1. Spirit Fanfics >
  2. I can't remember to forget you - Dramione >
  3. Party night

História I can't remember to forget you - Dramione - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Lumos!
Hey there! Finalmente a festa começou.
Aproveitem o capítulo!

Capítulo 10 - Party night


Ainda eram 17h e Gina, Harry e eu já tínhamos concluído o estudo.  Apenas relembrávamos histórias, rindo de como éramos tão infantis.

-Vocês lembram quando Ron inventou uma história gigantesca para tentar avisar Harry da prova dos dragões? - lembrei tendo mais um ataque de riso juntamente com Harry.

-Aham, fulano disse para cirano que beltrano disse para cicrano que Hagrid está te procurando. - "imitou" Gina as palavras do irmão.

As risadas ecoavam pela comunal. Gosto desses tempos que temos juntos. São tão leves. Tão divertidos. Eles realmente são como uma família para mim e sei que sempre poderei contar com todos eles. Ainda assim, não tive coragem de contar o que se passou com Malfoy. Tenho medo que eles não entendam o propósito de eu ter o beijado. Na verdade nem eu entendo. Acho que é só um desejo bobo pelo perigo. Quase como uma pessoa que sabe que drogas fazem mal, mas mesmo assim é tão atraente e viciante que simplesmente não conseguem parar de consumir ou mesmo de pensar na droga. Enfim, não acho que seja algo para se contar no momento.

Minutos depois nos despedimos para nos arrumar para a festa. Tomei banho, fiz uma maquiagem básica, mas caprichada, coloquei o vestido e finalmente fiz perfeitas ondas no cabelo. Eu estava linda! Em muito tempo não me via tão confiante como agora. Estava pronta na Comunal às 20h. Enquanto esperava os atrasados, terminei de ler um livro de romance que tinha começado à um tempo. Simplesmente incrível! Adoro livros de romance clichê. Sempre imaginei essas histórias acontecendo comigo e com Ron. Nós, em um campo ou debaixo da luz das estrelas dizendo aquelas três palavrinhas que derretem nosso coração. O estranho agora é que não me vejo com ninguém. Vejo apenas À mim própria olhando para o céu, esperando uma companhia digna...

Assim que o grupo todo chegou, fomos em direção à sala precisa. Chegando lá, vimos outras pessoas chegando. Reparei que não passava desapercebida por ninguém. Todos me olhavam de cima à baixo. Essa sensação não me era esquisita. Havia sido à mesma coisa no baile do quarto ano. Porém naquela época eu ainda estava saindo com Victor. 

Victor e eu conversamos muito por cartas depois de ele ter ido. Porém, um dia ele deixou de responder. Umas semanas depois, ele me mandou uma carta pedindo desculpas e me contou que não havia respondido, pois não sabia como me contar que ele tinha dúvidas sobre a sua sexualidade e que achava que estava apaixonado por um amigo seu. Passei a vê-lo com outros olhos. Percebi que ele era uma pessoa amigável e que era um excelente amigo. O visitei nas férias, com Luna e Neville. Conheci o namorado dele, que também é muito simpático e colocamos os assuntos em dia. Até hoje, nos falamos quase todos os dias através de cartas.

Várias pessoas vieram me cumprimentar e falar que eu estava divina e tudo mais.

-Amiga, você está mesmo bonita, é normal que as pessoas falem. - alertou Gina ao ver que eu já estava ficando sem graça por falar com tanta gente.

-Daqui a pouco já não falam mais. Você chegou agora. Ainda é novidade.

Sentamos em uma mesa e começamos a conversar com a aniversariante Gisele Abütt e com seus amigos. Ron parecia encantado por  ela e agradeci à Merlim por isso. Não queria mais nada por ele e ficaria muito feliz se ele arranjasse alguém. Uma música Muggle começou e todos presentes no salão começaram a cantar, uma vez que a música ficou famosa.

- "O nome dela é Jenifer, eu conheci ela no Tinder..."

Nessa hora, ouvi cochichos de que Malfoy e Zabini estavam ali e que com certeza Nott não gostaria de sua presença. Procurei não me importar, mas não queria que Malfoy se metesse em confusão. 

Ao ver Malfoy ali, quase perdi o fôlego. Ele estava com o cabelo bagunçado, diferente de sempre, que costuma estar penteado para trás. Vestia uma camisa social preta com os dois primeiros botões abertos. Calças jeans justas ao corpo e sapato preto. Nunca o tinha fisto tão sexy, o que o deixava encantador. Não foi somente o meu fôlego que foi tirado. Reparei que todas as meninas e até alguns rapazes o olhavam de cima à baixo. Luna estava ao meu lado e também não tirava os olhos de cima dele. Fiquei mais desconfortável por causa disso do que das pessoas falarem de mim. Trocamos um breve olhar, interrompido por Harry, que me puxava de volta para a conversa.

Mais tarde reparei que Zabini também estava olhando constantemente para mim, mas esse não desviava o olhar e ainda sorria. Eu sorria de volta, pois estava solteira e por mais que ele fosse quem fosse, não era dos piores e era sem dúvidas um gato! Ele vestia um moletom cinza claro, com calças pretas rasgadas e tênis esportivo preto. 

Finalmente, depois de alguns copos de uma bebida alcoólica que não soube identificar, fomos para à pista. Tocava um pop animado e Harry e Gina dançavam agarradinhos como se fosse uma valsa. Apaixonados como estavam, não interessa qual tipo de música tocava, eles só queriam estar ali juntos. Acho isso muito fofo. Já eu dançava animadamente com Luna, Neville e Ron. Estava um clima muito bom entre nós os quatro que nem percebemos quando a música acabou, dando sequência à uma música mais lenta. Os casais começavam a se formar. Ia me sentar quando uma mão tocou meu ombro.

-Uma dama tão bonita não deve ficar sozinha assim. Me daria a honra de uma dança? - Perguntou Zabini

-Por quê não? Eu aceito. - Falei sorrindo e pegando sua mão.

Fomos para o meio da pista. Sentia os olhares caindo sobre nós mas não me importava. Era só por uma noite e não estava nem aí. Zabini até que era diverto e suas piadas me divertiram muito. Dançamos muitas outras músicas e já me sentia um pouco bêbada.

-Vamos para um lugar mais reservado Dama?

Estava sóbria o suficiente para fazer essa escolha e sabia que ele não forçaria nada, então, não vi motivos para negar. Corremos para uma porta criada pela sala que dava para um jardim nunca visto antes por mim. 

-Estás realmente linda hoje!

-Obrigada! Você está muito bonito também.

-Será que posso...? - insinuou me beijar

Confirmei com a cabeça, me aproximando. Uma de suas mãos envolveu minha cintura enquanto a outra puxou-me levemente pelo queixo até selar nossos lábios. Começamos então o beijo. Era bom, não,era MUITO bom. Mas não era perfeito, não tinha aquele encaixe, não era o beijo DELE. 

Eu sabia que isso tinha acontecido. Tinha achado o beijo de Malfoy tão maravilhoso que nenhum outro serviria mais. Nenhum lábio encaixaria tão perfeitamente e os movimentos tão sincronizados como os dele e não tenho nada a fazer quanto à isso. Estava me iludindo com a ideia de trocá-lo por outro sonserino e não era assim que funcionava. Por  mais que eu quisesse, já sabia que me apaixonei por aquele beijo.

Ainda assim não podia parar, pois sabia que quem eu queria beijar, provavelmente estava por aí com outra e não estava sequer se importando com a minha existência.

Senti, entretanto uma fraqueza enorme. Minhas pernas bambearam e caí nos braços de Zabini desmaiada. Quando havia sido a última vez que havia comido? Lembrei-me então que não havia comido nada naquele dia. \ma não adiantava nada. As palavras não saíam da minha boca por mais que tentasse expulsá-las.

Senti que fui trocada de braços. Agora mais fortes, que faziam menos força para suportar meu peso. Podia ter absoluta certeza que aqueles braços me eram familiares. E eram. Quando finalmente consegui abrir meus olhos, tive a visão angelical daquele senserino que transforma minha mente em um inferno.

 


Notas Finais


O que acharam?
Quero opiniões please!
S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...