1. Spirit Fanfics >
  2. I am YOU (Lee Felix) >
  3. Mia

História I am YOU (Lee Felix) - Capítulo 12


Escrita por: GBT

Notas do Autor


Olá, boa noite, pessoal.
Eu literalmente acabei de escrever esse capítulo, então...
Boa leitura <3

Capítulo 12 - Mia


Fanfic / Fanfiction I am YOU (Lee Felix) - Capítulo 12 - Mia

“Você me contou

Todos os detalhes, mas agora está estranho, nos afastamos

Eu não sei, o que está errado? Isso é o que eu quero perguntar a você,

Eu acho que algo mudou um pouco

Não é ruim, mas é estranho quando vejo você”

 

Há rumores, é claro.

Depois do programa ao vivo, sem cortes, sem a chance de uma interrupção abrupta, ficou claro para todos que estavam vendo, e mesmo para quem ficou sabendo pelas revistas no dia seguinte, que Lee Felix é bastante amigo de uma das integrantes do novo grupo da empresa. Eu vi a situação se tornar um caos fora do controle bem diante dos meus olhos, qualquer um na empresa, principalmente as trainees que me odeiam por ter tomado seu lugar, sabem que a pessoa em questão sou eu.

É só uma questão de tempo.

Na verdade, eu não sei como certas informações ainda não foram vazadas, existem pessoas interessadas nesse tipo de polêmica em cada canto, em todo lugar, onde menos se espera. Aqui não é diferente. Com toda a certeza existem pessoas infiltradas apenas esperando a oportunidade perfeita para o furo de imprensa que irá parar a indústria musical. Felix e eu não tomamos os cuidados necessários, e mesmo que eu tenha certeza de que ninguém presenciou o nosso beijo...

O nosso beijo.

Meu corpo se arrepia apenas com a força das lembranças.

Balanço minha cabeça de um lado para o outro e afasto todos os pensamentos recorrentes.

Não fizemos questão de esconder o quão próximos estávamos nos tornando, fomos vistos lado a lado mais de uma vez, e eu sei que para os coreanos o tipo de proximidade que ele e eu temos não é exatamente comum. Não somos coreanos, afinal.

Não nascemos aqui.

Respiro profundamente e deixo minha cabeça pender para trás, exausta.

Os últimos dias têm sido esgotantes, uma rotina constante de gravação, ensaio, academia, atuação, ensaios fotográficos e mais gravações. É como um loop infinito, depois de dormir poucas horas, mal abrimos os olhos e começamos tudo de novo.

— Acho que deveria ter avisado sobre os sacrifícios para se tornar famosa nesse meio... — eu giro meu corpo tão rapidamente sobre os calcanhares, que quase caio no meio do movimento.

Não ouvi a porta sendo aberta.

Não cogitei a possibilidade de ele aparecer aqui.

Não imaginei que ele viria atrás de mim depois de tanto tempo.

Depois que eu fugi dele.

Mas ele está aqui agora, bem diante dos meus olhos e meu coração está batendo tão rápido que consigo ouvir as batidas desesperadas dentro do meu peito. Acho que até mesmo ele consegue ouvir, parado na frente da porta, com as costas apoiadas na mesma, como se estivesse garantindo que mais ninguém consiga entrar aqui. Eu me sinto balançada por ele mais uma vez, pela imensidão dos sentimentos que estão crescendo mais e mais dentro de mim, mesmo quando quero me manter afastada para abafar e afogar todas essas emoções.

— Você parece surpresa, Jessie. Imaginei que aparecer assim poderia assusta-la, você pediu para que eu não fizesse mais isso e eu estou disposto. Mas parece que só consigo falar com você dessa forma, inesperadamente.

Puxo o ar com força para dentro dos meus pulmões e conto até dez, tentando desesperadamente regular minha respiração, meus batimentos cardíacos. Minha felicidade por estar vendo-o pessoalmente depois de tanto tempo.

Contenha-se.

— Não acho que esse seja o momento mais propício para isso, Yongbok.

— Felix! — ele diz seriamente e eu apenas engulo em seco, sem saber realmente o que esperar de agora em diante, ele parece abatido, como se não estivesse dormindo ou se alimentando adequadamente nos últimos dias — Não nos vemos faz um tempo, desde a última vez. Eu ainda me lembro perfeitamente das suas palavras, me dizendo que estava confusa com relação a nós dois. Acho que eu não fui claro o suficiente naquela ocasião, então estou aqui para concertar isso. Levei tempo demais porque achei que você precisasse de um tempo e talvez precise de mais algum, mas eu não estou conseguindo esperar mais.

Por um momento eu fico congelada no meu lugar, na mesma posição, incapaz de mover um único músculo, com as palavras presas dentro da minha garganta conforte tento assimilar tudo o que ele está me dizendo. Ele não é rude, nem parece bravo, embora esteja tão sério quanto nunca o vi antes, mas eu não o conheço tanto para saber o quão normal é esse seu lado. Como eu pude me apaixonar por alguém que mal conheço? Dou um passo para trás e levanto a cabeça, decidida a colocar um ponto final em tudo isso. Só será prejudicial para ele.

— Felix! — eu digo seu nome exatamente como ele pediu que eu fizesse — Não acho que precisamos ter essa conversa, não acho que precisamos nos explicar sobre nada, se eu ter dito que gosto de você fez você pensar que precisa devolver da mesma forma, não precisa. Na verdade, será melhor assim. Nós dois sabemos que esse tipo de relacionamento não é permitido. Eu não quero causar problema para você.

Ele abaixa a cabeça levemente, os cabelos louros caindo na frente do seu rosto, mas isso não me impede de ver a sombra de um sorriso em seus lábios.

Eu sou tão patética assim?

— Você não deveria me interromper para dizer algo assim, Jessie, não sem antes ouvir o que tenho para dizer — ele levanta a cabeça e seus olhos são tão profundos e intensos nos meus que minhas pernas ficam fracas.

— O que...

— Você está preocupada com minha carreira, eu entendo. Mas acredite, é mais difícil para você que está começando do que para mim. Eu deveria ter a mesma consideração por você, mas não consigo ignorar o que sinto, também não quero tentar. A indústria é cruel nesse quesito, não temos muitas escolhas nem opções de escape, não conheço muitas pessoas que tentaram, a grande maioria sai de cena antes que tenha a chance de tentar. Sei que assinou o contrato, o que eu assinei alguns anos atrás não é muito diferente, eu deveria dizer para você ficar longe porque isso será o melhor para você se quiser ter uma chance de debutar.

O rumo que suas palavras estão tomando estão começando a me deixar levemente preocupada, meu coração está acelerando ainda mais, estou tremendo sob o ar-condicionado parado em uma temperatura alta demais para considerar frio. Há uma pausa perturbadora em sua fala, consigo ver o brilho insistente em seus olhos e conforme ele avança um paço após o outro até mim, consigo focar nas pequenas sardinhas em seu rosto.

Ele para apenas quando está perto o suficiente, a ponta do meu tênis quase tocando a ponta do seu, sua cabeça alguns centímetros mais alta do que a minha e sua respiração balançando alguns fios do meu cabelo que escapam da amarração mal feita.

— Eu sou egoísta o suficiente para dizer que estou disposto a correr riscos, egoísta por estar colocando sua carreira em risco. Egoísta por assumir que gosto de você mais do que deveria, e que só consigo pensar em você, no seu rosto, na sua voz e na sua boca cada minuto do meu dia.


Notas Finais


* Loop Infinito: é o mesmo que uma “repetição infinita”. Na área de informática e programação de softwares, por exemplo, pode representar um erro na execução de determinado programa, quando este passa a seguir repetidamente a mesma sequência de instruções.

HAHAHAHAHAHAHAHA
O que acharam do que acabou de acontecer aqui?
Felix mandou ver! É isso aí, é disso que a gente gosta, viu!
Pode continuar.

Espero que estejam gostando, beijos e até o próximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...