percebeu, mas tem algumas coisas novas na sala - concordei. - ele e Ryan, começaram a discutir e brigaram aos socos. Depois Justin praticamente chutou aquela garota que estava aqui, ela disse que irá voltar, mas Justin disse que se ela pisar os pés aqui novamente, ele mata ela com as próprias mãos. - Rosa negou com a cabeça. - Depois disso, ele não dorme no mesmo quarto onde vocês dormiam por que ele diz que tudo lembra você, ele quase não come como eu disse, a todo momento ele me pergunta se você deu notícia. Ele está muito mal, assim como eu vejo que você também não está nada bem Mi Amor. 

- Eu estou muito triste Rosa, o que ele fez foi idiotice. Mas eu não paro de pensar nele nem um segundo.

- Vocês se amam, essa é a verdade. 

- A gente estava bem, se não fosse por ele deixar aquela mulher na nossa casa.  

- Mas por que ele deixou essa mulher aqui? Eu nunca gostei dela. 

- A algum tempo, pattie me ligou e convidou eu e Justin para almoçar lá, lembra? - Ela confirmou. - Eu sabia que de forma alguma ele iria querer por causa de Jason, mas eu insisti Rosa, eu sabia que poderia acontecer alguma coisa mas mesmo assim eu insisti e por culpa minha eles se desentenderam e partiram para cima um do outro. Você sabe como o Justin é vingativo e por eu ter feito ele ir se encontrar com o irmão que ele mais odeia, ele colocou a garota que eu odeio na nossa casa. Que vingança estúpida. 

- Eu concordo, mas porque você foi embora? Ela que tinha que sair. Essa casa é sua Madis. 

- Eu não queria sair da minha casa por causa daquela vadia, mas eu não tive outra escolha, já fazia quase uma semana que ela estava aqui e você mesma viu que ela não iria sair. 

- Por isso sempre dizem que toda ação tem uma reação, ele colocou ela aqui e não imaginava que você poderia ir embora. 

- Onde ele está?

- Está trancado no escritório, como sempre. Por que voce não vai falar com ele e se resolverem? Parece que a distância está matando vocês.

- Eu não sei. Eu vou subi e pegar algumas coisas, já volto. 

Peguei a mochila vazia e subi para o meu quarto, o corredor dos quartos estáva igual, escuro e silencioso com algumas fotos nossas nas paredes.

 O quarto estava do mesmo jeito que eu vi da última vez, a cama bagunçada e as janelas fechadas e com o forte perfume.

Entrei no closet e liguei as luzes, peguei algumas peças íntimas e algumas camisetas, procurei meu moletom favorito e não encontrei, olhei na parte das camisetas de Justin e lá estava ele, peguei e acabei derrubando a caixinha de veludo preto, abri e vi nossas alianças de prata. Aquilo me trouxe uma paz só de lembrar do nosso passado, olhei para minha mão esquerda e vi minha aliança de ouro e lembrei do dia mais feliz da minha vida. Meu casamento.

 Tirei minha atenção da caixa e lembrei o real motivo de eu estar ali. 

NARRADORA ON

Madison continuou a pegar as coisas mais importantes e de que ela precisava, ela tentava ser mais rápida possível pois não queria encontrar com Justin. Ela terminou e saiu do quarto. Desceu e Rosa continuava na cozinha. 

- Rosa, eu tenho que ir 

- Não vá Mi amor, fique. 

Madison foi até Rosa entrelaçado o seu braço no dela e indo para a frente da casa onde o carro estava. Ela não queria ir embora, o lugar dela é na mansão ao lado do marido e não em um hotel barato no centro da cidade. 

- Ele está lá em cima. 

- O que? 

Rosa apontou para a sacada do escritório e lá estava Justin, seu cabelo bagunçado e apenas calça moletom, suas mãos estavam no bolso e ele encarava o nada. Ele estava pálido e com olheiras mas ainda estava lindo e não tinha percebido Madison na frente da casa. 

- Ele está diferente. 

- Ele não sabe que você está aqui, vá falar com ele. - Madison olhou de volta até a sacada mais ele não estava mais lá .

- Não sei se é uma boa ideia.

- Você não tem nada a perder Madis. 

- Mas eu não quero perder o resto de dignidade que eu tenho. 

- Vocês não podem ficar para sempre assim, vocês são CASADOS uma dupla dinâmica, o tempo de tomar atitudes assim já passou. Ele precisa de você. 

- Apenas duas palavrinhas não matam, não é? 

- Anda logo. 

Rosa praticamente puxou Madison de volta para a sala, subindo as escadas e parando na última porta do corredor. Rosa animada bateu na porta e esperou resposta. Rosa parecia uma criança. 

Um "entra" abafado e distante permitiu, Rosa abriu a porta e jogou Madison lá dentro. 

- É bom...eu só queria avisar que eu vim buscar algumas coisas minhas e se você perceber que está faltando é por esse motivo. - Justin que antes estava de costas para a porta se virou e viu Madison ali parada, ele não pode evitar de sorrir. 

- Madison? É você mesmo? 





Notas Finais


Cap bem ruim, mas eu precisava atualizar.

Don't leave me :(


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...