História I cant fall in love without you (clace) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Lady Camille Belcourt, Raphael Santiago, Sebastian Verlac (Jonathan Christopher Morgenstern), Valentim Morgenstern
Tags Drama, Família, Romance, Shadowhunters
Visualizações 84
Palavras 1.092
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oi oi gente! mais um capítulo pra vcs!<3
atenção! esse capítulo contem conteúdo sexual, não recomendo para menores de 18 anos.

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction I cant fall in love without you (clace) - Capítulo 6 - Capítulo 6

��Esse capítulo contêm conteúdo adulto, se vc não gosta, não leia��

Jace me levou de volta a sua casa, eu já sabia o caminho de cor.

Quando chegamos a casa luxuosa, Jace entra pisando duro, ele veio o caminho todo pisando duro.

-Obrigada-Disse em um sussurro.

-Não precisa agradecer, eu vou acabar com ele!-Ele diz socando a mesa da sala.

Ele está com muita raiva.

-Calma Jace, ta tudo bem comigo não precisa mata-lo-Disse segurando seu braço.

-Ele quase te machucou de novo Clary-Ele disse segurando meu rosto entre suas mãos.

-Mas não machucou, você apareceu pra me salvar-Disse o abraçando, ele me abraça de volta.

-Eu sempre vou te salvar pequena-Ele prometeu e deu um beijo na minha cabeça.

Me separei dele e olhei seus lábios carnudos e convidativos, pensei em tudo que ele me disse aquela manhã sobre eu não ser igual as outras e o beijei com vontade, muita vontade e desejo, ele retribuiu o beijo na mesma intensidade.

Jace me guiou para o sofá e deitou por cima de mim, distribuindo beijos e chupões pelo meu pescoço e colo, arfei alto.

Então me lembro de uma coisa.

-Jace e a sua avó?-pergunto entre suspiros.

-Ela ta resolvendo coisas da loja-Ele volta para a minha boca.

-Mas ela pode voltar a qualquer momento-Falei entre beijos.

-Tem razão, vamos para o quarto-Ele me levantou e me pegou no colo de surpresa. Dei um gritinho e ri.

Quando chegamos ao seu quarto ele me jogou na cama e trancou a porta para logo depois, ainda de pé, tirar a camisa.

Aprecio a visão de seu peito e abdômen definidos e mordo o lábio inferior e ele se aproximou.

-Gosta do que vê?-Ele pergunta malicioso.

-Sim, muito-Respondo puxando ele para cima de mim.

O beijo intensamente e ele tira a minha blusa, eu trabalho em seu cinto o tirando em seguida, já estávamos sem sapatos e ele beijava meus seios por cima do sutiã. Sem esperar muito mais, tiro sua calça com pressa.

-Calma princesa, eu não vou escapar-Ele diz rindo.

Então ele segura minhas mãos em cima da minha cabeça com uma mão e massageia um seio com a outra.

Ele beija minha boca e desce pelo meu pescoço, colo, seios, barriga até chegar na barra da minha calça, ele a desabotoa e a tira lentamente o que me faz soltar um gemido pedindo por mais.

Agora eu estava só de lingerie e finalmente consegui me soltar de suas mãos que me prendiam e troquei de posição ficando por cima, sentei em seu colo enquanto ele está deitado e tirei meu sutiã de forma sexy, quando o sutiã já esta do outro lado do quarto me inclino para frente esfregando meus peitos na cara de Jace, ele geme e os abocanha e eu gemo em resposta, ele troca as posições de novo ficando por cima, tiro sua boxer com os pés.

Estou ciente de que tudo que tem entre nós agora é a minha calcinha que Jace faz o favor de rasgar de uma vez.

-Jace, eu gostava daquela calcinha-Falo indignada.

-Depois a gente compra quantas calcinhas você quiser-Ele fala me beijando urgentemente.

De repente ele para.

-Merda!-Praguejou

-O que foi?

-Não tenho camisinha.

-Tudo bem, eu tomo pílula.

Ele me olha inteira e assente.

Então ele se posiciona na minha entrada e eu pude dar uma olhada melhor nele, e meu deus do céu, quer dizer, eu não sou virgem e eu já vi pênis grandes mas ele era enorme.

Acho que fiz uma cara assustada porque ele riu e disse:

-Não se preocupe vou tentar não te machucar.

Ele começa a me penetrar devagar e quando esta inteiro dentro de mim pergunta se esta tudo bem, apenas assinto. Ele começa a se movimentar lentamente e eu não aguento mais.

-Jace mais rápido- pedi urgente.

-Como quiser princesa-Então ele começa a ir mais rápido me fazendo gritar de prazer.

Seus gemidos e arfadas se juntavam aos meus como uma sinfonia erótica, o que me deixava mais excitada ainda.

-Tão apertada- Ele gemeu no meu ouvido-Eu vou te comer todinha princesa.

- Me come Jace Ah!-Isso o deixou mais louco porque ele começou a ir mais rápido.

Quando eu estava quase lá ele parou.

-Porque parou?-Perguntei manhosa

-Fica de quatro pra mim princesa.-Ele pediu e eu concedi.

Enquanto eu me virava na cama ele se massageava e observava atentamente cada movimento meu. Fiquei de joelhos e me apoiei nas minhas mãos, rebolei um pouco para provocar ele.

-Eu vou te fazer gozar muito gostosa-Ele disse e me preencheu de novo com movimentos repetidos até nós dois atingirmos nosso ápice e cairmos na cama exaustos.

Estávamos deitados e ofegantes olhando para o teto em silêncio, apenas ouvindo o barulho de nossas respirações, até eu quebra-lo.

-Como você sabia?-Perguntei

-O que?-Ele olhou para mim

-Que ele ia fazer aquilo, como você apareceu do nada e me salvou?-Estava curiosa, me fazia essa mesma pergunta desde que saímos de casa.

-Eu não sabia-Deu deu ombros-Só senti saudades e estava indo te ver quando ouvi os gritos.

-Espera, você tava com saudades de mim?-Perguntei e meus olhos brilharam.

Ele sorriu e puxou o lençol para cobrir meu corpo

-Claro-Sorriu tímido e eu sorri abertamente-Clary, eu gosto muito de você-Ele disse olhando em meus olhos.

-Também gosto muito de você Jace-Falei e foi a vez dele de sorrir abertamente.

-Clary, namora comigo?-Ele falou olhando nos meus olhos

-Oi?-Não conseguia acreditar no que ele estava dizendo, ele estava falando sério?

-Namora comigo?- ele tinha um sorriso no rosto mas seus olhos estavam agitados esperando uma resposta.

-Jace...Eu não sei, não é muito cedo?-Estava um pé atrás com essa proposta.

-Não, Clary é perfeito.

-Tem certeza?

- Nunca tive tanta certeza de uma coisa na minha vida.-Seu sorriso era esperançoso.

Pensei um pouco sobre isso. Em pouco tempo Jace se tornou me melhor amigo, o único que sentava comigo nas aulas e no refeitório, ele provou que para ele não importa da onde eu vim e ele acredita em mim. Ser um pouco feliz não ia machucar.

-Sim, Jace, eu namoro contigo.

Ele me puxou para um beijo calmo e cheio de sentimentos que migrou para um beijo sexy e cheio de desejo.

Subi em cima dele.

-Segundo round?-Perguntei com um sorriso malicioso.

-Só se for agora-Ele respondeu animado.

E assim foi nossa noite, animada, cheia de tesão e sexo. Poderia dizer que foi a melhor noite da minha vida porque não tinha só desejo carnal, tinha algo a mais, só não sei explicar o que.


Notas Finais


<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...