1. Spirit Fanfics >
  2. I Fell In Love With My Best Friend (FongTine - 2gether) >
  3. Three

História I Fell In Love With My Best Friend (FongTine - 2gether) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


SEI QUE TO MUITO SUMIDA,E AINDA VOLTEI COM
UM CAPÍTULO PEQUENO!

Mas eu ando ocupada com muitas coisas ultimamente,
e ainda to começando um canal no YouTube,então vai
ficar mais puxado ainda pra mim,mas vou me esforçar
pra postar com mais frequência.

Essa fanfic é bem curta,então talvez eu dê um
jeito de terminar o mais rápido possível,então fiquem
tranquiles.

Desculpa qualquer erro,boa leitura <3

Capítulo 3 - Three


Fong POV.


Fui abrindo meus olhos devagar,vendo os raios de sol embaçados entrando pela janela. Ainda estava com sono,e estamos no inverno,e estava muito quentinho pra sair do abraço daquela almofada.


...


-h-hum... - Me remexi na cama e abracei a almofada mais forte. É domingo,não preciso me preocupar em acordar hoje.


Porém,assim que eu abracei mais forte a almofada,senti a almofada me abraçando de volta? Desde quando almofada tem braços? Ou respira? Ou tem um cabelo muito macio?


Abri o olho direito e olhei o que eu realmente estava abraçando...


... era o Tine.



MEU DEUS,EU TO AGARRADO NO TINE


ELE TÁ DORMINDO QUE NEM UM BEBÊ NOS MEUS BRAÇOS


-PUta... - Comecei gritando quando vi o Tine ali,mas abaixei o tom na mesma hora quando vi que ele tava dormindo. -Ai caceta,quando que a gente se abraçou? - Tentei sair dali sem acordar Tine,mas estava impossível naquela posição.  Ele tá mais agarrado em mim do que uma preguiça agarrada em um galho. Não queria acordar ele,mas não podia ficar ali,ou meus hormônios dá época da minha adolescência vão voltar a funcionar,se é que vocês me entendem...!

-Tine... acorda... eu preciso ir no banheiro...


-hum...? - Ele murmurou,se mexendo de leve,e abrindo os olhos bem devagar. Assim que ele abriu os olhos totalmente e olhou pra mim,ele me deu um abraço de 5 segundos,me olhou e disse: -Bom dia! - Enquanto sorria.


Puta merda,que sorriso perfeito.


-B-Bom dia. - Disse quase tremendo. -Tine,você pode sair dos meus braços? Eu preciso ir no banheiro.


Ele observou a posição que estávamos e se sentou na ponta da cama e sorriu de novo pra mim.


-Fazia tempo que eu não dormia de conchinha. - Ele disse espreguiçando. -Foi bom... - Ele olhou pra mim,e seus olhos estavam brilhando? 


-Ehhhh.... Eu vou escovar os dentes,depois você vai. Eu comprei uma escova pra você,caso você precise ficar aqui. - Tirei a escova da gaveta e lhe entreguei.


-Meu Deus,obrigada,você é perfeito,te amo. - Ele disse enquanto pegava a escova.


-Que exagero,Tine. - Eu disse isso,mas na verdade,eu tava tipo:...


AAAA DE NADA,PERFEITO É TU,TAMBÉM TE AMO PO


Tine POV


Isso é estranho...


Quando acordei e vi Fong tão perto de mim,meu coração deu uma leve acelerada,e me deu vontade de abraçar ele mais forte e ficar mais tempo ali, mas ele nem me deu bom dia direito e já foi pedindo pra mim sair...


Foi muito rápido...


Isso é muito estranho,ele é meu amigo faz anos,nunca me senti assim perto dele. E quando eu to com ele eu esqueço do Sarawat...


O Sarawat!


Meu Deus,será que eu exagerei ontem? Eu tava meio estressado... Acho que fui longe demais.


Peguei meu celular,pra mandar mensagem pro Sarawat.


[ Hoje,8:37, 14 de Junho,Domingo]


T-ei

T-desculpa por ontem

T-acho que me estressei atoa


S- Pse

S- Tava dramatico demais ontem

S- Vc tem que parar com isso sabe que em público nao rola

S- Gosto de tocar em vc so na nossa cama ( ͡° ͜ʖ ͡°)


T- ah sim haha

T- não tá bravo?


S- Nao so achei ridiculo aquela cena toda

S- Isso aq nao e uma novela tine


T- pse... desculpa 


S- So aceito as desculpas aq na cama


T- Sarawat,a gente acabou de fazer as pazes, não consegue esperar até que a gente esteja 100% bem?


S- Oxi sexo de reconciliação 

S- Tem outro jeito melhor de ficar “100% bem” 


[ Hoje,8:39, 14 de Junho,Domingo ]


Eu estava digitando,até eu sentir meu celular ser puxado da minha mão. 


Fong pegou meu celular,e leu as mensagens.


-Você não disse que ia ficar sem falar com ele por um tempo? - Ele disse ainda calmo.


-Sim,mas- 


-E aí,assim que acorda,você manda mensagem pra ele pedindo desculpa? Desculpa pelo o que Tine? De querer mostrar pra ele e pro mundo,o quanto você ama ele,e ele simplesmente te ignorar e te parar,como se tivesse vergonha de você?! - Ele começou a se alterar. -Você não tá vendo como esse cara é babaca? Ele te trata daquele jeito no restaurante,te fala todas aquelas coisas,que te fizeram chorar,você lembra que chorou nos meus braços ontem?! - Eu me levantei,fiquei de frente pra ele,e segurei seus braços pra ver se ele se acalmava.


-Fong calma...


-Ai você me diz que precisa pensar,que eu sou a melhor pessoa que pode te ajudar,dorme de conchinha comigo,acorda dizendo que foi bom,pra depois mandar mensagem pra esse idiota e pedir desculpas! - Ele agarrou meus braços e me olhou no fundo dos olhos. -Você faz eu me sentir assim... arrependido de ter te dado pra aquele idiota,que trata como uma máquina de sexo.


Ele parou de falar e se acalmou. Soltou meus braços,e tirou meus braços de cima dele.


-Fong... você...?


-Eu só quero que você entenda que você é perfeito demais pra ele. - Ele disse e veio em minha direção. Meu coração começou a bater muito rápido,principalmente com aqueles olhos me olhando profundamente. -Você nem é meu namorado,mas sei que é o melhor que qualquer cara ou mina pode ter. Você não demostra ciúmes,respeita a privacidade,dá carinho dentro e fora de casa,bom... pelo ou menos tenta,mas esse idiota não deixa. - Ele disse chegando mais perto. -Eu sempre apoiei vocês dois,porque sempre te via feliz com ele,mas agora você só chora perto ou longe dele,e isso está acabando comigo. - Ele fez uma pausa,olhou pro chão,e voltou seu olhar pra mim,de um jeito mais intenso. -Tine,por favor,analise bem seu relacionamento com esse cara,e se você perceber que está te fazendo mal,por favor,termine com ele,mesmo você gostando dele ainda... eu posso te fazer esquecer. - Quase cai com aquelas palavras,e Fong logo em seguida me abraçou. 


Fong POV


JESUS,O QUE EU TO FAZENDO??!


Quantas vezes e já me declarei pro Tine indiretamente aqui? Perdi as contas!


Ainda bem que ele é lerdo...


Ainda estava abraçado em Tine,até que percebi a situação que me coloquei,pelo surto de ciúmes que tive.


Soltei ele,quase que bruscamente e afastei,tentando não manter muito contato visual.


-Eu vou me arrumar pra sair. Vá se arrumar também,vamos pegar suas coisas e ir no cinema.


-Ué,a gente não ia comer com os meninos hoje?


-Sim,ia né. Os idiotas foram viajar sem a gente. - Phuak e Ohm foram para o Japão com a prima de Phuak,e não chamaram a gente porque só tinha duas passagens. Ohm me avisou faz 5 minutos enquanto eu estava escovando os dentes.


Expliquei pro Tine sobre os meninos, e 40 minutos depois estávamos prontos.


-


O táxi parou na frente da casa de Tine,e do Salaeo,quer dizer,Sarawat. Descemos do táxi,pagamos e fomos até a frente da casa.


Tine pegou a chave,abriu a porta,e logo nós entramos.

Segui Tine até o seu quarto,e encontramos um idiot- opa,Sarawat deitado na cama mexendo no celular. Que assim que notou nossa presença,se levantou e se aproximou de nós.



-Oi bebê - Sarawat disse pra Tine e deixou um beijo na cabeça do mesmo.


Essa cara é muito sínico né,age como se não tivesse feito aquela merda toda ontem... ranço.


-Oi... eu vim pegar minhas coisas


-Como assim pegar suas coisas?


-Eu te falei,vou passar um tempo na casa do Fong.


-Ué,mas a gente não se acertou por mensagem hoje,bebê? - Ele olhou pra mim com desgosto. -To livre hoje,não quer matar a saudade,bebê? - Ele disse abraçando o pescoço do Tine com uma cara safada.


Que cara ridículo...


-Não,preciso de um tempo pra pensar. - Ele disse tirando os braços do Sarawat de cima dele. -E para de me chamar de bebê,é estranho. - Dei uma risada soprada,de leve. -Fong,pode levar isso lá pra fora,e chamar outro táxi? Vou pegar mais algumas coisas e já desço. Sarawat,ajuda ele.


-Claro! - Disse,e vi Sarawat pegando uma bolsa,com uma cara de c#,e descendo as escadas.


-


Chamei o táxi e encostei na parede,peguei meu celular e comecei a mexer,enquanto esperava Tine.


-Ei. - Escutei a voz da pessoa que eu mais odiava no momento. Olhei pra ele. -Cê abriga mais quem lá na tua casa? Um mendigo? Jogadores de fortnite? - Ele deu uma risada sarcástica.


-Não,só o Tine mesmo... Eu me importo com ele,por isso deixo ele vir quando quiser,já que tem gente que não se importa...


-Tá dizendo que eu não me importo com meu namorado? - Ele disse se aproximando.


-Talvez... Fez ele chorar ontem não ligou,não pediu desculpas... que tipo de namorado bosta é você?


-Escuta aqui seu imbecil... - Sabia que o estressadinho ia fazer isso... adivinhem,ele me segurou pela gola da camisa. -O Tine é MEU namorado,eu e ele sabemos que aquilo foi drama e que eu só estava protegendo a gente!


-Protegendo de que? Até Type e Man estavam demostrando carinho e amor em público,e você fazendo cu doce? Você? O cara que pediu o Tine em namoro no meio do festival de música? Eres bipolar é? - Sou debochado mesmo,não tenho medo desse imbecil.


Sarawat ia dizer alguma coisa,mas Tine apareceu e tirou Sarawat de mim.


-Tá doido,Sarawat? Por que ia bater no Fong? 


-Esse idiota tá enfiando o nariz no nosso namoro!


-“Esse idiota” é meu melhor amigo,eu conto tudo da gente pra ele,tudo,talvez ele saiba até mais que você,então ele pode sim se intrometer. E mesmo se não pudesse,ia bater nele mesmo assim? Tá doido? Você sabe que eu odeio briga e ainda insiste nisso.


-Eu brigo por você-


-Por mim nada! Briga pra defender o seu ego. É por isso que eu preciso de um tempo longe de você.


Tine me pegou pelo braço,enfiou as coisas dentro do táxi (que já tinha chegado),e fomos de volta pra casa deixar as coisas dele para ir no cinema.


Tine POV


...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...