História I don’t forget you - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Supergirl
Personagens Alex Danvers, Kara Zor-El (Supergirl), Lena Luthor, Personagens Originais
Tags Kara Danvers, Lena Luthor, Romance, Supergirl
Visualizações 75
Palavras 1.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Meus amores, como vocês estão?
Aqui vai mais um capítulo.
Espero que gostem e me desculpem os erros. 😘😘

Capítulo 8 - Chapter VIII


Alex P.O.V.

 

-Nós precisamos conversar Alex!

Não estava acreditando que ela estava bem em minha frente. Com aquele olhar gélido, que intimida qualquer um. Mas não deixei transparecer meu nervosismo. 

-Lena, como você está?

-Não venha com esse papo para cima de mim Alex, você vai me contar o que está acontecendo, e é agora. 

-Como assim?! Nada está acontecendo...

-Alex. -Ela suspirou e continuou.- Eu contratei um detetive para descobrir o que está acontecendo com você e com a Kara. E eu já cansei de ser enganada por você. Então já chega de tentar me enrolar. 

Ela tinha todo aquele ar intimidador e fiquei intrigada em saber o que o detetive descobriu. Então disse:

-Ok, vamos no meu quarto, para conversarmos melhor sobre isso. Com mais privacidade. Só preciso fazer uma ligação. 

-Ok, vamos. 

Eu voltei em direção ao meu quarto e liguei para meus homens darem continuação na procura, que estaria ocupada. Chegando no meu quarto de hotel, Maggie, que ainda não tinha saído, me pergunta:

-Amor, o que acontec... Lena, o que você faz aqui?

-Olá Maggie. Eu não estava aguentando mais ser enganada pela Alex, e vim saber pessoalmente o que está acontecendo.

-Mas como você sabia que estávamos aqui no Brasil?

-Eu contratei um detetive e ele descobriu aonde vocês estavam. Então, quem vai me explicar o que está acontecendo e aonde está a Kara?

-O que o detetive lhe disse? -Eu pergunto. 

-Por favor Alex, para de tentar ganhar tempo, sei o que está fazendo. Não estou aguentando mais viver sem saber de onde minha Kara está. Sei que você me mentiu, a Kara não está com sua mãe, nem ela sabe aonde a Kara está. Rastreamos o email que a Catco recebeu da “Kara”, e advinha?! O email veio daqui. Que coincidência não é?! Veio do lugar que você está. Então Alex, você vai me dizer ou vou deixar o detetive descobrir o restante?!

Ela me enche de perguntas fazendo meu sangue ferver, quem essa mulher pensa que é para me cobrar de informações da MINHA irmã. Então respondo:

-Quem você pensa que é Lena?! Só por que você é uma Luthor, se acha no direito de invadir minha privacidade e da Kara, contratando esse detetive. E pra piorar vim exigir aqui informação da MINHA irmã. 

Ela se assusta com minha resposta. E Maggie me pede calma. 

-Calma Maggie?! Como você quer que eu fique calma, com essa mulher falando todas essas coisas pra mim. Aonde a Kara está não é da conta de ninguém. 

Eu respondo para a Maggie, e quando volto a olhar para a Lena, meu coração se amolece vendo sua fragilidade, seus olhos começam a ficar vermelhos com lágrimas que ela tenta a todo custo segura-las. 

-Teoricamente não é da conta de ninguém, mas eu não aguento mais esse silêncio por parte dela. Isso está me matando. E meu coração me diz que tem algo de errado. Meu coração que mandou eu fazer tudo isso. Por que preciso de resposta. 

Ela levanta o rosto, sem conseguir esconder as lágrimas e continua:

-Alex, eu amo a sua irmã, sempre amei. Sou completamente louca por ela. E sinto muito a sua falta, das nossas conversas, de nossas briguinha, de como ela era carinhosa comigo. Por favor, eu te imploro por tudo que é mais sagrado, me diga aonde ela está. Mesmo que ela não me queira como amante, eu não me importo, eu fico somente com sua amizade, por que prefiro ter ela de algum jeito que não ter ela em minha vida. 

Eu fico em choque, vendo essa mulher tão intimidante com a aparência tão quebrada. Nunca imaginei que ela fizesse alguma coisa desse tipo por minha irmã, sabia que ela sentia alguma coisa por ela, mas não tanto assim. 

Olho para o lado e Maggie também não conseguiu segurar as lágrimas, olho para ela com cara de interrogação, tentando conversar com ela por pensamentos e ela assente, confirmando a minha pergunta silenciosa. 

Então virei para Lena e lhe contei tudo. Desde que aquela menina de 10 anos chegou em minha casa tentando “roubar” minha família. E as reações da Lena, foram de quebrar qualquer coração. Da descoberta que a Kara era a supergirl não foi tão ruim, mas quando eu contei de todo o acidente envolvendo ela e de seu desaparecimento, ela perdeu o chão. Eu não aguentando mais ver seu desespero, eu sair de perto e a Maggie ficou consolando ela. Fui para a varanda respirar um ar puro, por o de lá dentro estava me sufocando. E pensei:

“Por favor Kara, não me mate quando você voltar, mas tive que contar tudo para ‘sua mulher’ ela sempre foi sua, por que tu não percebeu isso antes, já que tu também sempre foi dela.”

Fico na varanda e nem vejo o tempo passar, até a Maggie vim me abraçar por trás. 

-Você fez a coisa certa. Ela dormiu só de tanta tristeza. 

-Tu acha? Por creio que Kara vai me esganar por ter contado tudo para a Lena.

-É, mas talvez ela fique feliz que tu tenha contado tudo, livrando ela desse trabalho. - Eu dou um sorriso triste, pensando na Kara. Mas Maggie continua. - Amor, eu sei que é difícil, mas você tem que pensar na possibilidade de ela não t-ter resis...

-Não diga isso. Por favor. 

Sair do seu abraço não querendo ouvir. 

-Mas amor, você tem que pensar...

-Eu só vou pensar nessa possibilidade quando tiver um corpo, enquanto não tem, minha irmã tá viva. 

-Tudo bem. Desculpa amor. 

E assim ficamos esperando a Lena acordar, para continuarmos a nossa conversa. 

 

Lena P.O.V.

 

Eu acordo pensando no meu pesadelo, de que a Kara estava desaparecida, mas aí olho para os lados e percebo que não estou em casa, e vejo a Alex vindo em minha direção. 

-Então não foi um pesadelo?

Eu pergunto. 

-Infelizmente não é. Ela ainda está desaparecida. 

Eu sinto como se meu coração não fosse aguentar de tanta dor. Nunca sentir uma dor tão sufocante como essa, parecida que eu não conseguia respirar. Então a Alex vem para o meu lado. 

-Respira Lena, respira fundo. 

Vou seguindo sua recomendações e parece que o ar começa a entrar pelos meus pulmões outra vez. 

-Ela tem chance de está viva?

-Eu não vou desistir de procurar por ela, se um corpo não apareceu, então ela ainda está viva. 

-Você tem razão. Vamos encontrar ela. 

-Vamos?

-Você acha que eu não vou fazer nada para encontrar a mulher da minha vida?

-Sim, mas o que você pode fazer?!

-Esqueceu que sou dona de uma das maiores empresas do mundo? Eu vou gastar tudo que tenho e o que não tenho para encontrar ela. Contratar os melhores detetives e os melhores equipamentos. Não que não confio em você e sua equipe. Mas quanto mais gente procurando por ela, melhor. 

-Toda ajuda é bem vinda.  Mas não podemos falar nada sobre ser a supergirl, vamos dizer que é a Kara Denvers. Se souberem que a supergirl está desaparecida, nossa cidade pode sofrer nas mãos de criminosos. 

-Tudo bem. E você tem razão. Só a imagem da supergirl da esperança para todos. 

Com isso eu liguei para muitos dos meus contatos influentes, detetives e para o laboratório para disponibilizar tudo para ajudar na procura da Kara. Ofereci recompensa de quem saber paradeiro dela. E assim as buscas voltaram com força total, com ajuda da L-Corp e da DEO.


Notas Finais


O que acharam?
😃😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...