História Hybrid Children (ABO) Jikook, Yoonseok, Namjin - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Billie Eilish, Halsey, Melanie Martinez
Personagens Billie Eilish, Halsey, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Melanie Martinez, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jungkook! Botton, Namjoon Botton, Yoongi Botton
Visualizações 64
Palavras 728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drabs, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E aí xenteeeeeeeee
Tava sem muita criatividade, então foi essa bustica mesmo...
Espero que gostem

Capítulo 31 - "Denatured dad?"


Fanfic / Fanfiction Hybrid Children (ABO) Jikook, Yoonseok, Namjin - Capítulo 31 - "Denatured dad?"

Jungkook POV's

Sexta-feira

08:28 AM

— Tem certeza?

— Absoluta, Jiminnie... Vai ser uma menininha linda... — afirmo, acariciando minha barriga.

Ontem, eu sonhei que segurava uma princesinha nos braços, dando leitinho para ela e a fazendo dormir.Estávamos no carro, indo para a DO. Quando, inesperadamente, Jimin pega outra saída e para na frente de uma farmácia.

— Me espera aqui, vou comprar uma coisinha ali e já volto.

Obedeço, logo vendo Jiminnie hyung entrando na farmácia e saindo da mesma com uma pequena sacola.

— O que você comprou?

— Isso — o mais velho me mostra um copinho transparente com uma tampa amarela — você sabe o que é isso?

— Um copo,mas pra que comprar um na farmácia? Nós já temos copos em casa...

— Não, Kookie... Isso aqui serve pra descobrir o sexo do bebê. Você faz xixi aqui dentro, se ficar azul é menino, se ficar rosa é menina...

Uau...

Nunca na minha vida eu iria pensar numa coisa dessas...

Nem sabia que essas coisas existiam...

Começo a duvidar um pouco da minha capacidade de ser um bom pai, eu nem sei trocar uma frauda, mas sei testar a temperatura do leite no pulso... Quero ser um bom appa...

Isso me perturbou o dia inteiro, queria voltar para casa e assistir vídeos para mães de primeira viagem. Eu não suportaria ver a pequena chorando por incompetência minha...

[...]

— O que aconteceu com o Kook? — pergunta Tae para Jimin. Quando entro na sala deles com doia copões de café. O Kim só me olha com o Memo interesse demonstrado ao Park, em surpresa nenhuma — nem parecia aquele serzinho fofo no casamento...

— O Gukkie tá nervoso... Eu vejo isso nele, tá com medo de não ser um bom pai só porque ainda não sabe ser um — diz Jiminnie. Sem desviar o olhar de mim, sorrindo para mim, fazendo seus olhos se tornarem apenas dois risquinho. — calma, Gukkie... Você vai se sair bem!!!

— É, Jungkook... — confirmou o loiro platinado — você sempre faz tudo com perfeição, criar a Ji-Wook não vai ser diferente...

— Ji-Wook? — pergunto, com um riso nós lábios. — Porra, Jimin... Já escolheu até o nome da MINHA filha?!!!

— Você não pode falar nada... — rebate ele, fazendo bico — você escolheu o gênero do bebê, porque eu não posso escolher o nome?

— M-mas eu não decidi que ia ser uma menina... Na verdade, você nem sabe se vai ser uma nenê mesmo!!!

— Se você quiser, nós podemos ir adivinhar agora... — diz o meu loiro, com as sobrancelhas erguidas e um ar de riso. — e aliás, Ji-Wook é um nome unissex

Ergo meu copo mágico e abro espaço para Jimin passar pela porta, afim de chegar no banheiro e descobrir de uma vez por todas se eu vou ter a minha princesinha.

— Mas por que essas coisas só envolvem xixi?! — reclamo, desabotoando a calça.

[...]

— Que porra de pai você acha que eu sou?!! — pergunto, indignado com a pergunta do menor.

— Qual é o problema? Não vejo mal algum em apostar o sexo... Se for uma menina, que você tanto quer, você ganha... Se for um menino, você perde... — simples, nem parece que é indelicado da parte dos próprios pais...

Imagina a criança perguntando como seus appas descobriram o sexo dela... "Ah, filho/a, nós fizemos uma aposta quando fomos descobrir o seu sexo..."

Duas palavras para isso:

Sem

Chance

— Por favor, Kookie... — implorava o Park — se você ganhar, pode decorar o quarto dela do jeito que você quiser...

Aquilo me seduziu, eu imaginava mina filhinha toda princesinha brincando de hora do chá com seus bichinhos dye pelúcia...

E comigo também, eu não ousaria perder as festas do chá da pequena Ji-Wook — que é um nome realmente bem bonito mesmo — sempre que eu voltasse do trabalho iria comprar um presentinho para ela...

Isso vai ser incrível.

[...]

— Jimin, isso não deveria estar colorido? — apontei para o copinho com o líquido amarelo claro, confuso.

— Tem que agitar, Jungkook... Que nem Toddynho...

O menor se vira de costas para mim, eu podia ouvir o som do meu xixi se chocando contra o plástico, mas sem conseguir ver a cor do conteúdo...

— Ah, Jungkook...!!! — berra Jimin, enpolgadaço. — Você vai precisar me mimar muito depois dessa!!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...