1. Spirit Fanfics >
  2. I accidentally loved you >
  3. A festa pt2

História I accidentally loved you - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Oie...digamos q uma "surpresinha" de reecontro vem aí...
Eu pensei muito antes de fazer isso,por que além do mais a gte tava precisando de um reencontro,mas também sabemos que não seria fácil pra eles(principalmente pra ele) conversar com ela..

Mas,de qualquer forma tinha que acontecer, então cá estamos nós...
Boa leitura 🖤

Capítulo 17 - A festa pt2


Severo aparatou devolta na casa da rua da fiação eram 7:30am

Então mandou uma breve carta a sua mãe,explicando a situação de seus avós,e que se sua mãe não quisesse que ele usasse o dinheiro da família,ele não o usaria pela consideração.

Não demorou muito e a carta com a resposta da mãe,chegou:


"Filho...

Eu seria muito egoísta se te privasse de um direito seu,eu sabia que esse dia chegaria,e peço que faça um ótimo proveito,eu sei que você vai conseguir usá-lo com maestria...e quanto a mansão,quando eu voltar de viagem quero ir te visitar lá,e espero que hoje mesmo você encaminhe a mudança, essa casa aí trás lembranças muito pesadas...e quem diria não é mesmo? Meu filho,o mais rico do mundo bruxo...

Com amor,de sua mãe:

Eillen Prince"


Severo resolveu seguir os conselhos da mãe,e então começou a organizar as coisas para a mudança.

~•~•

Pov Beatriz:

Beatriz chegou em casa eram 9:30am

Estava de fato ansiosa para a festa,mas achou estranho Dumbledore não ter estabelecido nenhum tema para a festa,mas afastou esses pensamentos e começou com sua rotina normal.

~•~•~

Pov narradora:

Eram 17:00 e Severo já havia se mudado,tudo com ajuda da magia é claro,a casa era imensamente grande,ele ficou impressionado,em saber que ele moraria ali, sozinho em uma casa tão imensa.

Então ele ainda estava meio perdido, então não conseguiu visitar todos os cômodos da casa.

Ele havia recebido uma carta um pouco mais cedo,de Dumbledore dizendo que a festa tinha sim um tema,e era um baile de máscaras, juntamente da carta veio uma caixa,com uma máscara que iria até quase o fim do queixo dele,tendo um ar muito elegante.

Beatriz a um tempo atrás havia recebido essa mesma carta,porém com uma máscara diferente,a máscara tampava bastante de seu rosto,porém era delicada e continha pedrarias,assim como seu vestido.

Porém diferente de Severo,Beatriz amou o tema da festa.

~•~•~

Os dois começaram a se arrumar quase no mesmo horário,ambos em poucos minutos já estavam prontos,por conta que com magia era tudo muito rápido de se fazer.

As 19:25 horas,ambos cada um em sua casa aparataram para hogwarts, vestidos devidamente com suas roupas e máscaras.

Severo estava muito elegante,e por um milagre,ele prendeu metade do cabelo em um rabo de cavalo frouxo para trás,quem o olhasse não o reconheceria,e também usava o broche prateado em seu terno,ele realmente estava parecendo um nobre.

Já Beatriz estava muito deslumbrante,seu vestido era colado e marcava suas curvas perfeitamente,a fenda sob a perna chegava até a metade de sua coxa,e as jóias que usava deixavam ela magnífica.

Cada um entrou por uma porta, então não se viram em nenhum momento.

Quando chegaram a festa já havia um grande volume de pessoas,a festa estava deslumbrante, incrível... porém era uma festa escura,as luzes eram fracas e ao invés dos grandes candelabros,eram substituídos por algumas velas espalhadas pelo local.

Severo procurou Dumbledore com os olhos e quando o encontrou foi em direção a ele,que o mesmo estava conversando animadamente com Minerva McGonagall.

Ao chegar cumprimentou-os com um aceno de cabeça e um inaudível "Boa noite"

E então os dois (Minerva e Dumbledore)se olharam surpresos em um silêncio mórbido até que Snape se pronunciou:

- O que vocês tem hoje?

-Severo?--perguntou McGonagall.

-Quem mais seria Minerva?--disse ele mais secamente do que gostaria.

Minerva fixou seu olhar nele novamente,e então dumbledore disse:

- Quem é você e oque fez com o Snape?--disse em tom de brincadeira.

- Olha,eu já percebi que vocês estão bêbados,pois não estão falando nada com nada,ou também pode ser a velhice dando seus primeiros sinais...--disse snape desconfiado.

- É Minerva, é o Snape...acabei de descobrir por causa do ótimo bom humor dele!--dumbledore riu.

-É realmente,e aliás nós ainda não bebemos, é que você está diferente...pra melhor é claro.--disse num tom maternal.

-ahn? Obrigado?--ficou confuso.

-É... Mudando de assunto... Dumbledore, você viu o profeta diário hoje pela manhã?--disse Minerva como se fosse contar a maior fofoca do mundo.

-Vi! Eu não acredito que o Sr. E a Sra. Prince morreram...eu adorava tomar chá com eles de vez em quando...eles apesar de Supremacistas,tinham um coração bom.--disse Dumbledore e logo continuou-- Pelo que sei,tem um Herdeiro que ainda não foi anunciado, revogando sua herança--completou em um tom surpreso.

-É realmente! Quem será que é ele? Eu não perderia tempo !--snape estava estático,Minerva e Dumbledore não sabiam que ele era o herdeiro,e não era brincadeira.

Snape não quis parecer sem palavras ali então disse:

-É... Dumbledore, você conhecia os Prince?--deixou a curiosidade falar mais alto.

-sim...pelo que eu sei,eles tiveram uma filha,pelo que me lembro se chamava Eileen, porém foi deserdada da família,e depois que saiu de hogwarts nós nunca mais tivemos notícias dela... Nem se teve filhos ou algo do tipo.

-Pois é... Era uma garota muito doce... porém era taxada de a princesa da sonserina na época,por conta de ser bastante rica,mas ela não tinha toda aquela ambição por poder que todos tinham...se assemelha a Andrômeda...--disse Minerva, complementando o que dumbledore disse.

- Sabe... Eu não sei se vocês sabem...--disse Severo meio apreensivo.

-Oque?--os dois responderam em coro.

-Eileen é minha mãe... Na verdade me admira vocês não lembrarem que eu tenho o "Prince" no nome,já que não é um nome comum sabe?

-oque? Então...

-É...eu sou infelizmente o herdeiro...

- Infelizmente? É a melhor coisa que já te aconteceu!!?--disse Minerva.

-Você sabe que eu não gosto de holofotes Minerva.


-hora da dança --dumbledore interrompeu os dois e se afastou para anunciar a dança.

Severo então resolveu sair dali e ir beber alguma coisa.

~•~•~•~

Beatriz não havia achado Dumbledore ainda, então ao ficar um tempo procurando,desistiu e foi sentar na mesa do bar que tinha lá dentro. 

Se sentou e pediu um vinho e ficou lá até ouvir Dumbledore dizendo que estava na hora da dança,porém se lembrou que não tinha um par e continuou lá.

Até que ouviu um arrastar de cadeira ao seu lado,e ignorou até ouvir o homem pedir ao homem do bar o servir um Firewhisky,ela achou aquela voz conhecida e se virou para o homem ao seu lado,que até o momento não tinha notado sua presença,porém ao olha-lo,ele era muito diferente de quem ela achava que ele era, não deixou de não se sentir decepcionada por não ser Severo ali.

Mas o olhou reparando nele e percebeu que o mesmo usava um broche, escrito "Prince",e automaticamente lembrou-se que as mulheres da loja onde ela comprou os trajes que diziam que o mais novo milionário usava um broche daquele.

Ele de repente notou ela ali,a olhou por um tempo para ela e após descartar a hipótese de ser Beatriz perguntou:

- Olá...

- hm...oi, você é?

A pouca iluminação não o deixava ver o rosto por completo da moça, apesar de que a máscara ajudava a não mostra-lo.

Ele a fitou por alguns segundos e antes que ele dissesse ela o interrompeu:

- Na verdade eu sei quem você é... É um Prince não é?

-É... E como sabe?--perguntou ele meio confuso.

-No seu broche--apontou para o local como se fosse óbvio-- o que uma pessoa de alta classe como você faz aqui no baile de hogwarts?--ousou.

-Ah,bem... Pra falar a verdade eu gosto muito daqui... E você quem é?

- Bem...meu nome é Beatriz...

Ele enrijeceu,apertou o copo entre os dedos e direcionou um olhar confuso e surpreso ao mesmo tempo.

Ela notou a mudança e perguntou:

- O que houve? Você está bem?--o tocou no ombro.

A mente dele clareou,e então ele pensou:

"Como ele não a havia reconhecido?,e por que ela estava ali?"

Ele então fez puxou o ombro e disse:

-podemos conversar lá fora?

- hm? Ok...

Os dois saíram passando pela multidão e ela não entendendo absolutamente nada do que estava havendo.

Dumbledore percebeu a movimentação e rapidamente captou quem eram os dois.

Ao chegar lá fora ele a segurou pelo pulso e o apertou (não a ponto de machucar) e ela estranhou aquilo e disse mais alto:

- Ei cara! O que tá fazendo?

Ele ergueu a máscara que usava,Beatriz empalideceu e abriu a boca pra falar algo,mas não conseguiu,pois as palavras sumiram de sua boca.

Ele estava com um olhar mortal e ele então disse entredentes:

-Oque.você.tá.fazendo.aqui?--disse ele pausadamente.

-Se-severo?

-Quem mais seria? Lionel?--disse ele soltando o braço dela e passando as mãos no cabelo,pra recuperar o controle.

- Olha,eu fui convidada ta? Dumbledore me enviou o convite e eu vim!--disse ela conseguindo formular uma frase sem gaguejar pela primeira vez.

-Eu não sabia que dumbledore convidava Comensais pra festas agora!-- disse ele ácido.

- e você é oque?

-Você entendeu oque eu quis dizer.

- tabom...vamos parar de discutir,e daí nós podemos ter uma conversa civilizada.--falou Beatriz.

-Uma conversa civilizada não é mesmo? Depois de tudo? Quer um chá também?--disse ele irônico.

-Olha,eu sei...

- NÃO VOCÊ NÃO SABE!--ele interrompeu ela com um grito,recuperou o controle e continuou-- não, você não sabe... sabe porque que você não sabe? Por que pra você é fácil falar,porque não aconteceu com você,e sabe porque não aconteceu com você? Por que EU era o único sincero no que eu dizia...eu era sincero quando eu dizia que te amava,quando eu queria te fazer feliz... Você NÃO SABE quantas mulheres tentavam "dar em cima" de mim quando eu estava com você...e eu? Rejeitava, é claro.

"Seu melhor brinquedo,que você usava pras suas brincadeiras idiotas,tá aqui agora nesse momento tendo que dirigir a palavra a pessoa que mais me fez mal,mas ao mesmo tempo,a que mais me fez bem.--disse ele com os olhos marejados.

O coração de Beatriz se partiu em mil pedaços denovo.

Ela já estava chorando a essa altura e então quando conseguiu respirar de verdade ela disse:

- Existem muitas coisas,que não podem ser explicadas agora,eu quero muito te falar,mas eu não posso...eu não quero te perder,e não quero que me odeie...por favor!

-ah claro, existem que coisas que não podem ser ditas,como seu relacionamento e sua IDA EMBORA com o Lionel... Você não quer me perder? Mas na primeira oportunidade me jogou fora... E não quer que eu te odeie não é? Esse é o problema,eu NÃO CONSIGO te odiar Beatriz,eu odeio a dor que você me faz passar entende?--disse ele.

-Calma oque? Eu? Ir embora com o Lionel? De onde tirou isso?

-Dumbledore me disse--falou ele.

- QUE VELHO IDIOTA!--se exaltou ela.

- mas oq--foi interrompido:

- eu não fui embora com Lionel,eu fui sozinha!

- e depois de tudo, você quer que eu acredite nisso?

-olha,eu não posso dizer!-- disse ela.

- Me poupe Beatriz...oque te impede de ser sincera comigo?






-Eu!--ouviram uma voz atrás deles.






Era dumbledore.



















Notas Finais


Oie...próximo capítulo vem a treta kkkkk..espero q tenham gostado...
E até a próxima
Espero vcs aqui nos comentários 💚💚💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...