1. Spirit Fanfics >
  2. .i did it all by myself >
  3. .único

História .i did it all by myself - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


eu brisei legal nessa one.
bom, se ficou muito confuso vou explicar pra voces aqui. basicamente quem tem a aparência original de donghyuck é o soulmate dele (voces imaginam quem voces quiserem hihi) e o hyuck apenas trocou de corpo com ele
lendo voces vao entender eu juro

Capítulo 1 - .único


Desde muito pequeno Donghyuck sempre teve uma boa autoestima. Nunca, em momento algum, havia contestado se era mesmo tão bonito quanto pensava. 

Mesmo sendo muito atraente nunca fora fácil pro jovem de dezenove anos fazer amizades. Por ser bastante ingênuo sempre haviam pessoas tentando abusar de sua bondade ou enganá-lo. 

Com o tempo Donghyuck havia deixado de se importar com isso e pra falar a verdade, ele não ligava de passar suas tardes e noites de sábado em sua própria presença.

Seus hobbys consistiam em tomar banhos longos, assistir séries e de vez em quando arriscava fazer maquiagens em si mesmo que, modéstia a parte, ficavam muito boas. Mas esses não eram todos os meios do garoto se entreter. 

Geralmente depois de tomar um de seus clássicos banhos demorados e se maquiar, Donghyuck gostava de se olhar nu frente ao espelho. Não de qualquer jeito, não. Era um verdadeiro amante da aura sexual que ele mesmo exalava. E naquele dia não havia nada diferente. 

O jovem agora com um aroma de seu sabonete preferido — pétalas de cravo — exalando e uma sombra  cor de pêssego cheia de brilhinhos nos olhos, sentava sobre sua cama. Usava apenas a camiseta listrada larga que usava de pijama e as peças íntimas. Em sua boca havia um pirulito de morango, sua marca registrada, já que qualquer pessoa que convivesse com o moreno saberia que ele sempre está com um daqueles na boca.

Resolveu então olhar o resultado da sua obra, levantando-se e indo até o espelho enorme que cobria toda a frente de seu guarda-roupa. Analisou com cuidado cada detalhe de sua maquiagem e soltou um sorriso lateral quando percebeu que estava tudo perfeito. 

Donghyuck então tirou o pirulito da boca, este fazendo um barulho de pop na saída. Percebeu que seus lábios estavam mais vermelhos do que o normal pela coloração do doce que chupava e apenas aquele fato começou a despertar os instintos do jovem. 

Com a mão livre, Donghyuck bagunçou os próprios fios de cabelo e enquanto fitava a si próprio no espelho lambeu lentamente toda a extensão do pirulito, sua língua também se tornando lentamente mais avermelhada graças ao doce.

Gostava de imaginar que seu soulmate — até então desconhecido — fazia esse tipo de coisa na vida passada e que permitia que o assistisse. E com esse pensamento, Hyuck levou uma de suas mãos frias para baixo de seu pijama, rumando seu mamilo direito e se arrepiando inteiro com o contato entre a pele gélida e a quentinha. Beliscou de leve sentindo aquela sensação gostosa e então repetiu, dessa vez mais forte, o que fez com que soltasse um gemido quase inaudível. 

A esse ponto o membro de Donghyuck já se encontrava quase duro, o que fez com o mesmo depositasse o pirulito que chupava no criado mudo para se livrar das roupas que o cobriam, jogando a blusa listrada em qualquer canto do quarto. 

Sentiu seu pau ficar ainda mais duro quando viu a si próprio, a pele morena praticamente brilhando  com a luz solar que entrava pela janela e com as gotículas mínimas de suor que estavam ali, mas que o jovem sabia que iriam aumentar em breve pelo que estava prestes a fazer. 

Adentrou a mão lentamente na cueca box preta que usava, encarando a si próprio enquanto mordiscava o lábio inferior. 

Sentiu aquele mesmo choque térmico de antes mas pouco se importou, rodeando seu membro com os dedinhos bonitos e soltando um arfar com o contato. 

— Tão bom... - fala consigo mesmo em um suspiro enquanto dá a primeira investida com sua mão, rodeando a cabecinha logo em seguida.

Hyuck resiste à vontade que tem de jogar sua cabeça para trás e apenas aproveitar aquele momento de olhos fechados, afinal o maior prazer naquilo tudo para o jovem era se assistir fazendo e ele nunca perderia uma chance. Depois de mais algumas bombeadas no próprio membro, o moreno perde a paciência e simplesmente arranca o restante de roupas que tem no corpo, ficando completamente nu.

O pré-gozo já está espalhado por todo seu membro, mesmo com tão poucos movimentos. A verdade é que Donghyuck era sensível até demais em momentos como aquele. 

Voltou a masturbar-se lentamente soltando gemidos e suspiros baixos mas que eram impossíveis de serem controlados.

Não aguentando mais as pernas bambas por conta do prazer, o moreno se apoia no espelho onde observava a si próprio e aquele foi o estopim para que sua mão começasse a trabalhar mais rápido, ouvindo sons obscenos de seu pau. 

O cabelo do garoto umedecia cada vez mais e a cada estocada contra sua mão seu cabelo grudava na testa em algumas partes graças ao suor, seu corpo todo não estando diferente. 

Se vendo daquela maneira, tão entregue e sensível, Hyuck começou a sentir o orgasmo chegar, acelerando ainda mais sua masturbação. Segundos depois acabou por gozar no próprio espelho, o manchando todo com seu líquido branco, e soltando um gemido alto e sôfrego. 

Quando o entorpecer de seu orgasmo passou, se sentou de volta na cama e suspirou. O rosto do garoto estava um caos, depois de tanto suor toda sua maquiagem havia derretido e tinha conseguido borrar até seus olhos com uma lágrima solitária que havia escorrido quando alcançou o clímax. 

Na cabeça de Donghyuck só se passava uma pergunta: quando vou reencontrar meu soulmate pra  poder transar na frente do espelho?


Notas Finais


isso ta muito ruim mas eu tava esperando o efeito do energetico passar sem nada pra fazer entao espero q gostem 🤠
primeiro smut que escrevi quero implodir


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...