História I am a Queen - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Reign, Shawn Mendes
Personagens Mary, Queen of Scots, Shawn Mendes
Tags Castelo, Drama, História, Medieval, Monarquia, Princesas, Principes, Rainhas, Reinos, Reis, Romance
Visualizações 90
Palavras 1.643
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii gente!
Peço mil desculpas pela minha demora.
Eu passei por alguns momentos meio complicados essas semanas, recebi resultados de alguns vestibulares agora na metade que me deixaram mal, tive desentendimentos com alguns amigos, decepções...
As aulas no cursinho voltaram com tudo e estou estudando até não aguentar mais. Chego em casa exausta e só quero comer e dormir...
Peço desculpas mais uma vez por ter feito vocês esperarem tanto por um novo capítulo.
Agradeço pelos comentários no último, vocês são incríveis ❤️
Vou tentar voltar o mais rápido que conseguir com um capítulo bom para vocês... Por favor, não desistam de mim porque não vou desistir dessa fic!!

Capítulo 30 - This is a dream?


Fanfic / Fanfiction I am a Queen - Capítulo 30 - This is a dream?

Na manhã seguinte, Mary acordou sentindo o peso do braço masculino ao redor de sua cintura e a respiração quente em seu pescoço, causando-lhe arrepios. Ela sorriu para si mesma e se virou sutilmente na direção de Shawn, tomando cuidado para que ele não acordasse, porém o rapaz possuía um sono leve, diferentemente dela.

"Bom dia..."- Shawn abriu os olhos e pôde contemplar os cabelos embaraçados e a feição amassada dela, porém tais características não a deixavam menos atraente. Muito pelo contrário, ele adoraria vê-la todos os dias desse jeito ao acordar.- "Acho que eu ainda tô sonhando..."- Ele sorriu fraco.

"Bom dia."- Ela beijou o queixo dele.- "Te garanto que não é um sonho."- Mary ergueu o pescoço para alcançar os lábios dele e juntá-los aos seus.

"Tô começando a acreditar que não é."- Ele fechou os olhos novamente.

Mary sorriu e beijou os lábios dele, seguindo para o pescoço e o lóbulo de sua orelha, fazendo com que seus pelinhos da nuca se arrepiassem instantânemente.

"Me convenceu."- Ele sorriu maliciosamente e beijou os lábios da garota. Ela se afastou e deitou a cabeça em seu peitoral.- "Dormiu bem?"

"Muito bem."- Ela sorriu abertamente.- "E você?"

"Melhor impossível."- Ele riu entre os fios negros e beijou o topo da cabeça dela.

"Shawn..."- Mary o chamou, apoiando o peso de seu corpo nos cotovelos e ficando de frente para o rapaz.- "Obrigada por ontem, foi incrível..."

"Não tem o porquê você me agradecer, Mary."- Ele pôs uma mexa de seu cabelo para trás.- "Você merece ter noites maravilhosas. E essa foi só a primeira delas."- Ele disse, fazendo-a corar.

"Mesmo assim, obrigada."- Ela sorriu docemente"- "Eu te amo, Shawn Mendes."- Ela beijou a ponta de seu nariz, suas bochechas e, por fim, sua boca.

"Eu te amo, Mary Stuart Mendes."- Ele inverteu as posições, ficando por cima dela.

"Acho que o Mendes não combinou muito."- Ela riu e mordeu o lábio inferior.

"Você não tem noção do quanto essa mordida que você dá no lábio me deixa louco."- Ele sussurrou.

"Ah é?"- Ela mordeu novamente e ele balançou a cabeça, juntando seus lábios aos dela em seguida.- "Shawn, agora não."- Ela disse quando ele intensificou o beijo e sua mão migrou para a fina cintura feminina. Ele riu fraco e assentiu.- "Acho que a gente deveria se arrumar pro café."

"Tem certeza?"- Ele fez a cara de cachorrinho que caiu da mudança que quase convenceu Mary.

"Infelizmente, sim."

Com muito custo, ela conseguiu se desvencilhar dos braços do rapaz e levantar da cama, ficando de frente para ele.

"Você deveria usar minhas roupas mais vezes."- Shawn sugeriu, olhando-a maliciosamente.

Mary vestia uma blusa de botão preta e uma cueca boxer que o rapaz lhe dera na noite anterior após o banho. Seus cabelos negros bagunçados caíam-lhe sobre os ombros, dando-lhe um ar ainda mais sexy.

"Também acho. São mais confortáveis do que esses vestidos justos."- Ela deu de ombros.

"Você fica linda de qualquer jeito, mas com essa blusa..."- Shawn enlaçou a cintura feminina e juntou seus lábios.

"Você fica lindo de qualquer jeito, mas sem essas blusas..."- Ela arranhou de leve o abdômen desnudo dele que já possuía algumas marcas resultantes da noite anterior. Ele riu contra seus lábios e beijou seu pescoço, finalmente deixando que ela se afastasse.

"Será que tem alguém no corredor? Não queria ter que botar meu vestido só para ir até o meu quarto."

Shawn abriu a porta do quarto e encontrou apenas Edward, no corredor, fazendo a ronda da manhã. O alemão fez um gesto para que o rapaz se escondesse, o guarda o encarou confuso mas fez o que ele indicou.

"Não tem ninguém... Pode ir."

Mary pegou o vestido e suas roupas íntimas que estavam sobre uma poltrona e juntou seus lábios aos do rapaz antes de sair do quarto.

"Te encontro na salão de refeições?"- Shawn questionou e ela balançou a cabeça positivamente antes de entrar em seu quarto.

"Fecha a boca, Shawn, se não você vai babar."- Edward zoou o amigo.- "A noite foi boa, hein?!"

"Nem me fale."- Shawn se apoiou no batente da porta.- "Mary é incrível."- Ele sorriu bobo.- "Mas e você? Nunca te vi sorrindo tanto pro nada."- Ele riu.

"Ah, cara... Felicity tá me deixando louco."- O guarda passou a mão pelos cabelos.- "A gente se beijou ontem e quase foi além disso..."

"Já tá nesse nível?"- Ele riu.

"Felicity é uma garota jovem mas é experiente, meu amigo. Ela não gosta de perder tempo."- Os dois riram.

[...]

Mary entrou no seu quarto, fechou a porta atrás de si, apoiando as costas na madeira, e sorriu bobo.

"Está atrasada, o café da manhã já vai ser... Que roupa é essa, Mary?"- Eve questionou, assustando a garota com a fala repentina.

"Que susto!"- Ela pôs a mão livre sobre o peito.- "Não tinha visto vocês. Aliás, precisam parar de entrar aqui desse jeito."

"Por que está usando as roupas do Shawn?"- Felicity perguntou maliciosa.

"Por causa disso mesmo que você está pensando."- Ela arqueou a sobrancelha e se juntou as amigas, sentando na cama.

"Você não disse que estava cansada e ia subir pro quarto para dormir, senhorita Mary?"

"Eu ia."- Ela sorriu bobo.- "Eu tinha combinado de dormir no quarto do Shawn, como já vínhamos fazendo. Quando eu fui me afastar dele para vir aqui trocar de roupa, ele me puxou para um beijo. Quando percebi, já estávamos dentro do quarto dele com ele perguntando se eu realmente queria fazer aquilo. E eu não tive dúvidas que queria."

"Ah meu Deus. Agora, conta! Como foi? Você gostou? Shawn foi atencioso?"

"Foi... Foi ótimo. Shawn foi/é incrível."- Ela suspirou.

"E... Queremos detalhes, Mary!"- A morena negou com a cabeça.- "Tá, pelo menos diz se ele é gostoso... Porque, com todo respeito, ele parece muito."

"Sim, ele é muito gostoso e tem muita pegada..."- Ela riu.- "Pronto, já falei demais. E aquele beijo, hein, Eve?"- Ela mudou de assunto rapidamente.

"Então..."- A garota escondeu o rosto entre as mãos.- "Não sei o que me deu na cabeça. Só sei que ele passou a noite inteira dando indiretas para ficar comigo... Aí quando ele finalmente foi direto, resolvi ceder."- Ela deu de ombros.- "E valeu a pena porque ele beija muito bem."

"Chegou a essa conclusão só com aquele beijo?"- A morena arqueou a sobrancelha.

"Ah não, ele me seguiu até o quarto e nos beijamos mais algumas vezes."- Eve riu fraco.- "Mas algo me diz que Felicity também não ficou por baixo."

"Como assim?"

"Bom... Vocês não acharam que eu ia ser a única que não ia beijar ontem, não é?"

"Edward?!"- Mary disse.

"O próprio."- Ela riu.

"Eu sabia!"- Mary e Eve riram enquanto Felicity revirou os olhos.

[...]

Após a primeira refeição do dia, Mary se reuniu com as garotas em seu quarto —desta vez Giulia se fazia presente. A italiana estava encantada com a coleção de vestidos e sapatos da inglesa, alguns muito diferente dos que ela via pela Itália. E claro que Felicity e Eve faziam questão de mostrar cada peça de roupa para a visitante, enquanto Mary tentava se lembrar em que ocasião as tinha usado.

"Onde está aquele seu salto de ontem? Achei ele maravilhoso."- Giulia questionou.

"O salto? Eu tinha trazido ele para cá..."- Mary pôs as mas na cintura e olhou ao redor, tentando achar aquele pequeno par de sapatos no meio da bagunça que esse fizeram.

"Acho que não. Você não estava com os saltos quando entrou no quarto."- Felicity disse. 

"Deve ter ficado no quarto do Shawn... Vou lá buscar."

"Você dormiu no quarto dele?"- Giulia perguntou.

"Sim, somos casados."- Mary deu de ombros e saiu do quarto.

A morena estava prestes a abrir a porta do quarto de Shawn quando ouviu ele falar com alguém.

"Já disse que sim, nós transamos."- Shawn parecia um pouco alterado. Mary se aproximou um pouco mais da porta ao entender o tema do assunto discutido.- "Não era isso o que você queria? Pronto, tá feito!"- A garota não conseguia distinguir se Shawn estava estressado com a situação ou se realmente estava tratando a noite dos dois como irrelevante.- "Agora é só esperar pra ver se ela está grávida."- Ele disse por fim.

Então era isso, mais uma vez ela tinha se deixado levar pela emoção do momento. Shawn nunca poderia querer ela de verdade, tudo havia sido um fingimento. As juras de amor, os elogios de manhã, o "eu te amo", tudo não passou de uma mentira. Mary não conseguiu prestar atenção no resto da conversa, seus olhos já estavam repletos de lágrimas. Ela sentia raiva, porém a tristeza era maior do que qualquer outro sentimento.

A morena ouviu alguns passos na direção da porta e saiu rapidamente dali, se escondendo atrás de uma parede.

"Fico feliz que tenha feito a coisa certa."- Theodor disse por fim e se afastou.

Shawn passou as mãos pelos cabelos e esfregou o rosto antes de entrar novamente no quarto.

Assim que Mary percebeu que estava sozinha novamente no corredor, ela correu em direção ao seu quarto.

"Achou o... Mary, o que aconteceu?"- Felicity exclamou ao ver a amiga em lágrimas.

Mary caminhou até a ruiva e a abraçou forte. Felicity fez um gesto para que as outras duas garotas saíssem do quarto e elas assentiram, saindo em seguida.

"O que houve? Você estava tão feliz..."- Felicity secou algumas das lágrimas na bochecha da garota.

"O Shawn... Eu ouvi ele conversando com o pai dele sobre a nossa noite juntos..."- Ela soluçou.

"E qual o problema?"

"Ele deu a entender que não foi nada demais pra ele... Que ele só fez o que o pai queria..."

"O que exatamente ele disse?"

"Ele disse que nós transamos e afirmou que era isso o que Theodor queria... E terminou dizendo que é só esperar pra ver se eu estou grávida..."

"Desculpa mas não parece do feitio de Shawn falar essas coisas..."

"Eu sei... Mas eu ouvi cada palavra..."- Mary se derramou em lágrimas novamente.

"Calma... Pode ter sido um mal entendido, você sabe como Theodor pressiona ele..."

"Não sei..."

"Fica calma... Conversa com ele, tenta entender o que ele quis dizer com aquilo..."- Felicity tentou acalmar a amiga, afagando seus cabelos.

"Ok."

"Agora você vai lavar o rosto e vou refazer sua maquiagem."- Mary sorriu fraco e assentiu.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Beijão e até o próximo 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...