História I always say towards you. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Junjou Romantica
Personagens Akihiko Usami, Hiroki Kamijou, Misaki Takahashi, Nowaki Kusama, Shinobu Takatsuki, You Miyagi
Visualizações 15
Palavras 584
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Hentai, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ultimamente estou dando para reescrever algumas histórias, se alguém ler minhas fanfics e vê que está totalmente diferente não se surpreendam, e se essa é a primeira vez que estão lendo essa história bem vindos e façam bom proveito.

Capítulo 1 - Junjou Romântica (ato1)


As mãos dele passeavam por todo meu corpo, eu sei que ultimamente estava resistindo menos, mas dizer não para ele está soando tão falso, até mesmo para meus ouvidos, então porque dizer não, se é sim?

Misaki —Mais rápido Usagi-san, mais forte.— ele havia entrado em mim com força do jeitinho que eu gosto, de quatro vou me movendo pra trás e para frente me chocando com seu pénis sentindo-o entrar cada vez mais fundo.

Akihiko —Misaki você é tããoo apertado. E muito gostoso...

Misaki —Usagi-San eu vou...

Sonho off:

Misaki —Haaaa!!!— levanto assustado tentando entender que lugar escuro era aquele, sinto um peso ao meu lado na cama e percebo que estava no quarto de Usagi-San e este estava me encarando sorridente.

Akihiko — Então quer dizer que Misaki-kun anda tendo sonhos eróticos comigo?— fala sorrindo pervertidamente.

Misaki —EU NÃO TIVE SONHOS ERÓTICOS NENHUM!!! AQUILO FOI UM PESADELO!!! É ISSO!!!— Meu rosto estava completamente vermelho pelas lembranças do que eu dissera no sonho. Se Usagi-san sabe dos meus sonhos é porque eu devo ter falado alguma coisa enquanto dormia, se não fosse a escuridão do quarto certamente já teria morrido de vergonha.

Nii-chan você bem que me avisou que eu falava enquanto dormia, né? Eu deveria ter prestado mais atenção.

Akihiko —Então Misaki, que tal eu realizar seu sonho e entrar bem fundo em você? — Esse cara!!! Ele está tentando me matar de vergonha?!

Nii-chan porque tenho que passar por essas situações???


No dia seguinte...

Depois daquele sonho não consegui dormir mais temendo dizer coisas constrangedoras outra vez. Como eu não queria ver Usagi-san me levantei e fui para faculdade uma hora mais cedo acabando por ficar no campus tomando café sozinho até que faltava apenas meia hora para as aulas começarem e o sempei aparecer.

Sumi—Mi-sa-ki!!!—exclama me agarrando.

Misaki—Ótimo mais um para me agarrar!— falo emburrado.

Sumi —Ei o que foi? Tá bravo comigo? Por acaso eu fiz alguma coisa?— percebo sua expressão se entristesser então percebo que peguei pesado nas palavras.

Misaki —Não, não é você.

Sumi —Hum... Serio que vai vir para cima de mim com aquela velha frase. “Não é você sou eu?" 

Misaki—Não! Porque a culpa é do Usagi!

Sumi —Nesse caso o que ele fez?

Misaki—Bem ele... Na verdade ele...— fico sem ter como responder a sua pergunta porque não sei como dizer que graças a perversão do Usagi-San, também estou me tornando um pervertido que nem ele.— SUMI!!! PORQUE VOCÊ FEZ ISSO?!!!—Pergunto ao ser surpreendido com um beijo, que embora não fosse na boca, foi sido bem perto.

Sumi —Me desculpe Misaki-kun é que você estava tão fofinho se embaralhando nas palavras que não resiti. Me desculpa, tá?

Misaki —Certo, deixa isso quieto e vamos pra aula antes que o demonio Kamijou venha nos levar para o inferno.

Sumi —Oque você tem contra ele? Ao meu ver ele ensina tão bem.

Misaki —Ora essa, fale isso por você que é um masoquista.

Autora on:

Misaki   vai em direção ao prédio da faculdade deixando para trás seu sempei. Enquanto Sumi notava as leves mudanças na personalidade de Misaki. No passado não teria dito mais nada sobre seu professor ser horrível depois que seu sempei discordasse, porém hoje não se importou em mostrar sua opinião, além do mais o Misaki que ele conhecia nunca o deixaria assim para trás.

Sumi sempei começava a ficar confuso sobre de quem ele de fato gostava, se do seu amado Usami Akihiko ou desse novo Misaki que estava aparecendo.

Sumi —Na via das dúvidas não custa nada ficar com os dois até descobrir o que sinto por cada um.— fala para si mesmo seguindo para sala de aula.



Notas Finais


Eai pessoal se vocês tão achando que é uma história nova saiba que essa é aquela fanfic chamada (Seu amor foi sincero?!) e agora o nome é outro como podem ver. Então pra vocês que leram o outro capítulo o que acharam desse? Ficou melhor?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...