História I can be a HERO - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Boku No Hero Academia
Visualizações 1
Palavras 1.967
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 37 - Hoseok VS Taehyung


- “S/n...Precisamos de falar...” – uma voz grave surpreende S/n.

S/n encara o dono da voz que se encontrava encostado a uma das paredes do corredor que dava acesso às escadas para as bancadas.

- “Endeavor?”

- “Eu vou andando, S/n. Alguma coisa diz.” – Jungkook diz passando a sua mão pelos ombros dest e continuando o seu caminho.

- “O que quer falar comigo?”

- “Hoje vai ser um dia que vai ficar marcado na história da minha família...Sabes do que estou a falar?”

- “Do Yoongi ter usado o seu fogo?”

- “Correto. E tu sabes o que isso significa?” – S/n permanece em silêncio. – “Ele finalmente está a tornar-se na pessoa que eu quero que ele seja. E como isto aconteceu? Foi preciso que ele conhecesse aquele rapaz que lutou com ele...Esse rapaz fez com que ele finalmente ultrapassasse aquela birra estúpida, algo que tu não foste capaz de fazer.”

- “Eu? Eu não posso controlar as ações do seu filho.” – S/n diz dando um pequeno sorriso falso.

- “É bom que tenhas cuidado com o que fazes. Se não for eu, tu não és nada para a sociedade.” – Endeavor diz num tom ríspido.

- “O quê?”

- “S/n, vamos ser honestos, sim? Tu bem sabes que a tua individualidade não tem nada de especial, ela só é útil para treinar as outras pessoas, especialmente o meu filho.” – as palavras de Endeavor surpreendem S/n. – “Além disso, tu hoje só estás aqui por causa de mim, porque se tivesses de entrar pelo exame não irias conseguir.”

- “O Endeavor está um pouco erra-“

- “Não estou.” – Endeavor interrompe. – “Eu só te ajudei, porque me foste útil, a partir de agora, com o Yoongi a utilizar a sua individualidade totalmente, acho que não vou mais precisar de ti.”

- “Eu sou só um boneco para si?!” – S/n eleva ligeiramente a sua voz.

- “Claro. Porque haveria eu de ajudar alguém como tu.”

- “O Endeavor vai arrepender-se disso.”

- “Prova-me! Prova-me isso. No dia em que conseguires vencer o meu filho, eu dar-te-ei razão.” – Endeavor fica parado durante alguns segundos antes de se desencostar da parede e seguir a direção oposta.

S/n fica parade durante alguns segundos, simplesmente encarando a parede. El sabia como Endeavor era, mas aquelas palavras tinham ferido os seus sentimentos. Durante todos estes anos, el tinha sido apenas um boneco nas mãos de Endeavor, para treinar o seu filho?

Uma lágrima escorre pela sua face, mas est logo a limpa. Naquele momento, a sua vontade era sair daquela arena e ir para casa, mas não podia fazê-lo, não podia ir-se embora assim, ainda faltavam batalhas e el queria estar lá para vê-las e apoiar os seus colegas.

S/n respira fundo retomando o seu caminho até à bancada da sua turma. Quando abre a porta, todos param e olham para el com um sorriso no rosto.

- “Estiveste muito bem.” – Yoongi diz com um pequeno sorriso, encostado à parede onde ficava a porta.

S/n retribui com um sorriso um pouco forçado que deixa o rapaz intrigado.

- “Quem é agora?” – le alune pergunta.

- “O Hoseok e o Taehyung.” – Yoongi diz num tom baixo.

- “O Hoseok é já?? Ainda bem que cheguei a tempo!” – S/n exclama com um sorriso no rosto. – “Anda, vamos sentar-nos à frente.” – S/n agarra na mão de Yoongi puxando-o até à primeira fila, onde dois lugares se encontravam vazios.

- “Estiveste muito bem S/n!” – Uraraka exclama inclinando-se para le encarar.

- “Sim, el esteve melhor do que pensei. Pensei que te conseguiria eliminar em poucos segundos, mas pelo que parece estava enganado.” – Jungkook diz com um pequeno sorriso no seu rosto.

- “Obrigado, mas não foi assim nada de especial...” – o seu tom passa de um tom entusiasmado para um tom monótono e desanimado, algo que intriga novamente Yoongi.

O que se teria passado para S/n estar a agir de forma tão estranha?

 

Jimin P.O.V

- “Eu curei-te o suficiente para conseguires andar.” – Recovery Girl enquanto afasta a cadeira, onde está sentada, da maca onde me encontro sentado.

- “Muito obrigado.” – tento sorrir, mas naquele momento até um simples sorriso parecia a coisa mais cansativa do mundo.

All Might aproxima-se da maca alternando o seu olhar entre mim e a Recovery Girl que guardava alguns dos instrumentos que tinha utilizado.

- “É bom que este incidente te tenha servido de lição para o futuro.” – a mulher diz sem se quer me encarar. – “Tens de aprender a controlar o teu poder se não queres que o teu corpo fique como a tua mão direita. Espero que essa cicatriz te sirva de lição, até porque eu não vou curar mais ferimentos como estes.”

- “O quê?!” – All Might questiona surpreso.

- “Se ele continuar assim ele vai acabar por se matar, All Might. Tu tens de arranjar uma forma dele controlar este poder sem que seja uma forma auto-destrutiva. Se tu queres saber dele e te importas com o bem estar dele é extremamente importante que penses nisso o mais depressa possível.” – o herói não responde. – “Agora vão andando e Jimin, estou a contar que tenhas mais consciência a partir de agora.”

- “Eu vou ter, Recovery Girl.” – sorriu e logo me levanto, saindo da sala de enfermagem com All Might.

Durante alguns segundos, apenas caminhamos pelo corredor sem trocar qualquer palavra. Eu tinha noção do que tinha feito, sabia que ia ter consequências, mas eu não podia deixar de o fazer, era o mais certo naquele momento. Por outro lado, eu sabia que seria bastante difícil conseguir controlar o poder de outra forma, sabia que se continuasse assim eu ia acabar por me destruir e isso não me vai ajudar se eu quero ser um herói. Se eu não consigo lidar com este poder, não será melhor desistir?

- “Arranjar uma forma...” – All Might balbucia, chamando a minha atenção.

- “All Might. Tu tornaste-te professor na U.A para encontrar um sucessor, não foi?”

- “Sim.”

- “Hoje, eu senti o poder dos meus colegas, todos eles estavam empenhados e ambicionavam a vitória. Eles deram tudo de tudo, por isso, e tendo também em conta as circunstâncias...Não seria melhor escolheres outra pessoa para ser o teu sucessor?”

- “Jimin...”

- “Eu entendo totalmente, é o melhor  a fazer, se eu continuar a ficar destruído cada vez que uso o One For All vou acabar por me destruir e não vou ser capaz de ajudar as pessoas e ser o herói que quero ser, por isso eu acho que é a melhor opção.” – por mais que tentasse manter uma expressão neutra na face, não consigo evitar que esta se torne uma expressão desanimada.

- “É verdade que esta escola está cheia de alunos que têm individualidades muito poderosas e bastante controladas para a idade deles, qualquer um deles poderia ser um bom partido, principalmente os melhores. Por exemplo, se o Yoongi herdasse o One For All, a super força associada ao seu gelo e fogo fazia dele um herói bastante poderoso.”

- “Então-“

- “Mas sabes, eu também não tinha individualidade.” – as palavras de All Might deixam-me chocado, fazendo-me virar o meu corpo rapidamente.

- “O quê?! Também não tinhas individualidade?”

- “Não era tão raro como é na tua geração, mas na minha altura era incomum. Mesmo assim e apesar do meu mestre ter uma individualidade, ele acreditou em mim e treinou-me para ser o herói que sou hoje.”

- “Tu nunca me tinhas dito isso.”

- “Tu nunca perguntaste.” – All Might diz com um pequeno sorriso no rosto. – “Mas eu sabia que um dia ias perguntar.”

- “E-Então tu também não tinhas individualidade?”

- “Exato.” – All Might sorri. – “No início, eu olhava para ti e via em ti o meu eu passado. Mas tu conseguiste ir além do que eu esperava, em cada situação tu ias mais além. Há coisas que só tu irás conseguir, por isso a ideia de escolher outra pessoa está totalmente excluída.”

- “Desculpa...” – digo baixando a minha cabeça. – “Eu vou dar o meu melhor.”

- “Eu espero bem que si. Agora vai, aproveita o resto do festival.”

 

Enquanto isso...

- “Toma esta!” – Hoseok grita antes de desferir um soco na cara de Taehyung.

O soco abre uma pequena ferida na cara do rapaz, que reage utilizando uma das suas explosões.

- “Isso não funciona comigo.” – Hoseok diz num tom brincalhão com parte do seu corpo endurecida.

Taehyung aproxima-se para atacar, mas o rapaz de cabelos vermelhos é mais rápido e começa a desferir socos, tentando acertar o primeiro, que se consegue desviar dos ataques.

- “Vá lá, Taehyung! Ataca!” – Hoseok exclama com um sorriso provocador no seu rosto.

- “Não me subestimes.” – Taehyung recua alguns passos, encarando o rapaz.

Os dois ficam parados alguns segundos encarando-se seriamente. Hoseok respira fundo e logo corre na direção de Taehyung, que ataca com uma das suas explosões. O primeiro consegue defender-se, utilizando a sua individualidade, e o louro volta a atacar continuamente, fazendo o outro rapaz recuar.

- “Vá lá, Hoseok! Ataca!” – Taehyung encara o rapaz com um olhar provocador, ele sabia que, mais cedo ou mais tarde, a individualidade de Hoseok iria ceder.

O rapaz não responde, apenas fica parado tentando controlar a sua respiração ofegante. Taehyung não hesita, aproveitando o facto de Hoseok ter baixado a guarda para retomar os seus ataques contínuos.

Hoseok tenta defender-se, mas o seu corpo não aguenta mais as explosões de Taehyung. O seu casaco começa a desfazer-se e por mais que este tente ao máximo continuar em pé, o seu corpo não consegue resistir mais, acabando por ser derrubado por uma das explosões.

- “A tua individualidade é boa, mas não é eficaz nos meus ataques.” – Taehyung diz num tom provocador, fitando o corpo imóvel de Hoseok.

- “O Hoseok está imobilizado! Taehyung segue para a próxima ronda!” – Midnight informa.

 

- “Wow, a batalha deles foi incrível.” – Jimin murmura aproximando-se do patamar de uma bancada que se encontrava vazia. – “Gostava de ter visto a batalha toda.” – o rapaz suspira. – “A individualidade do Hoseok é realmente impressionante, mas só lhe dá vantagem se conseguir vencer a batalha nos primeiros minutos. Enquanto a do Tae tem um limite maior.”

- “Jimin.” – uma voz soa atrás do rapaz, fazendo com que este se volte para trás. – “Estou a ver que a cirurgia correu bem.”

- “Oh, Namjoon, sim, obrigado.” – o rapaz de cabelos verdes sorri. – “Parabéns!”

- “Parabéns?” – Namjoon aproxima-se.

- “Sim, por passares para as semifinais!”

- “Ah, obrigado.” – Namjoon agradece com um pequeno sorriso. – “Vou usar a tua batalha como uma lição para conseguir lutar com o Yoongi.”

- “Ah...Não é como se a minha batalha fosse um grande exemplo.” – Jimin sorri envergonhado. – “Mas isso não interessa. O teu irmão também está a ver-te?”

- “Sinceramente não sei...” – o rapaz fixa o seu olhar no campo de batalha. – “Eu liguei-lhe, mas ele não me atendeu, por isso deve estar em missão, talvez. Mas até é melhor assim, quero ser eu a dizer-lhe que cheguei muito longe e quem sabe dizer que venci a competição.”

- “Ele vai ficar muito orgulhoso de ti, ganhes na próxima batalha ou não. Chegaste bastante longe.” – os dois rapaz trocam olhares e sorrisos.

- “Obrigado, Jimin.”

- “E já temos o nosso quarteto das finais!” – Mic anuncia e as fotos dos quatro finalistas surgem no ecrã.

- “É melhor ir andando.” – Namjoon diz, saindo da zona das bancadas e dirigindo-se ao campo de batalha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...