1. Spirit Fanfics >
  2. I Believe In a Thing Called Love >
  3. Capítulo 49

História I Believe In a Thing Called Love - Capítulo 49


Escrita por:


Capítulo 49 - Capítulo 49


Finalmente o dia do show, agora minha correria diminui já que está tudo certo aqui. Já era tarde, daqui a pouco eles estariam no palco e eu contando as horas para chegar na minha casa.

Apesar de que amanhã não será diferente, tenho curso logo cedo e depois um dia de coisas para resolver.

Eu achava que o show estava pra começar e eu já estava indo para o palco uma vez que tudo no camarim estava certo, mas antes que eu pensasse em me aproximar da porta Anthony entrou. Droga, o que ele faz aqui?!

Olhei no relógio para ver se eu estava perdida nos horários, mas não.

- Tá na hora, eu sei – falou como se entendesse minha confusão – Já to indo pra lá.

- Eu nem disse nada – justifiquei

- Mas pensou – ele sorriu enquanto bebia água. – Se importa se eu for para sua casa hoje? A Heather tá com o Everly – resmungou.

- Me importo sim.

- Tá ok – ignorou minha resposta – Só tenho que passar antes num lugar e depois vou pra lá.

- Vai passar na amante antes?

Ele me olhou estudando meu tom e então percebeu que eu estava brincando, se aproximou.

- Se você pensa assim é porque se considera no mínimo minha namorada.

- Bem, eu não considero porque não lembro de ter tido um pedido oficial.

Ele quase se engasgou quando eu disse isso.

- Se esse é o problema, namora comigo? – ele quase cuspiu as palavras com desespero e eu comecei a rir pelo seu jeito.

- Não.

Comecei a rir mais ainda da cara dele depois da minha resposta.

- Você é frustrante, menina! Deixa eu ir por palco que eu ganho mais.

- Tá na hora mesmo.

Ele até ameaçou voltar até onde eu estava, mas pensou certo e continuou seu caminho.

Me sentei no sofá depois que ele saiu e fiquei esperando o show começar para eu sair daqui. Pelo menos com essa história toda eu consigo dar umas risadas.

Acompanhei o resto do show e fiquei até um tempo depois. Eu precisava falar com o Anthony antes de sair, mas eu tinha que acha-lo num canto sozinho.

Entrei no camarim dele, mas Flea estava lá. Opa.

- Oi Flea – disse normalmente

- Oi – ele respondeu simpático – Ah, ainda bem que está aqui Esther, pode entregar esses papeis a Marta? Ela havia me pedido e eu esqueci, agora ela já foi.

- Claro, amanhã eu vou ver ela mesmo.

No que ele se abaixou para pegar na mochila que estava no chão eu sinalizei rapidamente para o Anthony que precisava falar com ele.

“Comigo?” ele sinalizou de volta eu rolei os olhos, com quem mais seria?!

Flea me entregou os papeis e foi me explicando enquanto Anthony se levantava e saia justificando com um ‘espere ai que já volto’ para o Flea.

Menos de três minutos depois eu já estava saindo também, encontrei o Anthony do lado de fora me esperando no corredor.

- Então, ao que devo a honra?

- Já que eu sei que você não vai mudar de ideia, fique com a chave. Caso você chegue tarde e eu esteja dormindo, já que amanha tenho curso.

- Acho que eu não vou demorar tanto, mas tudo bem. – ele pegou as chaves.

- E depois você devolve viu, vai achando que vai chegar a hora que quer.

- Já foi o tempo que você gostava de me deixar trancado pra fora. – ele me deixou um selinho de surpresa.

- Não fique me dando ideias, Anthony. Agora me deixa em paz que vou pra minha casa.

Ele colocou as chaves no bolso e entrou, eu finalmente pude ir para casa. Comi algo rapidamente que comprei no caminho e depois fiquei um bom tenho na banheira, nada que um banho depois de um longo dia.

Fui para meu quarto e liguei a TV foi o tempo exato de ouvir a porta da sala bater avisando que ele tinha chegado.

Subiu as escadas já certo que eu estava aqui e entrou no quarto.

- Viu que eu nem demorei.

Entrou e deixou algumas coisas no criado mudo.

- O que é? – perguntei

- Ah, só algumas letras que deixei no Flea. Já que amanhã você tem curso pensei em escrever aqui.

- É, amanhã eu vou ficar o dia fora alias. E você quiser ficar ai escrevendo.

- Você não liga?

- Eu não, não vou estar aqui mesmo – dei de ombros e ele fez uma cara feia.

- E será que eu posso perguntar onde você vai? – perguntou enquanto se sentava ao meu lado.

- Alguém tem que fazer o trabalho pesado, Anthony. Tenho bastante coisa para resolver.

- Então eu não tenho outra saída mesmo?

- Não. Se conforme em ficar sem o Everly e sem minhas patadas. Ah e tenta não botar minha casa de ponta cabeça, se eu chegar cansada e você tiver com aquele monte de folhas que você espalha quando escreve eu faço você engolir todas elas. Pensado bem você iria comer de gosto...

- Pode deixar, se eu bagunçar eu limpo.

- Ótimo.

- Você vai comer algo, tomar banho?

- Só um banho, já venho aqui com você.

- Beleza, vou tentar dormir antes disso então.

Ele me acertou com o travesseiro.

- Acho que vou cantar lá do chuveiro bem alto pra você não dormir.

- Do jeito que eu to acostumada não vai fazer nem diferença.

Por fim ele foi tomar banho e eu deixei a TV ligada e a luz desligada para tentar dormir mais rápido, eu não estava com coragem de estudar amanha, mas se eu começar a faltar por preguiça vou acabar desistindo de tudo.

Ele parece ter ido bem rápido no banho de propósito e logo estava de volta no quarto, eu fechei os olhos rapidamente e fingi que já estava dormindo.

Ouvi os passos dele pelo quarto, ele desligou a TV e veio até a cama e se deitou. Eu estava de costas, ele afastou o cabelo do meu rosto e deixou um beijo na minha testa, por fim se deitou e passou o braço por mim. Saudades de ter a cama só pra mim...

- Eu sei que você está fingindo – ele cochichou no meu ouvido

Eu ignorei e fiquei ainda como se estivesse dormindo. Ele começou a tentar me fazer cócegas e eu me segurei até onde consegui, até que não aguentei e comecei a rir e empurrar ele para qe parasse.

- O que você quer Anthony?! – me virei e olhei pra ele.

Ele sorria satisfeito então se aproximou e me beijou, não um selinho de boa noite, ele realmente me beijou como se fosse morrer amanhã. Então parou me deixando confusa e me olhou.

- Boa noite. – apagou o abajur e voltou a me abraçar. Sinceramente eu perdi até o sono.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...