1. Spirit Fanfics >
  2. I can't remember to forget you - Dramione >
  3. Falling for you

História I can't remember to forget you - Dramione - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Lumos!
Olha quem voltou! Sentiram saudades??
Gente esse cap ficou bem romance meloso. Acho que nesses momentos, uma coisa mais carinhosa é a melhor forma de descrever.
Bom, temos que pensar que é a primeira vez da Hermione, uma experiência totalmente nova para ela e tem que ser algo romântico, que ela vá se lembrar.
Desculpa se não ficou tão fogoso mas tô na vibe romance grudento e meio que transferi isso para a história. Prometo que vou voltar à velha eu.
Boa leitura!!

Capítulo 21 - Falling for you


Hermione

Acordei e tive a visão privilegiada do loiro ao meu lado, que dormia, tão sereno quanto um bebê. Aquela visão angelical estava tão bonita que tive que fazer uma foto mental daquele momento para rever mais tarde. Eram tão raros momentos onde me sentisse tão confortável, feliz e realizada quanto agora. Sua perfeição sempre me espantou. Porém agora a sensação é de que eu posso ter toda ela mesmo para mim. Não que pudesse, mas gostei da sensação. Enquanto passava  meus dedos per suas bochechas rosadas, lembrei-me de ontem. Cada beijo, cada toque, cada arrepio... 

Flashback on

Era incrivelmente estranho como eu tinha a certeza que queria fazer aquilo. E essa certeza aumentava à cada segundo. Ele me beijava, fazendo uma trilha de beijos pelo pescoço e no fim, uma suave marca que sairia rapidamente no futuro. Antes que pudesse perceber, meu vestido estava no chão e senti minha pele se arrepiando com a brisa que entrava pela mesma janela que a luz da lua. Essa deixava seu reflexo nos olhos do loiro, que olhavam atentamente cada centímetro do meu corpo deitado. Logo ele retornou seus lábios aos meus, dando continuidade aos beijos, que por mais que estivessem mais quentes, não eram frenéticos, mas sim mantinham a mesma intensidade que antes. Passei minhas mão pelas suas costas até chegar naqueles inconvenientes botões e suavemente desabotoei um por um. Antes que pudéssemos continuar, ele se levantou e começou a proferir um feitiço de proteção. Conhecia bem esse feitiço e qualquer um que entrar no dormitório só nos verá se se aproximar da cama de Draco. Assim que ele se livrou da blusa e da calça, pude ter a visão de seu corpo. Por mais que estivesse escuro, sua pele clara se destacava, como um ponto de luz em minha direção. A última vez que o vi desse jeito foi no jogo das perguntas na primeira ronda. Como as coisas haviam mudado. Por um mísero segundo pude perceber como opiniões mudam de uma hora para a outra, pois à meses atrás eu tinha nojo e até um pouco de medo dele. Hoje eu... eu já não tenho essa repulsa. Eu estou até... gostando dele. 

Assim que ele retomou os beijos, nos cobriu com o enorme cobertor verde musgo, bloqueando a fria brisa que antes me arrepiou. Ele fez novamente uma trilha de beijos até entre os meus seios, enquanto suas mãos seguravam minhas costas. Liberei todo meu peso contra o colchão, soltando o ar e fechando meus olhos por um segundo, logo voltando a olhá-lo. Esse seguiu em direção aos meus seios. Eu já não pensava em mais nada. Não tinha forças para me desconcentrar. Logo que terminou, voltou a me beijar, dessa vez minhas mãos foram diretamente para seus cabelos e puxei-os com toda a força que tinha direito. Por fim nos livramos levemente das últimas duas peças e ele olhou em meus olhos, certamente querendo ter certeza de que eu  não queria desistir. Eu apenas acenei com a cabeça suspirando. Logo ele voltou a me beijar enquanto levemente se posicionou. Assim ficando por um tempo. Minhas mãos automaticamente puxaram seus fios loiros. Para me distrair da dor, ele me deu um selinho e passou a mão levemente pelo meu rosto, dando sequência aos seus movimentos. Não sei descrever em palavras o que sentia. Ao mesmo tempo que doía, era bom, prazeroso e a forma como ele fez tudo parecer tão normal e tão romântico fez o totalmente mágico. Com certeza foi a melhor noite da minha vida até agora e acho difícil mudar.

Assim que paramos eu estava cansada. Meus olhos estavam fechando sozinhos e estava difícil de combater o cansaço. Foi tão maravilhoso que não estava nem acreditando que tinha realmente acontecido. Aqueles olhinhos me encaravam, certamente esperando que eu dissesse algo. Não conseguia pensar em como falar que eu amei essa noite, tudo foi tão perfeito, o baile, os shows e agora essa relação. Tenho medo de acordar amanha e ter sido um sonho ou que amanhã tudo retorne ao tumulto que costuma ser minha vida. 

-E então? O que achou? - perguntou pela primeira vez tímido de verdade.

-Eu... adorei, foi incrível de verdade! - falei o puxando para perto e depositando um último beijo em seus lábios antes de me aconchegar em seus braços e me render ao sono.

Flashback off 

Eu sabia que não dava mais para evitar, que eu estava completamente entregue, mas algo dentro de mim ainda me impedia de admitir o que eu realmente sentia. Talvez não seja por vergonha dele, e sim se mim. Se todos descobrirem que eu realmente estou entregue. O que será que vão dizer? "Mais uma que não resistiu aos encantos de Malfoy". Mas eu tinha que admitir. Eu estou me apaixonando. Acho que ainda dá tempo de parar. Ainda não é tarde demais para negar. Mas isso não é o que quero, não é o que acho que deva fazer. Essa mistura de indecisões nunca me abandona, sempre esteve lá, desde pequena, mas só piorou quando o conheci. Ele virou meu mundo do avesso assim que o vi pela primeira vez. E lá se instalou, nunca saiu. Posso dizer que me sinto a garota da musica "Never say never" dos The Fray....

Logo meus devaneios sumiram pois pude ver os lindos olhos azuis se abrindo. Ele logo olhou para mim e sorriu sincero. Será que ele também está se apaixonando? Ou sou só eu? Esqueço isso e olho em volta pela primeira vez desde que acordei. Vejo outras pessoas no quarto. O dormitório estava com as camas todas lotadas. Olho as horas. 8:20. O povo não irá acordar tão cedo, a maioria deve ter voltado à três horas atrás. Mas mesmo assim, melhor não abusar da sorte.

-Draco, eu acho melhor eu ir não é? Antes que eles acordem. - ele imediatamente me agarra, me impedindo de ir à qualquer lado. Reparo que ainda estamos ambos nus. Não que isso me preocupe, mas me deixou levemente corada. Achei fofo ele não querer que eu vá.

-Nããão, está tão perfeito.. - fala manhoso ganhando um selinho. - Não quero voltar para a realidade.

-Nem eu, mas é preciso, e olha, eu adorei de verdade! Você fez a minha noite inesquecível! 

-Você também, você tem esse poder sobre mim. - Fala e novamente nos beijamos. Logo que ele afrouxa os braços escapo dali dando uma risadinha baixa. Não quero acordar ninguém. Assim que consigo vestir o vestido novamente, pego os sapatos e olho para trás, já vendo o loiro adormecido novamente. Não saio dali sem antes depositar um beijo carinhoso em sua testa. 

----------------------------------------------------------------------

Já era quase almoço e tinha acabado de levantar, após um banho eu voltei a dormir. Por algum motivo minha cama vermelha não parecia tão aconchegante. Sentia sobrando o espaço, como se fosse menor do que o normal e a cama estivesse enorme para mim. É o que dizem...rapidamente nos acostumamos com o que é bom. 

Cheguei no refeitório e vi todos olhando para mim. Isso já é de costume porém algo dentro de mim desconfiava que algo a mais fazia as pessoas olharem. Ao me sentar na mesa, logo Gina veio, juntamente com Harry. Vi Ron mais afastado mas ainda sim olhando para mim.

-Mioneeee! É verdade o que estão falando por ai?? - perguntou Gina curiosa.

-C..como assim? O que se passa?

-Tão falando por aí que você dormiu com Malfoy. - continuou enquanto Harry lançava um olhar reprovador para ela. Eu apenas engasguei mesmo sem ter comido nada. Como isso é possível. Era por isso que todos estavam me olhando? Ele não seria capaz de sair por aí espalhando... ai ele seria!

-Bom, é verdade sim. - Falei desesperada internamente. - Mas como isso vazou assim?

-Não sei, eu fiquei sabendo agora pouco, parece que uma boa galera já sabe. Bom, não sabem né porque são apenas rumores... - Comenta Harry. - Fica calma que isso é coisa de momento. Seja lá quem espalhou, logo vai aparecer.

-Acho que não preciso de tempo para saber quem foi. Só duas pessoas sabiam. Eu e ele. 

-Amiga, acho melhor você não se precipitar. Você não tem certeza, tem? - Respirei fundo. Ela tinha total razão. - Acho melhor sairmos daqui não é? - Concordei.

Chegamos na comunal e nos certificamos que não tinha ninguém antes de falar para ela como foi. Os detalhes guardei para mim, claro, mas ela soube o que aconteceu e como eu me sinto.

-Pra mim está tão claro que vocês dois estão apaixonados um pelo outro. Só têm medo de admitir. São dois tapados. - Fala rindo e eu acompanho. Rir muitas vezes é melhor que chorar e eu realmente não quero chorar. Não hoje. Não depois de tudo o que aconteceu. Eu mereço um pouco de felicidade.

 


Notas Finais


Gente escrevi e reescrevi 30 vezes esse cap tentando fazê-lo ficar o mais perfeito possível e embora tenha ficado meio curto, eu acho que ficou mais ou menos bom.
O que me dizem?

Ah só pra atualizar vcs de que têm saído frequentemente capítulos da minha fanfic de Larry Stylinson. Confiram lá!

Bjusssss.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...