História I can't change who I'am - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter, Lendas Urbanas
Personagens Alice Longbottom, Alvo Potter, Argo Filch, Fred Weasley Ii, Gilderoy Lockhart, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Hugo Weasley, Lílian L. Potter, Lorcan Scamander, Lord Voldemort, Luna Lovegood, Lysander Scamander, Merlin, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley II, Murta Que Geme, Neville Longbottom, Personagens Originais, Remo Lupin, Rolf Scamander, Ronald Weasley, Rose Weasley, Scorpius Malfoy, Ted Lupin, Tiago Potter, Tiago S. Potter, Tom Riddle Jr., Victoire Weasley, Viktor Krum
Tags Alvo, Demonios, Harry Potter, James, Lilith, Potter, Rose, Voldemort, Weasley
Visualizações 17
Palavras 2.415
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, LGBT, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vamos aos avisos:

Primeiramente a maioria dos capítulos nessa nova fase serão em primeira pessoa, diferente do que era antes mas isso não significa que não vai ter um capítulo ou outro que não seja.

Eu demorei a postar pois ando sem tempo, e vou tentar postar sempre que puder.

Boa leitura 🖤

Capítulo 21 - Capítulo XXI - Ministério da Magia


Fanfic / Fanfiction I can't change who I'am - Capítulo 21 - Capítulo XXI - Ministério da Magia


P.O.V Lynn

Já fazem sete anos desde que me formei em Hogwarts, foi muito difícil conseguir um emprego no mundo mágico pois a reputação do meu nome não facilita as coisas. Passei muito tempo nos Estados Unidos consegui um emprego no Macusa e fiquei por lá durante 3 anos, eu precisava ser aceita em algum cargo mágico e o mais fácil que eu encontrei foi lá, mas resolvi me mudar novamente para a Inglaterra e pedi transferência, amanhã será o meu primeiro dia no Ministério da Magia.

Sinto o nervosismo tomando conta do meu corpo. Só de pensar que vou ver muitos rostos familiares novamente, meu sangue gela.

Eu iria rever Rose, Scorpius, Lily, Alvo e…James. Ele era quem me deixava mais nervosa em reencontrar, sei que isso é uma idiotice mas depois que nos beijamos em Hogwarts a anos eu vivo evitando ele. Eu soube através dos jornais que ele namora a Alice Longbottom. Eu nunca consegui descobrir quais sentimento eu tinha por ele e agora estou com medo.

Depois que me formei em Hogwarts conheci um garoto chamado Jake, ele foi o meu primeiro namoro sério, namoramos durante 4 anos e depois acabamos rompendo sem ressentimentos ou algo do tipo, tiveram outras pessoas mas nada com importância pois foram apenas flertes.

O meu lado demônio age de vez em quando e terei que ter mais cuidado.

Tomo os últimos goles da minha xícara de chocolate quente, a Inglaterra continua como sempre, nublado, cinzenta e muito fria.

Amanhã começa tudo, eu vou ter que enfrentar o mundo de frente. Só de pensar na nova fase se inciando na minha vida sinto o meu corpo tremer.

Eu detesto o despertador tocando e me tirando de um dos momentos mais prazerosos da minha vida, o meu sono.

Me levanto visto uma calça jeans, blusa branca e um sobretudo de couro. Não tenho costume de tomar café da manhã então simplesmente escovo os dentes, penteio meu cabelo e sigo até a porta, chamo um táxi que me deixa no local preciso. Ministério da magia aqui vou eu.

Graça a Deus eu não vou precisar fazer como antigamente e entrar pelos banheiros, isso é nojento. Uma das entradas é pela cabine telefônica, discos os números precisos "62442" e apareço em uma das lareiras. O movimento é grande e tenho que descobrir para onde ir. Me sinto uma formiguinha em uma multidão de outras formigas, todas elas sérias e bem arrumadas carregando maletas como a minha de couro. Uma barata tonta sem saber para onde ir.

- Lilith Riddle? - Escuto alguém me chamar

- Sim? - Me viro e vejo Hermione Granger ou Wesley sei lá, e atrás dela vejo Rose. Rose havia se tornado a minha primeira amiga em anos mas acabamos nos afastando e talvez a culpa tenha sido minha.

- Acho que já sabe quem eu sou, eu e minha filha ficamos responsáveis em te mostrar o ministério e te apresentar aos outros aurores. Venha conosco - Olho para elas ainda um pouco confusa, lerdeza sempre foi o meu forte, até que a senhora Granger faz um gesto com a mão indicando para seguir-las. Sigo elas até o elevador, sinto ele se mexer e o silêncio predomina até que Granger o quebra - Você deve ir ao nível 2: Departamento de execuções das leis da magia, lá fica o quartel general dos Aurores.

- Obrigada - Tentei expressar um pequeno sorriso desajeitado, não sei como reajo, isso é totalmente estranho.

- Então…Por que voltou a Inglaterra? - Rose me pegunta. Eu não sei se houve maldade em sua pergunta, eu acho que não, acho que ela estava apenas tentando puxar assunto para evitar aquele constrangimento.

- Gosto daqui e minha única família permanece aqui.

- Fala da Delphini?

- Sim - Bom eu na realidade falava dos túmulos da minha mãe, da minha tia e da Marie mas eu não queria deixar as coisas tão mórbidas. Eu e minha irmã não nos damos bem, ela gritou com todas as palavras que me odiava e em parte eu não a culpo, por mais que eu tenha passado um sufoco em Hogwarts ela a menos foi chamada. Ela sente ódio em relação a mim e acha que minha vida é melhor que a dela, Delphini se deixou levar pela amargura e eu estou me deixando levar pela vingança e o rancor.

O elevador se abriu e senti um calafrio percorrer minha espinha, conhecer colegas novos de trabalho não era o problema, o problema eram os conhecidos antigos ou melhor dizendo o conhecido.

Andamos pelo corredor e chegamos a porta que parecia ser a porta da sala dos Aurores.

- É aqui - Hermione Granger colocou a mão na maçaneta e eu abaixei a cabeça sentindo minha respiração ficar pesada, senti a ansiedade me pegar em cheio como um tiro certeiro. Tomei coragem e levantei a cabeça, no que eu pude perceber haviam oito ou nove pessoas na sala, quarto mulheres e cinco homens. Das mulheres pude reconhecer três: Lily Luna Potter, Roxanne Wesley e Alice Longbottom. A outra eu não sabia quem era mas ela era extremamente bonita, ela tinha cabelos loiros e os olhos verdes mais profundos que eu já havia visto.

Escutei a senhora Granger fazer um som com a garganta para que a conversa parasse e todos voltassem sua atenção em nós três.

Consegui identificar duas pessoas no grupo masculino: Alvo Severo Potter e Scorpius Malfoy.

Vi um dos homens que estava escorado em uma mesa conversando se virar, de início reparei apenas em seu terno azul claro mas quando meus olhos subiram ao seu rosto meu coração acelerou, era James, ele estava mais velho por conta dos anos e muito mais bonito do que antes. Assim que os seus olhos azuis se se encontraram com os meus sua boca se abriu. Ele provavelmente sabe que eu iria chegar hoje então acho que ele apenas ficou surpreso em me ver após anos.

Pude identificar o homem que conversava com James era Roy um antigo maroto e o outro homem eu não reconheci.

- Aurores, essa é a Lilith Riddle. Ela veio transferida do Macusa e se juntará a vocês - Todos ficaram imóveis por um momento, olhei para o lado e vi Alice Longbottom me analisando. Eu também não me mexia e não sabia o que fazer e como reagir e isso só deixava tudo mais constrangedor, até que Lily e Roxanne tomaram a frente da situação se levantaram e vieram me cumprimentar.

- É bom ter você aqui senhorita Riddle - Lily sorriu e apertou minha mão me deixando mais confortável.

- Sem senhorita, por favor.

- Qualquer dúvida que tiver não exite em me perguntar ou pedir ajuda - Roxanne completou e apertou a minha mão e logo os outros aurores foram fazendo o mesmo. Até que chegou a vez de James, ele apertou minha mão e ficamos nos encarando por breves segundos, eu só poderia estar louca, ele agora está com a Longbottom.

- Espero que a tratem bem.

- Obrigada senhora Granger - Hermione se foi e apenas sorrimos uma para a outra meio sem jeito.

- Até mais Riddle - Rose se despediu sorrindo.

- Até Wesley -  Eu e Rose sorrimos uma para a outra e ela foi atrás da mãe. Roxanne e Lilly me deram os braços e me guiaram até o meio do pessoal.

Perguntei algumas coisas a Roxanne e Lily no intervalo do almoço do primeiro dia.

- Onde estão todos os outros Aurores? - No total existe 30 Aurores, não esperava que todos estivessem aqui mas a diferença é escandalosa.

- Saíram em missão, comandada pelo senhor Potter - Ela provavelmente se refiria ao pai do James e para tantos saírem deve ter ocorrido algo sério.

- Ele é o chefe dos Aurores correto?

- Sim. Ele deixou James no comando - Como o imaginado ele deixou o filho mais velho para por a ordem no local.

Semanas se passaram e até agora eu troquei poucas palavras com James, apenas o necessário, ele e a Longbottom não se desgrudam, olho para o lado e vejo que eles estão em uma melação que chega a me dar nojo, vejo ele passando a mão nela,  a beijando, depositando selinhos. Os dois começaram a namorar dois dias depois de ele ter me beijado e eu só soube quase nós últimos dias em Hogwarts, isso me afetou e quebrou meu coração apesar de fingir não ter um, me senti usada. Além de ter voltado a falar mal de mim para todos os amiguinhos dele. Eu pensei ter deixado tudo no passado mas pelo visto não deixei.

Ele me percebe nesses momentos e talvez perceba meu incômodo mas não para, apenas cruza o olhar com o meu e volta para ela. Acho que ele nunca sentiu o mesmo e eu fui uma iludida esse tempo todo.

Eu voltei a conversar com Rose, expliquei a ela que tudo que me ocorreu me afetou e reatamos nossa amizade. Sinceramente eu fiquei com medo de que ela não me perdoasse por ter rompido nossa amizade, de início ela estava fria mas quando eu falei que foi porque sentia que ela iria morrer se continuasse sendo minha amiga e expliquei minhas inseguranças ela pareceu entender.

A porta se abre e vejo uma mulher.

- Eu vim deixar a lista de parceiros desse ano - Ela entrou fechando a porta silenciosamente e estendeu a lista a James.

- Obrigada - James agradeceu dando um pequeno sorriso e pegando a lista, ela sorri e se retira. Vejo James se levantar e ir para o meio da sala.

- Peço que todos se levantem e cheguem perto para ouvir atentamente - E assim como o ordenado nós nos levantamos e nos aproximamos.

- Lista de parceiros? - Sussurrei para Rox.

- O ministério acha melhor trabalhar em dupla ou as vezes em grupo.

- Vamos a lista, eu direi os nomes e vocês se unem - A ansiedade percorre todo o meu corpo, eu não sei quem vai ser a minha dupla e eu não vou negar que no fundo eu gostaria que fosse James - Lily Luna Potter e Roxanne Wesley - As duas fizeram um high five e sorriram.

- Isso! - Elas acabaram falando alto e empolgadas demais e em compensação receberam um olhar Severo de James, eu tive que me conter para não rir.

- Alvo Severo Potter e Scorpius Malfoy - Eu ouvi os dois surraram algo um para o outro que me parecia ser " Ainda bem que vamos fazer dupla pelo segundo ano consecutivo" - Alice junto a mim - Ao escutar isso fiquei um pouco desapontada. Eu vi a Longbottom expressar um enorme sorriso e abraçar James, afinal eles eram namorados. - Miriam Muller e Lilith Riddle.

Eu fiquei junto a mulher do olhar penetrante,  esses últimos dias eu percebi ela me encarando e me desejando ou será que era algo da minha mente? Ela me olhou, mordeu os lábios e sorriu e isso foi extremamente sexy. Talvez não seja algo da minha cabeça. Senti um calor ultrapassando o meu corpo. Já que James está com Alice isso é só um motivo para eu me concentrar em outra pessoa. Olhei para o decote dela e… Meu deus, Lynn! Que pensamentos mais impuros.

Depois de todas as duplas serem anunciadas eu andei novamente até minha mesa e me sentei.

- Olá - Me virei e vi a loira me encarrar - Como você escutou me chamo Miriam Muller - Ela me estendeu a mão. Eu já sabia o nome dela afinal se eu não soubesse o nome dos meus colegas de trabalho depois de semanas isso seria um absurdo. Ok, eu confesso que eu só gravei o nome dela pois a achei interessante.

- Como você já está enjoada de saber eu me chamo Lilith Riddle - Eu apertei a mão dela, e senti um aperto caloroso. Minha nossa que mulher linda. Eu não consigo olhar alguém no fundo dos olhos e nem encarrar o rosto por muito tempo mas com ela era diferente, eu não conseguia para de me atrever a parar de olhar-la fixamente. Afinal os olhos dela eram azuis ou verdes? Eu não sei o porquê mas é como se eu a conhecesse durante décadas.

- Como alguns vão voltar e as novas mesas não chegaram acho que poderíamos dividir uma mesa. O que acha?

- Acho uma ideia maravilhosa.

- Ótimo - Ela soltou minha mão e voltou a sua mesa.

- Ei! Eu acho que a Miriam tem uma quedinha por você - Roxanne sussurrou. Eu apenas me contive para não sorrir mas falhei ao virar o rosto, apenas para ver James segurando um arquivo e me olhando, ele segurava o arquivo com força como se estivesse com raiva. Será que ele estava com ciúmes? Não, não, ele namora e não há motivos para ter ciúmes de mim. Vejo ele vindo até mim.

- Senhorita Riddle, vejo que está muito distraída. Que tal parar de conversinhas e voltar ao trabalho? - Que ignorante, minha nossa!

- Sim, senhor.

- Ou há alguma coisa que não entendeu?

Não posso perder a oportunidade de provocar ele - Não se preocupe se eu tiver alguma dúvida eu pergunto a minha dupla, pelo que percebi ela é muito receptiva - Falei lentamente e sorri para ele que pareceu ficar mais irritado.

- Fico feliz que gostou da escolha da sua dupla - Senti uma pontada de ironia.

- Não, eu que fico muito feliz. Aliás eu acho que como alguns Aurores vão voltar e há poucas mesas já que algumas outras quebraram e as novas vão demorar um pouco a chegar, eu e Miriam poderíamos nos juntar nessa mesa - Passei a mão na mesa e olhei para ele, está certo que eu estava sendo totalmente infantil mas sempre tenho que ver ele aos beijos e abraços com a Longbottom.

- Certo, se a sua dupla não tiver nenhuma objeção.

- Eu não tenho - Miriam simplesmente brotou do chão, ela olha para mim maliciosamente e dessa vez é ela que olha para os meus seios e vejo que James reparou em seu olhar, e eu como não sou boba nem nada faço questão de retribuir olhando maliciosamente para ela.

- Então vocês podem fazer isso - Vejo ele respirar fundo e sair.

- O que deu nele?

- Não faço a menor ideia - Bom, na realidade eu fazia.




Notas Finais


Espero que tenham gostado não se esqueçam de votar e comentar para que eu possa saber a opinião de vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...