1. Spirit Fanfics >
  2. I Don't Like Boys Lee - MarkHyuck >
  3. Chapter six;

História I Don't Like Boys Lee - MarkHyuck - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


OI GENTE EU VOLTEI!
quem está vivo sempre aparece não é mesmo?
mil desculpas pela demora na att da fic, mas eu estava MUITO ocupada com a escola, e agora que estou de férias (sim, férias. pq a minha escola substituiu as férias de julho por aula e a quarentena virou férias) vou postar bem mais.
e prometo que vou tentar acabar essa fic antes da quarentena acabar✌🏻😔
boa leitura💓

Capítulo 7 - Chapter six;


Sim, Mark sabia que o beijo que ele e Donghyuck haviam tido foi só por conta de que o mais novo estava bêbado. Talvez.

Ele não entendia duas coisas: A primeira era que as pessoas quando estão sobre o teor alcoólico fazem ou falam coisas que não teriam coragem de fazer quando estão sóbrias, certo? Ele não conseguia entender o porquê do Lee ter o beijado. E a segunda coisa: Por que ele retribuiu o beijo?

Ok, não tenho que pensar mais nisso — pensou Minhyung.

Ele já estava em casa. Realmente tinha gostado de passar a noite com Donghyuck, foi diferente, e tinha sentido saudades daquilo, não podia negar.

Ele estava já pronto para ir à escola quando seu celular vibrou em seu bolso, alguém havia mandado uma mensagem, então o canadense pegou seu celular e foi vem quem tinha mando mensagem para si. Havia sido Donghyuck, e logo quando o garoto havia visto quem mandara a mensagem ficou nervoso, ele não sabia o porquê. Sentir as tals borboletas na barriga que todo mundo fala não é coisa de apaixonado? Entrou na conversa com o mais novo, logo lendo a mensagem.

"Hyung, por que você saiu tão cedo da minha casa? Você podia pelo menos ter esperado eu acordar para nós tomarmos café da manhã juntos"

Ele sorriu ao pensar na careta que Donghyuck deveria ter feito ao mandar aquela mensagem, logo começando à responder o mesmo.

"Me desculpe, Hyuck

Mas eu precisava vir cedo para casa, você sabe que sempre chego antes de todo mundo não é?"

E logo recebeu uma resposta.

"Eu sei que você tem seus clubes, hyung

Mas era só você vestir um uniforme meu, que iria caber já que temos quase a mesma altura

Ai nós tomávamos café rápido e iríamos à escola juntos"

"Então isso fica para a próxima, ok?

Eu já estou atrasado então nos falamos na escola"

Desligou seu celular, logo guardando no bolso. E ao ver a hora em seu relógio se assustou, ele estava atrasado para o clube de matemática. Pegou sua bolsa em sua mesa e a jogou em seus ombros, logo correndo até o andar de baixo de sua casa, saindo de sua moradia logo em seguida.

[...]

Mark já estava na escola a algumas horas, suas aulas extras já haviam acabados e agora ele seguia para sua sala, pois suas aulas já iriam começar, novamente. Entrou na sala e como de costume foi seguido por Chenle, seu melhor amigo — mesmo que eles não estudam na mesma sala —.

[ Mark Point Of View ]

— Por que você sempre fica aqui na sala sendo que nem estuda aqui? — perguntei para o mesmo, que se sentou em minha carteira.

— Sei lá — riu — Não tenho mais ninguém para encher o saco além de você!

— Ei! — dei um leve soco em seu ombro — Você ainda tem os outros meninos... E o Jisung.

— Hyung! — ele me olhou com uma cara de bravo — Assim as pessoas irão ouvir.

— Mas é para todo mundo saber mesmo, aliás, qual sua relação com ele? — sentei na mesa, recebendo um olhar irritado do mesmo — Qual é, Chenle! Todo mundo sabe que vocês tem algum rolo, quando irão assumir?

— Hyung, eu não sei... — ele apontou para alguma coisa que estava atrás de mim, o que fez eu me virar, e alí estava Donghyuck, sorrindo como sempre.

— Ah, oi Hyuck! — sorri para o mesmo.

— Hyung, posso falar com você? — perguntou o mesmo, e logo eu assenti acompanhando o mesmo — Bom... é sobre o que aconteceu ontem.

— Sobre o... — beijo?

— Sobre nós termos bebidos demais — e graças à Deus, o mais novo me interrompeu.

— Ah... — cocei minha nuca — Tudo bem, eu não conto à ninguém.

— Meu Deus, obrigado Hyung — e logo fui surpreendido com um abraço do mesmo — Eu te amo, hyung.

— E-eu também te amo — beijei a bochecha dele, e não, não sei porque fiz isso.

O sinal tocou, e nós dois fomos caminhando até a sala.

[...]

A aula já havia acabado, e como sempre, Mark teria clube de fotografia após a aula, então o mesmo estava seguindo até lá. Mas antes, ele iria passar no vestiário para trocar de roupa, não aguentava mais a farda da escola em seu corpo. Mas ao entrar no banheiro, não sabia mais o que fazer...

Donghyuck estava aos beijos com uma garota.

A única coisa que o canadense fez foi correr, mas o mesmo havia feito muito barulho fazendo aquela ação. E Hyuck escutou, e parou o beijo ao ver que era Mark que estava correndo.

  — Desculpe, mas preciso ir — ele disse à garota, logo começando à correr atrás de seu Hyung.

E foram longos segundos correndo atrás de Mark, até o mesmo parar de correr.

— Hyung, por que você está correndo? — colocou a mão no ombro do mais velho.

— H-hyuck? O que você 'tá fazendo aqui?

— Você começou à correr, oras — disse, simplista — Mas por que você começou à correr?

— Sei lá — coçou a nuca.

— Você ficou com ciúmes, não é? — bateu no ombro do amigo — Por que ficaste com ciúmes, Hyung?

— Eu não fiquei com ciúmes! — elevou um pouco sua voz, o que fez o mais novo se assustar — Ah, desculpa...

— Tudo bem, Hyung — se sentou no meio-fio — Não era para você estar no clube?

— Ah, foda-se! — o canadense se sentou do lado do mesmo — Já estava atrasado mesmo.

— Vamos lá para casa? Podemos jogar videogame de novo — o mais velho se assustou — O que foi?

— Sabe Hyuck... Na noite em que eu dormi na sua casa...

— Ontem.

— Isso, ontem. — coçou a nuca — Você acabou bebendo demais, e depois me...

— Eu fiz...?

— Você me beijou.

— O QUE? — Hyuck se levantou — É... Hyung... Desculpa?

— Não precisa se desculpar, você só estava bêbado — o mais velho riu da situação — Só não bebe demais hoje, ok?

— Ok! — sorriu — Então vamos hyung?

[...]

E assim passaram a noite. Passaram na casa de Mark, para pegar as coisas do mesmo — já que Hyuck não queria que Mark voltasse tão cedo — e logo depois foram para a casa do Lee mais novo.

E foi como da última vez — mas sem as bebidas é claro — passaram a noite jogando videogame, não teriam aula no outro dia então não precisavam se preocupar.

[...]

Eles estavam deitados na cama de Donghyuck, acabaram de comer a pizza que haviam pedido, e ficaram no silêncio. Eles estavam exaustos.

— Hyung, sabe por que eu te beijei naquele dia? — disse Hyuck, quebrando o silêncio.


Notas Finais


eu sei que o cap foi meio merda takkkk, mas eu tentei escrever algo o vcs n ficarem tanto tempo assim sem capítulo.
não se esqueçam de comentar o que acharam
até a a próxima 💗💖💓💞💘💕💝♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...