História I choose you. (Taekook) menção yoonmin e namjin. - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtanboys, Namjin, Taekook, Vampire, Vampiros, Vkook, Yoonmin
Visualizações 286
Palavras 1.195
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Lemon, LGBT, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! 💜

Capítulo 31 - Capítulo 30.


Fanfic / Fanfiction I choose you. (Taekook) menção yoonmin e namjin. - Capítulo 31 - Capítulo 30.

*Jungkook POV on*

Acordei sentindo dores no corpo, estava no sofá e Taehyung não estava do meu lado. Olhei no relógio e era cedo ainda, deduzi que ele estaria no banho. Caminhei até o quarto e ouvi o barulho do chuveiro ligado, sentei na cama esperando o mesmo sair do banheiro.

Não demora muito e ele sai, estava com os olhos vermelhos típico de quem tinha chorado, parecia estar em outra dimensão que nem me notou ali.

- Tae? Digo baixo e ele me olha.

- O que quer Jeon? Responde frio.

- Tae me desculpa, por favor. Levantei indo em sua direção.

- Porque você mentiu pra mim Jungkook? Sua voz era falha. – Anda me explique!

- Eu não menti pra você Tae... Eu não estava entendendo, será que ele descobriu tudo sobre mim?

- Mas é claro que mentiu! Porque você nunca me disse que tem problemas de saúde Jeon?

Respirei fundo e aliviado por ser isso. – É raro eu passar mal Tae, pensei que não aconteceria tão cedo. Eu as vezes tenho febre, vomito ou algo do tipo como todo mundo. Ri fraco. – Me desculpa por favor! Supliquei. – Eu não quis te assustar, nem te deixar magoado. O abracei.

Tendo essa conversa com ele percebi o quão frágil ele era quando se tratava de sentimentos. Por fora ele parece ser durão mas isso é por conta da sua profissão, por dentro Taehyung é sensível e tem medo de perder o que ele ama. Minha consciência pesou um milhão de vezes, se antes eu me sentia mal por mentir agora me sinto um milhão de vezes pior.

- Kookie. Ele coloca suas mãos sob meu pescoço e me olha fixamente nos olhos. – Você tem noção do quanto você significa pra mim? Nunca ninguém fez tanto sentido pra mim como você faz. Lágrimas desciam por sua face. – Eu nunca amei ninguém como eu amo você! Você apareceu por acaso e esse é o acaso mais bonito que existe. Sorriu em meio ao choro. – Eu nunca tive sorte em relacionamentos, os caras só queriam transar comigo por me acharem bonito e eu sempre sofri com isso porque infelizmente eu me apego fácil. Mas por você eu não sinto apego eu sinto amor. Ele suspira. – Ontem quando eu vi você daquela maneira eu pedi aos céus pra não te perder, eu não suportaria isso. Por favor não me esconda mais nada por mais bobo que pareça. Pra você ter noção eu não consigo nem ficar bravo com você Jungkook. Eu tentei por um minuto mas eu não consigo.

Eu chorava junto com ele me sentindo a pior pessoa do universo, afinal eu nem precisava sentir porque eu sou a pior pessoa do universo. – Me desculpa por favor? Ele assentiu sorrindo docemente e selou meus lábios num beijo repleto de sentimentos.

Após nos separarmos eu fui pra cozinha preparar um café enquanto ele terminava de se arrumar pro trabalho.

- Hmmm o cheiro tá bom Kookie! Tô com fome, nem jantei ontem por sua causa. Faz bico.

- Se te conforta eu também não jantei ontem... Digo rindo. – Vem senta aqui e come. Peço  pra ele se sentar ao meu lado.

- Eu tenho um favor pra te pedir.

- Claro pode falar. Sorrio.

- Consegui folga de 2 dias na delegacia e nós vamos para Daegu.

- Nós? Acabei pensando alto, eu adorava ouvir ele dizer nós e o modo como ele sempre me incluía em tudo.

- Sim nós. Você não quer ir? Pergunta receoso.

- Claro que sim Tae!

Ele suspirou e botou a mão no coração. – Você anda querendo testar meu coração ultimamente Jeon Jungkook? Diz tentando parecer sério mas no fundo soou dramático mesmo.

Ri alto com sua pergunta. – Claro que não.

- Não tem graça! Recebo um tapa no ombro e um bico enorme.

- Continua com esse bico aí que eu arranco ele de você na mordida. Rapidamente ele desfez o bico.

- Pensei que você não quisesse ir.

- Eu nunca tive ninguém que me incluísse em seus planos Tae. Digo sincero. – Você está sendo o primeiro em muitas coisas pra mim.

Ele sorri e cora, tão adorável. – Você fica tão fofo coradinho. Afago suas bochechas.

- Aigoo Jungkook! Ele diz mais sem graça ainda.

- Então o que iremos fazer em Daegu? Sei que sua família mora lá não é?

- Sim, mas não vamos viajar sozinhos. Os hyungs também irão.

- Oh! Certo.

- Nós vamos montar uma cerimônia pro casamento do Jin e do Nam. Eu queria a sua ajuda na decoração...

- Claro que eu ajudo. Ajudo no que você quiser. Ele sorri e bate palminhas. Realmente adorável.

- Tudo será surpresa pro Jin amor, então você não pode contar. Ele estava empolgado e cada vez que eu ouvia ele me chamando de amor meu coração falhava uma batida. – A viagem será daqui há 2 semanas e nós iremos na sexta feira a noite. O jin irá com o Namjoon no sábado pela manhã. Eu falei pro Jin que tinha conseguido uma folga somente pra ele e o Nam como presente de casamento. Ontem no trabalho dividimos as tarefas e cada um ficou responsável por uma coisa. Fica de olho no seu celular que vamos montar um grupo pra acertar os detalhes. Temos duas semanas pra organizar tudo e eu quero muito que você conheça a minha família também. Tenho certeza que meus pais vão amar você.

- Eu ficarei honrado em ajudar e em conhece-los.

- Obrigada Kookie. Me dá um selinho.

- Posso te levar ao trabalho hoje?

- Pode. Mas porque quer me levar? Ciúmes senhor Jeon? Ele arqueia uma sobrancelha. 

- Não, só quero aproveitar mais o tempo com você.

- Então você me leva e me busca ok? Aliás você poderia fazer isso sempre eu não gosto muito de dirigir. Faz uma careta engraçada. 

- Porque você não me disse antes?

- Porque seria folga demais da minha parte ter meu namorado me levando e me buscando no trabalho. Diz soando óbvio.

Namorado? Sorri abertamente ao ouvir isso.

- Hmmm. O abracei por trás. – Então seu namorado irá fazer essa gentileza pra você. Distribui selares pelo seu pescoço.

- Kookia-ah para senão eu vou me atrasar. Diz manhoso.

- Você falando pra eu parar manhoso assim não adianta muita coisa. Ri soprado.

- Aish Jungkook você tá muito tarado ultimamente.

- Eu o que? O olhei incrédulo. – Você não é santo não, você me provoca.

Ele revira os olhos.

Ainda abraçado com ele sussurrei em seu ouvido: - Só revire os seus olhos quando eu estiver te fodendo, entendeu Kim Taehyung? Senti seu corpo arrepiar.

- SAFADO! Gritou me empurrando. – Vamos embora logo Jeon.

Eu ri e concordei.

(...)

O caminho até a delegacia foi tranquilo, fomos trocando carinhos, ouvindo música, observei Taehyung por vários momentos olhando crianças na rua e o quanto ele almejava construir uma família. Eu queria poder construir tudo isso ao seu lado mas não poderia.

A única certeza que eu tinha era de que eu iria ama-lo mesmo depois de estar morto.

“Ninguém nunca me amou de tal forma como você faz Kim Taehyung.”

*Jungkook POV off*


Notas Finais


Espero que tenham gostado, obrigada e até a próxima! 😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...