História I can be a hero! - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens All For One, Dabi, Fumikage Tokoyami, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Kurogiri, Personagens Originais, Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Tenya Iida, Thirteen, Tomura Shigaraki, Toshinori Yagi (All Might), Yu Takeyama (Mount Lady)
Visualizações 18
Palavras 923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Capítulo 13



Eu nem havia chegado na sala direito e me encostei na mesa começando a cochilar. A noite passada foi cansativa, eu dancei até não aguentar mais (juro que não bebi).

Abri meus olhos devagar ao ouvir cochichos perto de mim, sendo surpreendida por duas pessoas me encarando. Kaya e Isao.

— Onde você estava ontem? Nós te ligamos milhares de vezes.

Kaya disse mostrando o próprio celular.

— Eu saí pra relaxar um pouco.

— Todos os dias que ficamos sem aula? 

Isao fez cara feia. Mas era verdade ué.

Me espreguicei enquanto os dois voltavam pra suas cadeiras, perto de mim obviamente. 

— Como ficou toda aquela história com seus irmãos e pais adotivos? 


Por um momento, a classe ficou silenciosa, como se estivessem prestando atenção na conversa. Logo disfarçaram e continuaram a conversar.

— Hyash decidiu que vai adotar todos os meus irmãos, mas vamos ter que mudar pra uma casa maior... Ele disse que se quiséssemos poderíamos comprar decorações novas para os novos quartos, então eu quero a ajuda de vocês dois... 


Sorri um pouco.

— Eu vou, decorar o quarto da Usui vai ser tão legal!

Sabe quando você olha pra uma pessoa e vê outra? Eu olhei pra Daichi e vi Mineta. Assustador.

Mas o Mineta é legal.

Só é tarado pra caralho.

— Vou também, aproveito e compro algumas coisas pra mim. 

Nós três ficamos quietos quando Iida começou a falar, pedindo para que todos se sentassem e ficassem quietos, o que foi engraçado já que o único em pé gritando era ele. Virei minha cabeça pro lado a procura de uma pessoa, o que me deixou preocupada assim que não a encontrei. 

— O que houve com a Fujishinomiya? 

Não comemorei quando acertei o nome dela. 

— Não sei, parece que ela ficou doente e não foi nem no dia da USJ. 

Kaya disse e eu parei pra pensar um pouco. Eu não a vi mesmo, céus, não acredito que não percebi. 

— Me pergunto o que ela tem... 

Assenti para Daichi finalmente olhando pra frente.

Minha cabeça de repente começou a doer, uma dor forte e estranha. Eu quase gritei mas a dor sumiu da mesma maneira que apareceu. 

"Espera, o que foi isso agora?" 

Tive que ignorar o evento um tanto assustador e prestar atenção no que Aizawa sensei estava explicando assim que entrou. 

O festival esportivo da U.A acontecerá em duas semanas, para a felicidade dos alunos. O evento anual que acontece entre as turmas e cursos de cada ano será exibido por todo o Japão. Grandes heróis estarão assistindo a procura de prodígios que sirvam como seus parceiros e que possam trabalhar em sua empresa no futuro. 

"Isso é bem legal..." 

Assim que o almoço chegou, saí da sala acompanhada por Kaya e Isao. Talvez eles sejam meus melhores amigos no momento. 

— Acho que nunca perguntei... Por que vocês querem se tornar heroínas? 

Olhei para o chão, sentindo aquele leve incomodo em responder.

— Eu quero provar que não sou fraca, que não preciso ser protegida por ninguém.— Tatsumi esbanjava um ar de quem sabia que conseguiria, eu também acredito nela. — E você Usui? 

— Meu pai biológico não queria que eu matasse pessoas, como ele fez. Eu decidi seguir o caminho oposto... 

Não tivemos tempo de falar mais no assunto, o professor Vlad da 1-B me chamou até a sala do diretor. Foi bom fugir do assunto, mas fiquei levemente assustada por ser chamada assim. 

— Olá Nakamoto, é bom vê-la novamente.— O diretor sorriu pra mim, eu retribui o sorriso.— Eu gostaria de ir direto ao ponto, mas antes gostaria de chá? 

— Não, obrigada.

Ele suspirou. 

— Bom, te chamamos aqui para perguntar se você sabe o atual paradeiro da sua mãe biológica. 

Minha mão ficou trêmula. 

— Não... Eu não a vejo a anos... Por que?

— Antes do ataque a USJ, sua mãe foi vista acompanhada de vários dos vilões que atacaram vocês. Aparentemente, ela deixou a casa que morava com seus irmãos depois que eles a deixaram.— Ele deu um gole do chá enquanto eu arregalava mais os olhos.— acreditamos que de alguma maneira ela contribuiu para o crime, mas a individualidade dela não é registrada e por você estar mais próxima, eu quis perguntar a você. Qual o poder dela? 

Baixei a cabeça, respirando fundo tentando manter a calma. Esse é o efeito da minha mãe sobre mim, esse pânico é culpa dela.

— Ela manipula mentes. 

Eu fui logo liberada e voltei pra sala sem comer nada. Não tinha ninguém ainda então eu podia pensar. 

Meus irmãos não foram punidos depois do que houve, já que eles não feriram ninguém e ajudaram a proteger os alunos. Me pergunto qual vai ser a reação deles quando souberem que a nossa mãe está dentro dessa, ajudando uma liga de vilões a matar o All Might. Por que ela faria isso? O que ela vai ganhar? 

— O que você está fazendo aqui? 

Olhei para a porta e lá estava Todoroki.

— Eu ganhei permissão pra vir pra cá. E você? 

— Eu queria pensar um pouco.

— Quer que eu saia? 

— Não precisa. 

O diálogo acabou e ele se sentou no lugar dele. O silêncio me deixa meio incomodada. 

— Você foi incrível ajudando o All Might... 

— Obrigado. 

Todoroki se virou pra mim.

— Resolveu seus assuntos de família? 

— alguns sim, outros não... 

— Ah, então boa sorte. 

Agora sim a conversa chegou ao fim. 







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...