1. Spirit Fanfics >
  2. I Feel So Lucky - Imagine Wow (A.C.E) >
  3. Three

História I Feel So Lucky - Imagine Wow (A.C.E) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olá :))

Espero que vocês gostem 🤗

Boa leitura bolinhos de cenoura ♥️

Capítulo 3 - Three


Fanfic / Fanfiction I Feel So Lucky - Imagine Wow (A.C.E) - Capítulo 3 - Three

(...)

- Não  Sehyoon, não faça isso comigo eu te imploro, eu fui fraca não consegui resistir àquele garoto. Eu te amo - chorava desesperada, Sehyoon segurava a blusa de Chan que eu havia escondido no cesto de roupas sujas.

Wow: Como teve coragem de me trair S/N? A gente fez um pacto.

- Eu não estava em mim, me perdoa meu amor e não me deixa.

Wow: Não tem jeito S/N, eu te falei que nunca iria perdoar uma traição. Por mais que doa em mim eu tenho que terminar - ele chorava e a cada lágrima que via rolar em seu rosto era uma facada no meu coração.

- Se você for embora para longe de mim eu vou me suicidar, eu disse eu não consigo viver sem você.

Wow: Eu também não vivo sem você.

- Então viva comigo, vamos esquecer isso e seguir nossas vidas, por favor - seguro seu rosto e limpo suas lágrimas.

Wow: Eu não consigo esquecer que você dormiu com outro.

- Não significou nada para mim.

Wow: Você gemeu, você teve orgasmos com ele. Significou sim - tira minhas mãos de seu rosto.

- Se eu pudesse voltar no tempo nem teria me aproximado dele, eu juro, fui fraca.

Wow: Então volte no tempo e desfaz tudo isso. Eu estou indo embora.

- Não! - seguro seu braço.

Wow: Me solta! - me empurra com força e eu caio no chão.

- Não! Volta Sehyoon, não me deixa! - grito por seu nome mas só havia o vazio ali, meu coração estava em pedaços, eu estava desolada, meu grande amor foi embora da minha vida o que serei sem ele?

(...)

Acordo com a respiração pesada e me sento, aish era só um sonho, um pesadelo na verdade.

Olho para o lado e Sehyoon dormia, ainda bem que não acordou com o meu desespero. Beijei demoradamente seus lábios e me levantei, fui ao banheiro e troquei o band-aid na testa, depois peguei a blusa de Chan determinada a jogá-la fora, por que raios eu trouxe essa blusa mesmo?

Saí de casa e joguei a blusa na caixa de lixo, suspirei e voltei para casa, me livrei de tudo que possa me incriminar.

Voltei para o quarto e meu namorado ainda dormia, fui até a cama e me sentei ao seu lado, observei seu rosto sereno dormindo e meu coração voltou a doer, eu sou o pior ser humano do mundo.

Sehyoon abriu os olhos e me encarou, depois sorriu.

Wow: Gosta de me ver dormir? - pergunta com sua voz gostosa de sono.

- Sim - sorri e o beijei.

Wow: Tá doendo? - refere-se ao corte na minha testa.

- Um pouco, mas passa - me deito e o abraço.

Wow: O que acha de aproveitarmos o final de semana longe daqui?

- Acho bom, para aonde quer ir?

Wow: A costa do mar, faz tempo que não vamos.

- Certeza?

Wow: Sim, você não quer?

- Quero - suspiro e coloco meu rosto em seu peito - Pra que hotel vamos?

Wow: Ainda não sei, vou decidir hoje e amanhã a gente passa o dia lá.

- Tá - tenho que rezar muito para não irmos justo ao hotel onde passsei o dia de ontem - Estou com fome.

Wow: Vamos fazer o almoço?

- Aish estou com preguiça, pede em algum lugar amor.

Wow: Que namorada preguiçosa eu tenho.

- Pois é, pede aí amorzinho.

Wow: Tá - beija minha testa suavemente e se senta pegando seu celular.

Dia seguinte

Acordo com um peso sobre mim, beijos foram distribuídos em meu rosto e carinhos em minhas bochechas.

Wow: Bom dia meu amor.

- Bom dia - sussurro - Que hora é?

Wow: 8 horas, levanta e vamos nos arrumar, saímos às 9.

- Aish está muito cedo - volto a fechar meus olhos.

Wow: S/N levanta logo! Estamos sem tempo.

- Chato - me sento.

Wow: Precisa trocar o curativo de novo.

- Tá - me levanto ainda meio desnorteada pelo sono e vou ao banheiro.

Wow: Vou fazer o café.

- Okay - jogo fora o band-aid e levo meu rosto, depois escovo os dentes e vou tomar banho pra passar esse sono.

[QUEBRA DE TEMPO]

Não não não não estamos indo no mesmo caminho do hotel de Chan, meu Deus não é possível que Sehyoon tenha escolhido justo aquele hotel.

- Sehyoon estamos indo para o Ramada Plaza? - torço para sua reposta ser não.

Wow: Como adivinhou? Aish era surpresa.

- Esse hotel é caro pra cacete, acho melhor irmos para um mais barato.

Wow: Não amor, quero fazer de hoje um dia inesquecível para nós - com certeza vai ser inesquecível quando você descobrir o par de chifres.

- Aish, eu não quero ir para esse hotel.

Wow: Por quê? - fica preocupado.

- É muito chique.

Wow: S/N seus pais são podres de ricos.

- Mas eu não ostento por aí.

Wow: Olha por um dia vamos esquecer quem somos tá bom? Hoje será apenas eu e você, um casal que quer apenas amar. Combinado?

- Combinado - suspiro. É impossível convencer esse homem.

Wow: Achava que você ia ficar feliz com a surpresa.

- Eu estou feliz é claro. Há uns dois anos prometemos vir aqui, mas nunca tínhamos tempo.

Wow: Agora nós temos. Vamos aproveitar bem esse domingo.

- Sim - sorri fechado e olhei pela janela. Já podia ver a água azul do oceano e o hotel ao longe.

Eu espero de verdade que Chan já tenha ido embora desse hotel.

Quando percebo Sehyoon havia parado o carro, respirei fundo e saí logo em seguida de meu namorado.

Entramos no hotel e eu olhei por todos os cantos mas não havia sinal de Chan. Ainda bem que a recepcionista não era a mesma daquele dia. Sehyoon já havia reservado o quarto então fomos para lá.

- A vista é linda - vou até a enorme janela de vidro e observo a mar.

Wow: Gostou?

- Eu amei meu amor, obrigada - o abraço.

Wow: Por nada, o que quer fazer primeiro? - tenho que evitar ao máximo sair desse quarto.

- Descansar um pouco.

Wow: Mas está um dia lindo, vamos passear pelo balneário.

- Não estou com vontade de sair agora, vamos a tarde hum?

Wow: Okay - me beijou e depois me abraçou mais forte.

[...]

Wow: Não, você não vai dormir agora.

- Você que me acordou cedo.

Wow: Aish S/N, eu não vou sair daqui sem você.

- Vamos fazer o seguinte, você vai primeiro e daqui meia hora eu vou.

Wow: Por quê?

- Eu durmo uns vinte minutos.

Wow: Como se isso fosse suficiente, eu sei que você vai dormir a tarde toda.

- Eu prometo que não vou.

Wow: Tá bom, vou confiar em você.

- Até daqui a pouco.

Wow: Até amor - beija minha testa e sai. Pego meu celular e coloco um despertador para daqui 20 minutos.

[...]

Mesmo não conseguindo dormir os 20 minutos se passaram. Tive que cumprir minha promessa e vesti um vestido florido e solto, saí do quarto e fui para o elevador, mas acabei por esbarrar em alguém que acabava de sair de seu quarto.

- Desculpe-me - me curvo.

???: S/N? - olho para o ser e congelo no mesmo instante.

- Chan? - falei baixo.

Chan: Voltou logo - sorriu.

- Ah, é que eu gostei bastante desse hotel e vim passar o domingo aqui.

Chan: Que legal, para onde estava indo? - caminhamos até o elevador.

- Ao balneário e você?

Chan: Vou almoçar, atrasado mas vou.

- Ah - sorri fechado.

Chan: E então, será que pode rolar aquilo de novo hoje? - engulo a seco e minhas mãos começam a suar.

- E-eu acho que não.

Chan: Por quê? Não gostou daquele dia?

- É que eu estou acompanhada.

Chan: Por quem?

- Um cara.

Chan: Ah, está ficando com ele?

- Sim - cara eu mereço um troféu de mentirosa do século.

Chan: Já que não é namorado eu ainda tenho chance, não é? - quando eu ia responder a porta do elevador se abriu.

Wow: Eu já ia te buscar, vamos - é agora que eu morro.

- Eu já estava indo - seguro sua mão e rapidamente me afasto de Chan.

Wow: Está apressada hein.

- Quero passear no balneário - olho para trás e Chan estava parado me olhando confuso, puta merda.

Wow: Ah e quem era aquele cara?

- Que... cara?

Wow: Aquele do elevador.

- Ah sei não.

Wow: Tá, vestiu um biquíni?

- Não, por quê?

Wow: Não vai tomar banho no mar?

- Não.

Wow: Aish, então eu vou ter que ir sozinho?

- Isso aí - paramos bem em frente a passarela que dá acesso ao mar.

Wow: Fica aqui - tira sua blusa.

- Ah não Sehyoon, não quero você mostrando seu corpo por aí.

Wow: O que te demais amor? - ri.

- Você é muito lindo e gostoso, chama a atenção de todas as mulheres.

Wow: Eu sou seu, não se preocupe.

- Só pra deixar isso bem claro vem aqui - segurei em sua cintura e o beijei.

Wow: Tá bom, agora todos sabem que somos namorados - ri e me dá um selinho.

- Agora vai - o empurro e depois rio.

Me sento em uma cadeira na sombra e respiro fundo, espero que não encontre mais aquele pirralho por aqui.

Quando voltarmos para o quarto temos que ficar lá e só sair amanhã.

???: Olá - ouço uma voz masculina ao meu lado e tomo um susto pois estava concentrada em meu namorado.

- Olá - sorrio para o homem.

???: Me chamo Jun e a senhorita?

- S/N - sorrio sem mostrar os dentes.

Jun: O que faz sozinha por aqui? - parece até a vez que encontrei com Chan.

- Vim passar o dia com o meu namorado.

Jun: Ah, e onde está o sortudo?

- Tomando banho no mar.

Jun: Ah - olho para Sehyoon e ele já estava fora do mar - E então, você tem alguma amiga ou... - é interrompido.

Wow: Amor vamos tomar banho, a água está deliciosa.

- Já disse que não vesti o biquíni.

Wow: Então volta no nosso quarto e veste - reviro os olhos.

- Depois a gente se fala Jun.

Jun: Tá - saí dali e voltei para o quarto, Sehyoon e suas manias chatas de atrapalhar minha conversa com qualquer homem bonito. Realmente ele não mudou.

Vesti o bendito biquíni e no caminho de volta torcia para não encontrar Chan novamente.

- Pronto - falo assim que vejo Sehyoon sentado em minha cadeira.

Wow: Vai tomar banho agora?

- Não, daqui a pouco - me sento em seu colo e repouso minha cabeça em seu ombro, percebi que Jun não se encontrava mais ali.

Wow: O que quer fazer a noite?

- Ficar no quarto.

Wow: Sério? - assinto - Mas nós precisamos andar pela praia depois do jantar.

- Eu não estou me sentindo muito bem, não quero sair.

Wow: Oh o que você tem?

- Não sei, só não quero contato com outras pessoas.

Wow: Mas será apenas eu e você.

- Aaaish eu não vou te convencer?

Wow: Olha, nós só vamos se você quiser. Mas pense, isso será bom para nosso relacionamento.

- Okay, nós vamos. Mas eu não quero jantar no restaurante.

Wow: Tudo bem - sorrio e o beijo carinhosamente.

- Obrigada por existir.

Wow: Obrigado por existir na minha vida - me beija novamente.

- Tá agora eu vou tomar banho - levanto-me e retiro a saída de praia.

Wow: Que namorada gostosa eu tenho - mordia seu lábio inferior olhando meu corpo.

- Yah! Pare.

Wow: Vou ficar de olho em você.

- Você disse que tinha mudado - cruzo os braços e faço bico.

Wow: Eu mudei, mas ainda te protejo.

- Tá okay, já vou.

Wow: Se cuida - rio e vou correndo pela passarela, pulo na água e de fato estava gostosa.

Fui nadando até um pouco longe e parei admirando a paisagem do hotel, pude ver ao longe Sehyoon me observando.

Aish eu amo tanto esse homem que dá vontade de me dar uma surra por tê-lo traído.

???: Hey! - me assusto e me viro.

- O que faz aqui?

Chan: Depois do almoço decidi tomar banho - sorriu de lado - Está sozinha?

- Não, meu na... - paro de falar - Meu amigo está na praia.

Chan: E ele pode nos ver?

- Mais ou menos. Por q... - sou interrompida por Chan que segurou minha cintura e me beijou. Antes que correspondesse me separei - Por que você fez isso?

Chan: Eu não estava conseguindo me segurar.

- Olha, eu quero que você se afaste de mim, não me procure e finja que eu não existo. Não estrague meu dia por favor.

Chan: Como assim? Eu pensei que era recíproco.

- Não é! Eu estou com outro, não atrapalhe - saio dali bufando de raiva e saio o mais rápido do mar.

Wow: Que porra foi aquela S/N? - me para.

- Nem começa Sehyoon, aquele garoto idiota que me beijou. Estou sem paciência para seus ciúmes - pego minha saída de praia e a visto saindo da praia e entrando no hotel.

Wow: Volta aqui S/N! - me seguia.

- Eu não tive culpa Sehyoon - entramos nós dois no elevador.

Wow: Eu sei, me desculpa eu fui um idiota.

- Você disse que não ia mais querer mandar em mim.

Wow: Sim, mas eu tenho ciúmes assim como você também tem.

- Tá, mas não fique bravo comigo pois foi aquele garoto que me beijou.

Wow: Tá tá, me perdoa?

- Tá tudo bem amor - suspiro e lhe dou um selar nos lábios demorado.

O elevador parou e fomos para nosso quarto, fui para o banheiro e retirei a roupa molhada, fui para o box e Sehyoon entrou no banheiro.

Eu ainda estava em choque com Chan que teve a audácia de me beijar e ainda mais quando Sehyoon estava nos olhando, meu Deus eu estou quase sendo desmascarada.

Sehyoon: No que pensa pequena? - já estava nu na minha frente.

- Em nada importante - liguei o chuveiro e água molhou ambos.

Wow: Estou ansioso para a noite - fala animado e eu acabo por sorrir, ele sempre me contagia com sua alegria.

- Aigo eu te amo - o abraço.

Wow: Eu também me amo, sou muito lindo.

- Idiota - rio e bato em seu peito.

Wow: Eu te amo, você é a coisa mais importante na minha vida - sinto vontade de chorar mas engulo o choro e o beijo - Me segura - pulo em seu colo e ele segura com firmeza minhas coxas.

Wow: Queria guardar energias para a noite.

- Sério? Ah não amor, eu quero agora - fiz beiço triste.

Wow: Vamos fazer rápido então - andou pelo box e me encostou na parede mais resistente. Me beijou e masturbou seu membro que logo já estava duro como pedra, então foi me penetrando.

Fechei os olhos e sorri, amo fazer com ele pois o prazer é maior do que com qualquer um.

Sehyoon começou a se movimentar e eu a gemer, beijei seus lábios e ele foi mais rápido, tive que separar para gemer alto. O safado começou a castigar meu pescoço e eu suas costas.

- Isso, continua - suas pernas eram bem fortes então suportava bem meu peso e seus movimentos.

Quando meu orgasmo deu sinal de vida pedi que Sehyoon fosse mais devagar e ele me obedeceu. Tive um maravilhoso orgasmo e sorri, Sehyoon nunca me decepciona.

Logo em seguida senti seu líquido em meu útero, o mais velho me beijou lentamente e depois me deixou no chão.

Wow: Satisfeita?

- Você sabe que não, queria fazer por umas duas horas.

Wow: A noite amor, a noite - beija minha nuca já que eu estava de costas.

[...]

A noite estava um pouco fria e eu torcia para Sehyoon desistir do passeio, não que eu não queira, mas só quero evitar encontrar alguém desagradável.

Wow: Está com frio?

- Sim - estava deitada coberta por um edredom.

Wow: Nós vamos mesmo assim.

- Sério? E se eu resfriar?

Wow: Não vai.

- A minha imunidade é baixa.

Wow: Um passeio não vai te matar. Anda, levanta e vai se trocar.

- Amor...

Wow: S/N! Vai logo - eu até tento, mas sempre o obedeço.

- Parece até que é meu pai - sussurro.

Wow: Eu ouvi isso.

- Era pra ouvir mesmo.

Wow: Você disse que queria ir, por que mudou de ideia?

- Esquece isso Sehyoon - visto uma calça moletom e uma regata.

Wow: Veste um casaco também - pego um blazer e Sehyoon ri, digamos que eu não tenho um bom estilo.

- Pronto, tá bom assim?

Wow: Tá perfeito, vem vamos tirar uma selfie.

- Sério?

Wow: Anda amor - vou até o mesmo e o abraço colocando minha cabeça em seu peito, Sehyoon estica o braço e tira várias fotos onde fazíamos caretas e sorriamos - Vou colocar essas fotos em porta-retratos para nunca esquecer esse dia.

- Eu nunca vou esquecer, obrigada por me animar.

Wow: Eu sempre estarei contigo meu amor, nos piores e melhores momentos.

- Tá vamos antes que eu chore - rimos e ele me abraçou.

Wow: Koishiteru.

- Aprendeu japonês foi?

Wow: Yah! Só me diga o mesmo.

- Koishiteru.

Wow: Então está combinado, vamos passar o resto de novas vidas juntos.

- Você... promete?

Wow: Claro meu amor, nada me fará terminar com você - uma ponta de esperança surge, ele disse nada então talvez ele perdoaria uma traição, será que eu tento? Não não, ele vai desconfiar se eu perguntar.

- Digo o mesmo - beijo seus maravilhosos lábios e por fim o solto.

Saímos do quarto de mãos dadas e alegres, espero que nada estrague nosso momento.

Quando entramos no elevador e a porta estava quase fechando um ser enviado pelo próprio satã entrou, o destino só pode me odiar, como esse traste adivinhou que eu estava saindo?

Chan: Olá S/N - disse alegre, pude perceber Sehyoon encará-lo bravo.

- Olá - sorrio fechado.

Chan: Para aonde vão?

- Passear na praia.

Chan: Legal. E aí cara, tá tudo bem contigo? - fala com Sehyoon e meu coração acelera.

Wow: Tá ótimo.

Chan: Também, como não estaria com essa gata ao seu lado - puta merda cala a boca seu moleque.

Wow: Pois é, minha namorada sempre melhora tudo.

Chan: Namorada? - fica confuso - Vocês já estão namorando?

Wow: Sim, há uns quatro anos.

Chan: Quatro anos? - será que esse elevador não chega nunca?

Wow: Isso aí.

Chan: Ué, há dois dias ela me disse que era solteira, até transamos - fala entortando a cabeça - E hoje me falou que vocês eram ficantes, tipo amizade colorida.

Wow: Do que você tá falando cara? S/N nunca veio aqui e também nunca me traiu.

Chan: Acho que você nos deve explicações senhorita S/N - os dois me encaram, fodeu com p de deu merda.


Notas Finais


Eitaaaaa e agora hein S/N??? A casa caiu kkkkk
Desculpa acabar o capítulo na melhor parte aaa 😬


Meu perfil: @MulherDo_Vernon

Até semana que vem ♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...