1. Spirit Fanfics >
  2. Hyuckil - (Dusk Till Dawn) >
  3. Cap final. 53

História Hyuckil - (Dusk Till Dawn) - Capítulo 53


Escrita por:


Capítulo 53 - Cap final. 53


Fanfic / Fanfiction Hyuckil - (Dusk Till Dawn) - Capítulo 53 - Cap final. 53

• Quinta-feira •

No dia seguinte Jongin e Doyoung recebiam as visitas a casa de Taeil bem na entrada da mesma. Recepcionavam muito bem a todos com ótimos sorrisos animados por aquela noite.

_ Minha mãe comprou isso pra vocês, ela disse que como é uma confraternização de noivado que eu não poderia aparecer sem um presente. - Indagou Donghyuck entregando uma caixa mediana nas mãos de Doyoung.

_ Aprendam com a Sra. Hyuck.. - Doyoung com seus olhos cheios jogou uma indireta diretamente para seus amigos que foram aquele jantar de mãos abanando garantindo mesmo somente a presença.

_ Eu disse que viria só pra comer.. - Indagou Lucas dando de ombros sendo ele concordado pelos demais.

_ Obrigado pela presença e pelo presente, Hyuck. - Jongin sorria docemente.

_ De tanto encher o saco você finalmente ganhou um presente caro, amigo. - Taeyong comentou na intenção de deboche.

_ Eu só estava brincando com ele.. - Jongin estava começando a se estressar. _ Meu Deus, essas crianças de hoje em dia levam tudo a sério.

_ O quê é?! Posso abrir? - Doyoung se via visívelmente ansioso pra saber o que continha embrulhado naquela caixa.

_ A-ah.. É de vocês, você que sabe. - Indagou Donghyuck dando de ombros.

_ Não abre agora, amor. - Jongin pegou a caixa em sua mãos. _ O quê seria esse presente?

_ É um jogo de talheres. - O mais novo respondeu sem nem pensar duas vezes.

_ Ah! - Doyoung fez uma carinha de rejeição e desinteresse.

_ Você acha que é pouca coisa é, Doyoung?! - Taeyong atraiu as atenções para si. _ A Sra. Lee dá os melhores presentes. Esse jogo de talheres não é qualquer jogo, é um jogo de talheres de ouro branco. Pode levar num especialista se quiser..

_ Não dá a idéia, Tae. Doyoung tem probleminha, se deixar ele vai mesmo.. - Jongin vou sua atenção para Donghyuck. _ Muito obrigado pelo presente, agradeça a sua mãe por nós.

_ Tô brincando com você, metido. Obrigado pelo presente. Eu nunca que vou deixar o Gin tocar pra não estragar o brilho das peças.

_ Não exagera.. - Indagou Jongin em tom de repreensão.

_ Lógico! O primeiro presente de valor que nós temos, eu tenho que cuidar porque sei que você não vai cuidar.

_ Oi, amor.. - Taeil chegou deixando um beijo sobre os lábios do mais novo e na sequência um beijo sobre os cabelos de Taeyong. _ Cadê seu ex-crush?

_ Taeil. - Donghyuck tinha um olhar repreensivo sobre o mais velho.

_ Eu esqueci o nome dele, ué?! - Taeil demonstrava desinteresse.

_ Gente fiquem a vontade. Obrigado mais uma vez pelo presente, Hyuck. - Jongin recebeu um sorriso afetivo saindo dali em seguida acompanhado de Doyoung.

A última coisa que Donghyuck pode ouvir vindo de Doyoung dizer era "Fiz a escolha certa".

_ O Jeno não pode vir, meu primo já havia chamado ele pra dormir na casa dele. - Explicou Taeyong vendo Taeil fazer uma carinha de desinteresse.

_ Sei. - Indagou Taeil não dando a mínima. _ Amor, vem comer um pedacinho do bolo que eu fiz..

Taeil então saiu puxando o mais novo até a cozinha, o que Donghyuck estranhou foi o fato de todos os amigos do mais velho os seguirem também.

_ Experimenta esse pedacinho.. - Taeil cortou um pedaço do bolo no prato e o levou em forma de aviãozinho até a boca do mais novo.

Donghyuck então mastigou e mastigou, e após alguns segundos percebeu que tinha algo errado com aquele pedaço de bolo que havia engolido.

_ T-taeil amor, e-eu acho que engoli papel..

_ Puts! - Johnny levou sua mão a testa, coisa que claramente Taeil faria naquele momento.

Jungwoo agora se juntava a Sicheng e a Kun para rir da carinha que Taeil fazia.

_ Não é possível que você fez isso comigo, não. - Taeil se via em choque. _ O plano era você perceber que tinha um papel no meio do bolo e o tirasse.

_ A culpa não é minha.. - Donghyuck deu um tapinha no braço do mais velho se alto defendendo. _ A culpa é toda sua, você que me deu papel pra comer.

_ Eu disse que essa idéia não iria funcionar, Johnny. - Taeil demostrava irritação para com o americano. _ Sabia que eu não deveria ter ido pela sua idéia ridícula.

_ Agora já foi, Taeil. Eu estou bem. O que tinha nele? - Indagou o mais novo tentando manter os ânimos todos sobre controle.

Taeil respirou fundo tentando se manter calmo depois desse pequeno susto.

_ Aa, porra! É só papel.. - Yuta atraiu toda atenção somente para si. _ Quem nunca comeu papel algum dia na vida?

_ Eu nunca! - Taeil se via chocado.

_ Sinto em lhe informar meu velho, mas você está vivendo sua vida de forma errada. As vezes acontece de acabarmos comendo o papel que grudou na bala, ah, sei lá porra. acontece.

_ O Ten tá certo, Hyuck não foi o primeiro e nem o último a comer papel. - Jaehyun complementou o que o tailandês dizia.

_ Vocês são doentes?! Vocês comem papel com que frequência?! - Questionou Mark tão chocado quanto Taeil. _ Isso é perigoso, pode dar câncer de estômago.

_ Tô ficando assustado! Parem com esse assunto! - Donghyuck tampou seus ouvidos.

_ Desculpa mesmo, eu achei que você iria perceber o papel no meio.. - Taeil agora se sentia culpado e um tanto chateado.

_ O quê tinha no papel? - Donghyuck respirou fundo.

Taeil tirou uma caixinha aveludada de seu bolso na cor vermelha, a abriu lentamente olhando dentro dos olhos do mais novo no qual agora se via surpreso. Donghyuck levou suas mãos a boca por conta da surpresa que teve.

_ No papel estava escrito, quer se casar comigo?

_ Tomar no seu cú, Taeyong! - Ten novamente atraiu todas as atenções para si. _ Eles não tem nem dois meses de namoro e vão se casar. - Indagou demostrando irritação. _ E a gente aqui com o mesmo tempo de namoro que DoGin, e eu ainda continuo sendo enrolado.

_ Moramos juntos, pra mim isso já é um casamento.

_ Casamento pra mim é quando um casal mora juntos e tem uma aliança de OURO no dedo.

_ Eu juro que se vocês se interromperem de novo, eu vou sair agredindo todo mundo. - Taeil voltou seus olhos para Donghyuck abrindo novamente um sorriso para o mesmo. _ E então meu amor, quer se casar comigo?

_ É claro que sim! - Donghyuck sem mais abraçou fortemente Taeil e debaixo de muita gritaria e comemoração o rapaz agora beijava calorosamente os lábios do mais velho.

Taeyong tentava explicar a Ten que a hora de ambos breve chegaria, mas o tailandês de braços cruzados fazia birra pra não escutar seu namorado o que parecia estar dando certo, por conta da gritaria dos demais.

Taeil e Donghyuck trocaram as alianças enfim, Donghyuck agora encarava todo bobinho sua aliança de ouro sobre seu dedo.

_ Ela é tão linda, amor.. - Tinha seus olhos lacrimejandos, se sentia tão amado por Taeil.

_ Com a ajuda do seu pai, eu escolhi a mais linda da loja. - Taeil atraiu o olhar surpreso de Donghyuck para si. _ Sim, eu conversei com ele e pedi sua mão em casamento para ele primeiro.

_Você é doido, como ele reagiu? - O mais novo se via desacreditado.

_ Ele reagCALA A BOCAAA, INFERNO! TÔ CONVERSANDO! - Taeil viu a gritaria e a falação por parte de seus amigos diminuírem ao irem todos pra sala novamente.

O que queriam ver era somente o pedido que todos exceto Donghyuck sabiam.

_ Ele ficou bastante surpreso, me ignorou por alguns dias no chat, mas depois se dispôs a me ajudar na escolha.

_ Meu Deus.. - Donghyuck levou novamente a mão a boca por conta do choque. _ Ela deve ter sido o olha da cara. Quanto essa aliança custou?

_ Foi carinha, mas você merece cada centavo investido nela.

Donghyuck sorriu amorosamente, o mesmo selou seus lábios nos do mais velho no qual sem pedir licença alguma levou uma de suas mãos por debaixo da camisa alheia deixando sobre a cintura do mesmo leves apertões, e a outra mão, Taeil levava diretamente a bunda de seu namorado. O mais velho já podia sentir crescer e roçar sobre si o membro do mais novo, no qual se fazia a cada segundinho mais ereto.

O beijo de ambos eram calorosos, envolvia paixão, vontade do corpo alheio, e tudo sem nenhum nível de pudor e decência naquela cozinha.

_ Vamos pro quarto, hoje você vai ser a minha janta. - Indagou Taeil ao se desvencilhar dos beijos de Donghyuck já ofegante.


Notas Finais


Obrigada pelos favs, coments, por toda a atenção, por todo amor que deram pra essa fic e pra mim. Foi curtinho se comparado as outras, mas não deixou de ser tão explorada quanto as demais.

Pra quem firmemente esperou, MarkHyuck vai se iniciar de vez, se não hoje, somente amanhã. Espero mesmo e do fundo do meu coração que vocês venham dar amor e um pouco de atenção a ela, porque não compensa muito eu me dar pra uma fic, fazer da história mágica e não ter um bom insentivo pra ela continuar. Me entendem?!

Bebam água e usem álcool em gel.
Sejam fortes e corajosos sempre, hã?!

Hyuckil transam demais e quem venha MarkHyuck.
Fighting! ❤✊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...