1. Spirit Fanfics >
  2. I am imortal >
  3. Revivendo o passado (arco 2, red moon)

História I am imortal - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Cap concluído
Como é um novo arco não vou colocar cap anterior no começou.

Capítulo 23 - Revivendo o passado (arco 2, red moon)


Fanfic / Fanfiction I am imortal - Capítulo 23 - Revivendo o passado (arco 2, red moon)

Athenas, capital do Olimpo.

Em uma taberna, cheia de gente de várias raças conhecidas, vampiros, laicans, ogros, entre outras, duas figuras encapuzados observavam o movimento sentados em uma mesa mais ao fundo do estabelecimento.

-tem certeza que e seguro aqui? (Sussurrou uma voz feminina de forma bastante discreta)

-relaxe, eu sempre vinha aqui pra beber e me divertir, aqui aceitam todo tipo de pessoas...(falou uma voz masculina, também de forma discreta)

Ambos estavam buscando informações sobre a localização atual de uma certa Deusa.

-oque vão querer? (Perguntou a garçonete)

-traga dois copos de seu melhor vinho...(falou o encapuzado colocando uma moeda de ouro sobre a mesa)

Prontamente a garçonete pegou a moeda e retornou depois de algum tempo com duas canecas de madeira cheias do vinho em uma bandeja na mão direita, na mão esquerda tinha a garrafa enrolhada que colocou na mesa.

-eu não sou de beber muito...

-apenas relaxe...

-na nossa situação da pra relaxar realmente? Temos que resolver logo isso, você é muito descuidado e pode estragar tudo.

-fique tranquila, siga o plano...

-você que manda...(falou a garota que não era combatente em sua forma atual)

-provavelmente já devem ter nos notado, depois de acabarmos vamos sair e somente observe pra ver que estou certo, a ganância humana pode levar a morte (falou o encapuzado rindo)

-você realmente sabe ser prudente né? (Falou a encapuzada rindo junto a ele)

Depois de beberem, ambos se retiraram do local, após andar um pouco em uma viela, foram cercados por um grupo de homens de raças variadas que faziam parte do mesmo grupo de bandidos.

-boa noite cavaleiro...por favor...nos dê todo seu ouro e deixe a garota aqui e deixaremos você ir...(falou um cara que parecia ser o líder)

-hum...então era isso? Que lamentável...(falou o homem encapuzado dando de ombros desdenhosamente)

-quer morrer...? Nós somos protegidos pela deusa, ninguém nos desobedece...agora passe o ouro e deixe a garota ou...(falou o bandido apontando uma espada para o homem de capuz)

-ou oque...? Morrerei? Sabe...eu já ouvi muito isso...(falou o homem de capuz de forma debochada)

-tudo bem...se é realmente um valente guerreiro, vai morrer em nossas mãos...você está sozinho...ninguém virá te ajudar...mesmo que grite (falou o homem gargalhando)

-Oh...isso e ótimo! Obrigado mesmo, pensei que ia ter de dar explicações sobre suas mortes e limpar seus restos mortais pra disfarçar...mais vejo que isso me poupa tempo...(o ar ficou estranhamente frio)

-seu merda...não vê que está cercado? (Falou o bandido apontando seus companheiros que riram da cara do probre e azarado desconhecido)

-será que sou eu o cercado? (Quando ele falou isso, centenas de olhos amarelos brilharam nas sombras em volta do grupo)

-quem é você...? é você que está fazendo isso...? Ataquem! (Falou o homem erguendo a espada e apontando para o encapuzado)

Porém, ele viu saírem das sombras onde estavam aqueles olhos, um número muito Grande de lobos negros que desprendiam uma névoa negra de seus corpos, os animais estavam por toda parte, acima dos telhados e pelo chão.

As criaturas rapidamente mataram os homens de Forma brutal, restando apenas o líder.

-agora me diga tudo que quero saber...(falou o encapuzado rindo e se abaixando proximo ao ouvindo do homem capturado que estava deitado no chão com um lobo sentado em cima dele )

-eu sou protegido de Afrodite...

-resposta errada...(falou o emcapuzado perfurando a cabeça do homem enquanto ria de forma sádica)

-você matou nossa única pista sobre a deusa, que irresponsável Corvo negro...

-alice...põe na cabeça que eu vou matar a vadia do meu jeito e daí voltamos pra casa...

-eu não sei de nada, você mesmo que está arriscando seu presente...

-vamos embora...acabei de tirar a informação que queria...já sei onde ela vai estar na próxima vez...(falou corvo terminando de absorver as informações do cérebro do cadáver com a técnica de absorção das sombras)

-Pois bem, vamos sair daqui...

No entanto, Alice entra em guarda tirando uma faca da cintura, já corvo permanece calmo.

Um brilho aparece de repente, quando se apaga, os dois vêem o deus mensageiro Hermes os observando.

-Olá caros deuses...devo me apresentar, eu sou Hermes, mensageiro do deuses, vim aqui a mando do supremo Zeus para lhes convidar para um banquete no Monte Olimpo, morada dos 12 grandes deuses, senhor Zeus requisita suas magestosas presenças para conhecê-los. (Fala o mensageiro com uma leve curvatura de cabeça)

-"deve ter sido a liberação de agora a pouco"...(sussurrou Alice)

-"acredito que sim"...(respondeu corvo no mesmo tom)

-senhor mensageiro, estamos dispostos a ir, no entanto, tem uma deusa que me agradaria conhecer pessoalmente em específico...(falou corvo bolando um plano)

-venham, acredito que o grande Zeus não vai lhe negar tão simples pedido...(falou Hermes voando em direção ao Olimpo como um raio de luz)

-não tem jeito, vamos lá Alice...

-porque propôs aquilo, você sabe que eles não podem saber que você é você né? 

-eu tenho plano que vai ajudar a matar Afrodite mais facilmente.(falou corvo virando um raio negro e sendo seguido por Alice)

Ambos chegaram no grandioso monte olimpo, deuses menores descendentes de áres, o deus da guerra, guardavam o portão, quando viram corvo e Alice chegarem abriram passagem, corvo levantou o capuz até deixar a máscara de lobo visível, Alice mudou de aparecia para sua de adulta com 25 anos, sem dúvida era extremamente linda, no entanto havia os chifres em sua cabeça destoavam de sua bela aparência.

Corvo mudou de manto para o negro instantâneamente, pois o que estava antes era um bem comum, seu manto negro era feito basicamente com sombras bem concentradas do seu poder, nem mesmo um dos grandes poderia sonda-lo com este manto.

Ambos entraram no grande salão, lá estavam os 12 grandes deuses sentados em seu lugares formando uma meia lua, todos estava em suas formas divinas de 8 metros de altura, corvo então entrou em seu modo de sombras e cresceu até os 8 metros demonstrando uma "forma divina" enquanto exercia sua pressão, Alice apenas cresceu em tamanho até os 8 metros e duas asas enormes apareceram em suas costas.

Sentindo a pressão, os deuses se mexeram inquietos, até mesmo Zeus se sentiu desconfortável de forma quase imperceptível, corvo negro voltou ao normal e Alice também, todos os deuses sairam das formas divinas e ficaram de tamanhos bem comuns, suas roupas era aquelas dos gregos antigos (tipo aquele pano que eles usavam).

-jovem deus visitante, fiquei muito curioso com a visita de um ser de outro reino divino, seu poder parece ser bem misterioso, então resolvi convidá-lo para um banquete aqui em minha residência.(disse Zeus educadamente)

-claro Zeus, deus supremo do grande olimpo, agradeço por ter nos convidado, porém não vim somente pelo seu convite...(falou corvo deixando os deuses curiosos)

-haveria alguma outra razão jovem deus? (Perguntou Zeus)

-na verdade, há sim uma outra razão...

-e qual seria?

-queria conhecer a linda deusa Afrodite...(falou corvo negro deixando os deuses surpresos, esse deus tinha a mesma pressão do lorde Zeus e parecia estar interessado em Afrodite, a mesma ficou vermelha de vergonha)

-minha filha o agrada jovem deus?

-sim, um verdadeiro colírio para meus olhos, sendo assim, quero fazer uma proposta lorde Zeus...

-diga jovem deus, apesar de já saber provavelmente do que se trata e achar que será aceito...(falou Zeus rindo e piscando para sua filha)

-pois bem, quero pedir a mão de sua filha em casamento, muito me agrada a deusa do amor e minha atual companheira também pensa o mesmo não é? (Falou corvo olhando para Alice que apenas acenou com a cabeça)

-entendo, acredito que minha filha gostou de sua proposta, no entanto queria sabe o nome de tal jovem deus se possível...

-corvo negro...

-hum, acho que combina com seus trajes, e a máscara? Pode tira-la? (Perguntou Zeus curiosos com a máscara de lobo)

-lamento mais isso não é possível no momento devido a uma maldição imposta a mim...(mentiu corvo)

-Entendo, tudo bem, desde que faça minha filha feliz não importa a aparência, és poderoso e acredito que seja amor verdadeiro, então aprovo este compromisso...todos atenção! Minha filha, a deusa de amor e paixão, Afrodite, está noiva do Deus corvo negro, eu, Zeus, governante supremo nos céus, aprovo este compromisso.

Todos os deuses aplaudiram, Afrodite continuou sentada e envergonhada, Zeus notou isso e falou.

-minha filha, não vai falar com seu noivo? Acredito que devam se conhecer melhor agora...

-irei grande pai...(falou a deusa tomando coragem e se levantando)

-reuniao encerrada, estão todos dispensados...(falou Zeus sumindo em um raio de eletricidade, os outros deuses fizeram o mesmo e apenas Afrodite permaneceu no local)

-"eu acho uma péssima ideia corvo..."(sussurrou Alice vendo Afrodite se aproximar lentamente e acanhada)

-"eu sei oque estou fazendo"...(respondeu corvo no mesmo tom)

-Olá senhor corvo negro, eu sou Afrodite, me sinto honrada por ter sido escolhida por um deus tão forte...

-não se preocupe minha querida deusa do amor, terás grandes surpresas em breve...(falou corvo deixando uma interrogação no ar)

-deixe eu te mostrar seu aposento, acredito que o pai não vai se opor a que durma aqui...

-tudo bem, mostre o caminho...

Durante o caminho ela falou um pouco sobre os deuses em geral, sobre algumas curiosidade do Olimpo e sobre o novo elixir que havia criado, nesta parte corvo quase perdeu as estribeiras e atacou Afrodite, Alice tocou seu ombro e ele se acalmou, passaram por alguns corredores e chegaram ao corredor onde ficava o quarto.

Ela levou os dois até um grande quarto de casal, após adentrarem, a deusa se despediu timidamente e fechou a porta.

Após usar sua escuridão para disfarçar o ambiente do quarto e bloquear sinais e sons, corvo retirou o manto revelando sua aparência verdadeira, se Afrodite visse isso iria ficar estarrecida pois o mesmo homem estava trancado no tártaro havia vário anos sendo torturado por ela todos os dias.

-ufa, e muito difícil atuar assim, ter que chamar ela de bela deusa é muito difícil tendo já visto sua verdadeira face, um ser tão repugnante, tive que me conter muito para não matar ela ali mesmo...

-você sabe que está arriscando seu futuro né? Você deve matar a deusa sem que ninguém saiba e tem que ser antes dela entregar o medalhão a Adão, se não me engano, você se liberta daqui a alguns dias não é?

-Sim, daqui uns dias blackout entra em contato comigo pela primeira vez, Afrodite foge de mim e eu crio a "grande escuridão" que quase aniquilou a humanidade...(falou corvo negro nostálgico)

-temos que nos apressar...

-eu sei...

_______________time skip_______________

Tarde da noite, corvo e Alice dormiam nus abraçados, a porta estava com um selo das sombras, o selo foi quebrado e a máscara de corvo reapareceu em seu rosto, seus cabelos ficaram pretos e Alice se afastou um pouco, eles desconfiavam que algum curioso poderia tentar entrar no quarto durante a noite para descobrir a possível aparência de corvo negro, por isso os selos, porém corvo permaneceu pelado e igualmente Alice.

A jovem deusa adentrou o quarto e fechou a porta, se aproximou da cama e ficou um tempo observando o casal, sentiu um pouco de inveja pois Alice era mais bonita que ela, porém o corvo negro a havia escolhido, então a considerava muito bela também, isso a deixou acesa, ela admirou o homem deitado ali, seus olhos se fixaram no membro endurecido a sua frente e ela se aproximou da lateral da cama, chegando mais perto, observou o rosto de corvo, a máscara fechava todo o rosto e era horripilante a face de lobo esculpida nela.

-"ele realmente não pode tirar isso?"(sussurrou a deusa retirando suas roupas de dormir e ficando nua)

Ela então subiu na cama e sentou no abdômen de corvo, sentiu o membro tocar sua bunda e se sentiu mais excitada, sua entrada estava muito molhada por antecipação e esta seria sua primeira vez, o homem que desejou agora era um lixo que só servia para ser um reservatório de sangue, então agora iria amar este homem com o qual iria se casar.

Alice ficou apreensiva, se corvo acordasse agora iria matar a jovem deusa por tocar seu corpo enquanto ele dormia, a garota-dragao sabia o tanto de ódio que corvo sentia pela deusa, então usou seus poderes suavemente criando uma barreira de tempo na cabeça de corvo, assim ele não perceberia oque estava acontecendo com seu próprio corpo e não acordaria, ela respirou aliviada.


Notas Finais


E agora gente, começou assim.
O prox cap será hot logo no começo kkkkk
Como corvo vai lidar com isso quando souber oque aconteceu?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...