1. Spirit Fanfics >
  2. I don't want anyone but you >
  3. 003 versão jb

História I don't want anyone but you - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


prometo melhorar nos próximos hot

Capítulo 3 - 003 versão jb


melissa olhava atenta para a janela, deveria estar se perguntando onde a iria levar, mel tinha algo a mas que me fazia querer ficar ao seu lado, seu tom era sempre autoritário e curto, sua postura era firme e reta, seu olhar era misterioso, diferente de muitas que ja vi, mel falava realmente oque queria e a hora que queria.

o caminho até meu condomínio foi calmo, as vezes nos sinais vermelhos colocava minha mão em sua coxa, mel não reclamava e apenas continuava com seu olhar para a janela, assim que cheguei ao portão principal ele se abriu, passei por umas quatro casas até chegar a minha, estacionei meu carro na porta e assim que tirei a chave do contado mel desceu do carro, fiz o mesmo logo em seguida e ativei o alarme, a guiei até a porta e entremos.

- então é aqui onde vive o príncipe Justin? que belo palacio o senhor tem ~ conseguia sentir de longe o seu tom debochado~

- seu tom irônico e debochado me impressiona muito, ficaria mas impressionada se conhecesse o quarto real, permita-me levar a senhorita ate la? ~ dei um leve sorriso com minhas falas e mel fez o mesmo~

- claro senhor, será uma grande honra ~ mel deu um sorriso, um sorriso perfeitamente lindo~

fui na frente a guiando ate meu quarto, subi pelas escadas e mel vinha logo atrás de mim, passei por mas três portas ate chegar a última do corredor, meu quarto, abri a porta e acendi a luz iluminando assim o local, mel entrou e se sentou na ponta de minha cama, fechei a porta e fui ate sua frente.

- já podemos tirar a roupa e fazer coisas "indecentes"?

- não vai nem me oferecer um café?

- o café acabou, que pena ne!?

- que bom, assim poupamos tempo!

mel se levantou e se aproximou de mim e me deu um beijo, e como no primeiro dia em que nos beijamos eu fiquei arrepiado com seu toque, seus lábios eram perfeitos ao encaixe dos meus, seu beijo era lento e delicado, coloquei minha mão em sua cintura onde depositei uma certa força, encerrei o beijo a puxando com o cabelo para trás, mel me olhou com um sorriso no rosto, esse sorriso acabava comigo.

- antes vamos deixar o ambiente mas sexy baby

me afastei dela e peguei um pequeno controle que ficava no meu criado mudo, apaguei a luz do quarto e apertei um pequeno potão que tinha no controle, logo em seguida uma luz azul iluminava o ambiente, elas viam do teto onde tinha ali leds, vi o sorriso de mel surgir em seus lábios, coloquei o controle novamente em seu lugar e fui até mel, antes que me aproximasse o suficiente ela retirou sua jaqueta jeans e jogou no chão de meu quarto, sorri com sua atitude e me aproximei mas de seu corpo.

- deixe que eu mesmo faço isso baby ~ disse com uma mão em sua cintura e com a outra em seu rosto~

- seja mais ágil então baby, está muito lento ainda ~ melissa deu seu sorriso irônico novamente oque fez eu fechar a cara, ao mesmo tempo que me irritava ela me excitava, e muito~ 

retirei minha blusa a jogando no chão também, toquei a barra do cropdd de melissa oque fez a mesma levantar os braços, retirei sua blusa e quando vi seu sutiã vinho que cobria seus seios fartos mordi o lábio, estava ficando cada vez mais excitado, me abaixei ate ficar da altura de sua cintura, abri com delicadeza sua saia jeans a deixando cair sobre suas pernas e ficar no chão, mel a chutou para o lado me ajudando, olhei para ela que mantinha seu olhar bem atendo a cada movimento meu.

- oque quer que eu faça mel? ~ eu sabia muito bem oque Melissa queria e oque eu tinha que fazer, mas prefiro ouvir oque especificamente oque ela deseja~

- quero que você me chupe Justin, muito!

- gosto da ideia baby

dei um sorriso para ela e voltei minha atenção a sua região intima que estava a minha frente e sendo coberta apenas por um tecido pequeno e fino de tom avermelhado, coloquei minhas mãos cada uma de um lado da cintura de mel e desci até dar de encontro com a barra de sua calcinha, a retirei dela com delicadeza, fiz um movimento que fez mel entender que era para a mesma se sentar, e assim ela fez, com melissa sentada na cama foi mas fácil para mim retirar sua calcinha e seu tênis, abri suas pernas e distribui beijos ate chegar a sua região intima, lambi seu clitóris delicadamente o que fez mel dar um leve gemido.

sabia que mel estava quase gozando, as palavras sujas que ela dizia enguanto puxava com certa força meu cabelo só me deram certeza daquilo, retirei meu dedo de dentro dela e parei com as chupadas, a olhei nos olhos e sua cara de decepção me fez rir.

- ainda não é hora de gozar baby, vamos aproveitar um pouco mas.

me levantei e mel venho até mim desabotoando minha calça, retirei a mesma junto ao meu tênis deixando eles de lado.

- por mais que você fique extremamente sexy de cueca branca ainda prefiro você sem ela ~ seu sorriso safado fez eu rir~

- tire ela pra mim ~ pisquei para a mesma que fez oque pedi~

mel retirou minha cueca oque me deu um leve alívio, joguei minha última peça de roupa ao chão e olhei para melissa, não deu nem tempo de mim falar para ela se deitar, ela ja estava com meu pau em sua boca, soltei um gemido quando me senti em sua boca, ela era incrível naquilo.

- preciso urgentemente te foder melissa ~ falei tão autoritário que no mesmo momento ela retirou a boca de meu pau e me olhou com um sorriso em seus lábios~

- quero que fique de quatro agora! ~ disse mais uma vez autoritário~

- gosto quando usa esse seu tom comigo ~ mel mordeu seu lábio inferior e fez oque mandei~

melissa de quatro pra mim sem vias de duvida era uma ótima visão, peguei uma camisinha na gaveta do criado mudo e coloquei em meu pênis, me aproximei até que a cabeça de meu pênis se encontrasse com sua entrada, dei um tapa bem forte em sua nádega esquerda e entrei com força na mesma, ouvi seu gemido só me deixou ainda mais excitado.

- continue Justin

e aquilo foi o último estimulo que faltava, segurei firme em sua cintura e comecei com os movimentos, hora devagar para provocar um pouco hora rápido, puxava seu cabelo com força e conseguia ouvir sua risada de satisfação.

retirei meu pênis dela e a virei para mim, fiquei por cima e me encaixei novamente em sua entrada, coloquei minha mão em seu pescoço depositando uma leve força no local, mel colocou suas mãos em minhas costas a arranhando, suas pernas envolveram em minha cintura pedindo por mais contato, meus movimentos eram rápidos e melissa gostava, seus gemidos não negavam isso.

- isso Justin, estou quase la.

melissa arqueou um pouco suas costas, minha mão que estava em seu pescoço saiu de la e foi de encontro ao seu peito, o apertei com certa força e continuei indo rápido e fundo em mel, dei mas três estocadas e senti suas paredes apertarem meu pênis, e assim mel se desfez em meu pênis, continuei os movimentos ate encontrar meu prazer, foram mais quatro estocadas ate que eu gozasse, retirei meu pênis de dentro dela e tirei a camisinha, dei um nó na ponta e fui ate o banheiro, joguei o plástico no lixo e voltei para o quarto, mel estava na agora sentada na cama com um lindo sorriso no rosto.

- teremos que repetir isso mais vezes senhor Justin.

- quantas você quiser senhorita melissa.

devolvi seu sorriso e me aproximei da cama, me deitei e melissa se deitou entre meus braços, nós cobri com i lençol que tinha ali e fiz carinho em seus lindos cabelos escuros, não demorou muito para que a mesma dormisse ali, fiquei a observando por alguns minutos e dormi também.

...

acordei com um pequeno peso em minha perna esquerda, abri os olhos e vi que era a perna de mel q estava em cima da minha, olhei o seu rosto e dei um leve sorriso, seu cabelo em seu rosto deixava ela ainda mais sexy, seu rosto estava tão sereno, tirei sua perna devagar de cima da minha e levantei indo em direção ao banheiro, tomei um banho rápido e relaxante, sai do box com a toalha em minha cintura e fui em direção ao closet, peguei uma cueca preta e vesti, logo em seguida coloquei uma calça jeans e uma blusa vermelha larga, por último coloquei meu vans preto, passei meus produtos de higiene e voltei pro quarto, mel ainda continuava na mesma posição e dormia tranquilamente, fui tirado se meus pensamentos pelo toque do meu celular, fui ate o criado mudo e o atendi para que não acordasse mel, sai do quarto para conversar melhor com a pessoa.

ligação

- alô?

- iae drew, nem te vi lá na lux, você foi mesmo?

- oi Ryan, eu acabei tendo uns problemas aqui e não deu pra ir

- seu pai te prendeu na empresa de novo? ~ sentia o seu tom de deboche a distância~

- quase isso, a partir de segunda eu que assumo a empresa, normal meu pai ficar assim.

- to ligado mano, bom eu e os meninos vamo hoje a noite pra lux de novo, bora?

- não vai dar Ryan, to cansado de tanto trabalho, vou descansar.

- entendi, mas na próxima você vai em drew, tchau a gente se fala.

ligação encerrada

encerrei a ligação e coloquei o celular no bolso da minha calça, dei uma última olhada para mel e desci as escadas, fui ate a cozinha onde abri a geladeira e tirei de la o bolo de chocolate e vanda tinha feito para mim na noite anterior, peguei uma faca e cortei uma pedaço para comer.

estava quase no final do filme quando mel apareceu ao meu lado na sala.

- oi, por que não me chamou? ~ ela se sentou a minha frente na mesinha que tinha ali~

- você tava dormindo tão tranquilamente que não quis atrapalhar ~ dei um sorriso para ela que devolveu com outro~

- bom eu vou indo então ta ~ ela se pós de pé no mesmo instante e eu fiz o mesmo~

- eu te levo, vamos?

- não precisa Justin, se quiser eu peço um carro ta tranquilo.

- não vai me incomodar, vem vamos.

melissa concordou com a cabeça e seguimos até a porta por onde saimos. o caminho ate o apartamento de melissa foi bem calmo, conversamos um pouco sobre tudo, assim que cheguei ao local parei meu carro na portaria e mel tirou o cinto.

- antes de você descer poderia me passar seu número ne? ou vou ter que te encontrar só quando eu for a lux?

- tudo bem eu lhe dou meu número.

entreguei meu celular ja desbloqueado para ela, melissa foi ate minha a gente de contatos onde adicionou seu número e logo em seguida me entregou o celular.

- pronto, a gente se ve por ai Justin, até mais.

- ate.

melissa abriu a porta e desceu do carro, assim que ela fechou a porta eu fui embora, dei partida indo rumo a casa de meu pai, tinhamos assuntos pendentes ainda sobre a empresa. não demorou muito para que eu chegasse ate meu destino. assim que estacionei meu carro tirei o cinto de segurança e desci logo em seguida, travei o carro ativando o alarme e fui rumo a porta, apertei a campainha e logo Sandra, minha madrasta abriu a porta.

- oi Justin ~ sandra foi um pouco para o lado ne dando passagem para entrar~

- oi sandra, meu pai ta ai? ~ parei no meio da sala a espera de sua resposta~

- ele está no escritório, vai la ~ Sandra fechou a porta e parou em minha frente~

- obrigada.

- magina.

virei de costas para Sandra e subi as escadas indo em direção a última porta do corredor, o escritório de Jeremy. dei duas batidas na porta e escutei um "entre" abri a porta logo depois a fechando, segui até a cadeira que ficava em sua frente e me sentei.

- oque precisava falar comigo?

- nesta festa que terá na empresa dos Grey você será oficialmente apresentado como o novo representante das empresas Bieber, você não pode faltar de jeito nenhum e segunda eu já paro de ir a empresa e você já assumi meu cargo!

- ok, algo mas para me dizer?

- não, por enquanto é só isso, irei viajar com sandra amanhã para nossas férias, de qualquer maneira você irá cuidar sozinho das coisas, não me decepcione Justin.

- ok, se era só isso to indo.

não deixei que Jeremy falasse algo, me levantei e sai pela porta, não avistei sandra na sala então simplesmente sai pela porta e segui ate meu carro, entrei e ja coloquei o cinto de segurança, liguei o carro e acelerei até a boate de Ryan.

não demorei muito para chegar ate la, era de dia ainda então estavam apenas os meninos, estacionei meu carro e retirei meu cinto logo descendo, ativei o alarme segui ate a porta, abri ela e entrei logo a fechando novamente.

- fala ae drew ~ chaz que estava sentado em uma mesa próxima ao bar me comprimento~

- iae cara, qual a boa daqui hoje? ~ me sentei de frente pra ele na mesa~

- o mesmo de sempre cara ~ Ryan que estava atrás do bar apareceu com dois copos de whisky na mão~

- pega ai ~ Ryan me deu um copo de whisky e se sentou ao meu lado e de chaz na mesa~

- valeu ~peguei o copo e dei um cole o colocando novamente na mesa~

- Scott voltou pra região Bieber.

ouvir aquelas palavras ja me fizeram sentir um ódio enorme, Scott era o cara mais filha da puta que eu conhecia, ainda sinto ódio de mim mesmo por não ter o matado quando tive a oportunidade.

- como assim voltou? onde ele tá?

- um dos nossos viu ele ontem perto da lux, parecia que estava observando alguém.

- precisamos o encontrar, e você sabe oque devemos fazer ~ meu tom que antes era normal se mudou para sério e autoritário~

- sabia que ia falar isso então ja deixei todos avisados.

chaz des de que este assunto começou apenas nos observava, eu e Ryan sabíamos muito bem oque ele estava pensando.

- vai nos ajudar dessa vez chaz? ~ Ryan perguntou no mesmo tom que o meu, sério~

- se eu não ajudar capaz de ser pior do que da última vez.

revirei meus olhos com sua fala, só de lembrar daquele dia meu ódio subia mais ainda, Scott era realmente de dar nojo, um dos piores crápulas que já tive que lidar.

- vou embora, este assunto pra mim ja deu.

- volta depois, ainda precisamos falar sobre isso Justin, quer você queira ou não.

apenas concordei com a cabeça e sai, fui ate meu carro e coloquei o cinto de segurança, dei partida e acelerei até chegar a minha casa, assim que cheguei estacionei o carro e fui ate a entrada, abri a porta e logo a fechei, subi as escadas e fui rumo ao meu quarto, me deitei na cama e respirei fundo, precisava me distrair um pouco, precisava sair, peguei meu celular e mandei mensagem para a única pessoa que eu poderia ver e não ia querer soca-lá, Melissa.

mensagem para melissa:

- vai estar muito ocupada hoje?

m- não porque?

- quer sair comigo?

m- sim, só me diz que não vamos para uma boate, não to afim de muitas pessoas e nem muito barulho.

- não, vou te levar a um lugar melhor, te busco as oito.

m- ok, até Justin.

- ate mel.

mensagem encerrada.

...

a tarde passou rápido, fiquei no meu escritório resolvendo umas coisas sobre a empresa, almocei e voltei pra lá, a noite ja avia chego e precisa me arrumar pra sair com mel, sai de meu escritório e segui rumo ao meu quarto, retirei minhas peças de roupa e fui tomar um banho. tentei ser o mais prevê possível no banho, assim que sai do box me sequei e coloquei a toalha na cintura, fui para o closet a procura de uma roupa, coloquei uma cueca preta e uma calça jeans da mesma tonalidade, coloquei uma blusa cinza e escolhi um boné com a estampa do exército, por fim coloquei um tênis preto, passei perfume e etc. peguei meu celular e a chave do carro, com esses objetos ja em mãos desci as escadas e fui ate a porta por onde sai, entrei no carro e coloquei o cinto dando partida para o apartamento de melissa.

não demorei muito para chegar até lá, mandei uma mensagem a avisando que já estava na porta de seu prédio a sua espera, e não demorou muito para que ela aparecesse, destravei a porta ao meu lado e ela entrou se sentando no banco e colocando o cinto.

- onde vamos? ~ seu tom saiu calmo e seu olhar estava direcionado a mim~

- você ja ira descobrir.

pisquei para ela e como o esperado ela revirou seus olhos, sorri com sua reação, dei partida no carro indo rumo ao parque, levei cerca de quarenta minutos ate chegar la, estacionei o carro no estacionamento e retirei meu cinto, melissa e eu descemos no mesmo momento, travei o carro e fui ate a entrada com ela.

- retiro todos os xingamentos que lhe fiz mentalmente, aqui é incrível Justin. ~ seu sorriso fez eu dar outro sorriso~

- você estava me xingando mentalmente melissa? ~ fingi uma cara de tristeza que não deu muito certo, o sorriso de melissa me dizia isso claramente~

- só um pouquinho, você não queria me dizer onde íamos, chega de papo e vamo logo aproveitar.

mel me puxou pela mão e seguimos ate a bilheteria, compramos os bilhetes para todos os brinquedos e fomos aproveitar a noite.

...

fomos em literalmente todos os brinquedos, o sorriso de melissa quando saimos dos brinquedos era lindo, ela não para de falar o tanto que estava se divertindo, assim que descemos do último brinquedo resolvi levar ela até a sorveteria que ficava do outro lado da rua.

- vem vamos tomar um sorvete alí ~ chamei melissa e apontei para a sorveteria do outro lado da rua~

- vamos.

atravessamos a rua e adentramos no local, éramos os únicos clientes ali, melissa me falou o sabor que queria e fui se sentar, me aproximei do balcão e fiz meu pedido para a garçonete, não demorou muito para ficarem prontos, assim que ela me entregou os pedidos paguei e fui ate a mesa que mel avia escolhido para nós.

- obrigada Justin ~ mel pegou seu sorvete e sorriu pra mim~

- magina ~ devolvi seu sorriso e me sentei a sua frente~

- sabe oque estava pensando, eu ainda nem sei seu sobrenome, que tal nos conhecermos mas?

dei uma pequena risada com seu comentário, mas mel estava realmente certa, eu sabia onde ela morava mas não seu sobrenome.

- me chamo Justin Bieber, e a senhorita?

seu rosto mudou de curioso para espanto.

- me chamo melissa grey.

agora eu entendi o porque de seu espanto.

- uau, estou falando com uma grey, vamos ter que trabalhar junto agora.

- não sei se isso é uma boa ideia Justin. ~ seu tom agr era sério~

- trabalharmos juntos? porque acha isso?

- não isso Justin, "ficarmos" eu não quero envolver trabalho com vida pessoal, acho melhor nos falarmos apenas sobre trabalho agora. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...