História I Choose You (Jikook ABO) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Jikook, Kookmin, Sope, Taejin, Yoonseok
Visualizações 80
Palavras 2.590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom gente voltei, me perdoem por ter demorado cinco dias pra postar mas é difícil estudar e postar ao mesmo tempo. Não vou conseguir postar todos os dias mas vou tentar ao máximo não demorar tanto ok? Me desculpem mais uma vez. Boa leitura a todos

Capítulo 5 - Capítulo 5 : O encontro perfeito.


Fanfic / Fanfiction I Choose You (Jikook ABO) - Capítulo 5 - Capítulo 5 : O encontro perfeito.

O encontro perfeito.

Jungkook estava apoiado no carro - que pediu emprestado para sua mãe - com toda aquela pose de bad boy de filmes americanos - cara de mal, braços cruzados e aquela cara de desinteresse evidente - estava esperando o mais velho descer, para que eles pudessem ter finalmente o encontro. Ele vestia uma roupa toda preta, calça, blusa, jaqueta de couro e pra completar tudo isso ainda colocou um boné, tudo exatamente tudo preto. Não tinha certeza se estava bonito vestindo assim mas seu primo falou que essa cor fica muito bem em si, então resolveu colocar. O mais velho lhe ajudou a se produzir é claro, porque se não fosse por ele provavelmente ainda estaria em sua casa com as roupas todas jogadas em cima da cama procurando algo para vestir. 

Apesar de seu primo ser oito anos mais velho que si, ele sempre esteve ali pra lhe ajudar no que fosse necessário, mesmo que o Alfa mais velho reclamasse todas as vezes que ele pedia ajuda, nunca negava ou deixava de lhe ajudar, sempre foi assim, ele reclama  no começo mas sempre ajuda no que é necessário - Até no que não é necessário ele dá uma mãozinha, como por exemplo o primeiro beijo dele.

Totalmente vergonhoso e desnecessário.

Mas apesar de tudo o mais velho é um bom Hyung, lhe ajudou muito. Muito mais do que seu próprio irmão inclusive.

Há sim tem um irmão que é cinco anos mais velho que si. Eles mantém contato, quase todos os finais de semana o outro vai lhe ver, e ver a mãe também. Quando eles eram mais novos e moravam na mesma casa tinham um relacionamento difícil já que ambos são teimosos e cabeça-dura, nunca davam o braço a torcer isso se dá também devido a rebeldia do Alfa mais velho que não ligava pra nada e só dava problema para os pais de ambos, Jungkook não aguentava ver aquilo e começava a brigar com o outro, eles sempre acabavam em socos e chutes e seu pai e seu primo que tinham que separar. Mas bem tudo se resolveu no final das contas e hoje está tudo bem entre eles. Ainda rola umas briguinhas mas é coisa de irmãos.

Voltando para o agora, Jungkook estava nervoso, ansioso e animado para aquele encontro. Nunca planejou um e muito menos foi em um, esse seria seu primeiro queria que Jimin gostasse do que seu primo planejou. Não, ele deu a idéia quem planejou foi o mais novo.

Mais isso não importa agora.

Seu coração estava batendo tão forte contra o peito que ele achou que iria rasgar sua caixa torácica e sair pra fora de seu corpo sentiu que podia desmaiar ali mesmo, tamanho que era seu nervosismo.

Droga porque estava nervoso?

Tudo somente piorou quando viu Jimin vindo em sua direção.

Como ele estava lindo.

Vestia uma blusa e uma calça preta e uma jaqueta mais clara, que poderia até ser simples mas nele ficava perfeito, ele deixava tudo divino ainda mais com aquele óculos escuros em seu rosto. Tudo pareceu ficar em câmera lenta, o jeito que ele andava como se estivesse em um desfile de moda - passos largos e totalmente confiantes - a forma que ele jogava os cabelos para trás e passava a língua entre os lábios, o deixava extremamente lindo e sensual. Essa é a palavra que define Park Jimin.

Sensual.

Por enquanto a gente esquece a parte fofa dele.

Aquele homem era lindo, e ficava mais lindo ainda assim, quando parecia confiante, sem ao menos ligar para o que as pessoas em sua volta diz. Talvez tenha sido isso que chamou a atenção de Jungkook na balada no sábado, a confiança dele em dançar sem se importar com nada, de sensualizar sem se dá conta de quem estava sendo afetado.

Era isso que Park Jimin tinha naquele momento.

Confiança.

-Kookie? - Aquela vozinha tímida lhe chamou o arrancando de seus pensamentos bem profundos.

Foi aí que ele percebeu que estava vidrado encarando o nada com a boca aberta que nem um imbecíl.

Que ótimo em Jeon Jungkook, não dá uma dentro.

Sem dizer uma palavra puxou o ômega pela cintura o abraçando fortemente, como se ele fosse fugir ou sumir de sua frente, rapidamente afundou o rosto na curvatura de seu pescoço aspirando aquele cheiro maravilhoso que era o ômega. Não entendia como aquele cheiro lhe acalmava e lhe deixava nervoso ao mesmo tempo. Não era ruim, com toda certeza não, longe disso, mas era no mínimo intrigante, isso com toda certeza era.

Jimin por sua vez não se fez de rogado, rapidamente circulou os braços em volta do pescoço do outro e fez a mesma coisa que o Alfa. O cheiro dele era o melhor, fazia seu lobo ficar eufórico e calmo ao mesmo tempo, era confuso mas era o que sentia, Jungkook o deixava assim.

-Você está lindo Hyung. Disse o que ele mais tinha vontade naquele momento, falar pra ele o quanto ele era lindo. Sua voz saiu abafado porque em nenhum momento ele largou o outro ou tirou o rosto dali.

Jimin ficou envergonhado com o elogio, usou o jeito que estavam ao seu favor, apertou mais os braços em volta do outro escondendo mais seu rosto ali, fazendo Jungkook rir do jeito fofo em que seu Hyung agia.

Agora sim a gente foca no Park Jimin fofo e envergonhado.

-Não me deixe constrangido. Susurrou para o outro.

-Só disse a verdade, você está realmente bonito. Jimin corou mais.

-Obrigado Kookie, você também está. Tudo isso não passou de um susurrou com aquela voz dengosa que só Park Jimin sabe fazer.

Jungkook ficou morrendo de vontade de apertar seu Hyung e lhe dar vários beijinhos no rosto, daquela forma bem infantil mesmo. Se separou do outro minimamente apenas para poder o encarar.

Olhou para o rosto do mais velho e mais uma vez constatou para si o quanto o ômega era lindo e fofo, e em como tinha muita sorte dele ter aceitado sair consigo, um completo estranho. Não deixaria ele lhe escapar entre os dedos, não deixaria aquele ômega solto por aí. Conquistaria ele, mostraria pra ele que ele podia ser o Alfa certo pra ele.

Analisou todo o rosto do dele com bastante calma e quando seus olhos caiu sobre a boca do outro uma vontade descomunal de o beijar possuíu-se de seu corpo.

Então sem que ao menos percebesse ou se desse conta, como imãs seus corpos se atraíram, bem lentamente um foi chegando perto do outro sem desviarem o olhar, como se não quisessem perder nada, nem uma expressão ou um mínimo movimento. Só fecharam os olhos quando seus lábios estavam raspando um no outro.

Com um movimento o mais novo findo aquele pequeno espaço entra eles e o beijou. Apenas com aquele enconstar de lábios do mais velho fazia seu interior se revirar de um forma inexplicavel, as borboletas no estômago ficavam incontroláveis, seu coração batia tão rápido que era possivel ser ouvido do outro lado da rua. Seu Hyung tinha um efeito indescritível sobre si.

Sem perder muito tempo naquele simples selar, ambos se moverem para o lado entre abrindo os lábios começando um beijo de verdade. Parecia aqueles beijos bem clichês mesmo de cinema de um casal apaixonado que não se vê a muito tempo e está matando saudades.

Era um beijo eufórico mas acima de tudo apaixonado e com sentimentos que ambos a não sabiam o que era, não tinha como nomear aquilo apenas sentir em seu interior.

Quando se separaram pela fomosa e tão odiada falta de ar a primeira coisa que fizeram foi juntar suas testas e curtir aquele momento que estava muito bom. Era uma coisa única, com um sentimento único que era compartilhado por ambos.

-Vamos Hyung? - Foi a primeira coisa dita pelo mais novo assim que ele despertou daquele estado de topor momentâneo que ele se instalou depois do beijo.

-Vamos Kookie. Susurrou envergonhado.

Então como um bom cavalheiro que é, o mais novo se separou dele - mesmo contragosto - e abriu a porta para ele entrar, e é isso que o ômega fez. Jungkook deu a volta entrando logo em seguida ocupando o acento do motorista.

-Onde vamos? - Jimin estava muito curioso quanto ao local que o mais novo o levaria.

-Surpresa Hyung. Jimin cruzou os braços e olhou indignado para o outro que apenas riu do ato do ômega.

-Eu odeio surpresas. De verdade. Diz emburrado.

-Tomara que você goste dessa. Chegou perto e deu um selinho do bico que o outro estava fazendo.

Jimin se encolheu no canto do carro envergonhado. Não entendia o efeito que o outro causava em si, ele era tímido sim e se envergonhava sim mas sabe não era tanto assim com as outras pessoas, quando ele conhecia alguém ele gostava de conversar e expor suas idéias e ouvir a dos outros - Foi o que fez com o outro ontem - Mas com ele era tudo mais intenso, gostava da forma que o outro lhe trava como se ele fosse a coisa mais importante do mundo, mas ao mesmo tempo não gostava desse efeito todo que ele causava em seu interior com apenas dois dias. Era uma sensação incrivelmente boa e ao mesmo tempo estranha, não ruim mas um estranho bom.

(...)

Jimin ficou maravilhado quando chegou no parque de diversões, ver todos aqueles brinquedos de perto era incrível. Estava parecendo uma criança de cinco anos quando ganhava o presente que queria, com os olhos brilhando e a boca moldada em um sorriso bem grande que as bochechas até doiam.

-Gostou Hyung? - O mais novo perguntou vendo a expressão do mais velho enquanto observava os brinquedo em sua volta.

Era tão bonitinho a forma em que o sorriso se moldavam em seu rosto e seus olhos brilhavam, ele era tão adorável, Jungkook poderia ficar olhando o dia inteiro que nunca se cansaria de observar o sorriso do outro. Era muito lindo.

-Se eu gostei? Eu amei Kookie, obrigado. Rapidamente circulou os braços em volta da cintura do outro que rapidamente retribuiu aquele aperto. -Eu nunca fui em um parque de diversões. Jungkook se separou do outro e o olhou espantado.

Como assim nunca foi em um parque de diversões?

-Não me olhe assim como se eu fosse um alienígena. Repreendeu o outro. -Quando eu era pequeno meu pai não me levava pois falava que brinquedos eram perigosos, ele é super protetor. Revirou os olhos em falar do seu tão amado pai. -Quando eu entrei na adolescência enfiei a cara nos livros que não tinha tempo de fazer nada, e agora que eu virei adulto tudo só piorou. Então Kookie eu não tenho culpa.

-Tudo bem Hyung eu só achei estranho, mas não tem problema porque nós estamos aqui agora e vamos nos divertir muito, certo? - O ômega assentiu. -Sua primeira vez no parque e a minha primeira vez em um encontro. Vai dar tudo certo. A última parte disse mais pra si mesmo do que pro outro. Park riu de seu nervosismo.

-Vamos Kookie estou ansioso para andar em todos os brinquedos. Pegou o braço do outro e o arrastou para entrarem no parque de uma vez por todas.

Foi um tarde perfeita - na visão de ambos. Eles foram em todos os brinquedos mais de uma vez é claro - Já que Jimin implorou e como o mais novo não consegue negar nada ao seu Hyung fez o que ele queria. Comeram bastante besteiras que vendia ali, e o principal se divertiram muito, andaram de mãos dadas, davam beijinhos e trocavam carinhos, agindo verdadeiramente como um casal.

Foi tão bom.

O último brinquedo que eles foram foi a roda gigante pois o sol estava começando a se por, ainda faltava um tempo para se por totalmente mas aquele tom alaranjado junto com o amarelo já se fazia presente. Ali da forma mais clichê possível igual aqueles filme de romance bem meloso eles trocaram um beijo bem apaixonado mesmo, onde finalmente eles entenderam o que sentem um pelo outro. Não precisou ser dita em palavras, apenas aquele gesto fez que ambos entendesse o que realmente estavam sentindo.

Era uma coisa tão boa.

(...)

-Eu já disse que odeio surpresas Kookie, pra onde está me levando?

Quando eles saíram da roda gigante Jungkook rapidamente arrastou o mais velho para o carro falando que iam para outro lugar, mas novamente não disse onde, isso deixava o ômega muito mais muito ansioso mesmo.

-Já estamos chegando Hyung não fica assim, só mais um pouquinho sim? - Mesmo contragosto o ômega confirmou com um aceno.

Jungkook tem vontade de guardar Jimin em um potinho para poder cuidar e proteger do mundo, não sabia exatamente o que ele tinha ou como conseguiu fazer isso consigo mas estava totalmente enfeitiçado nele e isso não tinha como negar.

Entrou em um prédio abandonado - que foi seu primo que indicou é claro - e levou o ômega - que ele viu que estava recesso quanto ao lugar que eles estavam - para o terraço daquele lugar, precisavam ser rápido já que o céu nesse momento estava lindo e o por do sol estava acontecendo naquele exato momento e ele não queria de jeito nenhum perder.

Então foi rápido em puxar seu Hyung para a ponta do terraço onde tinha vista da cidade e do horizonte. O céu estava em tom de laranja e amarelo bem forte dando aquele ar de fim de tarde bem gostoso, era uma imagem tão linda.

Jimin estava encantado, não tinha outra palavra para o descrever naquele momento, era absurdamente lindo ver o por do sol assim, bem devagarinho aquela bola de fogo vai se escondendo em frente ao seus olhos e dando espaço para um céu escuro cheio de estrelas e uma lua brilhante e redonda.

Era maravilhoso.

-É lindo. Jimin disse sem tirar os olhos daquela paisagem.

-É mesmo Hyung. Jungkook se posicionou atrás do outro e o abraçou, ambos continuaram a olhar aquela imagem do antes de seus olhos até que a noite caiu.

O céu estava bem estrelado e era noite de lua cheia, o que deixava tudo mais clichê e bem mais romântico. Estava tudo dando tão certo naquela segunda-feira.

Jimin estava tão fascinado pelo céu que nem percebeu o "piquenique" que o mais novo tinha preparado ali. Tinha a toalha espalhada no chão com uma cesta em cima e muitas velas para que nada ficasse escuro. Estava tão lindo.

A verdade é que foi o Yoongi que preparou essa parte, levando tudo para aquele terraço e montando, já que não tinha como ele mesmo fazer isso. Tinha que agradecer a ele depois por ter deixado essa noite tão perfeita - mais do que já estava.

-Não acredito que tem mais. Disse desacreditando em vez aquilo tudo ali.

-Achei que iria gostar. Ele ficou um pouco tenso, temendo a reposta do outro quanto a tudo isso que ele preparou.

-Achou certo. Está tudo perfeito Kookie. Respirou aliviado.

-Vem Hyung, vamos fazer um piquenique a noite. O mais velho não evitou rir com aquilo, era engraçado de certa forma.

Aquele dia não poderia ser mais perfeito. Eles se divertiram no parque de diversões, descobriram o que sentiam um pelo outro, viram um maravilhoso por do sol, fizeram um piquenique a luz de velas a noite e o mais importante de tudo, passaram por tudo isso juntos, um dia inteiro juntos, agindo como um verdadeiro casal.

Foi definitivamente o encontro perfeito.


Notas Finais


Espero que estejam gostando do rumo que está tomando. O próximo capítulo vai começar todo o conflito e os problemas, vai ser um pouco tenso. Dei um spoiler kkk. Beijinhos e até o próximo capítulo 😙😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...