1. Spirit Fanfics >
  2. I Feel it in you - Imagine Jungkook >
  3. EP1: You Gives me The Creeps

História I Feel it in you - Imagine Jungkook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bom meu povo, hoje vim trazer... UM IMAGINE JUNGKOOK, então, espero que gostem e não liguem para os erros!.



Boa Leitura;-;

Capítulo 1 - EP1: You Gives me The Creeps


Pv Sn on:

Algo nele mexia comigo... Talvez pelo seu modo sexy de andar, Sua inteligencia, Seu olhar sedutor que entra por meio de seus olhos e vão até o fundo de sua alma em uma forma gostosa de quente. Ele não tem dó de ficarmos excitadas Na boa, eu só pensava nele, em seu olhar, seu toque e suas mãos gigantes me tocando, eu só queria isso naquele momento....

Sou tirada de meus pensamentos pela minha professora de Historia.... Cristyna, que logo solta um grito:

- S\N, JÁ DEU!, SUA FALTA DE RESPEITO NÃO É BEM VINDA NA MINHA AULA!, SAIA DAQUI!

 

Sai de lá sem dizer um 'a', olhei pra minha melhor amiga, e ela estava rindo da minha cara, olhei pra Jungkook, ele estava me encarando de uma forma que sempre me deixa louca. Provavelmente, vou ter que entrar no final da aula para pegar minhas coisas!, para minha infelicidade, sento em um banco que havia na frente da minha sala, e percebi alguém me puxando com força...

-EI!, SEU IDIOTA, QUEM É VOCÊ - pergunto ao ver um jovem lindo, seus olhos estavam de outra cor, cinza bem escuro, e seu olhar malicioso, ele me agarra pela cintura, tentei me soltar e não conseguia, a força do mais alto era muito maior que a minha -

- Se acalma princesa... - cheira meu pescoço - hum... sangue humano, ela é cheirosa, e seu sangue mais ainda... 

- QUE ISSO, VOCÊ TEM ALGUM PROBLEMA, EU PEDI PRA ME SOLTAR!

- Antes... preciso seguir as regras que me chefinho mandou gatinha.... - Sorri puxando meus labios com seus dentes com força, e indo em direção ao meu pescoço, eu não conseguia me mexer, estava incapacitada de me mover -

- Acho melhor você parar Jonathan - Fala o garoto de cabelos castanhos e olhos igual ao seu cabelo, somente, um pouco mais escuro, o mesmo se encontrava escorado na porta da sala com a porta fechada -

- Olha se não é Jeon jungkook, o hibrido de dois idiotas, filho de uma vampirinha nojenta de segunda e de um cachorrinho fedido - ele sorri e debocha da cara de Jungkook. Em questão de milésimos de segundo, Jungkook estava com Jonathan em suas mãos pude ouvir o que Jeikei falou, seus olhos mudaram de cor para um laranja meio escuro e um vermelho, bicolor,  logo ele sussurra -

- o mesmo respira fundo - Eu só não giro sua cabeça e quebro seu pescoço porque s\n está aqui - solta Jonathan no chão e o mesmo sai correndo, logo o mais velho vem até mim - Se machucou - me perguntou vendo meu pescoço -

- N-não - O respondo com medo - Jungkook!

- Hum - me olha -

- O que foi a-aquilo - O pergunto -

- Aquele garoto - Me responde fazendo outra pergunta -

- Sim, eu e-estava com me-medo dele - abaixo a cabeça - Sou fraca, mais não pensei que não conseguiria nem me mexer -

- Não, que isso, só não sabia o que fazer - levantou minha cabeça pegando em meu queixo - ele é forte, mas eu sou mais, e vou estar aqui pra te proteger!

- V-v-você o que - O pergunto corada -

- É, estarei aqui - Sorriu pra mim -

- Jungkook, como assim vampiro, girar pescoço, sua mãe, cachorrinho, hibrido - o pergunto, o mesmo vê o desespero em meus olhos -

- Tudo tem seu tempo gatinha, logo logo te conto, enquanto isso, shiiiu - Colocou o dedo em minha boca fazendo sinal de ficar quieta e eu arrepio com sua voz rouca e seu sussurro, ele sorri vendo eu arrepiada e bate o sinal, nos alertando que devemos ir embora - 

Entro na sala avistei Staphny minha melhor amiga, vendo Jimin guardar seu material, com certeza olhando para bunda do mais velho, chego nela e digo:

- Terra chamando Staphny Coolers, pare de olhar o que não deve

- An... ah oi amiga - Quando ela diz Jimin a olha fixamente -

 - Jimin diz com um olhar que até eu me preocupei com a saúde sexual da minha amiga - hum... será que poderia me acompanhar até a saída Staphny - O mesmo a pergunta, ela olha pra mim tipo: me ajuda e eu faço um sinal de vai para ela, logo ela vai junto a Jimin. Taehyung, passou e foi antes deles -

- Respiro fundo e começo a guardar meu material logo sinto um cheiro gostoso de perfume masculino e me viro dando de cara com Jungkook - MEU DEUS QUE SUSTO!

- Ele solta um sorrisinho -  vim ver se estava tudo bem 

- Esta sim - O respondo sorrindo -

- Que bom - Logo ele chega mais perto de mim, já estávamos praticamente colados um no outro, mas, ele chegou ainda mais perto e disse em meu ouvido mordendo um pedacinho da minha orelha - talvez não saiba, mais é forte o suficiente pra tudo, inclusive eu, eu sou ótimo na força corporal! - sorri malicioso, Aquilo com certeza foi em duplo sentido -

- o olho um pouca surpresa com sua fala, não esperava ouvir aquilo dele.... - Hum... ok, quando quiser me ensinar...essa FORÇA corporal, estarei a disposição - entro em seu joguinho -

- Ele logo sorri de canto me encarando, ele me prensou na mesa, roçando seu membro em meu genital, ele me viu arfar e sorriu novamente, logo segurou minha cintura com força e foi para me beijar, logo vemos o diretor da escola olhar as salas para trancar e ele diz -

- O que estão fazendo aqui ainda - pergunta um pouco furioso,eu e jungkook nos olhamos e saimos da sala -

- Desculpa - ele me encara -

- Por - O pergunto -

- Por ter te agarrado sem pedir

- Tudo bem, na verdade-, hum deixa - Falo com receio -

- Na verdade - Falou pedindo para continuar a fala -

- Nada... Hum, tchau Jungkook!

- Tchau - Ele me encarra antes de sair pelo portão da escola-

- O que foi isso S\n - me pergunta - hoje ele esta bem legalzinho, sem estar com aquele olhar que da medo

- é né, acho que eu vou pra casa,beijos! - a abraço -

- Beijos! - ela foi para um lado e eu foi para outro - 

 

  20:00

 

deito em minha cama, pensando em meus pais, é, eles morreram, policiais disseram que viram eles em meio de uma mata de arvores, avia uma mordida em seus pescoços e seus olhos estavam vermelhos, quando a ambulância chegou.... eles não estavam mais lá, nunca mais os vi, está sendo insuportável sem eles aqui, isso é uma merda, só tem eu e minha irmã, ela e eu, essa é nossa familia...É triste não ter minha mãe nem meu pai aqui, mais temos que seguir, mesmo estando triste.... Eu daria tudo pra vingar meus pais, mataria se fosse preciso, mas vingaria.

 Desço as escadas e vejo Cintya Miller, minha irmã uma garota legal quando quer, e chata quanto quer também, a mesma está assistindo Tv... Bob esponja, Ok né.  Bom, eu sou a mais velha entre nós duas, eu tenho 17, e ela tem 16. Para a infelicidade do nosso povo, sou a mais velha;-;;;;;

 

continua.....


Notas Finais


Gente, eu sei que foi bem curta esse ep, o outro cap vai ser melhor, bjxxxxx

;-;;;;;;;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...