História I didn't wanna love you... - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ateu, Coreano, Coréia, Drama, Romance
Visualizações 5
Palavras 825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura amores!

Capítulo 2 - Ela se foi...


- Wow... Você está bem? - diz o homem me levantando

- S-sim - falo um pouco gaguejando - obrigada...

O tal homem me levanta, ele era muito bonito, provavelmente meu tipo ideal e tinha um sorriso de morrer. Depois que ele me levanta, fica um clima um pouco quanto estranho entre nós, mas as vezes ele olhava de lado e todas as vezes que algum homem fazia isso comigo eu me sentia assediada... Mas com ele não.

MyungDae's Voice

Havia acabado de ajudar uma menina a não cair, minha timidez tinha subido pra 200, não sabia o que fazer, quis ficar olhando pra ela de lado, mas eu tinha medo que ela achasse aquilo um assédio. A tal garota, a qual eu havia salvado seguiu seu caminho em pé no ônibus e do meu lado, mas em alguns minutos ela se direcionou a porta do ônibus e então eu cutuquei ela

- Tchau - aceno e sorrio

- Tchau e obrigada - ela sorri

Depois daquilo, segui o meu caminho também e desci no ponto próximo ao que a menina tinha descido. Andei algumas quadras até chegar em minha casa.

Chegando lá, encontrei meus pais e meu irmão mais novo chorando, começo a ficar um pouco assustado

- O que aconteceu aqui? - Fecho a porta, deixo a bolsa no chão e me sento no sofá junto de minha mãe

- Oi filho - minha mãe fala com a voz chorosa e enxungando suas lágrimas - a sua.. a sua tia... a Soonbok.. ela morreu em um acidente de carro

Naquele exato momento eu simplesmente parei, minha vida parou por alguns segundos. Soonbok era a tia mais legal que eu tinha, a que eu mais gostava e a que sempre me dava conselhos bons.

- Co-como assim ela morreu? - uma lágrima percorre meu olho

- Ela estava indo pra casa do seu tio e no caminho ela acabou se distraindo com o celular e bateu - meu pai passa a mão nas costas da minha mãe tentando acalmá-la, onde a mesma ainda se encontrava chorando

Naquela cena, todos aos prantos, eu subi para o meu quarto, tranquei a porta e me desabei. Eu simplesmente não queria acreditar no que havia acontecido, agora eu estou sozinho e sem ninguém pra conversar. Eu até confio nos meus pais, mas não tanto como eu confiava na minha tia, ela era a pessoa com quem eu mais conversava e confiava.

Dobrei meus joelhos na cama e comecei a gritar "POR QUE DEUS???". Comecei a me questionar de todos os jeitos, eu só queria gritar e chorar, eu estava sem saber o que fazer. Naquele exato momento eu tinha deixado de acreditar em tudo que envolvia Deus e, talvez, deixado de acreditar que um Deus existisse.

Ouço meu pai batendo na porta, logo enxugo o choro.

- Pode entrar - falo quase rouco

- Filho? - diz ele abrindo a porta - Ai por favor não fique assim - ele fecha a porta e vem me abraçar

Dos meus pais, eu era mais próximo do meu pai, ele sempre me apoiou e tentou me ajudar nas coisas, mas nunca confiei muito nele pois ele havia traído minha mãe à uns 5 anos atrás.

- O que eu vou fazer pai? A tia Soonbok era quem eu mais confia, quem eu mais amava e quem sabia mais de mim - lágrimas voltam a rolar pelo meu rosto

- Não diga assim! - ele me solta e passa a mão nas minhas costas - Converse com Deus e entregue tudo...

- Não! - o interrompo antes que ele continue a frase - eu não acredito mais em nada disso, se esse Deus fosse real não me faria passar por isso

- Não é porque sua tia morreu que você pode se revoltar contra Deus - ele me olha sério - o que deu em você?

- Nada pai, mas eu já sofri demais e não quero mais isso! Desculpe, mas esse caminho não é pra mim - saio do quarto e vou pra varanda

Eu só queria um momento sozinho pensando em tudo o que me aconteceu, eu já passei por tanta coisa. Nesse momento, olhando o céu estrelado, me veio à mente um flashback da minha vida, de tudo o que eu passei e de todas as coisas, tanto boas como ruins. Fiquei ali por um momento, pensa nisso tudo.

Jennie's voice

Já havia chegado em casa à alguns minutos, tinha de me preparar pois amanhã teria que ir a igreja e obviamente eu iria cantar, mas ainda preciso treinar a letra e afinar minha voz.

Peguei meu celular e vi algumas das minhas redes sociais, já deitada em minha cama. Então, vi um tweet de uma conta cristã que me chamou atenção:

"Você se casaria com alguém mesmo sabendo que esse alguém te trairia toda hora? Jesus fez isso."

Aquilo me fez refletir muito, pois era realmente verdade. Jesus deu a vida por nós mesmo sabendo que pecariamos muitos e, certamente o trairíamos com isso.

Dobrei meu joelhos na cama e comecei a orar, agradecendo a Deus por tudo.


Notas Finais


Deixei isso no ar, pois foi isso mesmo que Jesus fez ♡ que toda honra e toda glória seja dada somente a Ele!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...