História I Don't Even Know Your Name - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Cameron Dallas, Macgon, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 202
Palavras 1.099
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente desculpa a demorinha, mas eu disse que ia andar meio ocupada, tentei fazer um capitulo agradavel depois de tanto choro, minha caixa d'água está cheia de lagrimas aushaushaushuahs
Qualquer erro me perdoem, espero que gostem e e assim que eu puder eu posto mais ^^

Capítulo 26 - Reencounter


Fanfic / Fanfiction I Don't Even Know Your Name - Capítulo 26 - Reencounter

Três meses depois 

Pov Shawn  

-ACORDA MENDES! -Joshua grita no meu ouvido fazendo eu pular e olhar pra ele. 

-Você sabe que eu não sou surdo né?! -Me levanto da cama do ônibus e o encaro.  

-Preparado para mais um show? 

-Sempre. 

O show ocorre as mil maravilhas, a sensação de milhares de pessoas cantando as minhas musicas é incrível, quando canto I Don't Even Your Name sinto meu coração pula a cada batida, toda a letra tinha um grande significado pra mim, cada palavra era como se fosse feita para Crystal, como se cada estrofe fosse o destino mandando eu escrever antes mesmo de saber o que iria acontecer. 

No caminho do hotel, desço na entrada para atender alguns fãs, começo a abraçar e atirar fotos, vejo cabelos azuis se aproximando e sinto como se o ar fosse arrancado dos meus pulmões, mas ele volta com rapidez quando noto que não é a pessoa que eu esperava, que não é a Crystal. 

-Posso tirar uma foto? -A garota com olhos claros me encara com alegria. 

-Claro, qual é o seu nome?  

-Bella –Ela fala fazendo eu ter total certeza que não era a Turtle, ela nunca falaria o nome na minha cara. 

Entro no elevador inquieto, Manson está atrás de mim falando sobre os próximos shows, minha cabeça roda simplesmente por ouvir, estava cansado, queria deitar e dormir por horas. Falo nada passando pela porta e caminhando para o quarto, até Manson gritar meu nome. 

-ME ESCUTA CARA! -Me viro pra ele batendo os braços contra o corpo. -Presta atenção no que eu to te falando pelo amor... 

-Eu to cansado cara... Só me fala o próximo é ta bom... -Volto a andar com calma. 

-Los Angeles, o próximo show é na cidade dos anjos. 

Paro no meio do corredor, o ultimo lugar em que eu a vi, mordo o lábio inferior sentindo minha respiração pesar, era obvio que eu não ia ver ela lá, ela nunca parava em uma cidade, provavelmente ela estaria do outro lado do mundo, provavelmente tomando saquê.  

Durmo com dificuldade, acordando toda hora fazendo eu ficar com raiva e desistir de dormir, me levanto e encaro o horizonte pela janela, as poucas luzes fazia a cidade brilhar, fico pensando no que será que Crystal está fazendo naquele momento? Depois de horas pego no sono, não foi a minha melhor noite, mas também não foi a pior.  

*** 

O calor da cidade faz eu ter vontade de tirar a camisa, mas controlo esse meu desejo ao ver algumas pessoas me olhando e tirando foto, entro no carro e vou a caminho para o hotel, quando entro no quarto meu celular toca. 

-Fala Mendes.  

-Oi Dallas, ta beleza? 

-To legal, soube que está em L.A 

-É, vou fazer um show amanhã a noite. 

-Eu também to na cidade, topa sair? -Escuto alguém dando um grito e Cameron dar uma gargalhada. -Comigo, com Nash e Matt. 

Solto um longo suspiro, era legal sair com eles, sempre dava risada, mas as lembranças que vinha juntos era meio complicadas de se reviver. 

-Shawn... -Cameron continua e posso ver ele com uma cara de que quer aprontar. -Qual é. 

-Ok, ok Cam, eu vou. -Escuto os três gritando em comemoração. 

-A gente se ver a noite, nos encontra... Sei lá, naquele restaurante que fomos naquela noite, você lembra? O japonês...Que comemos aquele sushi maravilhoso... Eu não me lembro o nome. 

-Eu sei qual é Dallas, eu sei, a gente se ve la. 

*** 

-EU FALEI PRA VOCE NÃO COMER ISSO. -Dou gargalhando vendo Matt se abanar por comer tanto Wasabi. 

-ELE ME DESAFIOU! -Ele se defende apontando para Nash que está quase caindo de tanto rir, enquanto andamos pelas ruas. -EU ODEIO VOCES! -Ele joga o potinho que estava a pasta verde. 

-Cara, o próximo vídeo já tenho uma ideia. -Cameron limpa as lagrimas do rosto. -Quem comer mais Wasabi vence. 

-Vocês vão acabar se matando. -Coloco as mãos nos bolsos dando risada. 

-Hey caras preciso da ajuda de voces... -Nash se apoia no meu ombro. -Eu to com uma garota e ela é INCRIVEL! 

-Quem é a louca? -Cameron o olha com uma sobrancelha levantada fazendo ele levar um soco no braço. 

-A gente já se conhece faz um tempo, eu adoraria comprar algo bom pra ela. 

-O que tem em mente? -Olho para ele alegremente, era legal ele ter arrumado uma garota, pelo menos um de nós conseguia. 

-Eu não sei.... 

-Que tal uma joia? -Matt para no meio da calçada olhando para o outro lado da rua. Nos viramos e vemos uma mulher de cabelos castanhos parada no balcão encarando algo dentro, sinto meu coração pular, conhecia ela, era Melanie, mãe de Crystal e Hanna, seu olhar severo passa pela gente e sua atenção volta para alguma joia. Todos nós nos olhamos não precisávamos dizer nada, apenas caminhamos com um nervosismo imenso e o coração pulando para fora do peito.  

Entramos na loja, reparo em cada detalhe, as paredes em cores neutras, com um lustre gigante no meio do teto, todo de pedras, têm balcões próximos as paredes e no centro, todos com jioa que era obvio que eram super caras, olhamos para Melanie que abre um sorriso discreto. 

-Posso ajudar? -Sua voz tranquila ecoa pelo meus ouvidos. 

-Ah... -Nash se aproxima dela. -Eu queria dar um presente para uma garota, mas não tenho ideia do que exatamente. 

Ela da uma risada e concorda com a cabeça nos olhando, como se tivesse nos analisando. 

-Só um minuto... -Ela inclina a cabeça pra trás e grita pra alguém que está em uma sala no fundo. -Uma de vocês.... Venham aqui, é melhor alguém jovem cuidar disso. 

Hanna aparece na porta com um sorriso largo, aparentemente estava rindo de algo, seus cabelos estavam castanhos e com algumas mechas loiras, totalmente diferente, ela nos olha surpresa. 

-Olha... Olha... Se não são os garotos da Magcon.... -Cameron se aproxima pra falar algo, mas ela o interrompe com um chamado. -Turtle, venha aqui agora! 

Sinto como se o mundo escurecesse e só ela estivesse brilhando, Crystal aparece com uma roupa discreta, jeans, uma camisa social branca e seus cabelos voltaram a ser negros, está com um colar largo no pescoço e um brinco com uma grande pedra na orelha, ela está com um caderno na mão e um lápis na outra. Ao nos ver ela nos lança um olhar de surpresa, olha para cada um de nós e depois para Hanna, a mãe dela apenas nos encara, Crys da uma risada discreta com os lábios marcados pelo batom escuro. 

-Oi garotos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...