1. Spirit Fanfics >
  2. I believe in you - imagine LOUD >
  3. Rescue mission

História I believe in you - imagine LOUD - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Talvez tenha coisas nada a ver com nada, você só vai saber se ler.

Críticas construtivas são bem vindas.




Boa leitura, coisas lindas❤️

Capítulo 11 - Rescue mission


 Pov's Bradoock 


Tava no meu quarto quando vejo uma mensagem no meu celular, no primeiro instante exitei em responder, mas quem teria o meu número? Nem todo mundo da LOUD tem. 


Mensagem ON


Xxx: Olá Bradoock, creio que queira ver sua mãe uma última vez não é mesmo? Vá na cafeteria a duas quadras da Mansão, peça um café e saia. -Tinha quase certeza de que era o Will, mas ele não usaria a minha mãe pra chantagens, ou eu só queria acreditava que não. 


Bradoock: Tudo bem, só não machuca ela. 


Xxx: Venha sozinho, vou adorar meter uma bala na testa da sua mãe se você vier acompanhado.


Bradoock: Tá porra, tô indo aí.


Mensagem OFF


Vesti um moletom, tava meio preucupado podia ser uma armadilha mas era minha mãe faziam seis anos que eu não tinha visto ela, desci as escadas apressado peguei a chave da moto quando cheguei no hall de entrada escutei passos, droga! 


Coringa: Vai a algum lugar? Você disse pro Gs? -Fala cruzando os braços. 


Bradoock: Deixa de ser chato Victor eu volto logo vou só tomar um café, volto antes do almoço. -Não tinha certeza disso já eram 10h. 


Coringa: Tá, só cuidado cê sabe que é perigoso e quem toma café as 10h?. -Eu assinto e dou um sorriso. 


Bradoock: Samuel Borges, logo logo tô aí relaxa. -Cheguei a certeza de que eu minto muito mal, saio de casa. 


Chegando na cafeteria, peço o café e saio pra fora, vejo uma Van preta se aproximando e o cara de dentro aponta uma arma pra mim e me manda entrar, ele acerta a arma na minha cabeça e eu apago.


***

Acordo sentado em uma cadeira no que parecia ser um galpão apenas de cueca, consegui ver um armário e uma geladeira, tava com as mãos amarradas, depois de alguns minutos o portão atrás de mim se abriu e um cara se sentou a cadeira na minha frente. 


Xxx: Acordou cinderela? Tá pronto pra brincar? -Fala pegando uma maleta no armário. 


Bradoock: É, acho que sim. -É Bradoock você  caiu numa armadilha, e agora é o hora de por a ironia e os treinamentos em prática. 


Ele tira uma faca da maleta e começa a passar pela minha coxa fazendo um corte um puco fundo. 


Xxx: Bom, prazer meu nome é Pedro, e vamos logo ao ponto onde a LOUD deixa todo o dinheiro? -Eu ri, e ele amarra um pano na minha perna. 


Bradoock: Se eu disser que eu tenho amnésia você acredita? Ué se eu vou morrer, tá amarrando isso aí por quê? A mocinha desmaia vendo sangue? -Ele ri e eu também, acho que passar um tempo com a Lara foi bom, pra aumentar meu sarcasmo. 


Pedro: A gente ainda vai se divertir muito, agora eu vou mandar um recadinho para os seus amiguinhos, e depois você vai me dizer onde estão os milhões. -Ele sai da sala, e eu começo a sentir um frio percorrer minha espinha se eu sair daqui vivo o Gs me mata. 


***

Pov's Gs 


Estávamos na sala assistindo um filme a Lara estava junto, as meninas estavam preparando o Almoço quando a campanhia toca.


Coringa: Vou lá. -Quando ele abre a porta, olha pra baixo e pega um papel e vem até nós. -Acho melhor vocês verem isso aqui. 


Gs: Me dá aqui. -Eu pego o papel e nele estava escrito. 


"Acho que já perceberam que está faltando um integrante na equipe, bem ele está aqui comigo não se preocupem nós estamos nos divertindo bastante juntos e claro vou me apresentar dessa vez, prazer Pedro Montero venha buscar o seu amiguinho Gilson, 8.4. "


Gs: Droga! -Falo com as mãos no cabelo. -Cadê o Bradoock? -Todo mundo fica em silêncio me olhando eu achei que estava no quarto. -CADÊ O BRADOOCK PORRA? -Grito e as meninas vêem até a sala.


Coringa: Ele saiu disse que ia tomar um café. 


PH: Droga, a essa hora ele já deve estar sendo torturado. 


Crusher: Vocês conhecem ele? 


PH: Inimigo de longa data, nós achávamos que ele estava morto e foi o Gs que quase matou ele.


Lara: É bom começar a pensar na missão de resgate.


Sento no sofá, e começo a olhar o bilhete os números "8.4" , havia um beco com esses números pichados, era isso que ele queria um jogo e eu conheço alguém ama esse tipo de coisa. 


Gs: Conheço um beco que tem esses números pichados, onde tá o Thurzin? Preciso de um plano. 


Gabz: Vou chamar. -Diz subindo. 


S/n: Pode ser uma armadilha. 


Bak: Acho que não, deve ter alguma coisa lá que ele quer que nós vejamos, talvez uma nova pista ele quer um jogo.


Lara: Então vamos jogar. 


***

A Gabz vem descendo com o Thurzin atrás, odeio ter que por ele nessas situações, ter que pedir ajuda.


Crusher: Foi chamar ele onde? Na casa da puta que pariu?


Gabz: Olha só você para, tudo bem que ele é um membro da equipe de vocês mas não precisa ficar dando chilique porra, nós somos criminosos e não colegiais. -Fala apontando o dedo na cara do Crusher. 


Lara: Tá Gabz ele já entendeu. 


Thurzin: Então galera a Gabz demorou por quê tava me explicando tudo, já pensei mais ou menos em um plano o Gs e o PH vão lá no tal beco, e qualquer coisa que tenha escrito tirem foto, o Bak, o Crusher e o Coringa melhor pegarem nossas melhores armas, ViniZx prepara o arsenal da Van e Gelli melhor você treinar vamos precisar de você a 800m de distância caso surja algum imprevisto, Miih e Babi pesquisem nos bancos de Dados por casas ou hotéis em que James Collins esteve nos últimos três meses, o nome de fachada do pedro aqui em Londres, Voltan nós precisamos de rádios de longa distância e explosivos dos bons e S/n você pode pegar as máscaras e os macacões?. -Fala e todo mundo olha pra ele confuso, como é que ele sabe o nome de fachada do Pedro aqui? 


S/n: Sim, é claro. Como é que você sabe o nome de fachada dele? -O Thurzin sorri ladino. 


Thurzin: Também tenho meus contatos, querendo ou não faço parte disso tudo. -Com certeza ele é meu irmão. 


Lara: E eu? -Pergunta com uma cara de cachorrinho abandonado. 


Crusher: Você acabou de levar um tiro, é claro que você não vai fazer nada. 


Stefanie: A Lara tá sendo mais da LOUD do que dos Los Grandes. -Diz cruzando os braços. 


Lara: Nada a ver, eu sou só o Robin deles entendeu? -Disse fazendo todos nós rirmos.


Thurzin: Quanto antes melhor pessoal. -Diz sério.


Gabz: É Meu filho, mesmo. -Falou bagunçando o cabelo do Thurzin. 


Gs: Deus Livre, agora vamos lá. - Eu e o PH saímos da mansão entrando na BMW, dando partida logo em seguida. 


Chegando lá, olhamos as paredes atentamente tinha muitas frases, mas uma me chamou atenção era a maior e estava escrito de vermelho.


"Corajoso, vem aqui tô te esperando a horas"


 tava fresco o que significa ter sido feito a pouco tempo toquei no que parecia ser "Tinta" e vi que era sangue, tirei uma foto e mandei para o Thurzin, dessa vez não tinha nenhuma pista. 


***

Pov's S/n 


Peguei os macacões e as máscaras no sótão e fui até a sala, chegando deixo a caixa no sofá e me sento a Babi e a Miih estavam na sala de tecnologia e o restante na sala de estar. 


S/n: E então já fizemos progresso? -O Piuzinho nega com a cabeça, até que vemos a Miih descer as escadas correndo. 


Babi: Achamos a maldita casa, fica a 2km daqui. 


Mob: Isso é bom, vou ligar pro  Bruno. -Ele tira o celular do bolso e liga em seguida.


Pov's PH


Estava dirigindo, sinto o celular vibrar no bolso entrego para o Gs e ele atende colocando no viva voz. 

 

Ligação ON 


PH: Fala Mob, acharam alguma coisa aí? 


Mob: Sim, as meninas acharam a casa do idiota. 


PH: A gente já tá chegando aí, falou? 


Mob: Beleza. 


Ligação OFF


Chegamos na casa, e vimos que os meninos também acabaram de chegar com as armas o Gs e eu os ajudamos a carregar para dentro. 


Babi: A gente achou a casa e já estudamos a planta só falta vocês verem. -Fala se levantando. 


Coringa: Beleza as armas estão aqui. -Fala apontando para os caixotes no chão. 


Stefanie: A gente vai fazer uma guerra? 


ShariiN: Quase isso, mas relaxa a gente nunca perde uma. 


A Voltan entra na sala com duas maletas em mãos. 


Voltan: Tá aqui, os mais sofisticados, mas tem uma coisa custaram um milhão e meio. 


Mob: Vale a pena. 


Bak: achei que você e o Bradoock não estivessem se dando tão bem ultimamente. -O Mob o olha e ri. 


Mob: A gente ainda não se acertou mais ele é meu amigo, faz parte da equipe e eu quero agilizar as coisas, entendeu? 


Bak: Pode crer. -Fala fazendo sinal de continência. 


***

Estávamos nos preparando pra invadir a Mansão do Montero, a Miih, a Babi e a Gabz iam em um carro com o ShariiN, o Piuzinho, Coringa, Gs, Crusher, Mob e o Bak iriam entrar na mansão enquanto eu iria comandar os passos deles em um outro carro, o Gell cima de uma casa em frente a do Montero pronto para qualquer imprevistoi e o ViniZx estaria em um lugar próximo com o carro de extração, o plano era perfeito o Bradoock estaria no porão e nós teríamos que passar por uns 20 seguranças até chegar neles. 


***

Pov's Mob 


Entramos na jardim e vimos alguns seguranças armados, acho que uns seis, nos separamos para entrar, claro que pela porta da frente, achei o plano do Thurzin afrontoso, atirei em dois seguranças escutando o som abafado do silenciador e vi eles caindo os meninos fizeram o mesmo com o resto deles  chegando a sala tinham mais alguns seguranças demos um jeito neles, e enfim  precisávamos de ajuda aí que entra a parte dos rádios. 


Mob: PlayHard estamos aqui, qual a direção? 


PH: Esquerda, segunda porta no quarto vai ter uma passagem pela parede o que vai ser mais rápido pra chegar ao porão. 


Gabz: Deixem os C4 ai na sala um em cada parede, quero ver esse lugar explodir. 


Gs: Com prazer. 


Depois de deixarmos os explosivos, fomos ao quarto e chegamos ao porão e lá estava o filha da puta do Pedro e mais dois homens dele, socando o Bradoock, o Gs deu um tiro na perna dele, e nós matamos os seguranças e logo nós avançamos o Crusher e o Bak soltaram e pegaram o Bradoock, e foram em direção a saída eu esperei o Gs acabar logo com tudo isso. 


Gs: É Pedro, acho que chegou a hora de te matar mas dessa vez eu vou me certificar de que você esteja morto. 


Pedro: O psicológico do garoto nunca mais vai ser o mesmo. -O Gs ri.


Gs: Talvez, mas ele tem uma família e nós não costumamos desistir dos integrantes dela. -Ele diz e atira na cabeça dele. 


Mob: Vamos, os meninos já devem tá no carro. - Falo colocando C4 nas paredes dali. 


Gs: Bora. -Saimos correndo e aciono o C4, vendo a mansão explodir


 Chegamos a Van demos água ao Bradoock e um casaco ele estava tremendo. 


Coringa: Algum osso quebrado? -pergunta ao Bradoock. 


Bradoock: Provavelmente costelas, acredita que eu fui irônico todas as vezes que ele me perguntava do dinheiro? -Ele disse rindo. 


Piuzinho: Lara. -Todos nós rimos. 


Mob: Me Desculpa por aquele dia? -Pergunto com o coração doendo por ver ele naquele estado. 


Bradoock: Você me desculpa? -Pergunta me dando um abraço. 


Mob: É claro. -Falo dando um soco de leve no ombro dele. 


Bradoock: Aí! Achei que você tivesse me desculpado. -Todos nós rimos. 


Acho que mesmo estando felizes por ter o Bradoock de volta todos nós nos perguntávamos o porquê do Will ter nos traído, aquilo martelava na minha cabeça.









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...